Ato em defesa da imprensa

Globo não consegue dar o golpe do “documento exclusivo”

Por Miguel do Rosário

25 de abril de 2014 : 12h00

A Petrobrás teve sorte. Como o leitor já sabe pelo post de ontem, o Globo teve acesso a documentos confidenciais da Petrobrás sobre a refinaria de Pasadena. O máximo que encontraram foi um saque de US$ 10 milhões de uma corretora ligada à refinaria. A Petrobrás já explicou o saque, em seu blog, que começa a apresentar tímidos sinais de vida. O saque foi normal.

Ao mesmo tempo, a matéria de ontem do Globo, cujo objetivo era apenas detonar a Petrobrás, dá uma informação, no meio da matéria, sem destaque, que é a grande novidade para nós, brasileiros: o faturamento da refinaria apenas em 8 meses de 2010, janeiro a agosto, foi de US$ 2,2 bilhões, ou seja, quase ou mais que R$ 5 bilhões!

ScreenHunter_3650 Apr. 25 10.51

Esses números nos permitem ter uma visão completamente diferente de Pasadena. No início, quando estourou o escândalo, não sabíamos de nada. A imprensa dizia que era uma sucata. Nas redes, se dizia que estava paralisada há anos. É incrível o show de desinformação que a Petrobrás deixou rolar. Com o tempo, fomos descobrindo que a refinaria estava operante. Depois chegou a informação que ela dava lucro. E agora sabemos que o faturamento dela pode ser superior a R$ 10 bilhões.

E estamos descobrindo tudo isso por conta de investigações particulares na internet e, agora,  através de um vazamento clandestino para o Globo! É inacreditável que a Petrobrás não tenha, em nenhum momento, procurado esclarecer a população com números, nem que fossem meras estimativas e projeções, sobre a performance de Pasadena!

Francamente, eu acho que isso foi mais que incompetência na área de comunicação. Graça Foster agiu com maldade! A gente queria apenas informação!  Ela não deu nem uma migalha! E até hoje, nada! Deu alguns números para senadores da oposição e não deu à sociedade. E agora vaza documentos para a Globo… Ou seja, mais uma vez, a Petrobrás alimentando seus próprios inimigos e prejudicando aqueles que a defendem.

É incrível, de qualquer forma, o poder do blog da Petrobrás. Ainda está feio, com fontes pequenas que mal dão para ler, sem graça, os posts são tímidos, com pouca informação, mas apenas o fato de responder à imprensa já ajuda a esfriar a crise. E ainda permite à estatal economizar alguns milhões, já que publicar no blog é uma operação gratuita, ao contrário da publicação em jornal, revista e tv.

Só que a Petrobrás deveria melhorar ainda muito o desempenho do blog, e fazer anúncios em jornais, revistas e TV para que as pessoas acessem o seu conteúdo. Tipo assim: “saiba a verdade sobre a Petrobrás. Cuidado com o que você lê na imprensa porque há uma disputa política em jogo. Leia o blog.” A quantidade de curtidas nos posts nos permitem ver que a Petrobrás continua perdendo, feio, a disputa da opinião pública. Isso dói no coração, porque se nós, blogueiros sujos e duros, conseguimos fazer cócegas nos pés do império midiático, a ponto de sermos xingados a toda hora em seus editoriais, a Petrobrás teria condições de dar um murro direto na cara deles. Seria lindo de se ver!

A Petrobrás tem agido apenas na defensiva, como se fosse fraca, como se tivesse medo.

Qual o grande feito da gestão tucana na Petrobrás? Vender quase metade da companhia para acionistas de Nova York, destruir a indústria naval e afundar a maior plataforma do mundo? Quais os feitos da gestão petista? Levantar a Petrobrás, encontrar as maiores reservas da nossa história, iniciar a construção de refinarias gigantes, reerguer a indústria naval!

E, com tudo isso, a imprensa tem sucesso em vender à opinião pública a ideia de que o PT está “destruindo” a Petrobrás?

Como assim?

Uma leitora me lembrou ainda que não podemos esquecer que a Petrobrás foi espionada pela NSA. A gente não sabe a que documentos os americanos tiveram acesso, e quais deles eventualmente poderiam ser repassados para a oposição e para o Globo. Acho que, a esta altura dos conhecimentos que temos da história do Brasil e da Globo, ninguém nos chamará de loucos se suspeitarmos que a Globo é antes aliada dos EUA do que do Brasil.

Hoje o Globo volta à carga contra a Petrobrás em matéria na qual diz que “estatal sabia de problemas em Pasadena antes de comprá-la”.

Aí você vai ler a matéria. É evidente que uma auditoria séria vai encontrar problemas. Só que o Globo está destacando apenas problemas pontuais e antigos. E não dá destaque nenhum às qualidades. Na própria matéria de hoje, que fala de documento assinado por Alberto Feilhaber, ex-funcionário da Petrobrás contratado pela estatal para vistoriar Pasadena, há o seguinte trecho:

Feilhaber, no entanto, que chegou a exercer cargos de supervisor e chefe de setor na Petrobras, deu boas informações à empresa brasileira sobre Pasadena. Antes de a Petrobras decidir pela compra, os técnicos escreveram, em auditoria, que “segundo o CEO (Feilhaber), em termos de mecânica a refinaria está ‘pretty good’ (muito boa), faltando, entretanto, mais instrumentação e controle.”

Ou seja, a mecânica da refinaria era “pretty good”! Muito boa! Ora, se a Petrobrás tivesse vazado esse relatório para o Cafezinho, em vez de para a imprensa inimiga, as manchetes que poderíamos formular, muito mais bombásticas e muito mais verdadeiras seriam:

“Pasadena faturou R$ 5 bilhões em 8 meses em 2010”.

“Auditoria feita antes da compra informou que mecânica de Pasadena era ‘muito boa’ ”

Eu sou um analista atento a detalhes. O Globo online costuma ser mais sensacionalista que o Globo impresso. O título da matéria no impresso fala em “problemas”. No Online fala em “graves problemas”.

A fragilidade da imprensa é que ela não está preocupada com a verdade. Quer detonar Pasadena de qualquer jeito, mesmo que a refinaria se revele um ativo importante.

Agora, voltemos às críticas ao blog da Petrobrás. Ele publicou um post com 10 perguntas e respostas sobre Pasadena. A iniciativa é ótima, e o post circulou um pouco mais que os outros, embora ainda de maneira medíocre para um assunto tão quente. Apenas 447 curtidas.

Só que as respostas são insuficientes. E, ao menos uma delas, traz a marca tecnicista e vulgar de Graça Foster.

4 – Afinal, a compra foi um bom ou um mau negócio?

Na época da compra, o negócio era muito vantajoso para a Petrobras, considerando as altas margens de refino vigentes e a oportunidade de processar o petróleo pesado do campo de Marlim no exterior e transformá-lo em derivados (produtos de maior valor agregado) para venda no mercado americano.

Posteriormente, houve diversas alterações no cenário econômico e do mercado de petróleo, tanto brasileiro quanto mundial. A crise econômica de 2008 levou à redução do consumo de derivados e, consequentemente, à queda das margens de refino. Além disso, houve a descoberta do pré-sal, anunciada em 2007. Assim, o negócio originalmente concebido transformou-se em um empreendimento de baixo retorno sobre o capital investido.

Baixo retorno sobre o capital investido? Com todo o respeito, é a resposta mais idiota que já vi na vida. Ninguém compra uma refinaria pensando em “alto retorno” no dia seguinte. Refinaria é indústria de base e deve-se diluir o investimento ao longo de ao menos 50 anos de operação. Um especulador talvez invista numa refinaria pensando em alto retorno. Uma estatal como a Petrobrás compra uma refinaria pensando em aumentar a segurança energética do Brasil e aumentar o capital tecnológico da empresa.

Do momento da compra para 2008 ou 2009, houve mudança de cenário, sim. Mas para melhor! O Brasil descobriu o pré-sal! Graça Foster está conseguindo a proeza inacreditável de transformar a descoberta de umas maiores reservas de petróleo do mundo num fato negativo que converteu Pasadena em “mau negócio”!

Por acaso, alguma refinaria em construção da Petrobrás oferece algum “retorno”, baixo ou alto? Não. Abreu Lima, Comperj, processam uma gota de petróleo? Não. Pasadena processa 100 mil barris por dia. Então, por favor, revejam seu linguajar ao falar de Pasadena.

Quando um país constrói uma usina nuclear, ou levanta uma hidrelétrica, o que pensa em primeiro lugar: se é um investimento de alto ou baixo retorno contábil, ou se vai aumentar a segurança energética de sua economia?

A Petrobrás está construindo grandes refinarias no país, mas nenhuma ainda está pronta. As importações de derivados de petróleo correspondem a 20% de nossas importações, e tem sido as grandes responsáveis pela queda no superávit da nossa balança comercial. O Brasil ainda depende de gasolina importada. Com Pasadena, o processamento de petróleo da Petrobrás no exterior dobrou de tamanho.  Como assim aumentar a segurança energética do Brasil não é um bom negócio?

A expressão “baixo retorno do capital investido” não faz sentido em se tratando de uma refinaria que, segundo a própria Foster, lucrou quase US$ 60 milhões no primeiro bimestre. Mesmo considerando apenas tecnica ou contabilmente, é uma bobagem, portanto, falar em “baixo retorno”. Quer alto retorno? Invista em “telefree”, “bitcoin” ou qualquer modinha da internet. Do ponto-de-vista estratégico é uma afirmação idiota. Politicamente, é a afirmação de um suicida louco.

Se a presidência de qualquer grande empresa jamais pode deixar de ser política, por razões econômicas e estratégicas, a gestão da Petrobrás tem responsabilidades ainda mais que políticas. Tem responsabilidades geopolíticas, ligadas à soberania do Brasil e da América Latina. Esquecer isso, em nome de um tecnicismo vulgar, é trair os ideais que nortearam a criação da Petrobrás.

pasadena

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Porém

26 de abril de 2014 às 19h28

Falta ainda mostrar que a velha sucata comprada por US$ 42 mi foi totalmente destruída e construída outra no lugar de US$ 1,2bi

Responder

Wagner Araújo

26 de abril de 2014 às 15h15

“E ainda permite à estatal economizar alguns milhões, já que publicar no blog é uma operação gratuita, ao contrário da publicação em jornal, revista e tv”. Essa é uma das razões de você ser um fracassado, Miguel. Quantos dos milhões de brasileiros que tomam conhecimento das sacanagens praticadas pelos petistas na petrobras vão ao blog da estatal tomar conhecimento do que ela diz ? Nem 0,01%. Frankilim Martins já disse que o governo não anunciar na grande mídia, não se comunica com ninguém, aí vem o especilista em café dizer que anunciando no próprio blog a estatal estará economizando. É uma boa economia, não é mesmo? Economizou na defesa da compra de Pasadena mas ninguém ficou sabendo! Volte a escrever a respeito de café, pois de comunicação e petróleo você não entende nada!

Responder

    Miguel do Rosário

    26 de abril de 2014 às 17h34

    Deixa de ser burro. Eu escrevi em outra parte que a Petrobrás deveria anunciar na grande mídia para puxar leitores para o blog. Fracassado é seu pai que teve um filho como você.

    Responder

Delano

26 de abril de 2014 às 00h21

Foi dessa forma que a midia golpista montou o Mensalão com os Procurados da Republica e Joaquim Barbosa, e manipulou e colocou medo nos outros Ministros. A CPI da Petrobras seguirá o mesmo procedimento. O governo que fique esperto, o golpe está aí!

