Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Olavão foge do hospício e aparece na Folha

Por Miguel do Rosário

13 de novembro de 2011 : 14h25

Não lhes aconselho a ler o artigo de Olavo de Carvalho, publicado hoje na Folha. Francamente, eu não devia nem lhe dar atenção. Minha breve carreira de analista de mídia, todavia, já me ensinou a não subestimar nem esnobar ninguém, sobretudo os próceres do conservadorismo tupi. Eu uso essa intimidade, chamando-o de Olavão, porque já briguei tanto com ele em minha trajetória – essa um pouco mais longa – de blogueiro de esquerda, que sinto aquele carinho exótico de um oficial de guerra por outro. Isso não me impede, porém, de desprezá-lo profundamente. A ele e às suas ideias. A ele, porque ele é o protótipo da desonestidade intelectual. Às suas ideias, porque são positivamente fascistas, além de esquizofrênicas. Vamos organizar:

  • Desonestidade intelectual. Em seu artigo na Folha, Olavo ensaia uma breve história intelectual da USP. Começa razoavelmente. A partir do segundo parágrafo, todavia, vemos os primeiros espamos da grave e melancólica epilepsia ideológica de que sofre o filósofo. Seu erro nasce, como aliás é tão comum em acadêmicos, da arrogância e esquematização com que trata fenômenos históricos, políticos e mesmo psicológicos. Mas os delírios realmente assustadores (maior característica do Olavão) ainda estão por vir.
  • O paroximo da esquizofrenia olaval se mostra a partir do oitavo parágrafo, quando afirma que “bilionários globalistas passam a patrocinar movimentos esquerdistas por toda parte”. É uma afirmação completamente desvairada.
  • Aí já temos um espetáculo deprimente: um filósofo brasileiro berrando insanidades como um louco furioso num jornal de grande circulação nacional. Sem a mínima preocupação de ater-se à realidade, Olavo repete seus conhecidos chavões de que a mídia brasileira é esquerdista.
  • Conclui o artigo dizendo que todo mundo no Brasil é esquerdista, aprova o uso de maconha na USP e simpatiza com os radicais de ultra-ultra-esquerda que ocuparam a reitoria. Todos partilham da “Ideologia”. Todos: deputados, senadores, professores, reitores, ministros de Estado e empresários de mídia. Sem explicar muito bem que sinistra ideologia seja essa, o leitor é fatalmente levado a pensar que deve ser alguma variação particularmente maligna do esquerdismo contemporâneo. Olavo esqueceu, porém, de mencionar, dentre os que sofrem dessa doença, garis, astrofísicos, jogadores de sinuca, viciados em crack e representantes da indústria de tecidos.
  • Olavão agora é presidente do Inter-American Institute for Philosophy, Government and Social Thought, um nome bonito para associação dos fascistas brasileiros doentes mentais que vivem de esmolas do Tea Party.

Eu uso uma linguagem particularmente agressiva com Olavo porque conheço a figura. Durante anos, ele tinha uma coluna no jornal O Globo, e era idolatrado por escritores analfabetos politicamente. Então um dia fui à biblioteca do CCBB e li seus livros. Ele é ainda mais doente, rancoroso e delirante em seus livros. A pretexto de falar de filosofia, ele simplesmente faz um proselitismo ideológico vagabundo, onde a sigla PT aparece mais do que o nome de qualquer pensador. Lembra até o Nietzsche da última fase, já louco por causa da sífilis, xingando os cristãos por páginas a fio, mas sem o talento literário do alemão, e substituindo os cristãos por petistas.

E Olavo usava seu espaço na mídia, praticando todo o tipo de pilantragem intelectual, para perseguir covardemente aqueles com os quais ele discutia na internet. É, definitivamente, um crápula.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

79 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Orgasmo de Cavalo

12 de julho de 2019 às 01h24

Nunca pensei que um sujeito analfabeto feito o astrólogo geriátrico fosse mandar e desmandar no país junto com essa besta do Bolsonazista. Falava mal do Lula mas o Lula pelo menos leu vários livros inteiros. Já esse retardado mental do astrólogo folheia uma ou duas páginas do livro e já está dormindo. Depois sai falando que leu trocentos livros mas distorce tudo o que está escrito nos livros. Foi embora do Brasil por culpa de processos que deixou aqui por estelionato mas as olavetes caíram na conversa mole dele que foi por culpa da militância da esquerda. Quem conhece esse bandido do astrólogo não o compra. Seria bom se alguém conseguisse encontrar o colega de hospício dele que já chegou a dar algumas declarações sobre o velhaco geriátrico. Ele deve ter muito mais coisas para nos revelar. Olavo já pertenceu a uma Tariqa islâmica, foi casado com três mulheres, participou de orgias na seita Tradição. Hoje continua sendo astrólogo, continua participando de tariqa islâmica mas ilude os trouxas com o verniz do católico conservador.

