Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Vídeo: Pacheco faz corajosa defesa política de José Genoíno

Por Miguel do Rosário

21 de fevereiro de 2014 : 13h34

Finalmente, um advogado entendeu que, diante de um julgamento político, era preciso fazer uma defesa também política.

Nesta quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014, o advogado de José Genoíno, Luiz Fernando Pacheco, fez a defesa mais contundente até agora jamais ouvida no Supremo Tribunal Federal (STF). Sinal que as coisas estão mudando. Há um clima mais favorável aos réus. Rompeu-se a fantasia vendida pela mídia de que o Brasil inteiro exigia a condenação sumária de todos. Não era verdade. Os brasileiros, ou ao menos a sua camada mais esclarecida, gostariam de um julgamento justo. Só isso.

A comunidade jurídica, hoje, se voltou contra o STF, decepcionada. Ives Gandra atacou a teoria do domínio de fato. Nelson Jobim doou para a vaquinha de Genoíno. O ex-presidente da OAB, o advogado José Roberto Batochio, doou para Dirceu.  Bandeira de Mello defendeu o impeachment de Joaquim Barbosa.

A mídia agora só consegue balbuciar argumentos surrados pró-linchamento, como a afirmação cínica de Merval em sua coluna de hoje: “o que ficará para a História é que, pela primeira vez, políticos poderosos foram para a cadeia por crime de corrupção”. Ora, chamar Genoíno ou João Paulo Cunha de “políticos poderosos” é ridículo.

Já o poder de Dirceu enquanto ministro da Casa Civil foi conquistado democraticamente, diferentemente dos barões da mídia, que amealharam poder através do crime mais hediondo de todos: o assalto à nossa democracia, que roubou esperanças, educação, salários e desenvolvimento do povo brasileiro.

A afirmação de que é a primeira vez que se prende políticos poderosos é mentira. O senador Luiz Estevão foi preso há anos. O ex-governador do DF, José Roberto Arruda, foi preso. Maluf já foi preso. Na história recente do Brasil, tivemos vários políticos graúdos condenados e presos, embora menos do que deveria, com certeza.

Eu editei o vídeo abaixo e separei apenas a parte mais contundente, que são os primeiros dois minutos de sua fala. Pacheco afirma, emocionado, que algum dia, não importa quando, esse mesmo tribunal irá absolver José Genoíno. Eu acrescentaria: nesse mesmo dia, a História, essa moça marota que Merval Pereira tenta difamar, chamando-a de simpática à linchamentos, irá acusar fortemente a mídia e seus lacaios, como o próprio Merval, de terem sido cúmplices principais de um dos momentos mais tristes do Judiciário brasileiro.

PS: A íntegra da defesa de Pacheco pode ser vista aqui, também editada por mim. Há outros trechos interessantes.

Advogado-Genuino-Foto-STF

Pacheco, advogado de Genoíno

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Irlan Rodriguez

22 de fevereiro de 2014 às 07h52

Se o relator tivesse ido com o Vicente ele não teria se perdido!

Responder

Denise

22 de fevereiro de 2014 às 01h19

Assim que eu gosto. Gente sem medo de dizer a verdade

Responder

joao vr

21 de fevereiro de 2014 às 20h10

O Pachecao sacudiu o bambuzal no stf jb acordou e achou o Jeff so q agora ele vai machucar mais o nosso Genoíno pode ter certeza

Responder

Marta Carbone Costa

21 de fevereiro de 2014 às 19h17

rsrsrsr… Aline Fão, quem é esse tal de “vicente” que vc diz que o relator não foi com ele? rsrsrsrsrs… A palavra correta é CONVINCENTE.

Responder

Dalvo Ramires Balzon

21 de fevereiro de 2014 às 14h56

Grande, brilhante esse advogado. Fico imaginando a cara desses homens do supremo. Acordem.

Responder

Aline Fão

21 de fevereiro de 2014 às 17h20

Achei que o relator se perdeu, nao foi com vicente, me fez crer mais ainda na defesa dos advogados.

Responder

Aline Fão

21 de fevereiro de 2014 às 17h18

Vi na integra!!! Muito bom, fico de boca aberta com a cara de pau do JB, a convicção de que é uma fraude tudo isto, fica mais nítido, qdo tu acompanha eles em julgamento. Parabéns a todos os advogados, mas em especial ao Pacheco e a Maira, achei…excelente apresentação..

Responder

Denis Oliveira Damazio

21 de fevereiro de 2014 às 17h09

Falou na cara!!! Linda defesa mesmo!!!

Responder

Geraldo Carvalho

21 de fevereiro de 2014 às 16h40

e a sustentação roal do pgr foi ridícula. o janot quase dormiu sobre os papéis.

Responder

Edsel Ferri

21 de fevereiro de 2014 às 16h35

valeu Cafezinho…eu estava procurando esse vídeo…

Responder

    joao vr

    21 de fevereiro de 2014 às 20h22

    No ig tem na integra o pachecao calou o stf ai q fusqui ficou mais perdido conforme Aline falou acima, mas fusqui barbosa ficou pq sã e q num engana mais.
    num sei se entendi depois do janot o jb qria da o julgamento por encerrado acho q entendi q propôs nem qrer colher voto foi isso mesmo?

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?