Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Desabafo de uma vítima da mídia

Por Miguel do Rosário

06 de dezembro de 2013 : 22h21

Acho importante ler o desabafo e conhecer a experiência de André Guimarães, porque hoje em dia qualquer um pode viver uma situação similar. A grande imprensa perdeu completamente as estribeiras e não tem mais nenhum compromisso ético com a verdade. Seu objetivo é somente destruir aquele que ela vê como inimigo. E isso a torna terrivelmente perigosa. Como a lei não protege o cidadão dos ataques da mídia, temos que nos proteger a nós mesmos. Em alguns casos, eles mandam matar, como foi o caso do blogueiro Filgueiras. Entretanto, o ataque mais eficiente e menos arriscado, para eles, é matar a reputação, destruir a honra da pessoa, aniquilá-la psicologicamente.

Combater a porcaria do PIG, às vezes dá muita “dor de cabeça”

Por André Guimarães, em seu Facebook.

Combater a porcaria do PIG às vezes traz alguns problemas, mais a luta compensa. Atuei na militância estudantil no Grêmio na minha escola, fui da direção da entidade estudantil de Londrina, a ULES e militante dos Direitos Humanos. Atuo na blogosfera desde 2007, com o Blogue Ideia Certa. Sou Militante Politico, filiado ao PT desde 2001, e trabalho com publicidade desde que me entendo por gente. Nos últimos 9 anos tenho atuado profissionalmente na assessoria politica, fui assessor da Prefeitura de Londrina e trabalhei na Câmara dos deputados em Brasília sempre na área da comunicação. Pois bem, este ultimo trabalho no qual desempenhei por mais de 4 anos, na câmara dos deputados, na assessoria do deputado Federal André Vargas, meu companheiro do PT desde minha época de movimento estudantil, resultou em uma das maiores batalhas da minha vida.

A grande exposição do nome do André , hoje vice-presidente da Câmara junto com minha constante militância politica na internet em defesa do PT, partido que milito com muito orgulho desde os 16 anos de idade, fez com que eu me tornasse alvo de uma das maiores armas de destruir reputações que existe na América Latina, um lixo panfletário, com uma linguagem muitas as vezes fascista comandada por um grupo internacional que entre outras defendeu o Apartheid na Africa do Sul: A revista veja. As artimanhas sujas de jornalistas bem pagos resultaram em 3 publicações, uma no mês de março, outra no mês de maio e outra em junho deste 2013. Todas as matérias, no meio da revista com duas páginas cada, diagramadas com fotos enormes minhas e do deputado André Vargas, citando uma serie de mentiras sobre minha vida politica e profissional,mentiras estas que não resultaram em um B.O em nenhuma denúncia formal na Justiça deste país!

A maior repercussão foi aqui na minha cidade (Londrina) e na Câmara dos Deputados através de um deputado Federal do PSDB paulista, que fez um pedido de informação para a Caixa Econômica Federal do qual até hoje ninguém divulgou o resultado! A Caixa Econômica Federal, estatal qual eu teria tentado lesar (segundo a revista), por sua vez, mandou uma nota para mesma desmentindo toda a matéria, nota esta que foi publicada em letras minúsculas na seção de cartas da r(ai)vista.

Mesmo assim a veja inventou outra acusação desta vez mais sem pé nem cabeça, tanto que também não resultou em nenhuma ação, sequer do MP ou de qualquer instancia do judiciário. Só que lutar contra um lixo editorial, distribuído em todos os cantos deste país, disponível em escolas, salões de cabeleireiros e etc. causa um dano irreparável a minha história de vida. Sempre surge alguém perguntando ou já me acusando com base no que saiu na revista, que já teve até como pauteiro, um dos maiores criminosos do Brasil, o Carlinhos Cachoeira.

Estou na justiça lutando contra uma instituição representada por um “batalhão” de advogados, que “transitam bem” em todas as instâncias da morosa justiça seguindo a regra do capitalismo que impera no nosso “democrático” Poder Judiciário. Mais garanto a luta compensa, porque a cada questionamento eu desconstruo por “A+B” toda a armação porca da veja em minutos de dialogo e tenho a oportunidade de alertar mais alguém sobre como funciona o jogo sujo da velha mídia no Brasil. O recado que deixo aos Jornalistas e aos demais indivíduos que atuam no esgoto da mídia tramando contra minha história, vai um recado, só tenho 28 anos de vida, e até o ultimo dia que Deus me der aqui na terra vou estar de cabeça erguida pronto pro embate!

155030_4808951436050_958799251_n

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

henrique de oliveira

09 de dezembro de 2013 às 12h20

Ousar lutar , ousar vencer.

Responder

João Luiz Diaz

08 de dezembro de 2013 às 14h01

Esse sujeito é um farsante. Ele é o cabeça no ramo de internet a serviço do PT, criando dossies, infamias, calunias e tudo o mais contra quem quer q seja. Reparem q ele fala, mas não explica nada, nem o por q a Veja fez as tais matérias. Mais um q vem chorar pra tentar comover os trouxas!

Responder

jõao

07 de dezembro de 2013 às 13h14

Manuela D’Ávila depena tucano machista
Por Renato Rovai, em seu blog:
O vídeo abaixo é uma resposta da deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) a uma grosseria machista do deputado Duarte Nogueira, ruralista e líder da bancada do PSDB. Na ida do ministro José Eduardo Cardozo à Câmara dos Deputados para tratar do cartel que envolve o governo de São Paulo, Siemens e Alston, o tucano insinuou que Manuela teria referendado a fala de Cardozo porque, segundo ele, “o coração tem razões, que a própria razão desconhece”.
Ou seja, desqualificou a posição da deputada pelo fato de ela ser ex-namorada do ministro. Manuela foi a tribuna e fez um discurso histórico contra o machismo escroto de tipos como Duarte Nogueira. Foi algo semelhante ao troco dado por Dilma ao senador Agripino Maia, quando este disse que se Dilma mentia na ditadura também poderia estar mentido ali na Câmara em seu depoimento.
É um vídeo para ser amplamente divulgado. O mínimo que se pode dizer é que o deputado Duarte Nogueira foi depenado por uma mulher, jovem e corajosa. Para um tipo machista como ele, não deve ser nada fácil. Não deixe de assistir.
http://www.youtube.com/watch?v=ndTuMk4n044#t=252

Responder

Adriana

07 de dezembro de 2013 às 13h08

Também fui vitima da imprensa, por denunciar um secretário daqui da minha cidade, fui execrada publicamente pela mídia,TV TEM, filiada a TV GLOBO e pior fui humilhada por um reporter da mesma emissora em frente a câmera dos vereadores, pois é dificilmente vou acreditar que este País tem jeito…..

Responder

Adail Brandao

07 de dezembro de 2013 às 07h53

Firme e forte, companheiro… A vida sem batalha não vale a pena. #ptforever

Responder

Flá Ahm

07 de dezembro de 2013 às 00h54

mídia asquerosa

Responder

Geraldo Amorim Filho

07 de dezembro de 2013 às 00h49

Revista Veja – Partido Neo liberal

Responder

Kelvo Santos

07 de dezembro de 2013 às 00h25

Há duas coisas nessa vida que são onipresentes e oniscientes: Deus e os “blogs sujos”. Ninguém escapa, tudo se descobre!!

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?