Responder

Orgasmo de Cavalo

12 de julho de 2019 às 01h13

E pensar que esse velhaco geriátrico e doente mental hoje é o imbecil que manda e desmanda nesse desgoverno junto com o nazista filho da puta do Bolsonaro. Velhaco retardado mental!

Responder

Tiago Souza

01 de dezembro de 2018 às 11h42

7 anos desde que você, Miguel, escreveu esse artigo, denunciando a charlatanice misturada com esquizofrenia de Olavo de Carvalho. Quantos artigos mais, quantos vídeos mais, quantas conversas mais, quantas dores de cabeça mais? Crítica em cima de crítica e cobras mortas com o respectivo pau matador exposto pra quem quiser ver.
E cá estamos: o cidadão hoje está dando pitacos pro futuro Presidente da República, indicando ministros(!).
A sensação que tenho é de que as regras do jogo foram elaboradas por trapaceiros.
Precisamos tirar lições disso e com muita urgência.

Responder

Marcos

08 de junho de 2018 às 17h54

Realmente Olavo de Carvalho, que ouço falar muito sinal, deve ser um maluco, tão maluco que o caro amigo do blog perdeu seu precioso tempo para redigir um texto enorme só para atacá-lo e denegri-lo e sem justificar muita coisa com fundamentação. É por isso que hoje se ouve muito de Olavo de Carvalho, mais atual do que nunca. E quem é mesmo Miguel do Rosário?

Responder

Olavete Doente Mental

21 de setembro de 2012 às 15h13

Se uma pessoa lhe diz que o céu é roxo com bolinhas amarelas e não azul você continuaria a lhe dar atenção por mais um ínfimo instante? Creio que não, correto?

Olavo de Carvalho diz que hóstias se transformam em sangue o tempo todo, no mundo todo, com provas inumeráveis (que pena que não são muito divulgadas, um simples vídeo no Youtube bastaria). Ele também diz que os casos de pedofilia na ICAR são fruto de uma sabotagem da KGB, que infiltrou padres veados nas Igrejas(como se isso fosse necessário). A prova disso é um “livro de 1000 páginas” (ele adora livros de 1000 páginas porque eles não podem ser lidos tão pouco averiguados). Ainda no campo metafísico, Enrrolavo de Carvalho diz que a vida pós-morte está arquiprovada (usando o mesmo argumento ad-populum das visões de UFOs), que a posição dos astros influenciam na escolha das profissão dos indivíduos, que crânios de crianças se colam na frente de todos, que “Nossa Senhora de Fátima” apareceu sobre uma árvore e fez o Sol pular no céu em Paris (imagine os resultados gravitacionais devastadores que este gracejo causaria no Sistema Solar – bem, não seria muito perto de engravidar sem transar).

Para não dizer que seu tacanhismo e carolismo inacreditáveis sejam apenas uma faceta de sua personalidade doentia, as mesmas teses humorísticas se estendem ao campo do domínio científico (vale ressaltar que Olavo de Carvalho afirma que a Ciência não tem absolutamente nada a dizer sobre a realidade, mas apenas a percepção inata do indivíduo, tirando suas demências alucinógenas causadas por um cérebro defeituoso do escrutínio da fisiologia). Neste campo, Enrrolavo já desmontou a Inércia de Newton (que era burro, segundo Enrrolavo). Já provou que a Teoria da Evolução das Espécies é impossível, pois ele leu outro livro de 1000 páginas escrito por um médico hindu (!) – Enrrolavo adora fontes exóticas – que prova que a Evolução não aconteceu porque ainda existem peixes com patas e porque os crocodilos estão iguaizinhos há centenas de milhares de anos, dentre outros argumentos fantásticos)

Enrrolavo, modesto, não quis afirmar que a Teoria da Relatividade, formulada por Einstein com colaboração fundamental da geometria de Rieman dentre outras fontes, está completamente errada. Mas ele não se furtou em dizer que esta teoria lhe parece uma “empulhação (outra palavra que ele adora) elegante”. E sua modéstia não para aí: Beato de Carvalho concorda que a Física Quântica é uma grande descoberta da Ciência, porém não se animem! A descoberta pertence a “Santo” Tomás de Aquino. Sim, o Doutor da Igreja já conhecia a dualidade onda-partícula, a burrice ocidental pós-moderna é que impediu que Heisenberg e Planck dentre outros, tivessem percebido isto antes.

