Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Jamer Ensor

Os urubus de janeiro

Por Miguel do Rosário

04 de janeiro de 2013 : 13h56

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]

(Pintura de James Ensor)

Catei as seguintes notas nos jornalões de hoje:

(Panorama Político, Globo de hoje)

 

(Coluna de Ancelmo Gois, idem)

Ainda dentro do escopo deste blog, cumpre algumas palavrinhas sobre as colunas de Merval Pereira (que voltou de férias), Eliane CantanhedeNelson Motta e Noblat.

[/s2If]
[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (no alto à direita). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

Falemos, em primeiro lugar, da nota sobre Marina Silva. É uma nota esclarecedora sobre a posição política ocupada hoje pela ex-senadora. Ela representa um bagunçado centro para onde convergem interesses contraditórios, mas unificado pela postura radicalmente antipetista. Só isso explica a simpatia do DEM por Marina, cuja coluna na Folha foi atualizada hoje. O artigo de Marina revela que ela já está afinando seu discurso para 2014: vai continuar apostando numa terceira via. Sua candidatura será essencial para dividir o voto petista nas próximas eleições presidenciais. Seu desempenho, porém, deverá ser prejudicado pelo sucesso, até agora, da presidente Dilma de conquistar as simpatias da classe média.

A outra nota, de Gois, ao mencionar Joaquim Barbosa como “presidenciável”, embora nenhum partido, e nem mesmo o próprio, tenham jamais citado o atual presidente do STF como possível candidato, também revela a ansiedade de alguns setores da oposição. O mais irônico, todavia, é que possivelmente as candidaturas de Marina e Joaquim Barbosa dividiriam antes a oposição do que o voto no governo.

Tratar um presidente do STF, que tem obrigação constitucional de servir à harmonia entre os poderes, como um candidato de oposição, é, no mínimo, bastante questionável do ponto-de-vista republicano.

*

A coluna de Merval também merece alguns comentários. Vamos nos ater, porém, apenas a esta afirmação:

Tivemos durante os quatro meses e 15 dias em que durou o julgamento do mensalão aulas frequentes de democracia, e nada mais adequado que ele terminasse com mais esse debate sobre direitos e deveres dos poderes constituídos, deixando bem claro o papel de peso e contrapeso que cada um deles tem para o equilíbrio das instituições.

Pois bem, durante 4 meses, o STF prestou um grande desserviço ao país. As impropriedades, equívocos e absurdos que foram ditas sobre o processo democrático são exatamente o que Merval chama de “aulas frequentes de democracia”.

O STF não deu nenhuma aula de democracia. Ao contrário, ameaçou-a e continua fazendo, ao afrontar a Constituição em seu afã de cassar o mandato de um político eleito pelo voto popular.

*

A coluna de Cantanhede merece apenas algumas risadas. Ela agiu como um autêntico urubu. Reproduzo apenas o final:

Mas esse não é o único indicador relevante [o desemprego baixo] e, no contexto de redução de investimentos, da balança comercial e do fluxo cambial, também pode não se manter sólido como uma rocha. E as chuvas e deslizamentos nossos de cada ano estão só começando.

Cacildes! Vai ser agourenta assim no raio que o parta!

*

A coluna de Nelson Motta, por seu lado, revela que ele vem se sentindo cada vez mais incomodado consigo mesmo, em seu papel de porta-voz do conservadorismo mais tacanho.  E reage de maneira cada vez mais agressiva.

*

O texto de Noblat, por sua vez, tenta captar o pensamento do homem comum, leitor de grandes jornais. Seria ingenuidade achar que ele não é lido ou, se é lido, não lhe prestam atenção. Uma análise política do caso Genoíno, de fato, traz um debate difícil de ser feito. De maneira geral, Noblat fatura em cima da farsa montada no STF, que, para julgar alguns crimes verdadeiros, inventou crimes de fantasia.

[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Anuário do spin

07 de janeiro de 2013 às 21h23

Não existem mais noticias do cotidiano no JN, o telejornal de hoje usou todo o seu tempo para detonar a economia do pais e festejou a queda das empresas ligada a Eletrobrás nas bolsas por causa das notícias sobre queda dos níveis dos reservatórios de água, o que o ministro das minas e energia negou. É o pig destruindo o Brasil

Responder

Messias Franca de Macedo

07 de janeiro de 2013 às 12h05

[“A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”

Karl Marx

Ou dois raios podem cair no mesmo lugar?!…

Envolvida em suspeitas gravíssimas de corrupção, secretário da Educação do famigerado governo João Henrique é mantido no cargo por ACM Neto (Malvadeza?!…)… Incêndio atinge sede da Secretaria de Educação da prefeitura do Salvador… “O interessante é a coincidência”: no governo Paulo Souto (DEMo carlista) também ocorreu um incêndio (criminoso?!…) na… Sim! Na Secretária da Educação do Estado da Bahia!… ENTENDA!]

#####################################

Incêndio atinge sede da Secretaria de Educação da prefeitura
por Evilásio Júnior
Quinta, 03 de Janeiro de 2013 – 22:29
por Evilásio Júnior
http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/128912-incendio-atinge-sede-da-secretaria-de-educacao-da-prefeitura.html

Um forte incêndio atinge a sede da Secretaria Municipal de Educação de Salvador, no bairro do Engenho Velho de Brotas, na noite desta quinta-feira (3). Apesar das labaredas que assustam a população que reside no entorno, três viaturas do Corpo de Bombeiros tentam contornar a situação. “Nós trabalhamos até as 20h e, às 22h, os seguranças relataram que o fogo começou na coordenação de administração escolar e tomou conta do prédio. É muita madeira e muito papel. Estamos fazendo o possível”, lamentou o secretário João Carlos Bacelar (PTN), em entrevista ao Bahia Notícias. Segundo ele, que já chegou à área, não há vítimas já que não havia mais funcionários no local na hora em que foi registrado o acidente.
?!?!?!?!?!?!?!… Plim!Plim!… ?!?!?!…

República Destes Bananas da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, terrorista, histriônica, alienada, aloprada, MENTEcapta, impunemente terrorista, golpista de meia-tigela, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo’! (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente e catedrático pensador humanista uruguaio Eduardo Galeano)

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

06 de janeiro de 2013 às 23h25

“ ‘O BRAZIL’ MUDADO POR UM MENINO POBRE!” OU, MAIS UM PRECEDENTE PARA A *BAHIA DOS ABSURDOS! ENTENDA

[Carlinhos] Cachoeira em lua de mel

Beneficiado por habeas corpus após ser condenado a quase 40 anos de prisão, o recém-casado Carlos Cachoeira (esq.) reapareceu no sábado (5), em uma pousada em Península de Maraú (BA), com a mulher, Andressa Mendonça (**centro)

EDITORIA ***PODER
CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/12637-cachoeira-em-lua-de-mel
06/01/2013

*Parodiando o ex-governador da Bahia, Octávio Mangabeira: “Pense num absurdo! Na Bahia tem precedente!”
Otávio Mangabeira, nascido Octavio Mangabeira (Salvador, 27 de agosto de 1886 — Rio de Janeiro, 29 de novembro de 1960) foi um engenheiro, professor e político brasileiro. Foi governador da Bahia e membro da Academia Brasileira de Letras.
(…)
FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ot%C3%A1vio_Mangabeira

**centro da foto “na cadeia paradisíaca!”
***Pasme, [Editoria] Poder(!)

NOTA FÚNEBRE: o conluio ****“supremoTF”/PIGolpista/terrorista/antinacionalista é pior do que uma vergonha nacional: é a “suprema esculhambação”, “a suprema tragédia” da República de ‘Nois’ Bananas! VA-GA-BUN-DA-GEM! VAGABUNDAGEM!…
****“ supremoTF”: aspas monstruosas e letras submicroscópicas!
Viva o ‘Brazil’!
RESCALDO: o menino pobre – e retirante nordestino – que começou, verdadeiramente, a mudar o BRASIL responde pelo nome de Luiz Inácio Lula da Silva!… Joaquim é piada de *****português! Piada pronta do momento PIGolpista!…
*****Perdão aos portugueses!…

