Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Bom dia, urubus. Alimentos fazem inflação cair em junho

Por Miguel do Rosário

18 de junho de 2014 : 14h57

Pois é, os urubus terão que escolher outro sítio para pousar. Porque a inflação está sob controle, e nos itens mais importantes para a população.

Segundo o IBGE, que divulgou há pouco o IPCA-15, alimentos e habitação puxaram para baixo a inflação de junho. O primeiro item caiu de 0,88% em maio para 0,21%, ou seja caiu quatro vezes. A habitação não ficou para trás, caiu de 1,19% em maio para 0,29%.

A inflação só não foi maior por causa do preço das passagens aéreas, que aumentou um pouco, devido a Copa. Jogos de azar e hotel também impediram uma queda mais acentuada.

ScreenHunter_4001 Jun. 18 14.45

ScreenHunter_4002 Jun. 18 14.45

Leia abaixo o texto da assessoria de imprensa do IBGE:

Vários alimentos consumidos em casa se destacaram com resultados em queda: batata-inglesa (-16,35%), farinha de mandioca (-11,67%), cenoura (-5,05%), hortaliças (-4,69%), frutas (-3,44%), feijão-carioca (-3,37%). Com isso a alimentação consumida em casa apresentou queda de 0,23%. Já a alimentação fora de casa a taxa foi de 1,06%.

A redução de Habitação (de 1,19% em maio para 0,29% em junho) foi influenciada pela região metropolitana de São Paulo, onde o resultado do grupo ficou em -1,07%, em virtude da taxa de água e esgoto, que apresentou queda de 18,36%, reflexo dos efeitos do Programa de Incentivo à Redução de Consumo de Água, aprovado através da deliberação ARSEP n° 469, de 03/02/2014 e ampliado através da deliberação ARSEP n° 480, de 31/03/2014. O objetivo do programa, durante sua vigência, é bonificar com 30% de redução nas contas de água e esgoto, usuários que reduzirem em 20% o consumo mensal. Assim, com o resultado de São Paulo, a taxa de água e esgoto nacional foi para -4,02% em junho.

Outros itens relativos à Habitação também apresentaram taxas menores de um mês para o outro como: mão de obra para pequenos reparos (de 0,66% em maio para 0,34% em junho) e energia elétrica (de 3,76% para 1,32%).
O grupo Saúde e Cuidados Pessoais (de 1,20% em maio para 0,67% em junho) também contribuiu para a redução do IPCA-15 no mês, em função, principalmente, dos remédios, que passaram de 2,10% para 0,65%, refletindo a parcela complementar do reajuste autorizado sobre os preços em 31 de março, que variou de 2,70% a 6,31%, a depender da classificação do medicamento.

Sob influência da maior demanda decorrente da Copa do Mundo, as passagens aéreas se destacaram com alta de 22,15%, gerando o mais elevado impacto no índice do mês, 0,09 ponto percentual. A variação apropriada em Salvador chegou a 37,39%, seguida de Goiânia, com 33,87% e do Rio de Janeiro 33,53%. O menor resultado foi observado em Belém com 4,13%. Assim, a alta das passagens aéreas aliadas às passagens do ônibus urbano (1,05%) e conserto de automóvel (1,23%) fizeram com que o grupo Transportes fosse de -0,33% em maio para 0,50% em junho. Ainda no grupo Transportes os combustíveis (-0,20% em maio para -0,90% em junho) continuaram com os preços em queda. A gasolina passou de -0,03% para -0,35% e o etanol de –1,13% para -3,50%.

Quanto às Despesas Pessoais (0,51% em maio para 1,09% em junho) a pressão foi exercida pelos seguintes itens: jogos de azar (7,80%), reflexo do reajuste médio de 26% de 11 de maio, excursão (5,30%) e hotel (4,12%). Já as despesas com os artigos de residência (de 0,29% para 1,00%) foram influenciadas pelo item eletrodomésticos (2,43%).

bessinhaFabricaInflacao

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Francisco Barbosa

18 de junho de 2014 às 22h32

sob controle ??? barato no Brasil soh O CAFEZINHO, mas nao o do boteco kkkkkkkk

Responder

Miguel Do Rosario

18 de junho de 2014 às 21h23

rs

Responder

Carlos Viveiros

18 de junho de 2014 às 19h02

Assim, o Globonews vai acabar mudando o eixo, igual ao Multishow…

Responder

Bruno Leite

18 de junho de 2014 às 18h08

ou será que é se tudo der errado dando certo? já não sei mais, me desabituei de navegar no esgoto.

Responder

Bruno Leite

18 de junho de 2014 às 18h07

mas e o gás, Miguel, e o gás??? se tudo der certo dando errado, talvez vá faltar duto… em 2030!! hahahahahahaha

Responder

Deixe um comentário para Bruno Leite

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?