Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Governo ficará com 76% dos dividendos de Libra

Por Miguel do Rosário

21 de outubro de 2013 : 16h59

Não foi o melhor dos resultados. Torcíamos por um percentual ainda maior da Petrobrás no consórcio e uma oferta mais generosa de “óleo-governo”. Mas garantimos a exploração do nosso maior campo do pré-sal pelos próximos 35 anos, e o Estado brasileiro vai ficar com a maior parte dos recursos auferidos.

A Petrobrás, como se esperava, foi a empresa que obteve a mais parcela do Campo de Libra. Dentro do consórcio vencedor, que inclui Petrobrás, as estatais chinesas, a francesa Total e a anglo-holandesa Shell, a empresa brasileira tem 10%. Somando os 30% que a Petrobrás tem, por lei,  ela terá 40% do Campo.

Entretanto, a fatia do Estado será bem maior, porque se cobrará royalties (15%) e imposto de renda (25%). E o consórcio tem de entregar ao governo 42% da receita do petróleo extraído.

Segundo cálculo feito pelo blog Tijolaço, o governo ficará com aproximadamente 76% dos dividendos obtidos pela venda do petróleo de Libra.

A diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Magda Chambriard, estima que, em 30 anos, o Campo de Libra trará como resultado para o governo brasileiro um montante na ordem de R$ 1 trilhão.

E entram, imediatamente, R$ 15 bilhões na conta do Tesouro Nacional.

 

ScreenHunter_2757 Oct. 21 16.09

plataforma com sol_opt

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sergio Messias Dos Santos

23 de outubro de 2013 às 01h11

Será que o Governo não esta considerando o conteúdo local nesses calculos? sei lá, pensei nisto para justificar a diferença de quase 10% dos calculos do governo.

Responder

    Marcelo

    23 de outubro de 2013 às 18h19

    Os 10% de diferença, se não me engano, são o que ficará pra Petrobras. Ficarão pro Brasil via Petrobras.

    Responder

Italia Mattos

22 de outubro de 2013 às 06h00

Qual o percentual que esses 15 Bilhoes significam?

Responder

João Carlos Welter

21 de outubro de 2013 às 20h27

Acho que o percentual para o Brasil está além das expectativas.Negócios visam lucros e as empresas do consórcio vencedor estão afim de faturar,é claro.Acho que foi o máximo que poderia ser obtido,menos que isso não haveria interessados.Agora,gostaria de ser informado sobre os investimentos para a exploração,plataformas,etc.O rateio é proporcional ao percentual,onde e quem fabricará os equipamentos e quando e quanto serão aplicados …?

Responder

Mario Alexandre Teixeira

21 de outubro de 2013 às 20h07

Faltou dizer quem pagará esses 15 bilhões de bônus não é ? Ah, deve ter ‘esquecido’.

Responder

    Miguel do Rosário

    21 de outubro de 2013 às 19h59

    ué, pagará para o tesouro nacional. é nosso.

    Responder

demetrius

21 de outubro de 2013 às 17h50

O governo deveria informar a população claramente, pois dá a impressão que não tem argumentos para rebater a intensa campanha contra o leilão. Explicar porque não há como ser a única exploradora do Pré-sal. Foi por causa de decreto do FHC? Deve dizer. Temos caixa para garantir a exploração? Não? O leilão é uma forma de garantir esse caixa? Se tem argumentos, porque se cala?
Não encontro explicação razoável.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina