Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Patriota defende Cuba e ataca EUA

Por Miguel do Rosário

28 de janeiro de 2012 : 15h51

O ministro de Relações Exteriores, Antônio Patriota, descumpriu o figurino que a mídia conservadora e setores da extrema esquerda tentam lhe impor. Patriota tem sido injustamente atacado como responsável por uma guinada pró-Washington. Pois bem, não creio que, se isso fosse verdade, ele daria as seguintes declarações, conforme consta em matéria publicada hoje no jornal O Globo.

 

Nesta sexta-feira, em Davos, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, deixou claro que não haverá manifestações públicas de crítica aos cubanos neste campo, e deu uma alfinetada nos Estados Unidos, quando disse:
— Não é uma situação que nos pareça emergencial em Cuba. Existem outras situações muito preocupantes, inclusive a situação de Guantánamo — disse, em referência à prisão onde os EUA mantêm prisioneiros suspeitos de terrorismo.
(…)
Existem áreas muito interessantes e trabalhamos juntos com Cuba para melhorar a situação de direitos humanos e a situação de populações vulneráveis, como os haitianos. Graças à ação dos médicos cubanos no Haiti, a epidemia de cólera foi controlada.

 

Por fim, Patriota recebeu hoje o melhor elogio que um diplomata brasileiro pode receber: foi chamado de anti-americanista pelo Globo. Claro que é uma crítica completamente estúpida. Patriota foi embaixador do Brasil nos EUA justamente por não ser anti-americanista. O que o Globo chama de “viés anti-americanista” é simplesmente independência diplomática, uma postura que todos no mundo, inclusive os EUA, respeitam. Por isso, Obama veio visitar Dilma antes que ela fosse à Washington.

Lembrando: Antonio Patriota é um dos mais brilhantes diplomatas brasileiros e foi chefe de gabinete do ministro Celso Amorim, depois secretário-geral do Ministério de Relações Exteriores. Patriota foi o segundo homem da chancelaria brasileira durante toda a gestão Lula. Era o braço direito de Amorim. Essa é mais uma informação que nega a tese de “ruptura” em nossa política externa.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

enganado

27 de novembro de 2016 às 01h36

A rede gRoubo não perde a oportunidade de mostrar o qto é calhorda/ordinária/apátrida.

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil