Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

O novo golpe de Joaquim, o cruel, contra Genoíno

Por Miguel do Rosário

26 de novembro de 2013 : 18h13

Genoíno foi avaliado por cinco juntas médicas. Todas atestaram seu estado de gravidade. A gerente de Saúde Prisional do DF, Larrisa Ramos, afirmou que nunca havia recebido um preso tão fragilizado como Genoino. “Dos 1,6 mil presos no CRI, ele era o quadro mais grave”, declarou.

Barbosa então pediu a opinião de uma sexta junta de médicos. Dessa vez, ele mesmo escolheu cada médico a dedo. A junta esperou Genoíno melhorar de uma crise, ser medicado, alimentar-se adequadamente, ficar junto da família e se acalmar por uns dias, e, finalmente, deu aos carrascos do STF e à mídia o que eles queriam: mais um factóide político para detonar a imagem de Genoíno e, possivelmente, negar o seu direito a prisão residencial. A tortura de Genoíno parece não ter fim. E dá-lhe achincalhamento nos jornais e TV.

Esta sexta junta atestou a gravidade do caso Genoíno mas afirma que ele não precisa se tratar em sua residência, abrindo espaço para Barbosa lhe negar esta prerrogativa. Confira ao final do post a nota pública do advogado de Genoíno.

O sadismo de Joaquim Barbosa e da mídia já ultrapassou todos os limites.

Os coxinhas psicóticos deveriam entender três coisas:

1) Genoíno não oferece nenhum perigo à sociedade. E a pior pena de todas ele já está cumprindo: ser condenado pela Justiça de seu país. Condenação injusta, mas condenação do mesmo jeito.

2) Será muito mais econômico para o Estado manter Genoíno em prisão domiciliar, onde ele poderá se tratar sem onerar a rede pública.

3) É muito mais seguro Genoíno ficar em casa, porque se ele morrer na prisão, o Judiciário passará à população a imagem de instituição carrasca e insensível, que não tentou evitar a morte de um homem, que mesmo que se o considere o mais corrupto de todos os políticos brasileiros, tem uma história ainda a contar. É um dos parlamentares mais antigos e experientes do país.

*

Laudo afirma que cardiopatia de Genoino não é grave

André Richter, repórter da Agência Brasil

Brasília – A junta médica do Hospital Universitário de Brasília, formada para avaliar o estado de saúde do deputado José Genoino (PT-SP), concluiu que ele é portador de cardiopatia “que não se caracteriza como grave”. O laudo foi entregue hoje (26) ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Com a base no documento, Barbosa vai decidir se Genoino, condenado na Ação Penal 470, o chamado mensalão, vai permanecer em prisão domiciliar temporária ou voltará para o Presídio da Papuda.

Foram indicados os seguintes médicos para fazer a perícia: Luiz Fernando Junqueira Júnior, professor de cardiologia da Universidade de Brasília e presidente da junta; Cantídio Lima Vieira, cardiologista e especialista em perícia médica; Fernando Antibas Atik, especialista em cirurgia cardiovascular; Alexandre Visconti Brick, professor de cirurgia cardiovascular, e Hilda Maria Benevides da Silva de Arruda, médica cardiologista do hospital universitário.

No laudo de oito páginas enviado ao STF, a junta médica descreve os problemas de saúde de Genoino e afirma que não necessário tratamento domiciliar. Os médicos afirmam que ele deve receber acompanhamento médico periódico. De acordo com o laudo, Genoino está com “condição patológica tratada e resolvida.”

No documento, os peritos também afirmam que Genoino é portador de hipertensão “leve e moderada”, que é controlada por medicação. Os médicos recomendam dieta hipossódica, prática de atividade física, porém, concluem que não é imprescindível “permanência domiciliar fixa do paciente”.

*

Nota Pública

A defesa de José Genoino Neto recebe a conclusão dos médicos peritos que o examinaram com renovada esperança na recuperação físico-clínica de seu constituinte.

Conforme acentuaram os experts, Genoino deve continuar a receber oferta e administração de regime terapêutico.

É importante sublinhar, neste momento, que laudo oficial realizado pelo IML do DF em 19 de novembro corrente atestou a gravidade de seu quadro de saúde.

Ressaltamos, assim, que os exames que embasam o laudo ora apresentado foram realizados pela junta médica três dias após a internação hospitalar de Genoino, nos quais pode ele receber todos os cuidados terapêuticos de que efetivamente necessita.

Seguimos, pois, preocupados com sua saúde, já que, por óbvio, a cadeia, mesmo em regime semiaberto, não apresenta condições mínimas para seu completo tratamento e recuperação.

