Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Datafolha repete façanha de 2010

Por Miguel do Rosário

29 de agosto de 2014 : 20h24

ScreenHunter_4720 Aug. 29 21.24


Em abril de 2010, mesmo com o governo Lula pontificando com uma popularidade de 73%, o instituto Datafolha estimava que Serra teria 50% dos votos num eventual segundo turno, contra 40% de Dilma.

Pouco mais de 1 mês depois, sem campanha na TV, Dilma ultrapassaria Serra, com 46% a 45%.

dilma serra


 

Ironicamente, são os mesmos números que atribuem hoje à Marina (50%) e Dilma (40%).

Depois que Dilma deixou claro, no debate na Band, que pensa em fazer uma “regulação econômica” da mídia, alguns escrúpulos podem estar sendo deixados de lado pelos institutos de pesquisa.

Ah, não, o fato de estarmos no fim de agosto não quer dizer nada. Ou melhor, é vantagem para Dilma, porque se, em 2010, ela conseguiu mudar uma diferença de 10 pontos para uma vantagem de 1 ponto, em pouco mais de 30 dias, sem ajuda de rádio e TV, então ela pode agora, com ajuda de rádio e TV, repetir o feito e desmontar uma possível armação estatística.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

116 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Antonio Carlos Ribeiro

31 de agosto de 2014 às 13h27

Até porque os culpados são aqueles que ainda atribuem credibilidade a esses veículos!

Responder

Uilson Souto

30 de agosto de 2014 às 20h45

Compara alhos com bugalhos, uma pesquisa com seis meses de antecedência e outra com 30 dias e Marina subindo a cada semana.

Responder

Messias Franca de Macedo

30 de agosto de 2014 às 17h20

… Os empreiteiros, grandes industriais, exportadores, comerciantes, prestadores de serviços.. E até banqueiros!..

“Na hora de a onça beber água em 05 de outubro próximo”, esta gente vai esquecer do ódio de classe! E não terão coragem em votar na Blábláblárina! Silva?!… Pragmatismo na veia!…

Responder

Messias Franca de Macedo

30 de agosto de 2014 às 17h13

… “Quem dar crédito a estas ‘pesquisas’ [fraudulentas] acredita em qualquer coisa!” Parafraseando Wellington, general inglês, reiteradas vezes citado pelo conspícuo jornalista Paulo Nogueira!…

A minha cara de preocupado:

:)

Responder

Jamile Bonfim

30 de agosto de 2014 às 17h48

Tenho um sonho: uma frente popular de fiscalização dos parlamentares, sejam a nível nacional, estadual ou municipal, para garantir que eles passem a defender os interesses do povo e não de poderosos grupos empresariais como fazem hoje …. isso sim, poderíamos chamar de democracia.

Responder

    Vitor

    01 de setembro de 2014 às 13h07

    E como seriam escolhidos os membros dessa frente popular?

    Responder

Jamile Bonfim

30 de agosto de 2014 às 17h45

Acho que a resposta a esse pessoal é o programa de Dilma na TV esta semana chamar o plebiscito da Reforma Política, que deverá ser nosso rumo qualquer que seja o resultado das eleições. Além disso devemos fazer uma campanha contra sonegadores …. a começar pelo Itaú, Globo e Natura.

Responder

Ednaldo Correia Fonseca

30 de agosto de 2014 às 17h37

E a candidata dos Banqueiros e Rentistas está sendo “colocada” pelos institutos – relembrem a eleição do Brizola – Na frente!!!

Responder

hc.coelho

30 de agosto de 2014 às 13h27

Claro que vamos vencer, mas a Dilma deve permanecer na luta para ganhar como se este ibope fosse correto. Temos um novo collor no ar e há realmente muito colorido que adora votar nos candidatos coloridos do pig.
Mas alguem duvida que o pig tenha alguma vergonha e não esteja disposto a manipular suas enquetes? Seria pouco diante da sua desonestidade, para ele isto é café pequeno.

Responder

Carlos Roberto

30 de agosto de 2014 às 12h05

Estou com a séria desconfiança que Dilma ganha no primeiro turno e dois manipuladores institutos sabem disso.

Responder

    Messias Franca de Macedo

    30 de agosto de 2014 às 17h14

    Prezado e consciente Carlos Roberto,

    “na hora de a onça beber água”, as elites não terão coragem de votar na Blábláblárina! Uma parte votará com o fígado: DemoTucano Aécio ‘Never’; a outra, votará com “o bom senso do bolso”, e cravará Dilma Rousseff!

    Portanto, reitero: a presidente Dilma Rousseff, A Magnífica, será reeleita em primeiríssimo turno, inclusive com votos “das elites da Marina [Silva?!]”!…

    EM TEMPO: o ‘Arrocho Neves’ terá mais votos do que a Marina [Silva?!]! “As elites da Blaábláblárina t~em um pouco de juízo”! RISOS!

    Felicidades!

    Hasta la Victoria Siempre!

    Respeitosas e democráticas saudações,

    BRASIL – em homenagem ao sapiente, leal e impávido povo trabalhador brasileiro!
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    Responder

      Messias Franca de Macedo

      30 de agosto de 2014 às 17h18

      ajuste desprezível:

      As elites da Blábláblárina têm um pouco de juízo”! RISOS!

      Responder

mineiro

30 de agosto de 2014 às 11h27

o ibope é tao confiavel que tem outro orgao no brasil para compete contra esse encosto do pig e o dafalha nao precisa dizer mais nada, é da falha de sp ininiga nº1 do governo , a mesma que apoiou a ditadura. entao tudo bem pode ser verdade , mas so vendo outros orgaos confiaveis. mas por via das duvidas pau nessa manipuladora maldita, o pt tem que descer do pedestal e partir para cima dessa sujeita asquerosa que ate a voz dela irrita. o pt tem que voltar a fazer campanha como antigamente e chamar a militancia , a mesma que o partido abandonou durante esses quatro e pedir desculpa pra eles , e se unir para ganhar essas eleiçoes. porque do jeito que a pres. esta debatendo e fazendo campanha, ta mais para um robo do que uma candidata, tem que ser mais original e perder o medo de falar , tem falar de peito aberto e sem medo , nao ficar falando so com os nºs que vale tambem , mas tem ir para cima desses figurantes e botar todos eles na parede. ai sim o povo nao vai ter mais duvidas. ou é isso ou é a derrota.

Responder

S Rod

30 de agosto de 2014 às 10h17

Esta mídia maldita tentou o mesmo em 2010, disseram que o Serra seria eleito com 50% e Dilma 40% no segundo turno. Não podemos acreditar nesta pesquisa, ninguem sobe 9% em menos de uma semana. Estão manipulando nas margens, a pesquisa que vale é a da boca de urna. Não vamos esquecer nunca que o Fernando Haddad tinha 3% e José Serra 37%, e Haddad foi eleito em pleno julgamento mediático do mensalão. Esta imprensa sórdida e sem pátria faz isso com intuito de desanimar a militância petista. Não vão conseguir, vamos lutar até o ultimo segundo. A verdade vai vencer a mentira e o ódio plantado pela mídia. Eles tentaram destruir a Copa, nao conseguiram. Nós vamos vencer no primeiro turno, Se Marina tiver 30% Aécio tem 10% e Dilma tem por volta de 42%. Vamos lutar e desmoralizar esta mídia golpista de vez. Por favor, não se deixe levar pelas mentiras, ela foi feita para nos desanimar. Não vamos entregar o Brasil que sonhamos para os nossos filhos nas mãos de aventureiros de plantão. Vamos a luta companheiro. O que peço é que cada um progressista que vote pelo avanço social continuar, conseguindo politizar mais um companheir@ a seu lado, falando da história política de nosso Pais. Falando o que fizeram co Getúlio, com JK, e como construiram Janio Quadros, Collor e FHC, não se sucubirem a falacia de uma aventureira que esta sendo usada e manipulada por forças ocultas que querem o fim de um estado soberano. Vamos a luta, é Dilma no primeiro turno. Não vamos cogitar o segundo turno, este é o sonho da mídia e da elite moribunda que quer a volta da escravidão. VAMOS A LUTA.

Responder

ALEXANDRA

30 de agosto de 2014 às 10h11

Há 20 dias eu tinha tanta certeza que Dilma venceria no 1° Turno que eu provocava os pelegos do Aécio da Cidade Administrativa dizendo que ela só perderia essa Eleição se saísse correndo pelada pela Linha Verde. Com a morte do Eduardo e a entrada da Marina tudo mudou. Nós aqui de Minas sabemos que Aécio e o PSDB seria um mal tão grande que qualquer um que ganhasse estaríamos bem ou não. Mas se essa gangue profissional do PSDB se instalar no poder, ainda que em apoio a Marina, estaremos fritos. Portanto, é hora de fazermos as contas e tomarmos muito cuidado com o dia seguinte, porquê aí em BH o PT tinha um projeto democrático popular e numa jogada de mestre, unido ao pior do PSB a Prefeitura de BH hoje é do Aécio e do PSDB (ainda que o prefeito seja do PSB). Só pra lembrar, recentemente, na Copa, eles jogaram um viaduto sobre as nossas cabeças e fingem de mortos quanto ao assunto. Quer mais. Se está ruim, pode ficar pior…

Responder

Giovani da Silva

30 de agosto de 2014 às 10h02

É impressionante como um povo que desconhece a sua história consegue cometer o mesmo erro repetidas vezes!!!

Dois presidentes tentaram governar o Brasil sem uma ampla base de apoio político, Jânio Quadros e Fernando Collor, todos os dois foram derrubados pelos conservadores, quando estes, viram que os seus interesses seriam fortemente contrariados por esses presidentes.

Infelizmente, tudo indica, que os brasileiros cometerão este erro novamente:

Em 1960: Jânio Quadros
https://www.youtube.com/watch?v=uHI-M8Shj3Q

Em 1989: Fernando Collor
https://www.youtube.com/watch?v=Bda2hEt8xPU

Em 2014: Marina Silva
https://www.youtube.com/watch?v=JrJmj0yihFY
https://www.youtube.com/watch?v=2R1kbdtuOKc

As semelhanças entre os 3 candidatos é impressionante:

– apareceram repentinamente:
– tinham como principal mote de campanha: o combate a corrupção;
– apresentavam-se como sendo “o novo” na política;
– faziam discursos fantasiosos e mirabolantes;
– foram eleitos por pequenos partidos;
– ostentavam um discurso de ética e transparência da coisa pública;
– pregavam a redução da máquina pública brasileira;
– tiveram governos marcados por contradições, entre o discurso de campanha e a prática do seu governo;
– tiveram forte apoio de grupos americanistas;
– cativaram as famílias com o discurso de manutenção dos valores e da ordem;
– seus governos conseguiram desagradar, ao mesmo tempo, os governistas e dos oposicionistas;
– não tinham coerência ideológica;
– propunham durante a campanha o congelamento dos salários;
– renunciaram aos seus mandatos de presidente;

De 30 em 30 anos o Brasil dança congado: Dá um passo para a frente e depois, dois para trás…

As conquistas de uma geração não conseguem ser transferidas para a próxima geração.

