Repressão contra o ‘Fora Temer’ em Londres – O Caso da Balança de Justiça - O Cafezinho

O Cafezinho

quarta-feira

14

setembro 2016

3

COMENTÁRIOS

Repressão contra o ‘Fora Temer’ em Londres – O Caso da Balança de Justiça

Escrito por , Postado em Mariana T Noviello

O Grupo de expressão artística e performance, Arts for Democracy, teve sua presença barrada do Brazil Day, organizado pela Embaixada Brasileira e outras instituições neste domingo, 10 de Setembro, na famosa Trafalgar Square. O grupo planejava fazer o ‘enterro da democracia’ com participantes vestidos de mortalha e vendas negras, carregando cartazes com frases denunciando o golpe no Brasil.

Os seguranças do evento barraram a entrada de alguns dos participantes por carregarem ‘panfletos’ aludindo ao golpe. Uma das participantes alega ter sido violentamente removida do local. Ironicamente, entre os adereços confiscados estava a ‘balança da justiça’ de papelão, que foi arrancada das mãos de um dos atores e destruída.

Representantes do grupo em prol da democracia, Democracy for Brazil, conseguiram entrar com faixas, mas também alegaram ter sido abordados e agredidos pelos seguranças. Estes manifestantes puderam permanecer dentro do recinto, escondendo as faixas e cartazes.

A embaixada, quando contatada, disse não estar a par dos incidentes, não ser responsável pelos seguranças e prometeu investigar.

Os britânicos se orgulham de sua democracia, que consideram ímpar. Entretanto, na Trafalgar Sq., tradicionalmente conhecida como local para protestos, é vedado fazer demonstrações, distribuir panfletos e carregar cartazes sem a prévia autorização da prefeitura, o que o grupo não solicitou. Sabemos também que Londres, como as outras capitais europeias, está sediada pelo medo do terrorismo e as barreiras devem ter sido colocadas para evitar ataques, como os que ocorreram em Nice.

Porém, uma das participantes do Arts for Democracy disse: “Quando os seguranças foram revistar as mochilas, eles pareciam saber o que estavam procurando: itens denunciando o Fora Temer”.

Seja como for, é muito triste que, num momento de celebração da brasilidade, seja necessário um filtro de censura política. A mando da embaixada ou não, atitudes como as dos seguranças em Londres só reforçam a imagem de repressão, truculência e agressão que temos assistido nas ruas do Brasil desde que Michel Temer, e seu Ministro de Justiça, Alexandre de Moraes, assumiram a interinidade.

Como disse um membro do Democracy for Brazil: “O Brazil Day de 2015 foi um evento democrático organizado por um governo legítimo. Neste ano, havia barricadas e repressão… Esperemos que a Embaixada tome as devidas providências e que estas se reflitam em seus futuros eventos.”

quarta-feira

14

setembro 2016

3

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 COMENTÁRIOS

  1. Azula
  2. timteobatalha