Luiz Fernando Pacheco – advogado

 

120541497file-300x250e

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carlos Kiku Deri

28 de novembro de 2013 às 19h28

Alguém tem alguma literatura pra eu me informar? Quem é esse Genoíno?

Responder

Luiz Antonio Faria

28 de novembro de 2013 às 01h30

E a “imprensa” está alimentando o sadismo, o ódio descontrolado e desproporcional, de pessoas que já carregam o ódio no coração, pessoas que tem raiva de tudo e de todos, e estão assim porque o sistema os oprime e essa manifestação descabida serve de válvula de escape. Só que a turba não tem controle, e em que será que vai dar isso tudo?

Responder

Joaquim Facundes Santos

27 de novembro de 2013 às 13h50

Bom ver esses “coxinhas”, “cabeça de titica de galinha”, “cabeça de camarão”, frequentando a página do cafezinha, para entenderem, que nem todo mundo tem cabeça de merda igual a êles. Estou falando de vc seu @José Carlos Freitas.

Responder

Bruno BK

27 de novembro de 2013 às 12h24

nada tenho contra o genoino, mas se ele morrer pode ser q certas coisas terminem mudando na marra, as vezes as pessoas precisam de mártires ou de mortes pra causar comoção suficiente pra começar a se mobilizar e voltar a pensar, infelizmente é da natureza humana isso, estamos regredindo tanto q podemos nos comparar aos tempos romanos, onde ser cruel era um grande passo pra ser respeitado, haja visto o crescimento de esportes violentos como o MMA, é disso q o povo sempre gostou, pão e circo não são mais suficientes, o povo quer sangue e ódio, pra tentar aplacar a frustração q sentem em viver num modelo social onde todo mundo quer ser valorizado, mas só quem tem tem valor e quem não tem não é ninguem….

Responder

Antonio Luiz Teixeira

26 de novembro de 2013 às 23h52

A direita que frequenta aqui e outros blogs parecem os antigos leitores do “Notícias Populares” reencarnados. Primam por se orgulhar da ignorância, truculência e falta de destino que carregam. Diferentemente daqueles leitores antigos do NP, os de hoje são apenas filhinhos de papai ou playboys endinheirados. Os primeiros eram vítimas das injustiças. Os segundos, sucessores de seus algozes. Só conhecem o “paredão” que um dia haverão de enfrentar.

Responder

Anônimo

26 de novembro de 2013 às 22h19

para um joaquim qualquer que dá porrada na própria mulher, o que ele faz depois…..tudo é consequência de uma mente desiquilibrada, cafajeste, sempre cafajeste…..

Responder

Gilda Azevedo

26 de novembro de 2013 às 22h32

Sórdido.

Responder

Naaman Sousa de Figueiredo

26 de novembro de 2013 às 22h15

“a presa é um homem abatido, um cardiopata com uma aorta artificial, lutando contra crises de pressão arterial. É o cadáver atrasado que, impacientes, reclamam. É nesse homem que batem, um prisioneiro da Justiça, cumprindo pena como devem cumprir todos os condenados. Quem ganha com isso? Que benefícios aufere nossa sociedade com a prática de tratar o oponente político como inimigo, e inimigo a ser abatido, destruído, dilacerado?”

Responder

Naaman Sousa de Figueiredo

26 de novembro de 2013 às 22h07

“Você pode imaginar o sentimento dos profissionais da junta de Barbosa em relação ao Mais Médicos.
Ódio. Ódio assassino.”

Responder

Flá Ahm

26 de novembro de 2013 às 21h56

Eu tô ficando doente. Mesmo, de desgosto puro.

Responder

Poliana Assunção de Melo

26 de novembro de 2013 às 21h40

Nossa! Não dá para argumentar com esses coxinhas insanos.

Responder

Adenilde Petrina

26 de novembro de 2013 às 21h07

ele quer matar o Genoíno de qualquer jeito!!!!

Responder

jõao

26 de novembro de 2013 às 18h59

feira, 26 de novembro de 2013
Aécio, apavorado, tenta dar o golpe do dossiê político no propinão tucano

Xiiii…Quem deve, teme?

Aécio Neves e toda a cúpula do PSDB piscou e passou recibo. As investigações do propinão tucano nos trens do Alckmin parecem que acertaram em cheio.

A tucanada convocou a imprensa para um coletiva. Em vez de oferecerem seus sigilos bancários e fiscais para averiguação pelos órgãos de controle, resolveram tentar dar o surrado golpe político do dossiê preventivo.
Explico: toda vez que os tucanos são pegos com a boca na botija em escândalos de corrupção, eles inventam que quem investiga faz dossiê, para impedir as investigações de continuarem, e para transformarem os investigadores em acusados.

O golpe colou em parte em 2006. Quando as investigações do esquema sanguessuga das ambulâncias superfaturadas começou a apontar para os tucanos José Serra e Barjas Negri, os irmãos Vedoin teriam oferecido um dossiê para vender. Petistas teriam caído na armadilha ao irem ver o tal dossiê. Daí por diante, em vez de falar no superfaturamento das ambulâncias durante a gestão Serra e Barjas Negri no ministério da Saúde, só se falou no tal dossiê. Esse golpe do dossiê em 2006 colou em São Paulo, onde Serra foi eleito governador, mas não colou no Brasil, onde Alckmin perdeu para Lula.

Em 2010, a história se repetiu. José Serra, em campanha, era cobrado pela blogosfera a explicar operações de sua filha e genro em paraísos fiscais com empresas como a Decidir.com. Também era cobrado sobre a conta “tucano” no exterior que já havia sido noticiada na época do escândalo do Banestado, além de negócios com a irmã de Daniel Dantas e vários outros escândalos da privataria tucana que foram engavetados. Eram informações de domínio público, já noticiada no fim do governo FHC. Em paralelo havia uma guerra tucana de dossiês entre a turma do Serra e a turma do Aécio, durante o ano de 2009. Com Aécio se recolhendo à candidato ao Senado por Minas, a guerra acabou, mas Serra, querendo abafar o assunto da privataria tucana na blogosfera, resolveu aplicar o golpe do dossiê usando lambanças feitas pelo pessoal aecista como se fossem de petistas. Também não colou, porque a Receita Federal e Polícia Federal identificou quem quebrou sigilos fiscais com transparência, e o povo não aceitou o Serra querer se passar por vítima em vez de responder pelos escândalos de corrupção da Privataria Tucana.

Agora é a vez de Aécio tentar neutralizar as investigações do propinão tucano da Alstom e da Siemens quando as investigações aproximam-se da cúpula tucana, acusando quem cumpre o dever de investigar de fazer dossiê político. Me parece um tiro no pé. O povo quer investigações com transparência, não quer saber de político poderoso se fazendo de vítima de dossiê para ficar blindado e engavetar a corrupção tucana no Metrô e na CPTM.

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h58

Marcelo Rates Quaranta olha o cafezinho

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h57

Mari de Carlo Helena Terra qua acham disso?

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h55

Vc não é petista né?

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h54

Com muito $$$$$$$$$$$

Responder

O Cafezinho

26 de novembro de 2013 às 20h53

Deixa de ser burro. Cinco juntas médicas atestaram a gravidade da doença.

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h48

desconsidere o sinal de ?

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h45

Doente são vcs defendendo essa merda . cinco juntas medicas estão erradas? pega ele no colinho faz nana neném no condenado

Responder

Joaquim Facundes Santos

26 de novembro de 2013 às 20h28

É claro que a “mafia de branco” não vai perder a oportunidade de descarregar seus recalques e frustações com o MAIS MÉDICO em cima de Genoino. Se ficar sob cuidados médico, vai ser assasinado.

Responder

renato cury

26 de novembro de 2013 às 18h28

O JB vai acabar encontrando o Harry Shibata que ele está procurando para dar o “atestado” que ele precisa para continuar com a tortura. Acho que não vai ser difícil encontrar em vista do comportamento ignóbil de certos médicos encontradiços no Brasil, ultimamente.

Responder

PEDRO HOLANDA

26 de novembro de 2013 às 18h26

Seu Miguel,
Os médicos anteriores, eram todos do PT, por isso Barbosão pediu a sexta junta, E por falar em junta, junta todos e querem ou vão matar Genuino. Ai, eles recebem o troféu.

Responder

    Cissa

    26 de novembro de 2013 às 18h59

    Cite os nomes dos médicos do PT.

    Responder

O Cafezinho

26 de novembro de 2013 às 20h25

José Carlos Freitas, você é um doente, cara.

Responder

Jose Carlos Freitas

26 de novembro de 2013 às 20h23

Quem defende esse crápula que leve remedinhos p/ele na Papuda

Responder

Virginia Muniz

26 de novembro de 2013 às 20h15

Pior do que a tortura da “ditabranda”, pois agora a vítima é um ancião debilitado. O que pretendem?

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?