Quando parece que o país vai engatar….as forças ocultas se movem e o país voltar a descer a ladeira.

Triste sina de um povo que parece, nasceu para ser medíocre.

Responder

    Edir

    30 de agosto de 2014 às 13h47

    Pena, dos tres vídeos que voce postou, dois estäo bloqueados para mim. Gostaria de repassar por e.mail para amigos. Como posso fazer ?

    Responder

    Edir

    30 de agosto de 2014 às 13h49

    Giovani, eu consegui ver só o vídeo sobre Janio Quadros. Os demais estäo bloqueados para mim. Como posso fazer ? gostaria de passar por email para amigos.

    Responder

    LUCA VIANNI

    30 de agosto de 2014 às 17h53

    Giovani da Silva. Seu comentário é interessante, necessário e oportuno, além de coerente com a História nacional. Necessariamente válido para gerar reflexões acerca de questão especialmente fundamental para os brasileiros democratas e amantes do país. Entretanto, percebi um ranço negativista – apesar da coerência na leitura dos fatos históricos. Só estou aqui pra falar que, como otimista empedernido, ainda creio que as condições gerais atuais diferem sobremodo dos três momentos históricos citados e, por isso mesmo, é aqui que está o meu otimismo. Entendo que hoje temos uma militância aguerrida, mais informação, mais consistência dos grupos políticos tendentes à esquerda e também por isso imagino que haverá luta, sim, mas dessa vez, o resultado do jogo deverá ser bem diferente, com Dilma reeleita. Agora, também creio que, com certeza, todo o espectro de direita deste país se reunirá no sentido de promover um golpe de estado lá pro meio de 2015, cujo objetivo é mesmo a tomada do Poder e a reviravolta aos velhos tempos da casa grande… O tema é estimulante e dá muitos panos pras mangas. Mas, fico por aqui. Receba um abraço fraterno

    Responder

José Carlos

30 de agosto de 2014 às 09h50

… na dúvida devemos aceitar o resultado e tentarmos reverte-lo, se não era preciso mal não fará, vamos a luta DILMA_2014, isto me parece o mais sensato a fazer, incluindo Militância, PT, Blogs, vamos criar uma onda por uma economia que de prioridade ao BRASIL2015 …

Responder

joao vr

30 de agosto de 2014 às 09h42

a mídia e a pesquisa ta tao certa que marina vai ganhar q tv uma twiteira q chamou atenção numa coisa a soma da ultima pesquisa tava dando 103% tava acima to total de votos assim qualquer um ganha fácil.

Responder

José Barbosa

30 de agosto de 2014 às 08h27

De onde é esse babaca que diz que no nordeste só tem pobre?

Responder

    Cláudio

    30 de agosto de 2014 às 09h19

    No norte/nordeste não tem só pobre, mas que tem burro pra caralho,lá isso tem. Uma região que manda para o congresso gente como Sarney, Romero Jucá, Fernando Collor, Jader Barbalho, Edson Lobão,Gilvam Borges, etc não é um modelo de inteligência.

    Responder

      bela

      30 de agosto de 2014 às 11h16

      Ah, uma aulinha de geografia da sua vida!

      Barbalho é do Pará. Norte.

      E mais, há quanto tempo o congresso é dominado pelos paulistas, gaúchos, catarinenses, paranaenses? Te encherga, ô babaca. A cagada é generalizada, pois não é o povo que elege mas sim o dinheiro dos financiadores e eles estão espalhados pelo país.

      O negocio é fazermos a RFEFORMA POLÍTICA, depois a reforma da geografia da tua cabeça.

      Responder

Dilma fez acordo com Obama para perder as eleições e evitar guerra civil

30 de agosto de 2014 às 05h34

Dilma acertou com Obama, em sua visita ao Brasil, que o PT perderia as eleições de 2014, em nome da “alternância” no poder. Isso há muito já havia sido acertado entre Lula e Bush, desde sua viagem para cumprimentar o poderoso chefão, logo que assumiu o primeiro mandato. Pelo acordo firmado com Obama,em 2014, Lula poderia lançar um candidato por outro partido, e esse candidato poderia até ganhar. Mas Dilma, essa deveria perder, podendo fazê-lo dentro de certos limites, com certa honra. Se assim procedesse, ela e Lula não teriam o destino de Kadafi, Chaves e de outros. Nem suas famílias. Um potente cancerígeno induzido por contato em aperto de mãos de um agente brasileiro que a inteligência dos EUA mantém no país, com seis meses de intervalo, foi um aviso. Tal como o assassinato de dois guarda-costas de Lulinha, oficiais do exército, nos primeiros meses do ex-presidente. O escolhido de Lula, para “vencer” o PT era Eduardo Campos. Mas graças a um jato sem manutenção adequada ( será que foi só isso, General Torrijos?) nem Eduardo Campos restou a Lula e será Marina, a nova presidente. Afinal ela é muito mais identificada com os EUA através das O.N.G.s de Washington e com o banqueiro Setúbal, fiel serviçal dos interesses dos EUA no Brasil. A ameaça a Dilma e Lula foi gravíssima, para que fossem obrigados a cumprir o acordo. E caso não concordassem com que o PT perdesse de propósito essas eleições, os EUA iriam passar a combater o governo do PT como uma “ditadura” chavista. ( basta ver como os trolls a serviço da CIA já fazem nas redes sociais). E aí a ameaça de Obama foi concentrar toda força em promover através do Facebook, do Twitter e de mensagens SMS pelo celular, manifestações como as da Venezuela, Ucrânia, Líbia, Iran, Egito e Síria, onde derrubou governos da maioria desses países. Em junho passado, Obama mostrou parte de sua força nas redes sociais, promovendo manifestações de uma hora para a outra, com a violência do governo Alkimin, pois no exterior ninguém sabe que o governo federal não tem polícia militar. As manifestações foram realizadas sem a “fase 2” que seria o assassinato de manifestantes atiradores vestidos com a camisa do PT, como fizeram nos outros países. A semelhança com a “fuga” de João Goulart não é coincidência. Ele também teve que deixar o Brasil sem resistir para evitar a guerra civil e a invasão americana. É por isso que o PT apesar de ser xingado dia e noite, não tem nenhum veiculo de comunicação de massas e está proibido de promover qualquer tipo de luta política ou ideológica, nem pode mostrar o quanto foi feito. Isso não é permitido pelo acordo. Nenhuma obra de construção ideológica pode ser feita. Apenas obras físicas.Por isso o PT nos estados, através de seus atuais “líderes”, aceita de cabeça baixa, sem revidar a campanha permanente de ofensas, de desqualificação e demonização que é promovida pela mídia golpista. Essa campanha apesar de forte, não é feita de tal forma que os “líderes” do PT não possam ser eleitos, usando para isso a máquina e a militância do partido, que sem alternativa, tem que ajudar os seus chefes a renovarem seus mandatos. Prepara-se assim a retirada honrosa de Lula e Dilma do poder e do cenário político. Lula e Dilma cumpriram seu acordo com Obama. Lula e Dilma vão deixar o poder, deixando um legado importante de realizações inegáveis. E saindo com honra, respeitando a democracia, mesmo com uma imagem momentaneamente desgastada mas pelo menos honrada. E esperamos, com sua saúde incólume. Vamos ver se Obama, o grande eleitor, irá cumprir sua parte no acordo de não promover nem o caos nem a guerra civil ou a invasão do Brasil.

Responder

paulo

30 de agosto de 2014 às 00h19

e o pt caladinho da silva….

Responder

Sandro Serpa

30 de agosto de 2014 às 03h05

Mas a candidatura de Dilma crescia e a rejeição de Serra era enorme. Pessoas, o momento é crítico mesmo. Só com outro aviaão caindo, que seria Lula assumindo a candidatura.

Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 03h01

Desde a morte de Campos que sinto algo de podre nos números das Pesquisas.

Responder

    Cláudio

    30 de agosto de 2014 às 09h21

    São os peidos petistas, Janeide!

    Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 03h01

Desde a morte de Campos que sinto algo de podre nos números das Pesquisas.

Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 03h01

Desde a morte de Campos que sinto algo de podre nos números das Pesquisas.

Responder

Gislaine Gika

30 de agosto de 2014 às 03h01

Karley Almeida

Responder

Gislaine Gika

30 de agosto de 2014 às 03h01

Karley Almeida

Responder

Gislaine Gika

30 de agosto de 2014 às 03h01

Karley Almeida

Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 02h59

Pessoal, estou otimista quanto a reeleição da Dilma!…. Marina é “fogo de palha” que subiu com ajuda da grande mídia!

Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 02h59

Pessoal, estou otimista quanto a reeleição da Dilma!…. Marina é “fogo de palha” que subiu com ajuda da grande mídia!

Responder

Janeide Pereira

30 de agosto de 2014 às 02h59

Pessoal, estou otimista quanto a reeleição da Dilma!…. Marina é “fogo de palha” que subiu com ajuda da grande mídia!

Responder

    Liz Almeida

    30 de agosto de 2014 às 00h22

    Também estou otimista quanto a reeleição de Dilma, Janeide! O Brasil não pode e não vai retroceder.

    Responder

Carlos Veloso Leitão de Figueiredo

29 de agosto de 2014 às 23h43

A teoria kamicaze da mídia é a que me parece mais real hoje….

Responder

Paulo Reis

29 de agosto de 2014 às 23h25

Miguel na boa tem que esquecer esse negócio de nomenclatura de classe C ou classe média que ascendeu, o PT, a Dilma e o Lula tem falar diretamente, olho no olho é com os trabalhadores e o perigo que eles correm o risco se essa gente ganhar, perderem tudo que foi conquistado, principalmente o emprego, tem que partir para o ataque. Não existe classe média, o que existe é a classe de trabalhadores que os governos Lula e Dilma colocaram na sociedade de consumo.
Marcio Pochmann já vem dizendo isso há tempos.

Responder

mwn

29 de agosto de 2014 às 23h25

Tarde demais pessoal. :(
Infelizmente o golpe já foi dado…
Lembram quem foi a brasileira “escolhida” para carregar e entregar a bandeira olimpica para soldados da OTAN nos jogos de 2012?
Por trás dessa figura inocente e santificada existe uma obscura estratégia do capital especulativo e de organizações como a WWF para impedir que o Brasil desponte como potência econômica Global.
E lá vamos nós de volta para mais um período no fundo do poço…

Responder

    Luiz Carlos

    30 de agosto de 2014 às 01h16

    Tá foda!

    Responder

laura

29 de agosto de 2014 às 23h16

Eu NAO acredito nessa porcaria de pesquisa. A Folha é serrista, a folha mesnte e o Serra não vai ser um SUPERMINISTRO dela.? Eu não acredito MESMO> Eu não estou vendo ONDA NENHUMA ao meu redor. Esta todo mundo é achando estranhissimo. Em fila de banco, na universidade… ninguém tá achando ela essa maravilha não. ELA É entreuista as claras demais, é RUIM DEMAIS a NECA oferecendos-e e oferecendo o Brasil aos bancos assim as claras. ela apoiando transgenicos assim nas manchetes, TODO MUNDO ta vendo. Então NAO ACREDITO nessas pesquisas.

Responder

    Elvys

    30 de agosto de 2014 às 00h18

    Vou por lenha na fogueira: não se especula que Aécio pensa em disputar o governo de MG? E o Serra, vai deixar escapar a oportunidade? Em SP, é candidato ao Senado, com o José Aníbal de suplente. O vice na chapa de Aécio é o Aloisio Nunes, serrista, então façam suas apostas.

    Responder

Guerra Do Vinagre

30 de agosto de 2014 às 02h15

Chora café

Responder

Yandra Dantas

30 de agosto de 2014 às 02h12

Henrique Dantas Eduardo Henrique

Responder

Breno de Souza

30 de agosto de 2014 às 02h05

Matheus Arbex

Responder

Gracinha Chaves

30 de agosto de 2014 às 01h53

Eu queria muito saber em que estados essa pesquisa foi feita. A última do IBOPE foi feita em estados onde a Dilma tem pouca votação, tem um quadro no G1 que mostra isso. Não pesquisaram, por exemplo na Bahia e no Amazonas, onde Dilma bate em todo mundo de longe. Isso não é manipulação?

Responder

    Vitor

    01 de setembro de 2014 às 10h52

    Não é manipulação. É baixa capacidade sua de interpretar um gráfico ou uma matéria…
    E se não foi vc mesma que leu, pare de se informar em Facebook de militante, tá passando vergonha…

    Responder

Ivanilda Andrade Gama

30 de agosto de 2014 às 01h46

A mentira da pesquisa vai durar até a véspera da eleição, pq quando chegar perto vão ter que falar a verdade. Eu, como muitos não entendo também, porque só vejo comentários negativos em relação a Marina. estranho!

Responder

Coletivo Moai

30 de agosto de 2014 às 01h44

Eu tou com impressão que Dilma leva em primeiro turno para desmoralização da imprensa total. Hoje peguei um onibus Feira-Coité, no sertão da bahia. O povo conversando, de madrugada soltando fogo pelas ventas revoltados com Marina rsrsrsrsrs, povo falando das melhoras, da minha casa minha vida. De onde vem essa pesquisa gente. dos infernos é?

Responder

Ricardo

29 de agosto de 2014 às 22h43

A verdade é que o PT visou apenas a hegemonia no Poder! Por ser extremamente arrogante e egoista, perdeu todo o apoio de setores importantes da sociedade, visando apenas o apoio da camada mais pobre da população em troca de esmolas. Agora veio a realidade, a ética do PT que sempre foi sua bandeira não existe mais, a eficiência nunca existiu, e a conjuntura atual do país exige a alternância de poder!

Responder

Severina Das Graças

30 de agosto de 2014 às 01h38

Não fui pesquisada: voto DILMA ROUSSEFF.

Responder

Marcus V Ramalho

30 de agosto de 2014 às 01h38

Eu fiz questão de ir assistir ao jornal nacional no botequim povão que freqüento. Na hora da pesquisa, parecia cena dirigida: silêncio total, olhos arregalados, parece que tinha caído uma bomba atômica. E todo mundo praguejando, falando horrores de Marina, não acreditando e achando tudo uma tragédia, com medo!!! Tinha gente mais simples (pessoas pobres) e classe média. Então, por esse extrato aí, de onde vem esses votos todos de Marina? No trabalho, idem. Na rede social, a mesma coisa. E aí?

Responder

Ines Linden

30 de agosto de 2014 às 01h36

Sinceramente, acho que a lavagem cerebral anti PT foi um trabalho longo e bem elaborado. A massa revoltada não vota no PT e nem em Aecio. Sobrou Marina – uma evangélica neoliberal.

Responder

Ricardo

29 de agosto de 2014 às 22h29

Existe uma nuance de mudança no ar, se foi dificil nas ultimas eleições para o PT nesta será impossível!O PT não conta com o apoio dos empresários, a classe média odeia o PT, o sistema finânceiro internacional aposta contra o PT, a igreja católica que apoiou Lula em 2002, não apoia mais, evângélicos estão com Marina. Só sobrou o Nordeste pobre e analfabeto comprado pelo bolsa Familia, que vive na miséria e que quer ter mais do que só isso! Ainda pra ajudar a mídia está contra o PT, artistas e intelectuais, rescessão, corrupção, inflação, Papuda, etc, etc e tal!
A coisa ficou preta!

Responder

    Miguel do Rosário

    29 de agosto de 2014 às 22h43

    Cara, não fala bobagem. Dilma tem 34% dos votos no total. Está empatada com Marina.

    Segundo pesquisas feitas nos últimos dias, Dilma ganha no Rio com 38% (30% Marina), está em segundo lugar com 31% em Minas, está em primeiro lugar com 34% em Santa Catarina.

    E o Nordeste não é só de miseráveis que recebem bolsa família não. Tem muita gente com dinheiro no Nordeste, e que vota em Dilma.

    Responder

      Liz Almeida

      29 de agosto de 2014 às 23h26

      Primeira manchete do g1 após o resultado da vitória de Dilma no segundo turno em 2010.

      http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/11/mesmo-sem-os-eleitores-do-norte-e-do-nordeste-dilma-venceria-serra.html

      “Mesmo sem os eleitores do Norte e do Nordeste, Dilma venceria Serra.”

      Responder

      Ricardo

      29 de agosto de 2014 às 23h53

      Tudo não é mais como era antes, o PT virou um partido comum, nem a ética que sempre foi sua bandeira sobrou!
      Amigo, está é a realidade! Comparar com o FHC de 12 anos atras irrita qualquer cérebro pensante! Qual é o discurso do PT atualmente? Mudar mais! que também pode significar; enganar mais! ou enrolar mais! ou ficar no poder mais! Existe saturação! Aalternância de poder é pedra fundamental da democrcia! aguardemos!

      Responder

        Liz Almeida

        30 de agosto de 2014 às 00h15

        Ué… não vai comentar o resultado do 2º turno de 2010? Não foram só nordestinos miseráveis recebedores do Bolsa Família que elegeram a Dilma?

        O seu primeiro comentário, onde despeja seu preconceito e ignorância, já diz tudo.

        Responder

    Anônimo

    29 de agosto de 2014 às 23h06

    idiota

    Responder

Messias Franca de Macedo

29 de agosto de 2014 às 22h29

Francisco Medeiros (Doutorando em Matemática)

Interessante é que na espontânea a Dilma continua na frente. Até quando, não se sabe! (Atenção para a última linha)

Espontânea
– Dilma Rousseff: 27%
– Marina Silva: 22%
– Aécio Neves: 10%
– Outras respostas: 3%
– Em branco/nulo/nenhum: 3%
– Não sabe: 32%

LÁ VEM O MATUTO QUE SENTE CHEIRO DE GOLPE DESDE O DIA EM QUE NASCEU EM PINDORAMA!

Prezado Francisco,

o ‘Não sabe: 32%’ é o ‘álibi anunciado’ para o ‘day after’ 06 de outubro de 2014!…

Responder

Adriana Pereira Santos

30 de agosto de 2014 às 01h27

Essa pesquisa e para tentar enfraquecer a campanha da Dilma…. Vamos ir para ruas com nossas bandeiras fazer campanha política…

Responder

Italo Aderaldo

30 de agosto de 2014 às 01h25

Valdélio Alves Leite Júnior Leite

Responder

Claudio Manoel Silva

30 de agosto de 2014 às 01h23

vcs sabe essa pesquisa por região e classe sociais!!

Responder

Ricardo Jaffé

30 de agosto de 2014 às 01h23

Os blogs sujos financiados pelo PT fazem de tudo para amenizar os resultados das pesquisas. Leiam o que escrevi acima,

Responder

Luiz Felipe

30 de agosto de 2014 às 01h23

Vale a pena resgatar a memória recente sobre as pesquisas em andamento.

Responder

Ricardo Jaffé

30 de agosto de 2014 às 01h23

Esse cara que escreve para esse tal de cafezinho é burro pra cacete. Compara os números de Abril de 2010, quando Dilma tinha intenções de voto modestas, com os de Agosto/2014. Dilma começou com 3% e foi em franca ascensão quando se ligou a imagem dela à de Lula. Nessa mesma época do ano em 2010, ela já vencia Serra com folga nas pesquisas.

Responder

    Miguel do Rosário

    29 de agosto de 2014 às 23h52

    Leia o post com mais atenção.

    Responder

Paulo Reis

29 de agosto de 2014 às 22h21

E pesquisa Vox Populis ou as internas do PT, nada ainda?

Responder

    Janeide Pereira

    30 de agosto de 2014 às 00h37

    Eu quero saber também da Vox Populi, quando sai?

    Responder

      Janeide Pereira

      30 de agosto de 2014 às 00h42

      Eu acho que a Vox Populis vai publicar no momento certo. Estas pesquisas do Ibope e Data não me convencem.

      Responder

        Vitor

        01 de setembro de 2014 às 10h54

        O Vox Populi falou que Dilma seria eleita no primeiro turno em 2010, isso sim é confiabilidade… Mas como o resultado é o que vc quer ver, aí tem confiabilidade, né? Tá certo!

        Responder

Ricardo

29 de agosto de 2014 às 22h20

Marina soube absorver o espirito do tempo, conhecido pelos alemães como Zeitgeist.O PT errou e continua errando em não admitir seus erros. Continuar culpando o FHC por todos os problemas não ajuda mais o PT. É uma batalha onde os dois lados saem feridos, dando chance a um cândidato neutro, imcorruptível éticamente, que veio do nada, mulher, mestiça, e de um dos estados mais pobres do Brasil! Ainda ungida pela divina proviencia! Nem Cézar Bórgia poderia prever tal fato!

Responder

Paulo Reis

29 de agosto de 2014 às 22h19

Em que dias foram feitas essas pesquisas? Miguel qual o alcance de um debate na band tarde da noite? Como o PT vai mostrar sua realizações e as que vai fará se mais 60% não assiste ao horário eleitoral, principalmente jovens? Como conquistar esse publico anti-política? A coisa sinceramente não é tão simples assim, dois meses passa voando. E tem mais uma, e se o Aécio desiste, é uma possibilidade…

Responder

Messias Franca de Macedo

29 de agosto de 2014 às 22h18

… Fernando Rodrigues &$ Josias de Souza – alguns exemplos de ‘jornalistas amigos dos patrões barões’ da grande MÉRDIA nativa – são useiros e vezeiros em criar factóides citando “fontes privilegiadas”! Quando li a matéria no portal uol, de imediato, “saquei a mentira deslavada, covarde, leviana, irresponsável e canalha”!…

EM TEMPO: a Revisão Criminal do MENTIRÃO urge: aqui, em Feira de Santana-Ba, está sendo anunciada uma palestra [paga, óbvio!] a ser proferida pelo arrivista e rábula psicopata! ‘O fumaça do golpe’ jurídico-midiático ora [ainda] em curso “está sendo vendido na propaganda do evento como sendo, pasme, ‘o homem que transformou o Brasil, e a figura pública mais influente do país'”!…

RESCALDO: seria muito bom que integrantes das campanhas petistas acompanhem estas movimentações fascistas no sentido de coibir [mais] crimes eleitorais!… Ou o barbosa acha pouco as delinquências que já perpetrou contra os condenados – literalmente – na Ação Penal 470?!…

Responder

Elza Beserra

30 de agosto de 2014 às 01h17

Gente, que Lula q nada, Lula é para 2018. Eu continuo achando estranho essa subida meteórica da Marina nas pesquisas. Tem tanta gente q conheço caladinha, q vai votar na Dilma Rousseff. Eu estou repensando num comentário q li, de repente estamos dando mt gás pra Marina, quem deveria estar em desespero é Aécio, deixa ele entrar nessa briga com a Marina, estamos fazendo o papel da militância do PSDB, está confortável pro Aécio, se pararmos ele começa alfinetar a Marina. Mt ansiedade por aqui, vamos ficar atentos a td e a todos, porém sem fazermos a militância do PSDB, vamos focar no trabalho da Dilma, ir pra rua mostrar.

Responder

Jorge Silva

30 de agosto de 2014 às 01h15

Cafezinho não sou simpático ao PT, mas ter o Lula como cabo eleitoral, após um governo com excelente aprovação na época, é melhor do que ter rádio e tv, meios que influenciam ainda muito, mas cada vez menos via horário eleitoral.

Responder

José Silva

30 de agosto de 2014 às 01h13

qualquer que seja a “explicação”, acho muito, mas muito difícil mesmo acreditar nesse crescimento espetacular da marina…acho que o jeito é esperar as urnas mesmo

Responder

Jamile Bonfim

30 de agosto de 2014 às 01h13

Carlos César … o candidato da elite não ficou de fora …. a elite trocou de candidato …. Marina é o novo Collor de Melo …. pupila da Globo …. marionete das elites, que será descartada, como foi o Collor.

Responder

Jorge Silva

30 de agosto de 2014 às 01h12

Gui Peres não adianta mostrar o que a pesquisa apresenta em uma determinada data e o resultado final depois, a pesquisa apresenta a realidade presente e não a futura. Se as eleições fossem hoje a Marina seria presidente, segundo datafolha e ibope. Todos os partidos fazem pesquisas internas, além das públicas, se existir algo de errado ninguém precisa ficar criando teorias da conspiração, o próprio partido, seja PT, PSDB, terão resultados internos diferentes e contestarão os números, não com falácias e sim registrando pesquisas em institutos que confiam e trazendo a público.

Responder

Carlos César Micalli Cantu

30 de agosto de 2014 às 01h06

Calma pessoal, o jogo está nos primeiros quinze minutos. O importante é que o candidato da elite já está de fora.

Responder

Petrus Castro

30 de agosto de 2014 às 00h59

Mas esse crescimento se justifica pelo fato da Datafalha tensionar suas pesquisas em São Paulo, reduto da fritura nacional, pátria dos coxinhas empedernidos, o resto do Brasil é mais inteligente, elege menos parasitas

Responder

Denise Vírgula

30 de agosto de 2014 às 00h58

A morte dele tirou do sarcófago a múmia Osmarina Blabla Silva. Só aí, já virou um mago.

Responder

O Cafezinho

30 de agosto de 2014 às 00h58

O cenário era diferente, mas ela cresceu em 30 dias sem rádio e TV. Agora ela tem rádio e TV.

Responder

Judith Godinho

30 de agosto de 2014 às 00h58

De fato, os mesmo números! Pode-se atribuir à declaração de Dilma sobre a regularização da mídia, concordo. Mas também ao programa eleitoral no qual Dilma e Lula apontam a mídia como causa da desinformação do povo quanto as conquistas dos últimos anos. Acredito, que a folha mandou o recado usando os seus metódos. Mas o jogo ainda não terminou.

Responder

Petrus Castro

30 de agosto de 2014 às 00h57

O mais impressionante é que eles ignoram o PMDB, rsrsrsrsrsrs, eles se acham poderosos

Responder

Luzimar Eduarda

30 de agosto de 2014 às 00h56

….

Responder

O Cafezinho

30 de agosto de 2014 às 00h56

Responder

Maciel De Morais

30 de agosto de 2014 às 00h54

Calma. Ainda temos um mês. O importante é a avaliação do Governo da Dilma subir. Contradiz a pesquisa que ela decresceu.

Responder

Ricardo Augusto

30 de agosto de 2014 às 00h51

Datafel falindo. Usa pesquisa de 2010. Alteração do pp.

Responder

giselle

29 de agosto de 2014 às 21h49

Gostaria q fosse assim, mas hj ela é conhecida e o ódio ao PT imenso.

Responder

Jorge Silva

30 de agosto de 2014 às 00h48

Leoncio, a soma ultrapassar o 100% é comum por causa do arredondamento, ex: 7,7 para 8.

Responder

Jorge Silva

30 de agosto de 2014 às 00h48

Não é ironico. A Dilma era pouco conhecida e o Serra não. Conforme a campanha foi se desenvolvendo a Dilma cresceu em cima da popularidade do Lula. É um cenário totalmente diferente.

Responder

O Cafezinho

30 de agosto de 2014 às 00h47

Não exatamente, porque em maio de 2010, um mês depois de aparecer 10 pontos atrás de Serra num eventual segundo turno, Dilma de repente surge 1 ponto à frente de Serra. Eu acrescentei essas informações ao post.

Responder

Arlete Silvestre Domingos

30 de agosto de 2014 às 00h47

Datafolha repete números de 2010

Em abril de 2010, mesmo com o governo Lula pontificando com uma popularidade de 73%, o instituto Datafolha estimava que Serra teria 50% dos votos num eventual segundo turno, contra 40% de Dilma.
Ironicamente, são os mesmos números que atribuem hoje à Marina (50%) e Dilma (40%).

Responder

José Silva

30 de agosto de 2014 às 00h47

bem, datafolha né, esperar o quê…a única coisa que mudou é o adversário, aebrioporto pelo jeito dançou

Responder

Amilcar Rousseff Lopes de Almeida

30 de agosto de 2014 às 00h47

VCS JÁ SOMARAM? A TOTALIZAÇÃO DÁ 102%… SOMANDO COM OS 1% DOS QUE TEM 0% DÁ 103%… DÁ PARA CONFIAR NESTA PESQUISA ELEITORAL?
==================
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
– Dilma Rousseff (PT): 34%
– Marina Silva (PSB): 34%
– Aécio Neves (PSDB): 15%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– José Maria (PSTU): 0% *
– Eduardo Jorge (PV): 0% *
– Luciana Genro (PSOL): 0% *
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
– Eymael (PSDC): 0% *
– Levy Fidelix (PRTB): 0% *
– Mauro Iasi (PCB): 0% *
– Brancos/nulos/nenhum: 8%
– Não sabe: 9%
(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

Responder

    Martin Eden

    30 de agosto de 2014 às 06h56

    Existem 6 candidatos de “esquerda” que não têm votos mas têm algum tempo de mídia, que batem sem parar na Dilma. Fazem um bom serviço para a extrema direita. É uma pancadaria incessante. E não há um campo comum da esquerda, como a direita tem, para chamá-los às falas…

    Responder

Mauro Barreto

30 de agosto de 2014 às 00h46

Toda vez é isso, e os otários come o boato. Dilma 2014

Responder

Leoncio Diamante

30 de agosto de 2014 às 00h45

kkkkkkkkkkkkkkk A SOMA DEU 102% KKKKKKKKKKKK

Responder

Maciel De Morais

30 de agosto de 2014 às 00h45

Aliás, acho eu que nesses quase quarebta dias muita água irá passar por debaixo da ponte. E, olha a incongruência, a Dilma sob na avaliação do Governo e cai nas intenções de voto. Esquisito. E como se o povo falasse: “olha, eu gosto do Gocerno da Dilma, mas vou votar na Marina”. Juro que eu não consigo entender. Quem souber, por favor, me explique a fórmula mágica

Responder

Grauhase Conejo

30 de agosto de 2014 às 00h44

Infelizmente não estamos em junho, muito menos em maio…estamos em setembro praticamente…
As pessoas estão hipnotizadas pelo discurso clichê de Marina…uma morte na hora certa e um bocado de frases de efeito na hora certa dá nisso…

Responder

Paula Alves S. A. Asa

30 de agosto de 2014 às 00h40

E Marina oportunista, era a favor do casamento gay, ainda vem com papo de “nova politica”….

Responder

Maciel De Morais

30 de agosto de 2014 às 00h40

Concordo plenamente.

Responder

Gabriel Ramos

30 de agosto de 2014 às 00h40

Substituição de Dilma por Lula. TSE determina até dia 15 de setembro a substituição por desistência

Responder

Carlos Trindade

30 de agosto de 2014 às 00h39

.acho que eduardo campos ainda será canonizado pelo milagre que sua morte operou…

Responder

Carlos Trindade

30 de agosto de 2014 às 00h37

mas era abril…

Responder

José Vitor Rack

30 de agosto de 2014 às 00h36

Aliás, quase em Setembro!

Responder

José Vitor Rack

30 de agosto de 2014 às 00h36

Mas o fato de já estarmos em Agosto não quer dizer nada?

Responder

Gui Peres

30 de agosto de 2014 às 00h35

mais do que nunca…

Responder

Deixe um comentário