Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Os sádicos se regozijam

Por Miguel do Rosário

09 de julho de 2014 : 10h05

Dá até medo pensar nas manchetes e nos editoriais de nossos jornalões. Todo o ódio que mantiveram represado nas últimas semanas, por conta da alegria avassaladora dos brasileiros, voltou com força total.

Vergonha! Vexame! Humilhação! Dizem as manchetes.

Há anos não víamos fontes tão garrafais.

Exatamente os sentimentos que eles querem impor ao povo.

Nenhum esforço para aliviar as dores da nação, para levantar o astral.

Sadismo puro e exclusivo!

Que ridículo!

É como se eles quisessem se vingar da alegria que sentimos.

“Vocês vão pagar pela esperança que tiveram na seleção! Vão pagar por essa alegria criminosa que alimentaram!”, é o que dizem essas manchetes loucas.

vexame

Quando a Petrobrás anuncia o recorde de 500 mil barris diários apenas no pré-sal, a notícia vem escondida no miolo dos jornais, sem chamada na capa. Sem manchetes, sem editoriais.

Quando a seleção brasileira perde um jogo, é isso que vemos.

Agindo assim, porém, eles apenas revelam o seu conhecido sadismo. Só estão satisfeitos quando acham que podem humilhar o povo.

Só que o povo é mais inteligente do que eles pensam. A alegria do futebol é um encantamento lúdico. Uma emoção passageira.

A Copa está pertinho do final agora. Só restam três jogos. Em alguns dias, tudo terá terminado.

Mas fizemos a nossa parte. Como outros países do mundo (Alemanha, África do Sul, Coréia do Sul & Japão), sediamos uma Copa, e conseguimos divulgar uma excelente imagem do nosso país.

O retorno em turismo, em negócios, ou simplesmente em troca de experiências, é incalculável.

Até mesmo a derrota da seleção foi uma experiência que tínhamos que viver. Para entendermos melhor o papel da emoção em nossas vidas, por exemplo.

Para compreender o tamanho dos desafios que temos pela frente.

O futebol é uma grande brincadeira, e mesmo assim a gente põe o coração nele.

A vida, porém, não é uma brincadeira. É um jogo de vida e morte, que os brasileiros jogam todos os dias, trabalhando duro.

Pela mesma razão, a felicidade que a vida nos traz, através da família, do amor, da arte, do trabalho, tem muito mais profundidade que a inocente alegria de uma vitória de seu time ou da seleção.

A seleção brasileira sofreu uma derrota histórica no futebol.

Mas o povo brasileiro experimenta uma vitória igualmente histórica. Nos últimos 12 anos, a evolução do nosso país foi muito mais grandiosa do que qualquer desempenho futebolístico.

Ainda há muito o que realizar, naturalmente.

Enfrentaremos ainda muitos percalços no caminho. Cada um deles, porém, servirá para nos fazer mais fortes e mais conscientes.

Esses que aí estão, se regozijando com a tristeza de um povo, tentando espezinhá-lo ao invés de consolá-lo. Falando em humilhação, vexame e vergonha, quando o bom senso pede apenas serenidade. Esses aí mais uma vez mostram de que lado estão.

É até uma piada achar que estão tristes com a derrota da seleção.

Querem apenas enfraquecer o povo, diminuir sua alegria, deixá-lo triste, com ódio, para que reaja apenas com suas emoções baixas, não com seu bom senso.

São verdadeiros abutres, esperando ver o povo prostrar-se, deprimido, no chão, para lhe comer os olhos.

Será engraçado, todavia, ver suas caras quando o povo conscientizar-se do que acontece, e responder-lhes não com o mesmo gesto de raiva deles, mas com um sorriso maroto.

Um sorriso de quem conhece seus opressores há séculos, quiçá há milênios. E sente aquela comichão no estômago pela perspectiva de vê-lo, o opressor, perdendo a orgulhosa serenidade que o caracterizava.

Ao apelar para este sensacionalismo sádico e derrotista, a mídia brasileira revela seu desequilíbrio emocional. O mesmo que fez a seleção fazer um jogo tão feio.

Ou melhor, não o mesmo, porque não é o desequilíbrio de quem fica nervoso, sob pressão, mas o desequilíbrio que nasce da mais louca arrogância.

Então a gente ganha a partida. E se não ganhar, não tem importância. A gente joga de novo, indefinidamente, porque a única luta que se perde, como diziam os anarquistas, é aquela que se abandona!

Preliminary Draw of the 2014 FIFA World Cup in Brazil - Previews

Fonte da foto: Banhista joga futebol na Praia de Ipanema no Rio de Janeiro. Foto: Getty Images http://img.terra.com.br/i/2011/07/29/1971227-4869-rec.jpg

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

46 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ibfae

10 de julho de 2014 às 11h47

7% de IPCA x 1% de PIB! Esse placar é que deveria incomodar os brasileiros!

Responder

    G. Lima

    10 de julho de 2014 às 12h38

    Você está se referindo ao PIB dos EUA que foi de -2,9% no 1o. trimestre não é mesmo?

    Responder

      ibfae

      10 de julho de 2014 às 13h44

      Não! 1% é a projeção do nosso PIB esse ano! E 7% é a aproximação da nossa inflação real!

      Responder

henrique de oliveira

10 de julho de 2014 às 09h48

Quem perdeu a copa em campo foi a seleção , não o povo , o povo na verdade ganhou a copa fora dele , idiota de quem se abate por causa de um jogo de futebol , todos nós sabíamos que essa seleção midiática e seu técnico padrão rede globo foi ate longe demais , idiota de quem não viu isso.

Responder

Ana Silva

10 de julho de 2014 às 03h16

Pq certas palavras estão tão em uso ultimamente? Usar APEDEUTA em vez de ignorante. Alguém da Veja falou e todos os bobões repetem, é isso?

Responder

sergio

10 de julho de 2014 às 00h16

A culpada pelo 7 X 1 foi a Dilma, sim!
Ela estava em campo, jogando, disfarçada de Fred.
(hehehe)

Responder

Marilza G Diniz

10 de julho de 2014 às 01h27

“Momento oportunista” em foco… Até “fogo amigo” já estamos levando, daqueles que ficaram em silêncio, entendem!? :P

Responder

Carina

09 de julho de 2014 às 18h56

Somado a essas manchetes horrorosas está a atuação de alguns que se acham jornalistas esportivos, que só sabem falar mal da seleção.

Responder

Francisco Barbosa

09 de julho de 2014 às 20h48

A ideia do APEDEUTA deu errado, mais um poste que cai ! kkkkkkkkkkk

Responder

    Luís CPPrudente

    09 de julho de 2014 às 21h40

    Esse Francisco Barbosa conseguiu ser bem original!

    Ele vai pro trono ou não vai, Abelardo Barbosa?

    Responder

      luiz mattos

      10 de julho de 2014 às 11h33

      Um abacaxi no tobó do tucano.

      Responder

Joao Paulo Andrade Sousa

09 de julho de 2014 às 19h40

Pra frente brasil então blog o peleginho!

Responder

belem

09 de julho de 2014 às 15h27

Eis a opinião de uma internauta, Maria antônia, a uma outra reportagem sobre o assunto. Transcrevo abaixo, pois traduziu toda a minha impressão do que ocorreu ontem.
Quanto à matéria aqui postada pelo O Cafezinho, entendo perfeita tmb, embora com outra ótica:
“(…)Há alguns dias atrás vocês de direita haviam ficado sem discurso por conta do sucesso da Copa e diziam que o PT havia comprado a FIFA, a CBF, os juízes e certamente o campeonato! Tudo para que a presidenta fosse reeleita! E agora que a seleção perdeu de 7X1 para a Alemanha, quem comprou quem?! Ontem e hoje todos os jornais estrangeiros, principalmente os ingleses e alemães elogiaram os policiais brasileiros pela desmoralização que impuseram à FIFA por ter prendido alguns de seus figurões, por venda ilegal de ingresso (que certamente, não foi só por isso!) e, desmascarar os senhores Blater e Valcke, por terem junto com a mídia que vocês amam, durante a construção e organização do evento, destruído o Brasil lá fora. Ao ponto de dizerem que o Brasil “merecia levar um pé na bunda”. A principal manchete dos jornais de hoje, lá fora, foi essa ” O Brasil já ganhou o melhor jogo da Copa, deu um pé na bunda do senhor Blater”. Para os estrangeiros, nenhum País teve a ousadia e a coragem de mostrar as entranhas criminosa e mafiosas da FIFA! O senhor não acha estranho que o técnico brasileiro, conservador como é, no modo de jogar, tenha escalado o time de um modo que não era habitual, pois não condizia com seu modo de pensar e de fazer, e pior, dizer a um jogador, o Bernard, apenas hoje pela manhã que ele substituiria o Neymar, sem tê-lo treinado para isso?! E mais grave, fazer o David Luiz jogar no primeiro tempo do lado direito, quando, todos nós sabemos que ele sempre jogou pelo lado esquerdo?! Porque não povoou o meio de campo para segurar os armadores alemães?! O Paulinho jogou muito bem contra a Colômbia. Porque não o colocou junto com o Fernandinho, O Luís Gustavo, para que o Oscar ficasse mais livre para fazer as armações?! E porque nenhum jogador brasileiro marcou nenhum jogador do time da Alemanha?!
Quanto ao senhor fazer uso político da derrota da seleção. Qual é a novidade?! Quanto ao senhor viver pregado num computador fazendo joguinho, está explicado, sua incapacidade de formular algum pensamento que possa ser considerado decente! Quanto a presidenta “se tivesse moral, um resquício sequer, cancelaria sua candidatura”. A presidenta Dilma é uma senhora decente, honesta, e tem moral pessoal e política para vender e emprestar a todos vocês de direita incluindo todo o séquito dos tucanos e a choldra jornalista que os apoia. Quanto ao senhor, se tivesse um resquiciozinho de decência cortaria os dedos e a própria língua, já que o cérebro está vazio e avariado!!!Maria Antônia.”

Responder

Sonia Silvestre Pereira

09 de julho de 2014 às 17h51

Vergonhoso é o massacre que fazem , ao invés de demonstrar carinho e solidariedade …..somos ou não brasileiros , na alegria e na tristeza . Minha Bandeira continua na janela e vou torcer pela 3ª colocação .

Responder

Libertad Martinez

09 de julho de 2014 às 17h35

No saber perder, eso si es vergonha,vexame,e humilhação…………………….

Responder

Manoel Martins

09 de julho de 2014 às 17h05

O BABACA DO CAFEZINHO – blog – Ainda rosna bobagens. Tá claro que foi: VERGONHA, VEXAME e HUMILHAÇÃO os 7 a 1 impostos pelos alemães. Venham com argumentos e afirmações. Especulação e generalizações são armas de petistas. E foi: VERGONHA, VEXAME e HUMILHAÇÃO. Qual a dúvida?

Responder

    Adma Viegas

    09 de julho de 2014 às 15h38

    Foi VERGONHA, VEXAME E HUMILHAÇÃO dentro do campo apenas. É estupidez ou canalhice vincular o resultado0 da seleção com a atuação do governo. A copa no Brasil não foi o caos que vocês anunciaram e para que vocês torceram. Pelo contrário, foi considerada a melhor copa. Vocês estão dando um tiro no pé com essa estratégia.

    Responder

      Luís CPPrudente

      09 de julho de 2014 às 20h47

      Tanto é estupidez, quanto canalhice desse coxinha que atende pela alcunha de Manoel Martins

      Responder

Ana Maria Molluna

09 de julho de 2014 às 16h53

Realizar uma copa por orgulho e ridiculo. Tivemos a resposta , oerdendo feio, de mneira vergonhosa, jogo de periferia

Responder

Ana Maria Molluna

09 de julho de 2014 às 16h52

A lei da vida. Nao tinhamos condições alguma de realizar esta copa, gastando os bilhoes com tantos problemas envolvendo nosso povo. Acho que a resposta que a vida deu foi pequena, poderia ter sido bem pior. Pense nisso.

Responder

    Adma Viegas

    09 de julho de 2014 às 15h40

    O governo não tirou um tostão das verbas da saúde e educação. O governo foi vitorioso nessa copa, não importa o resultado da seleção em campo. Misturar as coisas é atitude de má fé.

    Responder

    Luís CPPrudente

    09 de julho de 2014 às 20h50

    A lei da vida também consegue explicar seus péssimos e ridículos argumentos contra a realização da Copa do Mundo pelo Brasil?

    Responder

Rosamaria Beck

09 de julho de 2014 às 15h42

Mas eles estavam era precisando de assunto e devem estar felicíssimos com a derrota do Brasil, almas vendidas…

Responder

Rosamaria Beck

09 de julho de 2014 às 15h42

Mas eles estavam era precisando de assunto e devem estar felicíssimos com a derrota do Brasil, almas vendidas…

Responder

laura

09 de julho de 2014 às 12h17

Acho ainda que a estrutura montada na COPA pode ser aproveitada para melhorar o futebol brasileiro. Com esses estadios acho que temos, devemos e podemos montar grandes clubes AQUI.Não mandar nossos jogadores embora, mas fazer aqui uma grande liga. Americana talvez. Esta copa foi uma copa america até estas semi-finais. Derrotamos Espanha, França, Inglaterra.
Esta na hora de termos uma liga Americana, como ha a liga de jogos europeia.
Perdemos e vamos perder ao final para Holanda e Alemanha.
Mas estamos ai, Argentina e Brasil. Esta derrota histórica foi um ponto fora da curva.
O Brasil não é pior do que Gana ou Argelia. Algo aconteceu e temos que entender isso.

Responder

Marcelo Rodrigues

09 de julho de 2014 às 12h16

Artigo exato! Parabéns!

Repito meu comentário em outro post: “Não falemos de vergonha nem de humilhação, é um discurso que serve para estuporar o astral do povo brasileiro que a duras penas constrói sua identidade sem o ranço pastoso da classe dominante.”

Responder

Marcelo Rodrigues

09 de julho de 2014 às 12h15

Artigo exato! Parabéns!

Não falemos de vergonha nem de humilhação, é um discurso que serve para estuporar o astral do povo brasileiro que a duras penas constrói sua identidade sem o ranço pastoso da classe dominante.

Responder

sijo somiko

09 de julho de 2014 às 11h43

Aécio saiu do estádio ao fim do primeiro tempo do jogo.
Assim será nas eleições. Sairá no primeiro turno do jogo.
Jogo duro, mas vamos reeleger Dilma.

Responder

Maria De Fatima Cabral

09 de julho de 2014 às 14h42

Os sentimentos que eles querem impor ao povo brasileiro, não me atinge. Porque sou consciente que o Brasil melhorou muito e vai continuar mudando. E, que se o país estivesse ainda, nas mãos dessa raça ruim, muita gente, (senzala), já teria partido para a cidade de pés juntos e o Brasil, se tornado a SENZALA dos gringos, da Casa Grande-EUA.

Responder

Mauricio Bernardi

09 de julho de 2014 às 14h32

O que não dá para ouvir é papo de boleiro: a culpa foi do Felipão; deviam ter levado o Robinho, o Lucas ou o Ronaldinho Gaúcho, etc. O futebol, antes de tudo, é um esporte. O que leva alguns países ao sucesso no esporte? Por que os EUA ficaram em 1º lugar nas Olimpíadas de Londres; a China em 2º; a Inglaterra em 3º; a Rússia em 4º; a Coreia do Sul em 5º; a Alemanha em 6º; o Brasil em 22º e a Índia em 55º? Há uma metodologia de treinamentos que é seguida por esses países. No futebol é a mesma coisa porque se trata, também, de um esporte. O que precisamos é de uma mudança radical de nossa metodologia de treinamentos em todos os esportes. A CBF é um órgão decrépito, com dirigentes como José Maria Marin, ex-jogador do São Paulo F.C. e governador biônico. O Congresso Nacional terá de agir e mudar a organização do futebol brasileiro como primeiro passo para outras mudanças que nos levem à modernização. A Lei Pelé tem de ser reeditada sem cortes: o futebol-empresa é o caminho para sairmos da informalidade e mantermos aqui os nossos craques. Convocar uma legião estrangeira, com jogadores que nem sabemos como estão jogando, como Bernard que joga no leste conflagrado da Ucrânia, não levará a nada.

Responder

Maria Alice M Oliveira

09 de julho de 2014 às 14h10

O ódio vai tomar conta do faceboook; tenho lido frases pesadas; há gente dizendo que está chegando “a hora da vingança”. Vão votar por vingança? O povo vai em qualquer onda e não saberá distinguir alhos de bugalhos – tenho certeza de que, infelizmente, a campanha eleitoral será mais vergonhosa do que o fiasco da Seleção.

Responder

Luciano

09 de julho de 2014 às 11h09

Perdemos uma partida de futebol, a Alemanha perdeu duas guerras mundiais. E ainda temos 5 campeonatos mundiais contra 3.

Responder

    Fernando

    09 de julho de 2014 às 11h15

    …e em 2002 derrotamos a Alemanha na final.

    Responder

      sergio

      10 de julho de 2014 às 00h14

      A Alemanha fez a Copa de 2006 e, também perdeu em casa, ficando em terceiro lugar.

      Responder

Raimundo Medeiros

09 de julho de 2014 às 13h45

A prévia se viu ontem
pelas asneiras pronunciadas pelo Galvão e pelos seus teleguiados .

Responder

Rogério S da Cunha

09 de julho de 2014 às 13h44

É o jogo sujo da política. A presidenta já estava faturando em cima do sucesso dessa seleção. Agora com esse desastre, vem o ônus.

Responder

    Moraes

    09 de julho de 2014 às 11h45

    Nao sei se a presidenta estava faturando em cima do sucesso da seleção. Acho discutivel. Mas seguramente seus criticos estavam e estão amargando o sucesso da organização da copa, que muitos previam ser um 7 a 1 fora do campo.

    Responder

Acácia Reis Andrade Brito

09 de julho de 2014 às 13h37

Já começaram o massacre! Se não bastasse a derrota o jornalão que resolverão tb colocar de forma grátis (suspeito o motivo tão próximo da eleição) vem com a manchete totalmente insuflando a regozijando da vira-latisse. Pior…pior…pior…lamentável termos uma mídia tão cruel e terrorista.

Responder

Cleber Batista

09 de julho de 2014 às 13h36

Caiu a mascara e voltaram a ser os mesmos inconsequentes de sempre!!!

Responder

Manoel Vicente Carlos

09 de julho de 2014 às 13h35

Os ratos estão de volta!

Responder

Teresa Andrade

09 de julho de 2014 às 13h24

e daí? é brigar pelo 3º!! :) ;)

Responder

Andre Lux

09 de julho de 2014 às 13h23

Responder

Walter Cesar Mercadante

09 de julho de 2014 às 13h21

Os meio reaças saíram da tóca….germanismo tá na área. Avee…

Responder

Sergio Navas

09 de julho de 2014 às 10h14

O PIG é o ópio do povo.

Responder

Roger Araujo

09 de julho de 2014 às 13h08

e será apenas o começo, virá muita mais coisa ruim por ai …

Responder

Jeanette Soares

09 de julho de 2014 às 13h07

Os jornais de todos os países que perderam para o Brasil ou foram eliminados nas oitavas ou nas quartas descontam sua frustração no Brasil para esquecer suas próprias derrotas!!!E os jornalistas da nossa mídia vira-lata vão mostrar as manchetes deles zoando com a seleção brasileira a semana inteira!!!

Responder

Deixe um comentário