República Desta [energúmena e beócia eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, fascista, terrorista, histriônica, alienada, aloprada, MENTEcapta, impunemente terrorista, golpista de meia-tigela, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo’! (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente e catedrático pensador humanista uruguaio Eduardo Galeano)

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

04 de janeiro de 2013 às 23h01

Os paralelos entre Vargas e Lula – 1
Enviado por luisnassif, sex, 04/01/2013 – 08:00
Autor: Luis Nassif
Coluna Econômica

Esses tempos de Comissão da Verdade – tentando levantar os véus do período militar -, mais a extrema turbulência que cercou o julgamento do chamado “mensalão” suscitaram comparações entre os períodos Vargas-Jango e Lula-Dilma.

Vale a pena uma identificação mais clara de semelhanças e diferenças.

***

Ambos os períodos foram de intensa inclusão social, no período Vargas a inclusão das novas classes trabalhadoras, em polos industriais localizados e, em parte, na zona rural nordestina, em torno de sindicatos e organizações de camponeses; no período Lula, de forma disseminada pelo país.

Esse era o jogo: Vargas e Lula consolidando projetos nacional-populares; a oposição ancorada em dois discursos: a anticorrupção e um inacreditável anticomunismo, mesmo após o fim do comunismo.

***

Havia uma lógica econômica e outra política por trás das ações de Vargas e Lula. A econômica, de modernização do capitalismo brasileiro, através do fortalecimento do mercado de consumo interno e da parceria com grandes grupos nacionais. Do lado político, a consolidação eleitoral massacrante, com as novas classes aderindo em massa ao líder que lhes abriu espaço.

(…)

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-paralelos-entre-vargas-e-lula-1

Responder

Messias Franca de Macedo

04 de janeiro de 2013 às 19h32

[OUTRO] EDITORIAL ANTI-URUBUS!

Dilma e o destino

Editorial
04.01.2013 09:10
em http://www.cartacapital.com.br/politica/dilma-e-o-destino/#todos-comentarios

#################################################

OS BOTÕES DO MATUTO SÃO ALUNOS DOS BOTÕES DO MESTRE MINO CARTA!

Os meus botões de uma camisa de tecido ordinário I – Na falta de um José Alencar, Paulo Skaf defende o modelo econômico da presidente Dilma Rousseff tão bem ou até melhor do que muitos ‘petistas da governança’;

Os meus botões de uma camisa de tecido ordinário II – perguntam e eu não sei responder: por que os demissionários José Eduardo Cardoso, Paulo Bernardo e Geddel Vieira Lima são torturados mantidos nos cargos?!…;

Os meus botões de uma camisa de tecido ordinário III – sobre o óbvio: “o que é ruim para os banqueiros – e os empresários financistas (sic) – é maravilhoso para o Brasil e o seu povo!”;

Os meus botões de uma camisa de tecido ordinário IV – com a agenda lotada de prolemas a resolver, adversidades para superar, O PIG “a empentelhar”,… Ainda tem ‘o fogo amigo’ a desancar a presidente pelo fato de ela, sabiamente, não assumir a luta pela instituição da Lei do Meios!… Este embate cabe ao PT, estúpido!;

Os meus botões de uma camisa de tecido ordinário V – se eu fosse um ‘office-boy’, entregaria, em mãos, este editorial do Mino Carta! Destinatária: presidente Dilma Vana Rousseff, A Magnífica!

(… O Brasil vai “bombar” em 2013! Podem apostar!…)

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Ricardo Baratieri

04 de janeiro de 2013 às 18h16

Miguel , feliz 2013…!
Parabens por suas lucidas analises conjunturais e de fatos do nosso dia a dia dos “iluminados” dos jornalões.
A evidente construção da eventual Candidatura do Ministro Joaquim deve ser combatida com um simples bordão ” O nosso OBAMA é o LULA” que facilmente deverá ser compreendido pelo povo brasileiro contemplado com Politicas Publicas de resgate de direitos básicos de Cidadania..
Atenciosamente Ricardo Baratieri

Responder

migueldorosario (@migueldorosario)

04 de janeiro de 2013 às 13h57

Os urubus de janeiro http://t.co/d4avnzR5

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil