Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Mídia constrangida com a besta-fera que criou

Por Miguel do Rosário

02 de março de 2014 : 14h14

A mídia está constrangida com o monstro que criou.

Eliane Cantanhede, em sua coluna de hoje, dá o tom de como será a campanha daqui para a frente. Qualquer sugestão de que haverá revisão criminal das condenações da Ação Penal 470 será tratada como “pizza” e haverá tentativa de insuflar a sociedade contra o STF. O que foi, aliás, o que fizeram durante todo o julgamento: tentaram emparedar o STF com a ameaça da “opinião pública”. A lógica do “linchamento”, da importância do “símbolo”, foi usada sem nenhum pudor pela mídia para chantagear os ministros do STF.

Entretanto, a estratégia vai ficar mais difícil. A catarse inicial foi feita: os condenados foram presos. A grande novidade agora é: e se prenderam inocentes, e se o julgamento foi equivocado?

A mídia agora está tropeçando no próprio pé, porque o seu interesse exagerado, histérico, na condenação, não deixará de ser associado à vergonhosa truculência de Joaquim Barbosa.

E não só truculência: a mídia está associada à decisão arbitrária de Joaquim Barbosa de atropelar a tradição legal e transformar o STF num instrumento de vingança política contra alguns réus.

Assistam o vídeo. Ela é a prova de crime contra a Constituição Brasileira, contra o direito moderno, contra o humanismo que marca o direito penal desde o advento de Cesare Beccaria. Joaquim Barbosa confessa, despudoramente, que aumentou a pena do crime de quadrilha para que Dirceu permanecesse em regime fechado, e não semi-aberto.

Um juiz não pode aumentar a pena para “compensar” a demora de um tribunal em julgar uma causa. Se eu for preso por assalto, e meu julgamento ocorrer daqui a 10 anos, o tribunal não poderá aumentar minha pena de 10 para 15 anos, apenas para evitar a prescrição. Isso não existe. Até porque o réu também é vítima do atraso no julgamento.

O tempo de espera angustia muito mais o réu do que o juiz. O juiz continua sua vida, comprando apartamentos em Miami e passando férias na Europa, enquanto o réu aguarda, ansioso, pelo julgamento que irá determinar seu destino. Por isso Beccaria, pensador central do direito penal moderno, observa que os julgamentos tem de ser rápidos, eficazes e brandos.

O vídeo:

besta-fera-t2

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alex

03 de março de 2014 às 17h23

Se essa dosiometria do Barbosa fosse utilizada contra algum tucano, o Álvaro Dias ia parir pela boca.

Responder

Igor Victorino

03 de março de 2014 às 17h40

A justiça é a base da democracia e se esta não segue regras não é justiça e sim, perseguição e entidade justiceira. Um justiceiro não segue regras e na maioria das vezes pela sua sede de vingança passa por cima das leis e constituição. Amplo direito de defesa, considerar todas as provas de forma honesta e respeitá-las é a base de uma justiça sólida e em consequência uma democracia sólida. O que vejo é muita gente ter pensamentos de justiceiro sem considerar todos os aspectos técnicos e provas coletadas, seguem o que a mídia quer parecendo gado domesticado ou papagaio deles, infelizmente as pessoas não procuram outras fontes de informação e acabam sendo pau mandado dessa mídia bandida que é a mais corrupta do mundo. Pois eles escondem os bandidos que lhe convém e tentam condenar outros que não são de seu interesse e assim manipulam informações e um bando de trogloditas seguem….triste para muitos brasileiros tapados…..

Responder

sOUZA

03 de março de 2014 às 14h27

Cláudio Lembro fala sobre o julgamento….IMPERDÍVEL!

http://terramagazine.terra.com.br/blogdoclaudiolembo/blog/2014/03/03/a-composicao-da-justica-eleitoral-em-observacao/

Responder

João Guilherme

03 de março de 2014 às 11h10

E OS BOMBARDEIOS CONTINUAM CONTRA O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA PELA MÍDIA COMPRADA!!
Não adianta virem com argumentos furados, essa turma está tendo o que merece, eles são bandidos sim e muito perigosos e o pior de tudo que eles querem transformar o Brasil numa ditadura Socialista Comunista como Cuba e Venezuela. Eu pergunto e os outros escândalos que ocorreram no governo do Lula, e quando lhe iam perguntar ele se saia com a aquele famosa frase que ficou conhecida tanto no Brasil como no exterior “EU NÃO SEI DE NADA”, como que ele não sabia de nada se tudo se passava ao lado do seu gabinete na casa civil comandada pelo Dirceu? Eu vou contar a minha história e de mais 9,5 milhões de brasileiros e brasileiras que vem sendo humilhados há quase doze anos por este governo corruPTo do PT. Eu sou aposentado pelo INSS e trabalhei 40 anos na iniciativa privada numa grande empresa de construção civil e sei a sujeira que há neste meio com os governantes, mas isto é uma outra história , voltarei para a minha, como falei me aposentei depois de 40 anos de labuta pelo INSS e sempre descontei para a Previdência com mais de 10 salários mínimos. Quando me aposentei sofri o ataque do famigerado Fator Previdenciário que me tirou quase 40% da minha aposentadoria, você deve estar pensando, mas quem criou o Fator Previdenciário foi o governo do Fernando Henrique Cardoso, certo, só que o seu Lula foi um dos maiores crítico do famigerado Fator Previdenciário, só que depois de eleito, não só manteve o mesmo como fez pior que o seu antecessor, ou seja, se ele dava 10% para o salário mínimo para os aposentados e pensionistas que recebiam acima do piso, ele dava 5% e a consequência desta perseguição foi o achatamento das aposentadorias e pensões dos que recebiam acima de um salário mínimo. Agora a pior consequência desta persegui de um governo que se dizia defender os trabalhadores mais odeia os extrabalhadores é que hoje temos aposentados que se aposentaram com 6 salários mínimos e hoje recebem no máximo 2 salários mínimos e com isso têm muitos que não conseguem comprar nem os seus remédios.
O mais covarde de tudo isso e que a imprensa em geral, sabe desta situação dos aposentados que estão sendo perseguidos por este governo corruPTo do PT e se mantem calada.
Então não tivemos outra solução que não fosse formar vários grupos na internet e lutar contra esta injustiça, como nós somos mais de 9,5 milhões de aposentados e contando com os nossos familiares, iremos alcançar mais de 30 milhões de votos e nestas eleições iremos dar o troco para este governo corruPTo do PT.
Mas aí você que está lendo este comentário deve está pensando por que eles não fizeram antes isso? É simples de responder, antes nós éramos enrolados e iludidos pela COBAP e pelo senador Paim (PT) mais agora nós sabemos quem eles são e nestas eleições não vai ter mais enrolação, ou seja, a reeleição da presidente Dilma e da corja que lhes dar sustentação política no Congresso Nacional, vai para o espaço, até porque vários grupos estão conosco.
Agora eu lhe pergunto? O ministro Joaquim Barbosa está errado por ter colocado esses bandidos na cadeia? Lógico que não, ele fez um grande bem para o povo brasileiro e tem mais ele foi o único no STF que teve coragem de enfrentar estes comunistas que se apoderaram do Congresso Nacional, na era do PT no poder.

Responder

Luciano Siqueira

02 de março de 2014 às 23h27

Bom..nesse caso os quadrilheiros do mensalao “mineiro” vao pegar 422 anos de prisao so pelo crime de formacao de quadrilha pq, afinal, a justica demorou o seu julgar e o crime é cristalino como esse do PT…

Responder

Anibal Paz da Silva

02 de março de 2014 às 20h09

Mídia constrangida no Brasil, é manga de colete. Certamente já estão tramando outro golpe.

Responder

João Maurício Pimentel

02 de março de 2014 às 20h39

Dotô JM, o economista intrometido….. disse meu advogado!!!! Hehe……… nojento!!!!!

Responder

João Maurício Pimentel

02 de março de 2014 às 20h38

O erro material provoca a revisão.

Responder

João Maurício Pimentel

02 de março de 2014 às 20h37

” Barbosa esta colocando o STF sob suspeita, caso ocorra – que eu duvido – anulação da AP 470.” > Eu, não. Lotada de erros materiais!!!

Responder

Jose Silva

02 de março de 2014 às 18h36

Qdo. JB fala em “dia triste para o STF”, ou em “maioria de ocasião”, Barbosa esta colocando o STF sob suspeita, caso ocorra – que eu duvido – anulação da AP 470.
JB é matreiro, ele joga prá galera essas frases, que são repercutidas pela Mídia e ficam no imaginário e serão lembradas numa “retrospectiva qualquer no jornal nacional e na Veja( Que é uma BOSTA!) nas vésperas dos próximos julgamentos.
Barbosa avacalhou a presidência, o legislativo e agora começa a avacalhar o próprio judiciário, com todo suporte midiático ao seu dispor.
Barbosa pensa longe, cada gesto seu é pensado. em breve o único poder realmente sério e confiável será o seu – Barbosa, o Justo, o Sábio, o Belo, enfim: O menino pobre que mudou o Brasil
Ao meu ver a única saída seria um julgamento nas cortes internacionais, com uma boa repercussão aqui dentro.

Responder

Diogo Almeida

02 de março de 2014 às 18h10

Felipe Eik Borges Ferreira

Responder

Diogo Almeida

02 de março de 2014 às 18h08

Bruno Iauch

Responder

Messias Franca de Macedo

02 de março de 2014 às 14h46

[QUADRILHEIROS SEM QUADRILHA (SIC). ENTENDA O PIG!]

O Mensalão e a retórica

(…)
Antes da reviravolta, quando os petistas eram *quadrilheiros…
(…)
Trata-se de uma guerra retórica… [**“a oposição não ganhou um voto sequer a mais com este julgamento!”]
***O fato é que a guerra está perdida para os mensaleiros…
****Quando um político subtrai dinheiro público…
(…)
*****Fora isso ninguém mais aguenta falar em mensalão.

Por jornalista Fernando Rodrigues

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/fernandorodrigues/2014/03/1419623-o-mensalao-e-a-retorica.shtml

#############

*quer dizer, “intonci”, que os petistas foram quadrilheiros ainda que não tenha havido formação de quadrilha, segundo o entendimento da [suposta] Corte Suprema brasileira?;
**qual foi a pesquisa que apresentou estes dados para o articulista?;
***a História acabou?;
****é público o dinheiro da empresa privada Visanet Internacional?;
*****Aí é que o articulista engana-se, quadradamente: a história do MENTIRÃO está, apenas, no prefácio!…
Lá isso é jornalismo, sô?!…
República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

02 de março de 2014 às 14h44

[Joaquim Barbosa transgrediu a Lei. Novamente!]

Lei Orgânica da Magistratura Nacional
Lei Complementar nº 35 de 14 de Março de 1979
artigo 36

É vedado ao magistrado:
III – manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento, seu ou de outrem, ou juízo depreciativo sobre despachos, votos ou sentenças, de órgãos judiciais, ressalvada a crítica nos autos e em obras técnicas ou no exercício do magistério.

FONTE: http://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/103992/lei-organica-da-magistratura-nacional-lei-complementar-35-79#art-36

Responder

Antonio Navarro

02 de março de 2014 às 17h16

Constrangida mesmo, ou plano B?

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?