Responder

Albrencius Incitatus

25 de abril de 2014 às 22h26

Confesso que estou cada dia me convencendo mais que o PT quer perder essa eleição. Estou me cansando de tentar explicar, de tentar defender o PT e passar por imbecil em defender algo que parece gostar de apanhar…

Responder

jõao

25 de abril de 2014 às 21h14

ALOYSIO AMEAÇA GOVERNO FEDERAL ‘SE FALAR EM ALSTOM’
Moreira Mariz: Senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) defende mais tempo para aperfeiçoar o projeto do Marco Civil da Internet (PLC 21/2014)
“Se quiserem investigar, que se investigue. Mas por que não fizeram antes? Evidentemente porque não há interesse. Mesmo porque, se o governo for falar em Alstom, nós vamos tocar em vários assuntos incômodos para o governo federal. A Alstom forneceu para o sistema elétrico federal, metrôs e trens”, disse o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) sobre a tentativa do PT de emplacar a CPI do metrô em SP
25 DE ABRIL DE 2014 ÀS 07:53

247 – Diante da pressão do PT para aprovar a CPI do Metrô, após negativa do STF de unir investigação no caso da Petrobras, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) ameaça: “Se o governo for falar em Alstom, nós vamos tocar em vários assuntos incômodos para o governo federal”.

A afirmação foi feita em entrevista ao blog do Ricardo Noblat. Leia:

O senhor será vice na chapa de Aécio?

Digo com toda sinceridade que o assunto não está sendo discutido. Estamos cuidando agora dos arranjos regionais, superando dificuldades em estados, fazendo composições.

Muitas vezes, o Eduardo Campos mostra mais vontade de ser presidente do que o Aécio Neves. Falta algo para engrenar?

Falta campanha.

Mas o Eduardo também não está em campanha…

Mas qual é o crescimento do Eduardo? Nenhum. Como nós também não temos. Porque não temos campanha eleitoral. Quem deve estar preocupada é a presidente (Dilma). Ela, apesar de toda exposição, está caindo.

Se o Eduardo for eleito, o PSDB vai fazer parte do governo dele?

Vamos fazer a eleição, primeiro. E tudo indica que estaremos juntos na disputa contra a Dilma, se a Dilma for para o segundo turno.

O PSDB sempre escondeu o Fernando Henrique em eleição. Fará outra vez?

Eu nunca escondi Fernando Henrique. Comecei minha campanha eleitoral para o Senado mostrando o Fernando Henrique. Na campanha do Serra em 2010, todas as vezes que o governo Fernando Henrique foi atacado ele foi defendido pelo próprio Serra.

Mas o partido vai defender as privatizações?

(Defenderemos) Tudo o que fizemos e deu certo. Os resultados são bons. Inclusive em relação à Petrobras. O PT mudou o que deu certo. O resultado foi a estagnação na produção do petróleo, o sufocamento financeiro, a perda de valor patrimonial e o endividamento da estatal.

O senhor falou em Petrobras. Está em discussão a CPI da Petrobras. Não é importante apurar também as denúncias do caso Alstom?

Se quiserem investigar, que se investigue. Mas por que não fizeram antes? Evidentemente porque não há interesse. Mesmo porque, se o governo for falar em Alstom, nós vamos tocar em vários assuntos incômodos para o governo federal. A Alstom forneceu para o sistema elétrico federal, metrôs e trens.

A CPI da Petrobras não terminará igual à do Cachoeira, sem resultado efetivo?

Quem inviabilizou a CPI do Cachoeira foram eles (os governistas). Quando começaram a aparecer grandes empreiteiras, como Delta, quem embananou a CPI foram os governistas. Agora a CPI da Petrobras vai ser um catalisador das investigações que estão em curso.

O governo acusa a oposição de fazer uso político da CPI.

Estamos em uma casa política. É papel da oposição fazer política de oposição, usando os instrumentos que temos nas mãos para isso. E a CPI é um deles.

Quem o PSDB indicará para a CPI?

Estou querendo pôr Alvaro Dias (PR) e Mário Couto (PA). O Alvaro tem muito vivência de Petrobras. Há muito tempo vem propondo requerimentos, investigações e diligências. O Mário é um bom esgrimista.

Responder

jonasb

25 de abril de 2014 às 20h50

O problema é que a Petrobras já tentou vender a empresa, e a melhor oferta que recebeu foi US$ 180 milhoes.

Isso quem disse foi a própria Graça Foster, procure o link na internet.

Responder

hccoelho

25 de abril de 2014 às 20h22

Cafezinho,
Vá até o site do ministério das minas e energia e veja que noticias sensacionais: o país incorporou 4000 Mw até julho deste ano. É de 2013. Depois tem outra manchete também muito atual: Dilma inaugura central de geração heólica. É de JANEIRO DE 2013.
Que maravilha, que comunicação!
Será que o psdb/pig é quem faz a “comunicação” do governo?
Acho que estamos em abrilde 2014, ou estou enganado?

Responder

Rita Preto

25 de abril de 2014 às 22h34

Como assim? Pasadena dá lucro e a Globo não fala nada?

Responder

ChetBrubaker

25 de abril de 2014 às 18h49

Caro Miguel,

O valor citado como faturamento da refinaria em 8 meses de 2010, janeiro a agosto, de US$ 2,2 bilhões, está incompatível com a capacidade da refinaria e a margem de refino que tem sido observada no US Gulf/Texas nesse período e recentemente.

Em uma análise simples, vocês constatará que tenho razão.
– Capacidade da refinaria= 100.000 barris por dia
– Margem de refino líquida (debitado todos os custos)= US$ 10/ barril
– Jan/Ago = 243 dias (dias de operação)
US$ = Capacidade x Margem x dias = 100.000 x 10 x 243 =
==> US$ 243.000.000

Ou seja, no caso, seriam US$ 220 milhões, valor mais compatível.

abraço

Chet

Responder

    Francisco Lima

    25 de abril de 2014 às 19h08

    O valor referido no documento aparentemente é o faturamento bruto, o que seria compatível com seus cálculos de faturamento líquidos.

    Responder

      ChetBrubaker

      25 de abril de 2014 às 20h27

      Francisco, tudo bem, pode ser. Mas no cenário atual em que temos sido bombardeados de todos os lados pelo PIG, o valor de faturamento bruto não serve para comparação, por exemplo,se quisermos calcular o valor da refinaria hoje. O valor que a Graça forneceu na reunião no senado de US$ 58 milhões para o bimestre Jan/Fev-2014, foi interessante e já daria para Petrobras ter vindo à mídia e desmentido a afirmação que o canalha do Noblat fez de “boca cheia” no Globo da última 2ª feira, como se fosse um especialista no assunto,de que hoje a refinaria não valeria mais que US$ 2 milhões. Só como exercício, anualizando o número da Graça (considerando que a refinaria manteria esse resultado ao longo do ano)e supondo que o valor de US$ 58 milhões fora o EBITDA, ao final do ano o EBITDA acumulado seria de US$ 350 milhões. Um dos métodos de valorização de ativos utilizado pelo mercado é o “múltiplo de EBITDA”. Considerando um estudo feito por uma consultoria financeira americana para uma refinaria da “Tesoro”( cia americana no Texas) de 4 x EBIDTA, Pasadena valeria hoje = US$ 350 mi x 4 = US$ 1,4 Bi.

      Claro que se trata de estimativa com aproximações, mas que, sinceramente, a Petrobras, já poderia ter feito com pés nas costas há muito tempo. E, a propósito, eu não venderia Pasadena por esse valor.

      Responder

Giap

25 de abril de 2014 às 17h13

Gente, a tchurminha do PT é muito incompetente!!! Ô gente q não se comunica!!!

Ou é medo? Ou tão querendo entregar o ouro pro bandido? Ou tem gente esperando algum ‘prêmio’ do PIG, da Chevron?

Tá dando raiva, pô! Povinho devagar quase parando!!!

Mas tenho certeza q Graça Foster já tá pensando na fantasia q vai usar na avenida no próximo carnaval!

E ai, Gracinha? Vai desfilar de novo pela União da Ilha?

Responder

Giap

25 de abril de 2014 às 16h58

Ah vai! Vc tem dúvidas de que “a Globo é antes aliada dos EUA do que do Brasil”?

Brilhante descoberta! Veio de onde ‘rapá’? De Plutão?

Responder

Braulino Costa

25 de abril de 2014 às 19h53

ATUALMENTE O DEFICITÁRIO SERIA A MENTALIDADE DA OPOSIÇÃO….

Responder

manelito

25 de abril de 2014 às 14h07

Só tenho uma certeza. A Gerencia de Informaçao Institucional da Petrobras, é dirigida por T U C A N O S…!!!!!!!!!

Responder

Ângelo

25 de abril de 2014 às 12h57

Olá Miguel, parabéns pela análise, com boa dose de lucidez, como sempre. Até aqui penso que a Petrobras falhou em não apresentar um contraponto forte à sociedade, via blog ou como você diz: nos blogs sujos. Foi para as cordas e agora apanha feio do PiG, sendo que tem muita coisa boa para mostrar. Por que não tenta reverter isso, com uma boa publicidade? Até o blog dela, foi preciso o Lula agir para que a Petrobras o ressuscitasse.

Responder

Kleber Carvalho

25 de abril de 2014 às 15h43

Bem que a Petrobrás poderia doar para mim esta refinaria, já que ela é tão deficitária assim.

Responder

edson

25 de abril de 2014 às 12h14

Perfeita a sua análise Miguel. Realmente assusta a forma como a petrobras tem absorvido o discurso destrutivo da imprensa.

Responder

C.Paoliello

25 de abril de 2014 às 12h06

O que impede a PETROBRÁS de publicar matérias pagas no próprio PIG desmentindo-o?

E existe algum serviço jurídico na empresa? Não parece, nem aparece.

Responder

    Miguel do Rosário

    25 de abril de 2014 às 12h26

    O que eu sugiro aqui é publicar anúncio chamando para o blog. E responder no blog, onde a Petrobrás terá liberdade para interagir, fazer tréplicas, etc.

    Responder

      Anônimo

      25 de abril de 2014 às 12h40

      miguel

      Eu joguei a toalha.

      Cansei. A dilma foi a pior escolha do Lula.

      Ela so pensa nela mesma, e mesmo assim nao ve que esta sendo destruida.

      Sobr essa graca foster, que ser mesquinho. Ela so pensa em sacanear o gabrielli sem ver, ou nao conseguir ver, a importancia estrategica da petrobras e, alem disso, a importancia de um projeto de redistribuicqo de renda.

      Nao me desgasto mais. Cansei. Voto nulo.

      Em tempo: o que custava a petrobras encurralar essa midia atraves do epdido de direito de resposta, etc?

      Responder

        rildoferreiradossantos@gmail.com

        25 de abril de 2014 às 13h14

        Anônimo, se desistiu a mídia venceu você. Esta não é uma decisão sua, mas uma conquista deles.

        Responder

        Anônimo

        25 de abril de 2014 às 13h47

        Meu Irmão,
        Desesperar, jamais.!!!
        Apredemos muito neste anos… (Victor Martins/Ivan Lins)

        Responder

        J Fernando

        25 de abril de 2014 às 16h45

        Você está apenas fazendo o jogo da mídia.
        Votos nulos já alcançaram o segundo lugar nas pesquisas.
        Não é por aí. Temos que continuar cobrando ações do governo, isto sim. Mas, cansar, desistir e votar nulo, isso não!!

        Responder

        Luciano

        25 de abril de 2014 às 17h59

        Relaxa camarada! A China vai dominar o mundo e ela está do nosso lado. Essa gritaçada da mídia é o último suspiro desesperado de uma organização decadente. O futuro promete. pesquise sobre o BRICS no Google.

        Responder

    Luís CPPrudente

    25 de abril de 2014 às 22h28

    A Petrobras poderia fazer isto, usar as suas peças publicitárias dentro do PIG questionando o próprio PIG e indicando que as pessoas poderiam buscar mais informações no Blog da Petrobras.

    Responder

Deixe uma resposta