Enrrolavo de Carvalho fazia mapas astrais por correspondência e cobrava. Sua carreira na charlatanice não começou ontem. É coisa antiga. Se um charlatão contaminado por uma credulidade infantilóide quer agora dar aulas de filosofia, física, matemática (ah, os infinitos de Cantor… refutados pelo nosso astro-filósofo!), geologia, biologia, metafísica e o caralho a quatro, tudo batido e misturado numa alquimia tosca e chamar isso tudo de “filosofia”,que comprem os otários. Vão fazer um cursinho de Consciência Epistemológica de Vida Após Morte e Quiromancia do Tarô lá na Virgínia. E aproveitem e vão à puta que vos pariu. Otário nunca faltou no mundo.

Responder

    Ingersoll

    16 de maio de 2014 às 01h49

    Perfeito!!

    Responder

André

13 de agosto de 2012 às 16h36

Me parece claro que a Folha quis colocar um bode na sala e usou o Olavo de Carvalho para isso.

Responder

André

13 de agosto de 2012 às 16h27

Acho que nem os defensores do Inri Cristo são tão divertidos.

Responder

Caripuna

20 de julho de 2012 às 18h10

ôra, meu.
Olavetes fogem do hospício e aparecem aqui no Cafeziho!

Responder

Lau Mendes

30 de junho de 2012 às 15h10

É o sanatório geral.

Responder

Andréa

26 de abril de 2012 às 15h44

useful ! great post! thanks for sharing your view on the topic !http://www.marmil.org

Responder

Marcio

07 de março de 2012 às 08h42

Olavo é astrólogo , nunca estudou filosofia, ele saiu do hospício pela porta da frente, não fugiu, o psiquiatra na época afirmou que seus delirios não acarretava perigo a sociedade… outro que sofre do mesmo mal é Reinaldo Azevedo ,,, depois da operação dos tumores na cabeça ele começou a sofrer de depressão profunda, a VEJA paga os medicamentos importados já que ele impedido de trabalhar só pode exercer alguma função em casa..a esposa dele faz sabonete artesanal pra ajudar na renda familiar

Responder

conde loppeux

23 de novembro de 2011 às 04h28

AO invés do ignorante soberbo usar e abusar de ad homines stalinistas, vamos esperar se ele tem algum argumento ou é apenas um covardão sem conteúdo, que disfarça sua jumentice repetindo chavões a granel?

Responder

conde loppeux

23 de novembro de 2011 às 04h25

O pior demente é aquele que não consegue ver a própria demência. Quando deparado com argumentos sólidos, o do Rosário só resta usar os chavões stalinistas de rotular a todos de fascistas ou de gente do hospício. Que preguiça mental! Mas é assim que age a esquerda. Burra, ignorante, presunçosa, rasteira, intelectualmente fraca e covarde. Digo, covarde, pq o Sr. do Rosário se recusa a debater.

Responder

conde loppeux

23 de novembro de 2011 às 04h23

O mais engraçado de tudo é que Stálin vive no imaginário iletrado das esquerdas: o rótulo do "fascismo" a granel dos esquerdistas provém dos anos 30 do século XX, quando a esquerda criou o seu próprio espantalho. E esse tal do Rosário continua na modinha clichê, como o típico analfabeto funcional, cuja carência de argumentos é correlata à ignorância presunçosa sobre variados assuntos. Lógica do Rosário: não vi, não gostei, não conheço, logo, não existe. Triste!

Quanto à ligação entre banqueiros, empresários e movimentos revolucionários, isso é fartamento documentado através de livros históricos. Mas quem disse que o do Rosário conheça algo fora do seu jargão de cafezinho de boteco stalinista?

Responder

Daniel

23 de novembro de 2011 às 03h04

Também não identifiquei a apresentação de um único contraponto ao referido texto

Responder

Daniel

23 de novembro de 2011 às 03h01

Não é por nada não, mas eu não consegui identificar a apresentação de um único contraponto da tua parte ao que o Olavo disse…Sinta-se a vontade pra sair cantando vitória intelectual sobre quem quiser, mas qualquer leitor inteligente verá que esse artigo é só esperneio…

Responder

João Rodrigo

22 de novembro de 2011 às 22h49

As lesmas se contorcem quando um alguém lhes enfia um palito. Exatamente o seu comportamento, blogueirinho: retrai-se todo ante as cutucadas que leva ao ler as palavras de um filósofo de qualidade…

Em seu texto não há SEQUER um argumento, mas só imputações pejorativas, todas destituídas de qualquer explicação.

Você é burro, ignorante e invejoso.

Espero que continue escrevendo bastante e falando bastante merda, para que o mundo todo possa rir da sua cara.

Abraços!

Responder

Edvaldo

22 de novembro de 2011 às 22h01

Chingue o Olavo do que você é, acuse-o do que você faz. Como um comunista ortodoxo, você estará cumprindo o que seu camarada Lênin determinou. Seu texto é falso e mediocre, na medida em que não argumenta nada contra o pensamento do Olavo. Você quer mesmo é se promover ao dizer que o conhece bem. Duvido que o Olavo perca tempo em lhe responder. Cresça e apareça.

Responder

Antônio.

22 de novembro de 2011 às 20h13

Boa noite. Há alguns anos um inocente útil, daqueles que se dispõem a protestar contra tudo e todos postou comentário, parece-me que no UOL Online, com o seguinte teor: "Eu fui ao FSM-Porto Alegre para protestar contra a alta finança, contra a burguesia e, me pareceu espantoso que o patrocínio daquele evento de komunas fosse da lavra de quem, a princípio e fim, seriam os últimos a fazê-lo (patrocinado pela Fundação Ford, IBM, KoKa-Kola, etc.). Assim, pulei fora do barko logo, logo". À época pensei: puxa, ao menos um acordou, mas, e os outros milhões de milhões, que fazer? Assim, não é sem sentido que, VERDADEIRAMENTE, a esquerda foi criada e sustentada pela alta finança, pois que o komunismo/socialismo/ marxismo/ esquerdismo é o regime dos sonhos para quem empolga os recursos: disporão de enorme massa de escravos, sem direito a greve, protestos por salários dignos (olha a China Komunista), férias, 13º salário, aposentadoria, etc. KOMUNAS, acordem!!!

Responder

Petrus Uchôa

19 de novembro de 2011 às 04h58

Você é no mínimo um infantil, que custa a entender que o problema do ser humano não está fora dele!
O prof. Olavo é um dos poucos que vem desmascarando essa esquerda infame. Afirmar que o professor faz proselitismo ideológico vagabundo é contruir uma imagem deturpada, é construir um boneco de palha, pra poder atear fogo e acabar com o simples adversário, mas a verdade trazida pelo professor não é esse seu boneco criado, esse boneco de palha até eu conseguiria atear fogo.
Você não tem coragem de enfrentar a verdeira imagem do prof. Olavo, se isso acontecesse, você teria que enfrentar a verdade, coisa que você e seus colegas de esquerda não acreditam faz muito tempo.

Responder

Rodrigo Brambilla

17 de novembro de 2011 às 14h12

Miguel, eu não sou leitor de livros, nem filósofo nem nada. Só tento entender um pouco o que acontece com o mundo. De todos os “analistas” que li por aí o Olavo foi o único que me deu argumentos sólidos. Sei que nessa matéria ele não deu muitos, mas com certeza pela falta de espaço, quem conhece seu programa semanal sabe do que ele está falando. Como isso aqui é um blog e o que não falta é espaço eu gostaria muito de ver seus argumentos contra o que o prof. Olavo fala.

Quanto a questão do Nacional-Socialismo alemão, o próprio Olavo mais uma vez me elucidou: Assista o documentário “The Soviet Story” e leia o livro “Ice Breaker” do Viktor Suvorov.

Grato pelo espaço.

Responder

    Miguel do Rosário

    17 de novembro de 2011 às 15h12

    De nada, Rodrigo. Mas eu sou leitor de livros. Já li muita filosofia, história, etc. Olavo é um delirante. Me desculpe, mas não tenho nenhuma obrigação de apresentar argumentos contra delírios. Não agora, nesse momento. Se alguém se dispuser a acompanhar meu blog ao longo do tempo, talvez encontre uma resposta.

    Responder

      Rodrigo Brambilla

      17 de novembro de 2011 às 18h28

      Se não estás disposto a apresentar argumentos então não chame uma pessoa de delirante. É o mesmo que eu escrever em um blog que o Miguel é um doido varrido sem dar maiores explicações. Nesse caso doido varrido estará sendo eu.

      Responder

      Bruno

      18 de novembro de 2011 às 00h04

      Isso de que "eu li os livros do Olavo, são todos devaneios, mas não tenho obrigação de apresentar argumentos contra" é muito engraçado… Se você se põe a criticar alguém é evidente que passa a ter o ônus lógico de fundamentar a crítica, mormente quando a faz de maneira incisiva e tecendo comentários pouco elogiosos acerca do criticado! Caso contrário, a própria incapacidade de articular argumentos contrários passa a depor contra o crítico, expondo-o ao ridículo, tal qual ora ocorre com este artigo e exatamente como atestam os diversos comentários a ele dispensados…

      Responder

      Daniel

      23 de novembro de 2011 às 03h14

      Claro que não… Afinal que obrigação um marqueteiro tem de argumentar…basta afirmar que são delírios e pronto…ignorar perguntas impertinentes de se justificar o que foi dito e posar de intelectual para alguns idiotas e sua missão estará cumprida… Até te imagino publicando o artigo e saindo orgulhoso pensando: "Acabei com fulano de tal, eu sou demais"…

      Responder

Miguel do Rosário

16 de novembro de 2011 às 16h38

Tá bom. Vou seguir seu conselho, obrigado.

Responder

Miguel do Rosário

16 de novembro de 2011 às 16h31

Não critiquei somente o texto em si, mas a sanidade do autor. Não aconselho ler texto de maluco.

Responder

    luis

    17 de novembro de 2011 às 10h33

    Do pouco que o li, percebi que ele atribui ao "comunismo" a 'agenda cultural' do PT, atrelando-a às ações violentas desse malfadado regime inclusive. Isso até pode ser uma simplificação, mas não uma maluquice.
    A sociedade ocidental atual é pós-cristã e fomenta tudo quanto é contrário à cultura cristã tradicional, a saber: casamento homossexual, facilitação ao divórcio, aborto, laicismo, etc. E essas são questões de ordem no PT, desde a sua origem. Se o "Olavão" vê nisso uma ação "comunista" (seja porque Marx era contrário à religiosidade, ou seja por que raios for), cumpre à esquerda demonstrar que não é. Atacar a premissa e não sair por aí afirmando que o oponente é louco!

    Responder

Miguel do Rosário

16 de novembro de 2011 às 15h03

Eu já li, Felipe. Obrigado. Só acho engraçado você reclamar que eu uso argumento ad hominem e xingamentos, e ao mesmo tempo fazer a mesma coisa, e com muito mais virulência e agressividade.

Responder

    Felipe Melo

    16 de novembro de 2011 às 17h01

    Eu até poderia me dispor contradizer seus argumentos, Sr. Miguel do Rosário, mas não encontrei nenhum em seu texto. =)

    Responder

      Miguel do Rosário

      16 de novembro de 2011 às 17h15

      Tb não encontrei nenhum no do seu guru.

      Responder

        Felipe Melo

        18 de novembro de 2011 às 10h31

        Encontrou argumentos sim, e o sr. escreveu isso em seu próprio texto: "Seu erro nasce, como aliás é tão comum em acadêmicos, da arrogância e esquematização com que trata fenômenos históricos, políticos e mesmo psicológicos." Infere-se disso que, na sua opinião, ele utilizou argumentos que foram descabidos através de uma esquematização errônea. Mas por que essa esquematização é errônea? Qual é a esquematização correta? Em que medida ela foi negligenciada?

        Além disso, você chamou de "completamente desvairada" o argumento do Olavo de que “bilionários globalistas passam a patrocinar movimentos esquerdistas por toda parte”. Curiosamente, você não se dignou a falar porque essa afirmação é desvairada: você simplesmente a classificou como tal sem estabelecer nenhuma relação causal ou lógica. Foi uma tachação arbitrária de um argumento com base unicamente na figura de quem o proferiu.

        Em virtude da sua ausência completa e total de argumentos, achei justo e necessário "dar a César o que é de César" simplesmente emulando o seu próprio comportamento. Todavia, se o sr. julgar que podemos encetar um debate sério, realmente argumentativo, estou à disposição. =)

        Responder

          Miguel do Rosário

          18 de novembro de 2011 às 11h46

          Tá bom, Felipe. Quando eu tiver tempo para um debate, eu falo. Cordialmente.

          Rodox

          22 de novembro de 2011 às 19h45

          Como diria um amigo meu: Ae Miguel tu peidou na farofa??? Creio não precisar dizer que tu amarelou…

Miguel do Rosário

16 de novembro de 2011 às 15h02

Tenho sim, Bruno, só que é perigoso discutir com maluco. É mais prudente dar-lhe razão, rs.

Responder

    WalterS

    16 de novembro de 2011 às 16h18

    Cara, você deve ser o idiota mais patético do Universo. Além de escrever esse artigo ridículo, sem argumentação nenhuma, tem coragem de dizer que tem capacidade de argumentar mas não "discute com maluco". Isso parece resposta de criança de 8 anos. Calma lá, cretinice tem limite.

    Responder

      Miguel do Rosário

      16 de novembro de 2011 às 16h22

      Rs, calma santa.

      Responder

        WalterS

        16 de novembro de 2011 às 16h34

        Realmente, agora é oficial. Você tem idade mental de 8 anos. Parabéns.

        Responder

          Miguel do Rosário

          16 de novembro de 2011 às 16h39

          Acertou. Sou apenas uma criança. Impressionante como uma criança perturbou vocês, hein. RS.

érico cordeiro

15 de novembro de 2011 às 21h10

Por isso é que o saudoso Hermenauta (faz uma falta…) apelidou o Olavo de "Vilósofo".
O Hermê era genial! Espero que ele volte…

Responder

André B

15 de novembro de 2011 às 00h27

Ô Miguel, e eu sempre achei que esse Olavo era um personagem, tipo o Agamenon! Você tem certeza de que ele existe mesmo? Os textos dele são engraçadíssimos, só os do Prof. Hariovaldo os supera!

Responder

    Deborah

    15 de novembro de 2011 às 17h16

    Este foi o melhor comentario!!KKKKKKK

    Responder

@mjdelfino

14 de novembro de 2011 às 20h17

O maior defeito do pseudo-esquerdista Adolf Hitler (fora o genocídio generalizado) foi misturar nacionalismo com socialismo. São duas coisas incompatíveis. Nenhum nacionalista pode ser socialista, e nenhum socialista pode ser nacionalista. Hitler misturou a p@#%$& toda. Deu no que deu.

Responder

    Daniel Wachholz

    15 de novembro de 2011 às 17h12

    Não pode ser socialista e nacionalista, né? Todo socialismo é trotskista agora, e só falta dizer que Stalin não era socialista.
    PQP…

    Responder

    Newton

    16 de novembro de 2011 às 17h40

    Caro mjdelfino não é incompatível ser nacionalista e socialista, Stalin e Mao eram nacionalistas e socialistas. O PT é nacionalista e socialista. A única figura daquela época que era socialista e internacionalista(globalista) foi Trostky, mentor da quarta internacional.

    Atualmente, como Olavo vem assinalando constantemente, os socialistas-globalistas são as fundações bilionárias do tipo: Fundação FORD, Fundação George Soros, Fundação Bill e Melinda Gates, Comissão tri-lateral, Clube de Bilderberg, etc.

    A essa altura voce deve estar se perguntando que interesse teria um multi-bilionário no socialismo.
    A resposta é dada maravilhosamente pelo Olavo em uma palestra dada na OAB-RJ, no link. http://www.youtube.com/watch?v=dKzOIKLL_pE

    Responder

    conde loppeux

    23 de novembro de 2011 às 04h30

    Claro que é perfeitamente possível ser socialista e nacionalista. O socialismo prega a estatização dos meios de produção pelo Estado. E por acaso o socialismo precisa ser uma burocracia mundial para se consolidar? Óbvio que não. Vai estudar, moleque burro!

    Responder

José Melo

14 de novembro de 2011 às 19h50

O texto é risível. O sujeito simplesmente não consegue entender o que lê, não se podendo esperar muita coisa do que escreve. E ainda vem com uma afetação ridícula de superioridade e pretensa alegação de intimidade com o autor do artigo que supostamente critica, sem falar da viadagem da liberdade que toma para chamar o filósofo de "Olavão", ao mesmo tempo em que acha que o ridiculariza. Primeiro, erra redondamente quanto ao tema em discussão, diz que o artigo que pretende analisar trata da história intelectual da usp. Pior, não consegue entender a própria evolução da linha ideológica na qual se inclui ao declarar-se blogueiro de esquerda, imputando-a com o estereótipo fácil de "generalização", para justificar a sua própria incapacidade de entender um texto escrito. Se não consegue entender a própria evolução da esquerda a que diz fazer parte, exigindo implicitamente de um simples texto jornalístico a demonstração cabal dessa evolução, o fato de reclamar que não consegue entender os livros de filosofia que lê (acredite quem quiser!) – nem mesmo distingui-los de artigos de jornalismo político -, só demonstra a sua total inconsciência do seu próprio estado de ausência de alfabetização básica. No fim, comete outro erro elementar de interpretação ao estender, por conta própria e contra o texto, a toda a sociedade a ideologia esquerdista. Esta sim uma bela generalização, baseada em nada mais nada menos do que a sua própria cabeça.

Responder

    Rafael Correa

    15 de novembro de 2011 às 13h12

    Este Miguel não entende nada além de sua ideologia e seus esteriótipos. Aposto que nem le livros. É uma verdadeira antítese de um analista de mídia, seu único compromisso é desinformar seus leitores e ajudar a esquerda.

    Responder

      Miguel do Rosário

      15 de novembro de 2011 às 14h45

      Pois é, um dos sintomas de olavismo agudo, essa triste doença, é achar que os outros não lêem livros, somente os olavetes. Outro sintoma é a paranóia contra o comunismo. Se vêem alguém lendo o Vermlho e o Negro, do Stendhal, saem correndo para avisar ao SNI…

      Responder

        Rafael Correa

        15 de novembro de 2011 às 17h49

        Seu compromisso como agente de desinformação da esquerda, não é uma opinião ou preconceito, está declarado no seu próprio artigo: "já briguei tanto com ele em minha trajetória – essa um pouco mais longa – de blogueiro de esquerda, que sinto aquele carinho exótico de um oficial de guerra por outro".
        Na afirmação acima, você demonstra não conceber um intelectual sem interesses partidários, sem uma agenda de propaganda e combate explícito contra aquilo que você julga estar no outro lado. Se esta dialética esquerda-direita é a única coisa que entra na sua cabeça, então você não está habilitado para ler e entender o Olavo de Carvalho.

        *Entenda, isso não é uma opinião é um diagnóstico.

        Responder

Miguel do Rosário

14 de novembro de 2011 às 15h46

Olavetes em fúria, rs. O hospício ficou em polvorosa! Que loucura!

Responder

    Santiago

    14 de novembro de 2011 às 16h54

    Será que esses fanáticos ficam pesquisando Olavo de Carvalho no google a procura de críticas ao seu guru? Parece que eles brotam. Curioso.

    Responder

      Zig

      16 de novembro de 2011 às 18h25

      Ué. E vc queria que só quem lesse fossem os seus companheiros? Curioso.

      Responder

    Guilherme

    16 de novembro de 2011 às 16h40

    Que resposta de bicha.

    Responder

Rubens

14 de novembro de 2011 às 15h02

Será que o Olavo de Carvalho conhece esse babaca? Ele me parece muito íntimo do filósofo quando diz "Eu uso uma linguagem particularmente agressiva com Olavo porque conheço a figura."
Pobre infeliz querendo ter seus 15 minutos de fama e nem vou me expressar sobre os comentários que corroboram com o idiota do miguel do rosário. Meeeeeu Deeeeeeus!!! O verme do mjdelfino ainda não sabe que hitler era um socialista marxista, e que o seu partido era o partido nacional socialista alemão dos trabalhadores. Veja bem sua anta, além de ser socialista, o partido também se dizia ser dos trabalhadores. Alguma coisa parecida com um partido aqui do Brasil. Lembrou agora? SIm seu traste. Partido dos Trabalhadores.
Pagaria um milhão de reais para ver um debate ao vivo entre o agressor fustrado e Olavo de Carvalho.
Não é à toa que o imbecil escreve num blog chamado "o cafezinho".

Responder

    djvasco

    14 de novembro de 2011 às 18h54

    HAHAHA. Rubens, esse foi um dos comentários mais hilários que já li na internet. Gosto de ver como o Olavão inspira a veia cômica de seus seguidores. Ele é mesmo o maior filósofo-astrólogo-comediante do mundo!!!!!!

    Responder

      Rubens

      15 de novembro de 2011 às 08h37

      djvice,
      Quem afinal te inspira?
      Seria dilma, lulla, fidel, stalin, marx, judas, mao, chávez, obama, clinton, voltaire, maquiavel, paulo coelho, mino carta, zé dirceu, sarney, suplicy, boff, frei beto, emir sader, brizola, che, mag ou a filósofa marilena chauí?
      Hum, já sei!!! O time do Vasco da Gama!!! Você é inspiradão no dedé?

      Responder

        djvasco

        15 de novembro de 2011 às 14h39

        HEHEHE. Quem me inspira mesmo é o Olavão, ele me disse que a lua está entrando no signo de Libra e que isso significa que o nazi-comunismo-lulismo está em decadência. Viva!!!!

        Responder

Daniel Wachholz

14 de novembro de 2011 às 13h39

É incrível a profusão de projeções contidas no artigo e nos comentários…

Responder

    luis afonso

    14 de novembro de 2011 às 14h52

    Verdade.. Se algum dos caras, antes de engajar em "opinar" (desde quando que recitar o que aprenderam em panfletos é opinar?) resolvessem buscar as evidências primárias de suas idéias de segunda, o Brasil seria outro..

    Responder

luis afonso

14 de novembro de 2011 às 12h45

Sim Olavão fugiu do hospício.. Está bem longe dele. Há milhares de quilômetros para ser exato.
Este artigo só comprova a abissal ignorância do autor sobre o que acontece no mundo.
O trecho que fala "da arrogância e esquematização com que trata fenômenos históricos, políticos e mesmo psicológicos" é uma auto-crítica?
Para concluir, se Olavo fugiu do hospício, é fato que o autor continua nele.

Responder

    Miguel do Rosário

    14 de novembro de 2011 às 15h00

    Olavo de Carvalho afirma que Conselho Mundial das Igrejas percente à KGB. Ele é muito mais doente do que até eu imaginava. Coitado…
    http://www.youtube.com/watch?v=is8MJ-1p6ck&fe

    Responder

      luis afonso

      14 de novembro de 2011 às 15h48

      Concílio de Metz, 1962. Informe-se!!

      Responder

        Miguel do Rosário

        14 de novembro de 2011 às 15h58

        Me informei. Agora vejo que vocês tem razão. E o comunismo foi introduzido no mundo por extraterrestres interessados em exterminar a raça humana.

        Responder

@mjdelfino

14 de novembro de 2011 às 11h21

Olavo de Carvalho é da extrema direita. Esperar o quê de um cara que classifica tudo que não é ultradireita (como o Tea Party e as facções dominantes do Partido Republicano dos EUA) como esquerda? Globo é de esquerda, Folha (onde ele escreve) é de esquerda, Veja é de esquerda, Estadão é de esquerda, RBS é de esquerda, PSDB é de esquerda, DEM é de esquerda, PMDB e o resto da base fisiológica de apoio lulo-dilmista é de esquerda, até o Jabor continua sendo esquerda. Até Adolf Hitler era de esquerda, segundo a ótica olavista. O que pensar de alguém que se põe à direita de Hitler?

Responder

    Davy

    16 de novembro de 2011 às 18h39

    Amigão… como vc pode dizer que um partido que se intitulava de Nacional Socialista com maior intervenção na vida do povo com foi o partido nazista era de direita?

    Responder

      Miguel do Rosário

      16 de novembro de 2011 às 18h40

      ah, o nazismo era de esquerda? tese interessante. deve ser por isso que caçava comunistas…

      Responder

        Maxwell

        17 de novembro de 2011 às 11h24

        Não entendo o porque do deboche.
        E daí que caçava comunistas? E daí que entrou em guerra contra a União Soviética?
        Como se comunistas não caçassem comunistas.
        Você por acaso conhece a história da União Soviética?

        Responder

        Maxwell

        17 de novembro de 2011 às 11h30

        E mais uma coisa.
        A disputa entre Alemanha e União Soviética não era ideológica, inclusive a União Soviética FINANCIOU a Alemanha antes da Segunda Guerra e esses dois países tinham um acordo de não agressão chamado riventrop-molotov.
        Não sei de onde tirou essa sua conclusão de que por perseguir comunistas não pode ser de esquerda, já que isso é completamente normal dentro do meio esquerdista, isso existe até mesmo dentro dos partidos.

        Responder

    conde loppeux

    23 de novembro de 2011 às 04h31

    Essa papagaiada stalinista vai longe! Serve para analfabetos funcionais, que precisam de esquemas mentais prontos, justamente para não pensarem. Fazer o que? Extrema-direita? Poutz!

    Responder

raquel

14 de novembro de 2011 às 09h24

Esse Olavo de Carvalho é um charlatão de primeira linha. Ele acredita que é filósofo só porque sabe articular (e muito mal) alguns conceitos filosóficos em meio a muita ignorância. E sim, é um pulha, do mesmo nível Paulo Giraldelli. Ignorantes que acham que fazer filosofia de boteco – e depois escrever um texto qualquer a respeito – é o mesmo que ser um filósofo.

Responder

Éder Diego.

14 de novembro de 2011 às 01h03

Analfabestismo do mais profundo. O problema destes formadores de opinião é que querem que as pessoas só leiam o que eles acham que é bom e lhes diz respeito ideologicamente. Vigarice. Por quê só ler o que se diz a favor dos maconheiros? Aff

Responder

baixadacarioca

13 de novembro de 2011 às 19h16

Caramba!!! Faz parte desse grupo um tal de Paulo Ghiraldelli Júnior? Tenho uma história muito parecida com este que se intitula Filósofo de São Paulo. Os caras são lesados…

Responder

henry_H

13 de novembro de 2011 às 17h58

Já falei isso varias vezes: O Upa ñ passa de um cômico. Nem me dou mais à graça de levar alguma coisa que escreve a sério, para o bem ou para o mal.

Responder

Manoel GOmes

13 de novembro de 2011 às 15h40

Ainda bem que eu li seu post, mas e agora? Como disse que não aconselhava a leitura do "olavão" (por tudo o que afirmou sobre ele, é com minúscula mesmo), fiquei curioso, acho que vou correr o risco, afinal, é bom saber como os inimigos usam suas armas, para poder vencê-los, não é?

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil