Seriam os banqueiros do Brasil os mais honestos do planeta? | O Cafezinho

O Cafezinho

sexta-feira

16

junho 2017

29

COMENTÁRIOS

Seriam os banqueiros do Brasil os mais honestos do planeta?

Escrito por , Postado em Redação



Imagem: Reprodução

Por José Carlos de Assis, economista

A incrível evidência de honestidade dos banqueiros brasileiros

Aparentemente temos o sistema bancário mais honesto do mundo. No meio da avalanche de corrupção por compra de parlamentares envolvendo grandes construtoras e o maior conglomerado de carnes do mundo, ninguém surgiu, até o momento, para apontar o menor deslize moral dos bancos brasileiros. A bem da verdade, houve apenas uma suspeita.

Trabuco, presidente do Bradesco, envolvido na operação Zelotes, foi inocentado por unanimidade pelo Tribunal Federal de Recursos da 1ª. Região.

Há dois tipos de justificativa para isso. Ou os banqueiros brasileiros se contentam em roubar o povo, pressionando pelas taxas de juros mais altas do planeta como se fosse uma coisa natural, ou simplesmente operam a corrupção com mão de gato, colocando terceiros – por exemplo, a Fiesp – como operadores de suas maracutaias. Lembro-me bem como, na constituinte, um operador da Fiesp e da CNI, Rui Figueiredo, tendo por trás os bancos, percorria com uma mala preta os corredores do Congresso comprando parlamentares.

Podemos perguntar, diante dessa segunda hipótese, por que as empreiteiras foram pegas por Moro e os banqueiros conquistaram tanta condescendência na Justiça, como é o caso do TRF-1. Acho que a única explicação para isso é que são tremendos profissionais, protegidos pelo competente cartel da Febraban e sob a proteção generosa do Banco Central.

Caso fossem colocados nas mãos de Sérgio Moro, é possível que, depois de meses a fio de prisão temporária, acabassem abrindo o bico em profusão de delações premiadas.

Há ainda a razão segundo a qual os bancos brasileiros não são exatamente nacionais, mas braços operativos de um sistema bancário internacional que funciona em rede. Nessa situação, mexer com Itaú e Bradesco é mexer com a banca mundial, conforme se poderia escrever em camisetas. Os políticos corrompidos estão protegidos indiretamente pela regra que protege os bancos segundo a qual são “grandes demais para quebrar”. Qualquer ameaça nesse campo e o Banco Central entra no jogo para acobertar seus protegidos.

É muito curioso, também, que a atividade empresarial mais odiada pelos brasileiros, por causa dos altos custos de crédito que recaem sobre a sociedade, é extremamente bem protegida pela mídia. Isso, porém, dispensa maiores explicações: basta somar o tempo de publicidade que os bancos ocupam na grande mídia para concluir que sabem muito bem comprar discrição, mais do que apoio. Quanto a compra de parlamentares, ora essa… eles são os melhores operadores de caixa dois e lavadores de dinheiro.

Entretanto, há um único risco para o sistema bancário brasileiro: a eventual delação premiada de Antônio Palocci. Ele se ofereceu para isso e sugeriu que tem muita, muita coisa para contar. Na verdade, diante do esgotamento de delações nas áreas de empreiteiras e de carne, há pouca coisa para Palocci contar como novidade capaz de lhe atenuar a pena. Restam os bancos. É significativo que Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato ainda não se manifestaram a favor dessa delação. Curioso. Afinal, seria a mais alta autoridade dos governos do PT a prestar esse serviço à Nação.

Loading...

Luis Edmundo

editor associado em O Cafezinho
Luis Edmundo Araujo é jornalista e mora no Rio de Janeiro desde que nasceu, em 1972. Foi repórter do jornal O Fluminense, do Jornal do Brasil e das finadas revistas Incrível e Istoé Gente. No Jornal do Commercio, foi editor por 11 anos, até o fim do jornal, em maio de 2016.

sexta-feira

16

junho 2017

29

COMENTÁRIOS

Se você fizer login como assinante do Cafezinho ou usando sua rede social, o comentário será aprovado automaticamente.

29 Comentários em "Seriam os banqueiros do Brasil os mais honestos do planeta?"

Avise-me quando
avatar
Visitante

Comandados pelos Rotschild

Visitante

Francisco De Sousa Vieira Filho

Visitante

SÓ TEM SANTO

Visitante
No mundo capitalista, os bancos são de uns 40 anos para cá o próprio Estado. A sociedade e a política são completamente planejadas por eles em todos os detalhes de alguma importância, com mão de ferro. A corrupção que se vê no momento equivale a roubo de cachos de pitomba vis-à-vis a corrupção pantagruélica da banca, a maior parte dela legal — amparada em dispositivos constitucionais e legais comprados sem discussão de preço. São assim no Brasil, por exemplo, o parágrafo primeiro do art. 164 da CF 88 [Art. 164. A competência da União para emitir moeda será exercida exclusivamente… Read more »
Visitante

Esqueceram de acompanhar o BTG? Banco Santos? BMG? Ceis tão por fora mesmo, hein?

James
Visitante

Um pessoa com uma arma pode roubar um banco.
Uma pessoa com um banco pode roubar o mundo inteiro.

Romero
Visitante

O Brasil precisa implementar elementos de democracia direta , ampliar a participação democrática, e permitir o povo votar diretamente.
Esse processo de democracia representativa é muito atrasado.
É facilmente comprado por influências financeiras, midiáticas, etc e o povo não tem poder nenhum.
O povo vota, pela internet e pronto, e defende seus interesses sem intermediários marginais eleitos por interesses da casa grande.

zazul
Visitante

Quer cometer um grande crime? Roube um banco. Quer cometer o crime perfeito? Funde um banco.

Visitante

Feche sua conta nos bancos, desligue a televisão, não ande de carro ou nenhum outro transporte movido a gasolina, gás, eletricidade, querosene, não coma nada produzido pela indústria.. afinal, bancos, empresas de energia, mídia e multinacionais do ramo alimentício fazem parte de uma sociedade secreta liderada pelos EUA e que aos poucos estão controlando a mente dos brasileiros.. cafezinho continua sendo uma obra de ficção! Melhor, só a Socialista Morena!

Visitante

Volta pra sua toca, marionete fakezinho.. canalha covardezinho a quem falta além de cérebro, coragem e vontade própria..

Visitante

Você é um robô muito bem feito, só faltou o cérebro.

Visitante

O escândalo Banestado aponta nesta direção: nosso sistema bancário é o mais honesto da galáxia (tirando uns 125 bilhões de dólares, pois nem toda a honestidade é de ferro).

Vitor
Visitante

O erro foi ter permitido a sucessão de fusões e aquisições que concentraram demais o nosso sistema bancário. Agora já era. De fato possuem muito poder e certamente são grandes demais pra quebrar…

Visitante

KKkkkkkkkKKK!!! A Globo tem cada uma…

Visitante

Em relação ao protocolos que seguem apenas entre si, os banqueiros são sim honestos. Já em relação ao resto do mundo, são algo como um tubarão muito bonitinho e cheio de dentes.

Visitante

Os bancos nunca lucraram tanto quanto nos governos petistas.

Visitante

Não só os bancos, os comerciantes os empresários, os trabalhadores…

Visitante

Lucram em qualquer situação.

Visitante

Economia bombando.
PIB nas alturas.

Visitante

Que piada…

Visitante

Faz me rir

Visitante

“O que é roubar um banco comparado a fundar um?” Bertolt Brecht

Visitante

Seriam os donos da mídia os mais honestos do Brasil? Por que o juiz de Curitiba não investigou a área de publicidade da Petrobrás? Quantos bilhões foram torrados em propaganda só na rede globo nos últimos 30 anos? Um filão desses e o juizeco investigando Ipads de criança e pedalinhos.

Visitante

Concordo com você. Mas o Moron faz tudo. Investiga, acusa, defende, julga, dá palestras e até ajuda na edição do jornal nazional.

Visitante

Juiz não investiga, julga.

Visitante

Como tanto dinheiro circulado ? Se eu recebo um pregatorio a receita fica sabendo esse montante de dinheiro mala mochila caixa ???? Se eu precisar acima de r $ de 3.000,00 tem que ter previsão. ?????

Visitante

banqueiro não nada a ninguém

Visitante

Em 13 anos de PT todo mundo ficou mais rico, até eu fiquei mais rico.

Visitante

Coitado do Bolsomula, veja o que pensavam os oficiais que examinaram a conduta de Bolsonaro, enquanto na ativa: “[Bolsonaro] tinha permanentemente a intenção de liderar os oficiais subalternos, NO QUE FOI SEMPRE REPELIDO, tanto em razão do TRATAMENTO AGRESSIVO dispensado a seus camaradas, COMO PELA FALTA DE LÓGICA, RACIONALIDADE E EQUILÍBRIO na apresentação de seus argumentos”.[21]
—Coronel Carlos Alfredo Pellegrino.

Resumindo: VIOLENTO, ILÓGICO, IRRACIONAL E DESEQUILIBRADO! São estas as qualidades exigidas de um Presidente da República?

Consulte um psiquiatra cara! https://pt.wikipedia.org/wiki/Jair_Bolsonaro

wpDiscuz