Aécio, enfim, fica sem salário e carro oficial do Senado - O Cafezinho

O Cafezinho

quarta-feira

14

junho 2017

78

COMENTÁRIOS

Aécio, enfim, fica sem salário e carro oficial do Senado

Escrito por , Postado em Redação

Loading...

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Dezessete dias após ser suspenso do Senado, Aécio Neves perdeu finalmente o salário e os privilégios do cargo. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, informou hoje ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a Casa cortou o pagamento de salário ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado das funções do mandato por decisão judicial do ministro Edson Fachin.

Eunício Oliveira encaminhou ofício ao ministro do STF Marco Aurélio Mello para informá-lo da suspensão do salário e também da verba indenizatória a que o parlamentar teria direito desde o dia 18 de maio, quando Aécio foi afastado de suas atividades parlamentares por decisão de Fachin.

O veículo oficial destinado ao senador tucano também já foi recolhido, segundo o Senado. A Mesa Diretora da Casa retirou hoje o nome de Aécio do painel eletrônico da Casa. Nos últimos dias, o Senado vinha sendo acusado de não cumprir a determinação do Supremo de afastar Aécio. O nome do senador, por exemplo, permanecia até hoje nas listas de votação e de senadores em exercício.

Relatoria

O ministro Ricardo Lewandowski assumiu hoje a relatoria de um dos cinco inquéritos a que Aécio responde no STF, a partir das delações de executivos da Odebrecht.

Luis Edmundo

editor associado em O Cafezinho
Luis Edmundo Araujo é jornalista e mora no Rio de Janeiro desde que nasceu, em 1972. Foi repórter do jornal O Fluminense, do Jornal do Brasil e das finadas revistas Incrível e Istoé Gente. No Jornal do Commercio, foi editor por 11 anos, até o fim do jornal, em maio de 2016.

quarta-feira

14

junho 2017

78

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

78 COMENTÁRIOS

  1. Samuel Sousa
  2. Maria Ronilda de Oliveira
  3. Luciano Prado
  4. Enio