Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

A luta continua

Por Miguel do Rosário

18 de novembro de 2011 : 06h47

Capa dos 3 jornalões desta sexta-feira 18:

Nota na capa do Globo:

Nota na capa da Folha:

Nota na capa do Estadão:

Carlos Lupi permanece no ringue. Pelo menos por mais alguns dias, ou semanas, quem sabe. Seu depoimento no Senado teve um efeito bastante positivo, e a presidente Dilma parece mais decidida do que em ocasiões anteriores a bancar o inevitável atrito com a mídia que a permanência de Lupi provoca.

É cedo, naturalmente, para Lupi cantar vitória. A revista Veja desta semana, ou qualquer outro jornal, poderá iniciar um novo round de denúncias. Mas terão que ser denúncias novas, e mais impactantes do que as que pipocaram até agora, e envolvendo diretamente o ministro.

Aliás, a razão para que a imprensa tenha ignorado as denúncias publicadas pela revista Istoé na semana passada talvez seja o fato de não envolverem diretamente o ministro, mas lobistas que gravitam em torno de sua pasta.

O Estadão aliviou a barra do ministro na manchete e matérias principais, ao enfatizar que a presidente resolveu bancar a sua permanência, até como um gesto visando dissolver as discórdias intestinas do PDT, seu antigo partido. A Dora Kramer, colunista política do Estadão, aplica umas dentadas em Lupi, mas sem muito efeito.

A Folha embarcou na acusação da Katia Abreu, de que o ministro teria usado diárias numa viagem de cunho partidário. É uma acusação de gravidade menor, porque as diárias ministeriais são emitidas automaticamente quando os ministros viajam, e eles podem sempre devolver o valor, em caso de constatação de que a viagem não teve função pública. De qualquer forma, o próprio Lupi havia dito que  a viagem havia cumprido uma agenda metade administrativa (o que justificaria o uso das diárias) e metade partidária.

O Globo continua pegando pesado em sua campanha contra Carlos Lupi, mas publicaram entrevistas com Cristovam Buarque e Pedro Taques, senadores pedetistas que tem exercido um papel de oposicionistas disfarçados, nas quais eles admitem que o ministro se saiu bem.

No Jornal Nacional, o depoimento recebeu um bom destaque; no bloco, o momento mais negativo para Lupi foi a declaração de Pedro Taques dizendo que o PDT deveria desistir do ministério. A posição de Taques e Buarque, contra a própria participação do PDT no governo, no entanto, soam mais como opiniões de cunho pessoal, lastreadas em algum tipo de ressentimento, do que uma postura política responsável.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fernando

18 de novembro de 2011 às 15h58

Cristovão Buarque, Pedro Taques e Eduardo Suplicy (PT-SP) não passam daqueles políticos cujo partido é o "do eu mesmo". Até hoje não entendi por que PDT e PT não mandaram essas figuras se abrigarem em outras paragens. Esses senadores só atuam de modo a agradar a mídia, pouco se importam com os compromissos assumidos pelos partidos aos quais ainda pertencem. Fazem companhia aos órfãos do fernandismo como Alvaro Dias, que não têm propostas para nada, não têm competência para formular qualquer alternativa política ou econômica e sobrevivem repercutindo no parlamento as notícias publicadas pela imprensa interessada em fustigar o governo do PT. Espero que Dilma não se deixe enganar pelos falsos elogios que recebe de boa parte da população cujo candidato foi derrotado nas urnas e que torce de fato pelo seu insucesso para trazer de volta em 2014 seus verdadeiros representantes abrigados na oposição. Assim como o Leonardo torço para que ela consiga emplacar uma Lei das Mídias.

Responder

Leonardo

18 de novembro de 2011 às 14h11

Vou então postar aqui uma das análises que a velha mídia faz, da série "entrando na cabeça da Presidenta":

Cada vez mais a Presidenta Dilma parece tentar fazer nascer, no cerne dos partidos aliados, um clamor por uma "Lei dos Meios de Comunicação", e é pra isso que ela vem "fritando" os ministros, para incutir no Congresso essa necessidade.

Sim, é fantasioso atribuir tanta inteligência da Presidenta. Mas lembrem que já foi feita uma declaração de que "A Lei de Mídias tem de sair do Congresso"…

Fim do meu momento "entrando na cabeça da Presidenta"

Se isso se revelar verdade (e estou torcendo para que seja isso), Dilma se revelará uma Estrategista e Estadista de primeira, podendo até superar, no longo prazo, até mesmo as raposas políticas do porte de Getúlio, Brizola, JK e Lula.

Responder

cesar

18 de novembro de 2011 às 08h27

prezado,

Toda a midia só fala que o avião foi "providenciado" pelo dono da ONG para transportar o ministro Lupi. O que é providenciar? É alugar? É emprestar? É pagar? É requisitar? Sim, é preciso esclarecer isso, porque o esclarecimento dará a dimensão da relação entre as duas figuras.

Responder

    Gilson Raslan

    18 de novembro de 2011 às 12h59

    César, também vejo desta forma.
    Outra coisa: o Ministro só não saiu melhor dessa situação, porque ele tem muito dificuldade de se expressar. Até parece que ele tem alguma deficiência mental.
    É como dizem os mineiros: que sujeito bobo, sô!

    Responder

      _spin

      18 de novembro de 2011 às 16h07

      O pig se preocupa com estas irregularidades, se houverem, no varejo e, ao mesmo tempo, fecha os olhos para os bilhões de reais que deveriam ter sido usados na despoluição do rio tietê pelos tucanos, kd o dinheiro
      Corrupção tucana é sempre no atacado e, claro, sobra uma parte para esta mídia bandida, daí o silêncio sepulcral

      Responder

Deixe um comentário

Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno?