Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Extra! Marina Silva se filia ao PSB

Por Miguel do Rosário

05 de outubro de 2013 : 10h46

Ver análise ao final do post.

Tenho que admitir. Jogada de mestre do Eduardo Campos! Não sei se tão interessante para Marina.  De qualquer forma, foi muito melhor, para ela, do que se filiar ao PPS, decadente e raivoso. Mas ela terá que explicar a seus eleitores porque entra num partido que conta com Heráclito Fortes, família Borhausen, e conta com tanto apoio de Ronaldo Caiado.

Marina decide se filiar ao PSB para concorrer em 2014

FÁBIO ZAMBELI, NATUZA NERY, RANIER BRAGON
NA FOLHA, DE BRASÍLIA

A ex-senadora Marina Silva decidiu se filiar ao PSB do governador Eduardo Campos (PE). A decisão foi tomada após conversas iniciadas na noite de ontem e concluídas na manhã deste sábado (5).

Assim como Marina, Campos é virtual candidato à Presidência da República. Há, entretanto, um desejo do PSB de ter a ex-senadora, que recebeu 19,6 milhões de votos na disputa presidencial de 2010, como vice na chapa do governador.

A união entre Marina e Campos tem o objetivo de formar uma consistente terceira via na corrida ao Planalto, em contraposição à candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e à postulação do oposicionista Aécio Neves (PSDB).

Em sua entrevista ontem, Marina já havia dito que sua decisão levaria em conta o desejo de “quebrar” a polarização política existente no país. Desde 1994, PT e PSDB são os principais antagonistas no cenário político nacional.

Na sexta-feira, enquanto Marina Silva discutia seu futuro com aliados, o primeiro contato de Eduardo Campos foi feito. Em seguida, ele pegou um avião para Brasília para uma conversa pessoalmente.

A decisão de migrar para o PSB foi tomada após a Rede Sustentabilidade não ter passado no teste das assinaturas, conforme decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na última quinta-feira.

Depois do naufrágio no TSE, Marina passou a discutir o convite recebido por oito legendas, tendo centrado seu foco no PSB e no PPS devido a dois fatores: serem duas legendas com integrantes e atuação relativamente similar à da Rede Sustentabilidade e terem já estruturas montadas nacionalmente e nos Estados.

De acordo com a última pesquisa do Datafolha, do início de agosto, Dilma lidera a corrida para 2014, com 35% das intenções de voto. Marina tinha 26%. Aécio (13%) e Campos (8%) vêm logo em seguida.

EBO_2150

Leia também o post do Tijolaço, Rede e PSB montam coligação fantasma.

*

Análise:

Eduardo Campos fez um golaço. Até então, prometia ser um candidato nanico nas eleições de 2014. Agora, provavelmente ele irá crescer, herdando os votos de Marina Silva. As coisas ainda estão confusas, mas os discursos de Campos e da própria Marina revelam que Campos é o candidato. Marina, provavelmente, virá como vice. Mas Campos insistiu que seu partido só irá oficializar sua candidatura em 2014.

Marina Silva fez acusações irresponsáveis contra o TSE e contra os cartórios. Mencionou cartórios do ABC onde mais de 80% das assinaturas foram rejeitadas. Alguém precisa checar a veracidade dessa informação. Nâo vejo muita lógica nisso. Que cartório ou servidor cometeria uma insanidade deste tipo, sem nenhuma garantia de que o total de assinaturas seria suficiente, a nível nacional?

Seu discurso de vitimização e agressão à justiça eleitoral, ele sim, é um ataque à democracia. Ela poderia criticar, mas com prudência, e não da forma ressentida e agressiva que fez.

A decisão de Marina de ingressar no PSB revela que ela pôs o ódio a seu antigo partido acima de qualquer outro ideal. E que seu objetivo maior é, sim, alcançar o poder.

Entretanto, não se pode negar que ela marcou um ponto: produziu um factóide político importante, que subverteu todas as expectativas e ganhou enorme projeção midiática.

Por enquanto, Eduardo Campos é o candidato oficial do PSB, mas nada garante que o partido não possa optar por Marina Silva em seu devido momento, sobretudo se ela continuar alcançando uma boa pontuação nas pesquisas de intenção de voto. Em breve, começará uma guerra, surda, talvez muda, em torno de quem será o candidato do PSB em 2014. U

A principal vítima da decisão de Marina é Aécio Neves e o PSDB, que dificilmente conseguirão chegar ao segundo turno. Este fato pode gerar uma guerra dentro da oposição, com os tucanos trabalhando contra a candidatura de Eduardo Campos e Marina. O PSDB talvez seja obrigado a romper com a política de paz e amor com o PSB, se não quiser ser completamente substituído pelo partido de Campos como o contraponto à direita. É isso, ou então arriscar uma radicalização do discurso político, adotando um extremismo conservador que, apesar de repercutir bem na mídia, não me parece ter muito futuro na prática.

Para Dilma, não muda muito. A dobradinha Campos e Marina forma um tipo de chapa “dois em um”, mais competitiva, mas nada diferente, ou talvez ainda mais fraca, do que aconteceria se os dois tivessem candidaturas independentes.

Será um desafio explicar aos militantes da Rede essa “coligação fantasma” com o PSB, que é talvez o partido mais pragmático do país, mais até do que as legendas conservadoras, porque esteve, durante muitos anos, aliado ao PT em plano federal, e ao PSDB nos estados. O PSB é aliado a quase todos os governos estaduais, independente de partido ou ideologia. E recentemente, a legenda se aliou à família Bornhuasen, em Santa Catarina, e a Heráclito Fortes, no Piauí. Em Goiás, Campos tem se articulado com Ronaldo Caiado, uma das personalidades mais raivosamente antiambientalista da política nacional. Sem contar que o PSB votou em peso a favor do Código Florestal, conjunto de leis contra a qual Marina Silva e sua Rede vêem como nocivas a sua ideologia.

Enfim, estamos diante de uma novidade que precisará ser decantada, mas que espelha, na contramão de todo o discurso de Marina Silva, uma aliança explicitamente pragmática e eleitoreira. Para Eduardo Campos, é um trunfo eleitoreiro. Para Marina, uma saída pragmática para se manter viva politicamente.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

145 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mariana Silveira

10 de outubro de 2013 às 00h31

A candidata é a Marina.

Responder

João Rosario

09 de outubro de 2013 às 00h59

Como são inocentes. Todos só pensam em si mesmos, deixando a pele de cordeiro para se transformar em lobos e depois em chacais, como um certo ex-presidente, que já foi chamado de sapo barbudo e a “presidenta”, uma ex-guerrilheira idealista e que se transformou nessa megera atual. O Caiado sempre foi essa fera de rapina e todo mundo sabe quem ele foi, é e sempre será. Não nos engana como essa praga nos tem enganado. É mais fácil combater quem você sabe o que é do que esses dissimulados que nos enganam com sua fala mansa e suas atitudes sórdidas!

Responder

Robson Silva

07 de outubro de 2013 às 17h56

Duro este blogueiro…mais ou menos neh…

Responder

O Cafezinho

07 de outubro de 2013 às 15h29

Meus caros, se eu quisesse escrever contra a Dilma, iria trabalhar na grande mídia e ganhar dinheiro, ao invés de ser um blogueiro duro.

Responder

Cesar Romero Costa Pinto

07 de outubro de 2013 às 12h44

A coligação de Marina com o Eduardo Campos vai viabilizar um segundo turno entre Aécio Neves e Eduardo Campos pois, A Dilllma vai ficar em terceiro lugar…. kkkkk bote fé.

Responder

Ricardo Lima

07 de outubro de 2013 às 11h23

Mas a desproporção é evidente. Não sejamos hipócritas!!! O Cafezinho

Responder

Bruno BK

07 de outubro de 2013 às 11h02

pra quem ainda não entendeu muito bem essa união, tirando o fator politico-midiático, procurem saber sobre algo q se chama green-wash ou green-go, é a ultima moda de desvio de verbas publicas invetada pelos corruptos metidos a defensores da natureza, em 2004 o eduardo criou um orgão publico em Pernambuco chamado cemit(centro de monitoramente de incidentes com tubarões), com a promessa de resolver o problema dos ataques de tubarões em recife e região, e depois de mais de 20 anos de ataques, mais de 100 vitimas, mais de uma década de estudos e dezenas de milhões de reais liberados em carater emergencial e portanto sem licitação e sem nenhuma fiscalização posterior após cada novo ataque de tubarão nas praias recifenses, não temos nenhuma solução e o povo do recife continua correndo risco de vida ao buscar uma das unicas formas de lazer gratuita disponivel a população, são quase 1 milhão de pessoas indo a praia a cada final de semana….é interessante saber tb q o irmão do presidente anterior do cemit é parceiro de uma joint venture com a japan tuna q esta dizimando os estoques de atum na costa brasileira…só no ultimo ataque foi liberado quase 2 milhões de reais, e é claro, tem dono de ong ligada ao cemit desfilando de hilux nova, enquanto os pescadores artesanais do estado estão proibidos pelo ministério publico de pescar….o resto é só fazer um pequeno esforço mental pra entender melhor a questão….grande esquema, e pior, é cheio de defensor da natureza apoiando, e é claro né, vamos salvar os tubarões, um ótimo lema pra atrair simpatia de quem esta por fora da verdadeira situação, q envolve manipulação, adulteração e subnotificação de laudos do IML, perseguição jurídica a aqueles q denunciam esse esquema ou propõem uma alternativa aops eternos estudos sem solução pratica, exoneração de funcionários publicos q não se ajuntem a turma green wash e por aí vai….bando de canalhas!!

Responder

Jorge Silva

06 de outubro de 2013 às 20h16

Sobre a matéria, evidente “O Cafezinho” manter a grande mídia com verba de publicidade é a única maneira de não ser golpeado por ela. Todos os partidos fazem isso em todas as esferas (claro que é errado, porém nosso sistema político falido obriga a isso). Agora você demonstrar uma matéria (ou meia dúzia) contra o governo não significa que são imparciais. É a mesma estratégia adotada por jornais contra o governo. A cada 20 matérias contra, 1 a favor. Não acho errado vocês serem partidários, é uma opção e respeito, e como disse gostei de alguns textos. Só para lembrar, PIG não existe. faz parte de estratégia de massa de manobra, abraços!

Responder

O Cafezinho

06 de outubro de 2013 às 17h06

Ricardo

Responder

Robson Silva

06 de outubro de 2013 às 16h15

PT e PMDB Lindo de se ver…esse tijolo ta mais é pra uma pedra no caminho…já dizia o poeta…

Responder

Indio Tupi

06 de outubro de 2013 às 12h08

Aqui do Alto Xingu, os índios acham que, se a ex-Senadora conhecesse história, especialmente a da América Latina, saberia que Simon Bolivar dialogava com intelectuais do Iluminismo francês, da estatura de um Voltaire, por exemplo. Saberia também que, inspirados no ideal de unificação sul-americana sonhado por Bolivar, em determinado período da história da América Latina cerca de seis países foram presididos por governantes de origem venezuelana. Por outra parte, é uma brutal incoerência da ex-Senadora pretender enterrar o “Chavismo do PT” aliando-se a um partido político que até ontem era aliado do PT há nada menos que dez anos. Quanta incoerência… Quanto oportunismo… Há ainda quem acredite que esses cháles coloridos cobrem uma santa imaculada que vai “passar o País a limpo”. Faça-nos o favor…

Responder

Jesus Baccaro

06 de outubro de 2013 às 14h55

Marina vai acabar com Campos e o PSB. A personalidade dela não a permite ficar abaixo de ninguém! Ela detonou a rede, vai detonar o PSB também w

Responder

Elizabete de Souza

06 de outubro de 2013 às 04h12

Um joguete nas mãos dos interesseiros, sem personalidade, dá dó Marina !

Responder

Andrea Souza

06 de outubro de 2013 às 03h43

Não vai ter 2° turno.

Responder

Tiago Nascimento

06 de outubro de 2013 às 01h52

Os votos da Marina são daquela conjuntura. Votos difusos, que podem mudar com o sabor dos acontecimentos. Quem pode garantir que se repetirá?

Responder

Fabricio Alves

06 de outubro de 2013 às 01h49

E os trouxas que acreditaram na tal “Rede Sustentabilidade”? Que correram atrás das assinaturas?

Responder

Claudio Tavares De Mello Guarani Kaiowá

06 de outubro de 2013 às 01h23

Quem não conhece Eduardo e Marina, que lhes comprem. Depois disso só o surrado discurso do “medo”.

Responder

Amélia Barbosa

06 de outubro de 2013 às 01h10

sempre boas avaliações bj

Responder

Jota Souza

06 de outubro de 2013 às 00h51

é claro que a marina é incoerente, aprendeu tudo com o lula, afinal ontem o pt era fora collor, hoje é collor te amo

Responder

Fernando G Trindade

05 de outubro de 2013 às 21h40

E quando sai o primeiro artigo do Merval insinuando a troca do Eduardo pela Marina na cabeça de chapa do PSB?

Já amanhã ou após a próxima rodada de pesquisas?

Paulo Moreira Leite matou a charada.

Responder

Gustavo Gabriel

06 de outubro de 2013 às 00h38

Todos contra o “chavismo”!

Responder

Luis Abraham Taleno

06 de outubro de 2013 às 00h06

A PTralhada esta com medo

Responder

Maria De Lourdes Silva

06 de outubro de 2013 às 00h02

Para a campanha de Dilma soma-se a sua declarada “metamorfose ambulante”: Lula!! Não vai dar pra mais ninguém!!! hahahaha

Responder

Maria De Lourdes Silva

05 de outubro de 2013 às 23h42

Agora a certeza:em 2014 é Dilma!!!!

Responder

Ivo Gdo Prado

05 de outubro de 2013 às 23h41

Nesse cara eu não voto, nem pela Marina.

Responder

Francisco

05 de outubro de 2013 às 20h22

Não consigo votar em quem acredita no criacionismo.

Responder

Danilo Queiroz Nunes

05 de outubro de 2013 às 23h19

PSDB com a truculência e intransigência de ensosso Serra já estava meio que perdido; agora as coisas pioraram e muito; entretanto esperava a união de Eduardo e Marina apenas no segundo turno, pode ser que voltemos a estaca zero e polarizada ficaria mais uma vez a disputa; foi sem duvida um golpe duro nos PTistas, acho que desta vez a Dilma irá chupar uma manga; azeda!

Responder

Ribamar Santos

05 de outubro de 2013 às 23h19

Fora mensaleiros!

Responder

Antonio Gorski

05 de outubro de 2013 às 23h19

A Marina é esta figura messiânica que encantou a direita com Jânio Quadros e depois com Collor. Um tinha um vassoura para limpar a plítica, o outro era o caçador de marajás. Deu no que deu.
Agora ela prega uma nova maneira de fazer política. Com “sustentabilidade”, seja o que for que ela quer dizer com isso. Mas está mais uma vez encantando a direita.

Responder

Gilberto Gayer

05 de outubro de 2013 às 23h18

já jogaram a toalha e acreditam em 2º turno? A rejeição à Marina também deve aumentar com esta jogada oportunista dela, muita gente indignada…

Responder

Masuko Souza

05 de outubro de 2013 às 23h11

Pensei que seria o PSDB… nuh…

Responder

Neto Peneluc

05 de outubro de 2013 às 22h47

Marina vive. Ela não tinha partido até hoje e se filiou para poder, pelo menos, ser candidata a alguma coisa. Agora vai ter que dançar conforme a música que o PSB tocar… alguém dúvida que será frevo?

Responder

Jose Borges de Sousa

05 de outubro de 2013 às 22h43

VAI perder ,mas vai ser assim Marina ,Eduardo vice, DUVIDA?

Responder

Jose Borges de Sousa

05 de outubro de 2013 às 22h39

marina é a candidata , eduardo é o VICE

Responder

Suzana De Souza Leão

05 de outubro de 2013 às 22h28

O PSB está fazendo qualquer negócio! Heráclito Fortes e Borhausen, dois ultra direita… quero ver a Marina num palanque com essas duas figuras raivosas.

Responder

Jorge Silva

05 de outubro de 2013 às 22h18

Não vai acontecer Ricardo Lima, reconheço que o autor tem coerência em alguns pontos e um bom texto, mas essa página é partidária….

Responder

Sâmia Grasinoli

05 de outubro de 2013 às 22h04

Marcelle Manacés, o oitavo parágrafo é o melhor! Rs.

Responder

Marcos Neri Sobrinho

05 de outubro de 2013 às 22h04

ATÉ QUANDO O NOVO CABO ANSELMO VAI AGUENTAR?

Responder

Marcelle Manacés

05 de outubro de 2013 às 21h54

Sâmia Grasinoli!

Responder

Ricardo Lima

05 de outubro de 2013 às 21h39

Quero um dia ver você escrevendo sobre o Governo do PT.

Responder

Fabio

05 de outubro de 2013 às 18h23

Esta eleição vai ficar interessante , o PT vai ter que se mexer bastante, começando pelas reformas que não vieram, finalmente o Serra saia do pareo , a zona de conforto do PT começa a fazer água.

Responder

    Pimon

    05 de outubro de 2013 às 18h37

    Reforma sem maioria no Congresso é como ter uma 45….. sem balas!
    Como?

    Responder

      Fabio

      05 de outubro de 2013 às 18h45

      Do mesmo jeito que foi prometido nas manifestações,não se fala mais em plebescito, constituinte, virou assunto morto ,que o Darf da Globo.

      Responder

      Fabio

      05 de outubro de 2013 às 18h45

      Do mesmo jeito que foi prometido nas manifestações,não se fala mais em plebescito, constituinte, virou assunto morto ,igual ao Darf da Globo.

      Responder

Marco Espirito Santo

05 de outubro de 2013 às 20h46

Estou perplexo, a Dep.Erundina que se recusou a cumprimentar o Paulo Maluf na coligação do HADDAD no ano passado, agora dá de braços dados com o Heraclito Fortes, Jorge (não sei o que..) e seu filho Paulo, e muitos outros extintos da Arena e do PFL…..que perplexidade….

Responder

Sandra Barroso

05 de outubro de 2013 às 20h42

Globo 1,2 bilhões, Itaú 18,7 bilhões, Natura 678 milhões, empresas autuadas por sonegação fiscal, decidem por qual partido Marina deverá se filiar. O nome verdadeiro de Marina é Maria Osmarina Silva Vaz de Lima, mudou de nome e esqueceu as suas origens. Casou-se com Fábio Vaz de Lima (pesquisem no Google), MADEIREIRO ligado à ONG “FASE” (organização não governamental), que esquenta madeira retirada ilegalmente da Amazônia. Ela, Osmarina, deveria ter vergonha de suas ações e escolhas políticas falidas, visto os turbilhões de mentiras e pretensões para, de uma forma ou de outra, galgar politicamente o PODER. Rede furada e não costurada… E com esse peso maldito, haja sustentabilidade! O que não acontecerá em 2014.

Responder

Michele Prado

05 de outubro de 2013 às 20h27

#OSPetelhosPiram

Responder

Alan Ferreira

05 de outubro de 2013 às 20h25

Acho que tem dedo de Lulinha nesta estrategia!?

Responder

jose carlos lima

05 de outubro de 2013 às 17h08

Marina não é coisa nova na politica, os truques são os mesmos dos demais
E não é 3a via pq está com os de sempre

Responder

Murilo F. R. Murilo

05 de outubro de 2013 às 20h07

Um ultra religiosa em um partido socialista ??? Mas os socialistas, não deveriam ser ateus???

Responder

Denise Barbosa

05 de outubro de 2013 às 19h54

Eleitoreira

Responder

Xan Saboya

05 de outubro de 2013 às 19h29

Eu só queria uma dose dq este comunista anda bebendo.

Responder

Josef Marcio Tavares

05 de outubro de 2013 às 19h01

Jota Souza, edita o seu comentário. Tá difícil de entender.

Responder

Josef Marcio Tavares

05 de outubro de 2013 às 19h00

ah Bob!!! era só o que faltava.

Responder

Jota Souza

05 de outubro de 2013 às 18h56

todos petistas inrustidos, poder poder poder é o que importa, há quanto tempo esses caras não trabalham?

Responder

Márcio Delgado

05 de outubro de 2013 às 18h25

Roberto Freire, o peixe gato da política brasileira.

Responder

Julio Castro

05 de outubro de 2013 às 15h21

O projeto de Eduardo Campos está definido desde de 2011: ser vice-presidente em 2014 e presidente em 2018.
Uma fase dessa caminhada acaba de ser concluída.
Passo seguinte, já se sabe: Marina Presidente.

Responder

Regina Chaves

05 de outubro de 2013 às 18h05

Eu também penso assim… pro PSDB, essa chapa é cruel…

Responder

Rafael Paiva

05 de outubro de 2013 às 18h04

e se ela for a cabeça da chapa?

Responder

Victor Zacharias

05 de outubro de 2013 às 17h51

O link aqui não funciona

Responder

O Cafezinho

05 de outubro de 2013 às 17h50

@silva_marina: Faremos uma coletiva de imprensa às 15h30 no Hotel Nacional em Brasília, ao vivo pelo site bit.ly/17FZ5cq

Responder

Paulo Prado Queiroz Filho

05 de outubro de 2013 às 17h43

Duplinha….

Responder

Marciano Brito

05 de outubro de 2013 às 17h32

Dilma, Lula e militâncias, protejam nosso Brasil disso!

Responder

Neves Fgbr

05 de outubro de 2013 às 17h20

alguém duvidava?

Responder

Pedro Paulo

05 de outubro de 2013 às 17h15

Saudade do Enéas…

Responder

André Wolf

05 de outubro de 2013 às 17h01

Marina eleita pego o primeiro avião para Miami sem volta.

Responder

Vivien Medeiros

05 de outubro de 2013 às 16h57

kkkkkkkk deixa de draminha…..

Responder

Alexandre Soares Maciel Neto

05 de outubro de 2013 às 16h43

perdeu playboy

Responder

Déia Carvalho

05 de outubro de 2013 às 16h42

não tenho simpatia com a tucarina, mas só pelo fato de ser mulher, o post ficou naquela nojenta conotação machista, “pegou não pegou” !! aterrizem!!! e ainda colocam um monte de babacas dando risadas bestiais, como se a mulher fosse somente para isto!!!

Responder

Maria Castro

05 de outubro de 2013 às 16h40

cadê o pronunciamento dela? só depois disso quero comentar …

Responder

Marcilio Landim Meireles

05 de outubro de 2013 às 16h34

Esta ai a grande oportunidade de acabarmos de vez com a corja ptista que pelo poder, beija até a mão do maluf….

Responder

Paulo Carboni

05 de outubro de 2013 às 16h16

Isso é rastaquera. É o fim do poço. O fim do caminho. Bláblárina nunca teve prazo de validade, tá vencida desde que nasceu. Se juntar com Roberto Freire, pela mor, é mergulhar no limbo absoluto, pois do grau do limbo ela nunca saiu. Que horror.

Responder

Veronica M Almeida

05 de outubro de 2013 às 16h13

Vixe

Responder

Victor Zacharias

05 de outubro de 2013 às 16h10

É bom lembrar que o ex-senador Heráclito Fortes abandonou o DEM e se filiou ao PSB a convite de Eduardo, No final de agosto, tornou-se presidente do PSB de Santa Catarina Paulo Bornhausen (ex-DEM e ex-PSD), filho do ex-senador Jorge Bornhausen. Isso vai junto no pacote da ética Marina.

Responder

Vicente Martins Martins

05 de outubro de 2013 às 16h06

É apenas um projeto pessoal, não é uma luta pelo Brasil, muito menos pelo Amapa.

Responder

Gilberto Nogueira de Oliveira

05 de outubro de 2013 às 16h06

Se tem 20.000.000 de votos é latifundiária virtual.

Responder

Vagner Santos Guarani Kaiowá

05 de outubro de 2013 às 16h06

Abriu um leque de possibilidades entre elas: Marina ser a candidata e Dudu vice; Marina é candidata fazendo composição com outros Partidos; Marina apoia Dudu e é candidata a governadora ou Senadora por seu Estado ou até mesmo VICE do DUDU. Qual será o papel de Marina?
De uma coisa eu tenho certeza: quem mais perdi com essa aliança é o PSDB (Aécio, Serra & Cia).

Responder

Maria Meneses

05 de outubro de 2013 às 16h00

Creio que ela sairá como presidente.

Responder

Marisa Reichlmair

05 de outubro de 2013 às 15h55

isso é que se pode chamar de mulher objeto.

Responder

PEdro Brasil

05 de outubro de 2013 às 15h50

AÉCIO NEVES:
– MARINA, VAMOS CONVERSAR?
MARINA SILVA:
– NÃO!

Responder

Parlo Piano

05 de outubro de 2013 às 15h46

Meeeeeeu Deus!! ,rss ,,de vice ainda??!

(Assumindo, em respeito aos marineiros, que ela seja ingênua. Pois ou é ´ingênua´, ou é matreira, ou é burra)

é uma pobre coitada,, ,,vai jogar 20 milhas de votos no colo de um azarão matreiro, aceitando entrar de vice ainda pra, se caso der uma cagada e ele ganhar, fazer mais merda,,

,,(Hipotético) Depois de ganho ele mostra a cara, ela briga com ele (como de costume), se afasta pagando de vítima (como de costume) e depois vem chorar o famigerado ´partido novo´ de novo, pondo a culpa nos outros e não na cegueira dela (como de costume),,,

Como é que essa mulher poderia ser presidente??! É uma piada ambulante,, de mal gosto,,,

Responder

David Franco

05 de outubro de 2013 às 15h43

de segunda colocada a vice… acho que a Marina deve repensar suas estratégias.

Responder

Paulo Jose

05 de outubro de 2013 às 15h38

kkkkkkkk….

Responder

Soraya Bruzadelli Borges

05 de outubro de 2013 às 15h34

maria vai com as outras ou OUTROS.

Responder

Inkilino da Vida

05 de outubro de 2013 às 15h31

Tudo farinha do mesmo saco…

Responder

Fernando Fidelis Vasconcelos

05 de outubro de 2013 às 15h21

Segundona…

Responder

Vítor Hugo

05 de outubro de 2013 às 15h19

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA precisamente, Padilha.

Responder

Marcio Pereira Berzaghi

05 de outubro de 2013 às 15h12

Não entrando o PT na próxima eleição já é de bom tamanho.

Responder

Jota Souza

05 de outubro de 2013 às 15h10

kkkkkkkk, agora só falta voltar para a base do governo, kkkkk

Responder

Andrea Souza

05 de outubro de 2013 às 15h08

pra ser vice? Será? Que burrice!!!

Responder

Flavinho Pereira

05 de outubro de 2013 às 15h02

Hahaha, Marina sempre foi uma piada!

Responder

Emilson Ramos de Carvalho

05 de outubro de 2013 às 15h01

NÃO É SOBERBA, E PENSAMENTO POSITIVO, AMIGO, QUEM SÃO JOSIAS DE SOUZA,E FERNANDO RODRIGUES, UNS FANTOCHE DA FOLHA, CUMPLICE DO GLOBO, VEJA E ESTADÃO,EM NOTICIAS MENTIROSAS, REQUENTADAS, O JOÃO, É SÓ UM CARA COMO NÓS DO PT, PENSA POSITIVO, E VOÇÊS ACHAM QUE EDUARDO TRAIRA, AECIO ALCOOLPÓ, E A MARINA, SÃO PAREA PRA DILMA, SÃO CRIAS DE GLOBO, FOLHA, ESTADÃO E VEJA, QUE PROCURAM COM SEUS LINDOS OLHOS E SEM PROGRAMA DESEJAM SER PRESIDENTE DO BRASIL, E O POVO, O QUE DIZ.

Responder

Telma Coimbra

05 de outubro de 2013 às 15h00

Dois merdões que se merecem.

Responder

Sheila Gevaerdvieira

05 de outubro de 2013 às 14h54

Ela e o Bornhausen(SC) combinam bem….Aos ecológicos e simpatizantes das causas ambientais, nunca esqueçam que a Ponta do Coral foi privatizada no governo desse senhor .

Responder

Jorge Silva

05 de outubro de 2013 às 14h53

São só acordos políticos estratégicos para ganhar a eleição, obvio! É o nosso atual sistema. Acontece no PSB (como visto), PSDB, no PT (vide exemplos de acordos com Maluf, Collor, Roseana) e em todos os partidos. Ideologia partidária no Brasil é ilusório, é como criar um status atrás de uma griffe, é apenas uma parte de uma estratégia de comunicação. O atual sistema direciona a isso, partido que não faz, não chega ao poder.

Responder

Fernando Silva

05 de outubro de 2013 às 14h52

PODER PLEO PODER!! Discurso mentiroso!!

Responder

Rafael Padilha

05 de outubro de 2013 às 14h51

Vítor Hugo, Gilson.

Responder

Evanise Helena de Lima

05 de outubro de 2013 às 14h51

Sim, mas eles terão que apresentar o DUDU à população em um ano. Serão convincentes?

Responder

Fernando Castilho

05 de outubro de 2013 às 14h50

Não acho. Tem muita gente da Rede que não vai acompanhar. Acho que é uma furada.

Responder

Liza Moretti

05 de outubro de 2013 às 14h49

Verdade… Marina se esvaziou! Pena!!

Responder

Bruno BK

05 de outubro de 2013 às 14h49

e vai crescendo o lobby dos corruptos alinhados ao psb, se a maioria soubesse quem são essa turma, nem marina salvaria essa candidatura, mas enfim, brasil il il….

Responder

Renata da Silva

05 de outubro de 2013 às 14h45

Gente são todos contra o PT.O PSDB sabe que não tem chance,se der marina no segundo turno,ela tem grande chance de ganhar,para mim é esse objetivo.O PSDB abriu mão de ir para o segundo turno.SE a marina ganha eles formam o governo,essa é a unica chance que eles tem de voltar ao poder.POR ironia do destino com a benção da esquerda.

Responder

Gustavo Pinto Guedes

05 de outubro de 2013 às 14h41

Sabia! oportunista do jeito que sempre foi, não me espanta essa atitude.

Responder

Camilo Vieira Santiago

05 de outubro de 2013 às 14h40

Posso estar enganado,mas o PT vai morrer com o PMDB o corroendo,por não ter dado mais espaço aos que pareciam mais com ele ideologicamente.Preferiu ou deixou o PMDB tomar conta de seu governo,agora me parece que sobrará somente com esses mercenários ruralistas(PMDB)que não inspiram nenhuma confiança.Vai ser derramada uma infinidade de recursos públicos na campanha que com certeza pode ser bem suja.Só espero que a mídia e setores dos grandes capitais não sejam tão baixos e que os eleitores não sejam tão influenciados por eles.

Responder

Pedro Paulo

05 de outubro de 2013 às 14h35

Burra

Responder

Lu Souza

05 de outubro de 2013 às 14h33

\\\”jogada de mestre” ????????????? Onde isso? Essa mulher não tem parada! Como confiar? Troca de partido, de ideal, como troca de roupas !

Responder

Cássio Garcia Ribeiro

05 de outubro de 2013 às 14h28

dois ex-ministro do lula… péssimas escolhas!

Responder

Clea Toledo

05 de outubro de 2013 às 14h28

Não voto nela nem para Sindica do meu prédio….

Responder

Thyago Humberto

05 de outubro de 2013 às 14h26

Lembrei de Hegel, agora, pois, com todo discurso que ela fez na construção da sua “rede furada”, para ir parar com personagens como Haráclito? É mesmo uma tese com uma antítese e que forma um paradoxo a Marina.

Responder

Esdras Oliveira

05 de outubro de 2013 às 14h26

ele vai ser vice dela. tá na cara. acordo entre as chapas, caso aécio passe para o segundo turno, apoiará eles e vice-versa. periga muito pra dilma. ela terá que vencer no primeiro. pois o segundo será traiçoeiro.

Responder

Johnny Walker

05 de outubro de 2013 às 14h25

os dois se promoveram com o apoio do governo Lula/Dilma, certamente, sem este apoio, hoje estes desertores, não teriam tanta visibilidade e aprovação da sociedade como tem hoje, entretanto com chegada das próximas eleições, a sociedade saberá julgá-los e entenderá que na verdade, são uns oportunistas. Miguel Arraes, Tancredo Neves, por certo, estão desapontados.

Responder

Jota Souza

05 de outubro de 2013 às 14h25

Parece até aqueles conchavos que o pt tanto gosta para governar

Responder

Pedro Antônio Cândido

05 de outubro de 2013 às 14h24

Com apoio do GIN (Globo-Itaú-Natura), o mais novo partido “apartidário”, Marina Silva decidiu se juntar a Jorge Bornhausen, Ronaldo Caiado, Heráclito Fortes e Cia no PSB de Eduardo Campos. Que beleeeza!!! – https://www.facebook.com/pedrinhocandido/posts/678504395494264

Responder

Elane Sant'Anna

05 de outubro de 2013 às 14h23

Marina me cansa…

Responder

Lucia Andre

05 de outubro de 2013 às 14h20

Sim! O Itau quer, a Natura quer, a Rede Globo quer!

Responder

Luciano Barbosa

05 de outubro de 2013 às 14h19

oh maravilha hehehehe

Responder

Eliza GB

05 de outubro de 2013 às 14h17

Gente, alguém quer a marina pra presidente. ?
Eu não. …

Responder

Edmar Roberto Prandini

05 de outubro de 2013 às 14h15

Miguel, acho que o cenário mudou completamente agora. Fica evidente que o grande prejudicado com esse movimento foi o PSDB. Talvez Marina saia a presidente com Eduardo Campos como vice. Esse acordo pode ter sido costurado dias atrás, justificando a ruptura unilateral de Eduardo Campos com o governo.

Responder

Mazinho Andrade

05 de outubro de 2013 às 14h11

Que legal ver ela num palanque com Paulo Bornhausen e Heráclito Fortes, todos egressos do DEM.Esse é o jeito novo de fazer política…

Responder

Alex Queiroz

05 de outubro de 2013 às 14h11

A Globo e a imprensa anti PT pode comprar, enterrar de vez o PSDB com o Aércio para permanecerem por cima… O Galã tipo Collor com uma tartaruga sem casco lutando pela sustentabilidade palavra chave no momento… Etc….

Responder

O Povo Não É Bobo, Abaixo a Rede Grobo

05 de outubro de 2013 às 14h09

Isso é Ridículo – Essa Rede foi uma armação de Marketing – Respondam: Se não houvesse tido essa novela toda da Rede ser ou não partido, como estaria a cobertura midiática de Marina ir ao PSB? Quem ligava pra isso antes dessa novela começar? A Rede foi uma baita de uma armação para aumentar o IBOPE e chamar a atenção de todo mundo para essa cretina hipócrita ir ao PSB e garantir alguma esperança ao antes desconhecido pela mídia Eduardo Campos –

Responder

Zeneto GuaranyKayoá Leao

05 de outubro de 2013 às 14h05

ririririririririri uhuhuhuhuhuhuhuhuhuhu hahahahahahahahahaha kikikikikikikikikikikikiki

Responder

Thales Bandeira

05 de outubro de 2013 às 14h04

Marina deixou de ser pica,pr
a ser cu!

Responder

Márcio Delgado

05 de outubro de 2013 às 14h03

Vai aceitar ser vice do Eduardo Campos?

Responder

Selma paes

05 de outubro de 2013 às 10h59

Sensacional . Coisa de gênio
Vao ganhar ! Arrisco no primeiro turno !

Responder

Bruno Z. da Silva

05 de outubro de 2013 às 13h58

Ironia das ironias: para quem não tinha um plano “B”, vai lá e se filia ao PS(B).

Responder

Alice Ines Silva

05 de outubro de 2013 às 13h58

E agora como é que fica quem acreditava que a sua rede era diferente de partidos tradicionais? No fundo, no fundo, MARINA tinha apenas um projeto – PODER!!!

Responder

Caio Nogueira

05 de outubro de 2013 às 13h57

Eu, eu, eu, Aécio sifu…

Responder

Cochise César

05 de outubro de 2013 às 13h56

Campos sabe que não tem fôlego. Mais fácil ele ser vice da Marina.

Responder

Tatiana Lobato Vieira

05 de outubro de 2013 às 13h56

Eu tava apostando que ela ia para o PSB.
Então, quem será o vice?

Responder

Elson Camara Lasaro

05 de outubro de 2013 às 13h54

Mandou mal demais…

Responder

Antonio Viana de Carvalho

05 de outubro de 2013 às 13h49

POIS É AMIGO, ESCREVI ALGO SOBRE O COMPORTAMENTO DESTA SENHORA HÁ POUCOS INSTANTES.

Responder

Caio Viana

05 de outubro de 2013 às 13h47

Olha essa Antonio de Carvalho!!

Responder

Cristiane Carvalho

05 de outubro de 2013 às 13h42

Esta senhora não tem ideologia nenhuma. Vazia. Vazia.

Responder

Alberto Martins Soares

05 de outubro de 2013 às 13h38

Qualquer coisa para por a mão no poder vale a pena. Qualquer coisa.

Responder

Cleber Quintiere

05 de outubro de 2013 às 13h34

Agora vai. Nossa, já ganhou. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Leopoldo Mariano

05 de outubro de 2013 às 13h29

Interessante essa!

Responder

Laurinha Souza

05 de outubro de 2013 às 13h21

Não disse, Claudia Leal, que ela ia se filiar a outro partido?

Responder

Samantha Ribeiro Guarani Kaiowá

05 de outubro de 2013 às 13h19

será que dudu vai vir de vice?

Responder

O Cafezinho

05 de outubro de 2013 às 13h16

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará