Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Santander não é Pinheirinho

Por Miguel do Rosário

26 de julho de 2014 : 00h11

Quando topei com a notícia abaixo pensei logo em Pinheirinho. Aqui no Brasil ainda temos dessas coisas. Um grande banco pode ficar 20 anos num prédio público, sem pagar nada.

A imprensa, que depende de anúncio dos bancos, fecha a boca.

Quando há famílias pobres envolvidas, porém, o Estado age com ferocidade e rapidez, como aconteceu em Pinheirinho.

*

Notícia publicada no site O Liberal:

Última Atualização 13/06/2014 17:02, por Walter Duarte

Banco deixa prédio público em São Bernardo

A instituição financeira, que já desativou a agência no local, utilizava o imóvel sem o pagamento de aluguel há 20 anos

O prefeito de Santa Bárbara, Denis Andia (PV), revogou ontem – por meio de decreto – uma permissão de uso ao banco Santander de um prédio público na Rua do Algodão, no bairro Cidade Nova. A instituição financeira, que já desativou a agência no local, utilizava o imóvel sem o pagamento de aluguel há 20 anos. Segundo o documento, publicado ontem na imprensa oficial do município, as chances do prédio já foram entregues pelo antigo permissionário.

A administração ainda não sabe que o vai fazer com ele, mas a tendência é que o imóvel se torne uma repartição pública.

A situação do imóvel é questionada na Justiça desde outubro do ano passado. Ele foi cedido ao antigo Banespa (Banco do Estado de São Paulo) durante a década de 80, quando a Zona Leste de Santa Bárbara estava em franca expansão e ainda não possuía serviços bancários. A concessão foi mantida mesmo após a privatização do banco e a instalação de outras instituições financeiras em bairros próximos.

O ex-vereador Antonio Salustiano Filho (PT) e o atual Valmir Alcântara de Oliveira, o Careca (Pros), ingressaram com uma ação popular para pedir o cancelamento da permissão e a condenação do banco a indenizar a Prefeitura pelo período em que utilizou o espaço.

“Quando houve a primeira cessão, havia interesse público. A região estava crescendo, precisava de uma agência bancárias e o prédio foi cedido a uma instituição pública”, afirma Salustiano.

Os dois chegaram a pedir uma liminar para que o prédio fosse desocupado ainda no final de 2013, mas a juíza Eliete de Fátima Guarnieri, responsável pelo processo, entendeu que não havia risco de demora em se aguardar a sentença sobre o caso. Procurada, a assessoria de imprensa do Santander informou que deve se manifestar apenas hoje sobre o fechamento da agência em Santa Bárbara.

Santander

Através da assessoria de imprensa, o banco Santander informou as alternativas que oferece para o atendimento de clientes em Santa Bárbara d’Oeste. “O Santander informa que direcionou o atendimento dos clientes da agência da Rua do Algodão, 1451, para a agência localizada à Rua D. Margarida, 533. O banco ressalta que nada muda no dia a dia dos clientes. Além disso, a instituição disponibiliza atendimento por meio dos Canais de Relacionamento (Central de Atendimento Santander, Santander Internet Banking e Santander Móvel)”, diz a nota.

lucro_charge


 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

C.Paoliello

28 de julho de 2014 às 12h51

A indignação com o Satãder já gerou até uma campanha de boicote no Twitter:

#ForaSantander

Responder

C.Paoliello

27 de julho de 2014 às 12h49

Espero que este banquinho espanhol se manque e deixe o país o quanto antes. Se não for por conta própria, deveria ser escorraçado pelo nosso governo. Desde quando um banco da pior qualidade, que presta péssimos serviços aos seus incautos clientes pode chegar aqui no Braasil e difamar e caluniar nossa Presidenta?

Responder

Marco Antonio Rodrigues

26 de julho de 2014 às 17h21

e com mais algumas regalias como o do link do cafezinho: https://www.ocafezinho.com/2014/07/26/santander-nao-e-pinheirinho/

Responder

Carlos Curioso

26 de julho de 2014 às 16h44

a bobo esta com o satãder

Responder

Marco Espirito Santo

26 de julho de 2014 às 13h09

Responder

Rosenkranz Douetts Diniz

26 de julho de 2014 às 12h50

#DOTWITTER Rei Lux
Aquecer a memória? E lembrar que os tucanos venderam o BANESPA ao @santander_br por R$ 7 bilhões depois de injetarem R$ 45 bilhões via PROES……

Responder

    Takarracha

    05 de agosto de 2014 às 09h40

    Você tá mentindo. Primeiro, que o programa era chamado PROER. Aponte onde diz que foram investidos 45 bi no Banespa. Você nem sabe o que foi o PROER. Se o sistema financeiro quebrar, quem perde são os correntistas e não os banqueiros. Basta lembrar o que Lulla fez com o banco santos: enquanto o sarney sacou seus depósitos, os correntistas até hoje esperam o que haviam guardado lá. Pare de mentir, seu moço.

    Responder

Deixe um comentário