Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Relato de Rodrigo Vianna sobre Blog Prog 3

Por Miguel do Rosário

26 de maio de 2012 : 13h13

“Blogueiros sujos de uma imprensa limpa”: nada além da Constituição!

publicada sábado, 26/05/2012 às 11:49 e atualizada sábado, 26/05/2012 às 11:51

por Rodrigo Vianna, no Escrevinhador

O auditório ainda se agitava com as histórias sobre o trânsito infernal em Salvador, na sexta-feira à noite, quando Altamiro Borges, presidente do Centro de Estudos Barão de Itararé, deu por iniciado o III Encontro Nacional de Blogueiros, chamando os primeiros convidados à mesa.

Em meio ao burburinho (e não era Stanley) que vinha dos corredores, Miro pediu que os presentes (quase 300 blogueiros de todo o Brasil) prestassem atenção à mensagem em vídeo que seria exibida no telão. O barulho, de repente, cessa – diante da voz conhecida. É Lula que surge na tela, numa saudação que ele – pessoalmente – decidira gravar. O ex-presidente lembra a participação dele no II Encontro, em Brasília, e ressalta o papel dos blogs para a construção de uma Comunicação com mais diversidade. “A Comunicação não pode estar concentrada em poucas famílias no Brasil”, diz o ex-presidente. A voz rouca ecoa pelo auditório.

Na sequência, outras vozes: Rosane Bertotti (FNDC), Marcio Pochmann (IPEA), Nelson Breve (EBC)… ”O Brasil ainda não superou completamente o subdesenvolvimento, ainda tem características de um país subdesenvolvido, e uma delas é a democracia imperfeita na área de Comunicação. Seremos uma Democracia plena quando tivermos pluralismo e liberdade nessa área”, diz Pochmann.

Nelson Breve, que hoje comanda a TV Brasil, lembra da época em que trabalhava na Secretaria de Comunicação (SECOM), sob a presidência de Lula. E conta qual foi a estratégia para furar o bloqueio da velha mídia naquela época. A SECOM passou a trabalhar com a imprensa internacional, a imprensa regional e, segundo ele, “com uma terceira imprensa que surgia: a blogosfera”. Breve lembra de episódios em que a blogosfera cumpriu papel decisivo. “Pra ficar num só, falemos da bolinha de papel em 2010?.

Essa “terceira” imprensa parece incomodar. A tal ponto que passou a receber ataques sucessivos nas páginas da velha mídia, aquela controlada pelas tais “famílias” a que Lula se referiu no vídeo. Incomoda tanto que a revista mais vendida do Brasil decidiu enviar um repórter (dessa vez não era Dadá, nem algum araponga a serviço de Cachoeira) para acompanhar o encontro em Salvador. “Cadê o cara da Veja?”, “merece uma saudação especial”, brincam os blogueiros pelos corredores. Renato Rovai ironiza, via twitter: “ele [o repórter da Veja] tá sendo bem tratado, ninguem invadiu o quarto de hotel dele”.

A gente brinca, mas sabe muito bem que, do outro lado, há uma turma que não brinca em serviço: ataca, tenta destruir os adversários mas, no fundo, se amedronta diante da concorrência e do contraponto que vem dos blogs.

Ainda na abertura do Encontro, o ex-ministro Franklin Martins fez uma bem-humorada saudação “aos blogueiros sujos, que fazem uma imprensa limpa”. E lembrou que a turma dos blogs tem uma qualidade importante: “a capacidade de ser insubmissa; é assim que se cria cidadania”.

Franklin defendeu, sim, a regulação da Comunicação eletrônica: “regulação que existe em todas as democracias”. E acrescentou: defender isso é defender “o que já está na Constituição”.

O mote, lançado por Franklin, parece ter ganho corpo entre os blogueiros. Ampliar o debate para além da esquerda, trazendo para o debate amplas parcelas da sociedade: essa deve ser a direção nos próximos meses/anos. Por isso, no segundo dia de debates, Paulo Henrique Amorim sugeriu um novo lema para os blogueiros que lutam por Comunicação democrática no Brasil: “Nada além da Constituição”!

Assino embaixo. Foi o que defendi num recente encontro do FNDC. A turma do outro lado quer que a sociedade acredite que, do lado de cá, há “bolcheviques querendo controlar a imprensa livre”. Nada disso. Pra fazer a comunicação democrática, não precisamos de Revolução Russa. Basta um pouquinho de Revolução Francesa.

Nada além da Constituição!

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário