Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Dilma ainda pode ganhar?

Por Miguel do Rosário

31 de agosto de 2014 : 19h47

Se conselho valesse grande coisa, muito vagabundo estaria rico. Mesmo assim, darei um aos amigos leitores e às queridas leitoras, que estão preocupados com a possibilidade de um novo Collor ganhar as eleições, interrompendo o processo de avanço sócio-econômico que estamos vivendo. É o mesmo conselho que Lula deu a Evo Morales, num dos momentos mais difíceis vividos pelo presidente da Bolívia, há alguns anos: “paciência, paciência, paciência”.

Eu acrescentaria outra palavra: serenidade.

Não acho que Marina Silva ganhe as eleições. O povo brasileiro, num segundo turno, não irá embarcar numa aventura que tem cheiro, cara e sabor de plano B da direita retrógrada para reassumir o poder.

Mas quem pode prever o que virá?

Nesses tempos de redes sociais, tudo pode acontecer. O “zeitgeist”, o espírito do tempo, tem andado um tanto arisco e imprevisível.

Tocqueville já ensinava, na primeira metade do século XIX, que eleições são sempre um momento de crise nacional, porque todas as forças sociais, econômicas, políticas, entram em estado de tensão máxima.

Num país tão complexo como o Brasil, com tantos interesses contraditórios em jogo, com tantas disparidades regionais, econômicas e sociais, a tensão chega às vezes a nível insuportável.

Mas isso é democracia, uma conquista da nossa sociedade. E o que estamos assistindo é a eclosão do que existe de mais emocionante num regime democrático: o entrechoque de ideias e projetos.

Até mesmo a “despolitização” da maioria da população, em especial da juventude, tão denunciada por todos, inclusive por este blog, é um conceito relativo, porque, em verdade, somente a experiência ensina.

Na introdução de sua Crítica da Razão Pura, Kant ensina que “nenhum conhecimento precede a experiência, todos começam por ela.”

Isso vale para tudo, e logo também para nossa juventude e para o processo político. Se a história de nossa democracia quiser que ela – a juventude – experimente um governo de Marina Silva, para que possa entender melhor os erros e acertos do PT, então será isso que acontecerá.

A despolitização, portanto, seria apenas um outro nome para o início de um processo massivo de politização dos jovens e da nova classe média.

O Brasil não vai acabar com a vitória de Marina.

Nem acho que haverá o “desmantelamento” de todas as nossas conquistas. Pode haver retrocessos, mas não brutais. Não exatamente por causa de Marina, em quem não confio, mas porque a população hoje tem mais voz, através das redes sociais, tem mais força de rua, após as “jornadas de junho”, e o Congresso Nacional saberia impor resistência importante a qualquer loucura da presidente.

O governo Marina deverá exercer um neoliberalismo moderado. A mídia tucana já começou a pressionar Marina Silva, para ela governar em aliança com o PSDB. De fato, como o embate no segundo turno será sangrento, haverá pressão insuportável para que o PSB assuma compromissos políticos com o PSDB, o partido mais estruturado e orgânico da oposição.

Mas não se pode esquecer que o esvaziamento de Aécio, o candidato do PSDB, reflete justamente a hostilidade da população contra o neoliberalismo não disfarçado e radical deste partido. Marina pagará um preço altíssimo se entregar fatias do governo em mãos tucanas. Ou seja, fortalecerá o PT, que por sua vez voltará a se aproximar da juventude.

A principal força de Marina, o que a torna realmente uma ameaça à eleição de Dilma, é a adesão a ela de uma significativa parcela da esquerda juvenil, não-partidária. Uma juventude que, a bem da verdade, ainda nem sabe que é de esquerda. Mas é.

O maior problema de Dilma se encontra em sua baixa aprovação numa juventude que nunca viveu sob outro governo que não o PT. Não tem como fazer a comparação, portanto, entre o atual estado de coisas e o inferno tucano.

A juventude pensa no futuro, e por isso a campanha de Dilma, se quiser conquistar ao menos uma parcela deste eleitorado, terá que falar mais do que pretende fazer daqui para frente do que apenas relatar o que já fez.

As realizações do governo já deveriam ser de conhecimento público. É absurdo que o Brasil tenha tido que esperar o início do horário eleitoral para conhecê-las. O horário político deveria ser usado para focar nas propostas para a próxima gestão, e não para fazer um balanço do passado.

De qualquer forma, duvido que um eventual governo Marina tenha força para “deixar o pré-sal em segundo plano”, conforme prometeu a ex-petista, embora seja absolutamente aterrorizante que uma candidata com chances de ganhar as eleições fale uma coisa dessas.

O Brasil, para se desenvolver, precisa continuar construindo hidrelétricas. Dezenas ou mesmo centenas delas. Algumas usinas nucleares a mais também seriam bem-vindas. Dilma tem consciência disso e está fazendo várias hidrelétricas e tem um bom programa nuclear, sem esquecer de nenhuma alternativa: eólica, biomassa, solar, etc.

Com Marina, esses projetos correriam grave risco. Seriam, no mínimo, atrasados em quatro anos.

O maior perigo, num governo Marina, é a instabilidade decorrente de um governo fraco e ideologicamente confuso, feito dessa mistura esquisitíssima entre o ambientalismo radical e o neoliberalismo do banco Itaú, do Giannetti e do André Lara Resende, economistas ultratucanos.

Lara Resende, não devemos esquecer, foi o economista que convenceu Collor a confiscar a poupança dos brasileiros.

A blogosfera também não irá acabar, conforme acusam nossos adversários, e temem alguns de nossos amigos. Durante as eras Lula e Dilma, o Cafezinho viveu sem dinheiro de governo ou partido e poderá continuar assim num governo Marina. Nenhuma diferença. Continuaremos crescendo e nos fortalecendo. Na verdade, talvez seja até mais fácil obter anúncios privados e públicos num governo Marina, porque ninguém poderá mais nos acusar de “governistas” ou “chapa-branca”, esse estigma que a grande imprensa colou nos blogs como se fosse crime político defender um governo.

Quanto aos blogs que recebem anúncio estatal, eu quero ver cair a máscara democrática da oposição. Os governos do PT introduziram uma mídia técnica que, ao cabo, beneficiou muito mais os veículos de direita. Eu sempre critiquei um parâmetro que se revelou totalmente desconectado do nosso contexto histórico, e na contramão da política do governo de promover a desconcentração de renda. Nesse sentido, não foi democrático. Ninguém pode negar, contudo, que tenha sido um critério absolutamente apartidário e técnico. Por isso será instrutivo assistir ao que fará a oposição no poder. Será republicana e generosa como foi o PT, ou cortará até mesmo as migalhinhas que iam para dois ou três blogs, apenas porque não gostam deles?

Bem, a vitória de Marina significará poder para Roberto Freire, supra-sumo da hidrofobia e do rancor partidário, então não tenho esperanças de nenhuma magnanimidade por parte do governo.

Não sou do PT, não tenho sequer nenhum amigo mais próximo trabalhando no governo federal, nem mesmo parente, que eu me lembre, então minha vida continuará rigorosamente a mesma. O blog tem quase 500 assinantes e continuarei trabalhando duro para prosseguir colhendo mais assinaturas e sobreviver. Aliás, se quiser assinar, clique aqui.

Mas também já entendi que o ambiente de criminalização da política nos força, sobretudo jornalistas e comunicadores, a uma postura reativa e pusilânime, como que tentando provar a todo momento que não somos partidários. Eu vivo numa democracia e defendo quem eu quiser, da maneira que eu quiser, e acho um absurdo que alguém seja discriminado ou ofendido por votar ou defender um governo ou partido, como acontece tantas vezes no Brasil, onde nossa mídia vive a lançar calúnias contra os blogs apenas porque eles não são hipócritas e demonstram, transparentemente, que tem lado.

Ter lado é bom, e talvez um dia os jornalistas da grande imprensa, num futuro distante, desfrutem da liberdade de expressão que eles tanto fingem defender para o país, mas que seus patrões lhes proíbem. Espero que eles conquistem, algum dia, a maravilhosa liberdade política de defender um candidato, um governo, um partido, sem que isso implique no desprestígio de seu trabalho e de sua seriedade profissional.

*

Ao longo da minha carreira, sofri apenas três processos: um do Ali Kamel, que perdi em primeira instância, mas com o valor reduzido de R$ 41 mil para R$ 15 mil, e que espero vencer na segunda instância ou no STF; outro de um marketeiro do finado Eduardo Campos (esqueci o nome do sujeito), uma besteira insossa repleto de asserções incrivelmente reacionárias, que tenho certeza que irei ganhar, em primeira instância ou no recurso; e outro de uns servidores de uma estatal paulista, que eu venci absolutamente (já transitou em julgado, eles não recorreram).

Neste sentido, as coisas estão sob controle. Estou em paz com a Justiça brasileira.

Também não acho que os blogs serão “massacrados” num governo Marina. Por que eles fariam isso? Qualquer ataque aos blogs só lhes dariam mais cartaz.

Ao contrário, os blogs ganhariam importância política, porque para eles convergiriam as forças de esquerda derrotadas: sindicais, partidárias e sociais.

Não é por interesse pessoal, portanto, que defendo um voto em Dilma Rousseff. Nem por algum tipo de visão desesperada de mundo, segundo a qual o Brasil iria pelos ares se o PT fosse alijado do poder.

Eu defendo o voto em Dilma e faço o bom combate político ao projeto de Marina Silva porque acho a presidenta, pese todos os seus defeitos, representa o projeto que tem mais condições de terminar as grandes obras de infra-estrutura e mobilidade urbana que estão sendo conduzidas no Brasil.

Tenho uma série de críticas políticas ao governo, aos partidos no poder, à presidenta. Elas são públicas porque eu já as repeti várias vezes aqui no blog, e podem ser resumidas numa só: faltou debate político, faltou comunicação. Um governo e uma presidenta nunca podem fugir do debate. Tem corrupção no Brasil? Tem. Há problemas graves na saúde e na educação? Há. As cidades estão à beira de um colapso urbanístico? Estão. O governo deveria ser o primeiro a admitir isso, na TV, em entrevistas, e convocar a população a participar do debate de como superar esses problemas. Pintar um mundo cor de rosa foi o grande erro do governo. Isso faz as pessoas se sentirem enganadas. As pessoas são seduzidas pela sinceridade, pela informação, pelo debate onde elas mesmos participam, não pela propaganda. O mundo nunca será cor de rosa.

Além disso, no mundo contemporâneo, e nas circunstâncias específicas do nosso país, que tem a mídia mais concentrada, mais reacionária e mais golpista de todo o mundo democrático, era obrigação do governo ter promovido um grande debate nacional sobre o nosso sistema de informação.

E o que tivemos? Paulo Bernardo, de um lado. Helena Chagas, de outro.

Se não tinham segurança de que a correlação de forças permitiria propor uma regulamentação constitucional dos meios de comunicação, poderiam ao menos elaborar políticas de fomento à criação de centros independentes de produção de conteúdo. O tamanho do Brasil – e a gravidade do problema – pedia projetos de comunicação da envergadura de um Pronatec. Alguma coisa para criar dezenas de milhares de espaços digitais, que refletissem a incrível e maravilhosa diversidade do povo brasileiro, e que constituíssem uma força orgânica, autônoma, sustentável, que pudesse enfrentar os períodos em que a esquerda passasse para a oposição. Não fizeram nada, e agora, se a direita voltar ao poder, teremos que construir uma resistência praticamente do zero.

Só que esses erros, e outros, não são suficientes, nem de longe, para eu desistir do projeto. Os acertos foram imensos. Sigo apoiando a eleição da nossa Dilminha, guerreira de coração valente, uma das pessoas mais honradas que já ocuparam o seu cargo, com otimismo e esperança de vitória!

Até porque, como diziam os anarquistas do século XIX, que sacrificavam suas vidas por lutas às vezes completamente utópicas: a única luta que se perde é a que se abandona!

391416_393817304013325_1809001374_n


 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

146 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

25 de setembro de 2014 às 22h59

Kkkkkkkkkkkkkkkkk esse site é ótimo depois de um dia de stress no trabalho. Um pelego que se diz apartidário repetindo a cartilha do PT. Outro sugerindo que o ex-presidente Lula seja ministro de Dilma (esse foi o campeão). Nunca na história desse país! Outro defende a atual governante “para o país continuar a crescer” (esse está concorrendo com o anterior). Se bem que poderia ser complementado – continuar a crescer pifiamente. O país está perdido, é uma das lanterninhas do crescimento mundial. Está perdendo o respeito no exterior, graças a uma política externa míope, que defende “diálogo” e “diplomacia” com o califado criado por terroristas no norte do Iraque. PQP. Mas não adianta. As urnas eletrônicas (propositalmente não testadas pelo ex-advogado petista, incompetente-para-passar-em-concurso-para-juiz, e convenientemente presidente do STE Dias Tofoli) já estão com os resultados antes de serem utilizadas para votação. O PT (que, como afirmou o poderoso chefão, “não sabem o que seremos capazes de fazer para ganhar esta eleição”), já tem até o resultado. Está esperando o fim do pleito para divulgá-lo.

Responder

A VERDADE

19 de setembro de 2014 às 13h25

Recado aos petistas fanáticos: a cegueira de vocês é patética! Marina vai ganhar, sim, encarem a realidade! O melhor seria o Aécio, mas eu vou de Marina porque faço qualquer coisa para chutar o PT pra fora! VIVA A DEMOCRACIA! FORA PT!

Responder

    Miguel do Rosário

    19 de setembro de 2014 às 14h38

    Eu sou humilde, acho que só o povo decidirá. Não se canta vitória.

    Responder

Pedro Lima

07 de setembro de 2014 às 14h10

Dilma vai ganhar!!!
Osmarina está derretendo…
Tudo que FHC toca degenera.
Obs. muito linda a foto de Dilminha!!!

Responder

ANA VIRGILIO

06 de setembro de 2014 às 00h13

Hoje à noite comecei a ficar preocupada com a reeleição da Dilma.
O ex-presidente da Petrobras, por uma enorme coincidência, resolveu apelar para a delação premiada e a imprensa já está alvoroçada para cair em cima do PT. Seria um balde de água gelada na campanha da Dilma. Não quero especular, não quero desanimar, mas fiquei preocupada.
Vamos ter fé e força na militância.

Responder

    Miguel do Rosário

    06 de setembro de 2014 às 10h52

    Não é ex-presidente. É um diretor demitido e preso durante o gov dilma.

    Responder

Agostinho Odisi

02 de setembro de 2014 às 15h22

Se o povo brasileiro usar da razão, analisar os benefícios advindos da era PT, (pro uni, pronatec, pré-sal, minha casa minha vida,luz para todos, o crescimento da indústria naval, o fim da intervenção do FMI na nossa economia, o respeito internacional que adquirimos,dezenas de novas faculda-des, centenas de escolas técnicas……Isso tem que ser dito à nossa juventude que acha que oque vivemos hoje sempre foi assim. Se o povo usar a razão,dá Dilma.

Responder

    porém

    08 de setembro de 2014 às 02h29

    Os que ganharam bilhões com isso não aparecem, pelo menos na arrecadação oficial do TSE, por que o povo que só ficou com as migalhas deveria votar por isso?

    Responder

Rafael oliveira

02 de setembro de 2014 às 11h57

Gente, desde novinha a bichinha já era feia. A carranca adulta de Dilma faz jus á feiura da infância!

Responder

Messias Franca de Macedo

02 de setembro de 2014 às 01h40

… O consumismo alucinante e aloprado do capitalismo nos impõe uma geração de eleitores que imaginam o seguinte: “ora bolas, tenho que, urgentemente, providenciar a troca do meu celular ‘top de linha’! Na internet, já foi lançado um outro de última geração!…”

Triste mentalidade impingida sob a égide da fase financeira do [tosco] capitalismo! Para além do imediato, está sendo construída uma futura geração de, digamos, ‘amebas ambulantes’! No plano imediato, cabe uma exortação: não deveria ser replicável está fórmula ao se votar em um(a) candidato(a) à presidente(a) da República de um país [supostamente!] democrático – e de um povo pretensamente minimamente civilizado!…

De olhos e dedos nos ‘WhatsApp’ da vida, não se enxerga o abismo [colossal] ao lado!… *Ensaio sobre a Cegueira, o filme?!
* (Blindness, em inglês)

Coitadas da sinapses!…

**'[E] Não chores por mim Brasil!’

E viva o servilismo dos colonizados!…

Uma lástima!

https://www.youtube.com/watch?v=BndURa0NYpo

Responder

Romero César Do Nascimento

02 de setembro de 2014 às 02h26

O meu voto nunca foi e jamais será pautado pela mídia ou instituto de pesquisas. É Dilma 2014 e LULA 2018.

Responder

Romero César Do Nascimento

02 de setembro de 2014 às 02h26

O meu voto nunca foi e jamais será pautado pela mídia ou instituto de pesquisas. É Dilma 2014 e LULA 2018.

Responder

Anna Carolina Giffoni

02 de setembro de 2014 às 00h36

Lis Castro

Responder

Anna Carolina Giffoni

02 de setembro de 2014 às 00h36

Lis Castro

Responder

flavio jose

01 de setembro de 2014 às 17h05

Que ideia maluca é essa de que Dilma pode ganha. Será que ainda existem pessoas que acreditam em pesquisas neste pais. Haddad não tinha chance, Lula estava perdido, Dilma na primeira estava perdida. Esta sujeira dos traidores da pátria é coisa antiga que não funciona no Brasil.

Responder

Mauro

01 de setembro de 2014 às 16h24

E a Petrobrás, como ficará?

Responder

Paulo Flausino

01 de setembro de 2014 às 15h49

Quanto drama !

Só tem medo do PT perder o poder quem não busca crescer na vida por seus próprios méritos…

Eu sou um que vai votar na Marina e acho um absurdo e pura ignorancia e covardia alguém me taxar de direitista reacionário, de apolítico ou de simplesmente “evangélico”
Vou falar do meu perfil pra tiver curioso…

Tenho 31 anos, sou psicólogo concursado e professor de uma pós graduação em Psiconeuropedagogia, além de ministrar workshops sobre drogas.

Votei com orgulho em FHC em 98, assim como votei com muito orgulho no Lula duas vezes. Em 2002 fui de Franca até Brasilia só pra chorar de emoção com a posse daquele homem que representava e ainda representa tanto ! =) Não tenho qualquer preferencia partidária e nem dependo diretamente de partido algum, pois busco sozinho crescer na vida.

Sou grato e muito a várias políticas do governo Lula, do governo FHC e até do governo Dilma, pois pude comprar um apê pelo “minha casa, minha vida” graças a esse governo.
E não acho incoerência votar na Marina agora e nem me acho ingrato, pois apesar de ainda achar o pt como o partido não melhor, mas menos pior, penso que a Dilma não tem preparo algum pra ser Presidente da República diante da sua dificuldade de raciocinar, pois ela parece ser realmente um poste que só diz aquilo que é decorado. Muito superficial as explanações dela sobre quase tudo… Há momentos que sinto vergonha de fato…

Apesar do governo lula ter sido muuuuuuuuito melhor que o de fhc, acredito que o PT também mereça ter esse hiato sem poder pra que possa enxergar o que deveria ter enxergado ano passado com as passeatas que é o fato de que apesar de merecer aplausos por vários avanços, merece ser tirado do poder por ter vitimizado políticos comprovadamente corruptos… o PT perdeu meu voto quando postulou Genoino, Joao Paulo Cunha a heróis políticos… uma ova !
É ridículo comparar com mensalao tucano, pois não me surpreende em nada saber que os tucanos são sujos e compará-los a eles, só me fez ver que moralmente o PT é tão podre quando os tucanos…
Claro que houve rolos no metro de sao paulo, no mensalado mineiro, mas idae ? que que isso diminui a corrupção do PT ?
a imprensa nao dá o mesmo valor ?
Não ! mas idae ? isso não diminui o peso do partido que levava o estandarte da moral, o baluarte da ética em ter sido tão corrupto oras !

E além de psicólogo, também sou formado em Direito e tive o “prazer” de acompanhar todo o julgamento. Não fui manipulado de forma nenhuma e ficou claro que o PT institucionalizou a corrupção distribuindo dinheiro sujo vários partidos aliados… o próprio Delúbio confessou o caixa dois, sendo que caixa dois é comprovante de corrupçao !
O PT distribuiu dinheiro do visanet e de empréstimos fraudulentos ! vou repetir !
O PT distribuiu dinheiro do visanet e de empréstimos fraudulentos !
Nem o PT nega isso ! Nem o PT ! Ele apenas nega que o dinheiro do visanet não era público e que a intençao do dinheiro não era pra comprar consciencias e sim para quitar dividas de campanha para os aliados !
Mas que falácia mais fajuta essa conversa não é mesmo… pagando dívidas de campanha através de dinheiro sujo, dado escondido já basta pra eu resolver entender tudo como muito errado !
Essa é a essência da minha magoa com o pt e de muita gente também…e por favor não me venha de novo comparando com mensalao tucano, porque JA SEI que também houve, mas repito… saber que a imprensa dá tratamento desigual, que os tucanos são sujos não diminui em nada minha decepção com o PT ! em nada !

O Gênoino assinou dois empréstimos fajutos que nunca foram pagos e ainda eram renovados em pleo 31 de dezembro na calada da noite.
Até a esposa do Cunha sacou milhares de reais direto na boca do caixa de corrupção e nem ele negou… Ele era o PRESIDENTE da camera uai… Enfim… e o Dirceu ? Dar um de bobo de que não sabia que Delubio e Genoino operavam pra tantos partidos sem que ele autorizasse é me chamar de trouxa né ? Só pra Dirceu houve 14 elementos probatórios, mas que qualquer zé percebe que teve podre e dos grandes ali né…

não vou fazer um memorial de corrupção aqui, pois não é meu papel… mas creio que represento uma gama muito grande de eleitores que reconhecem os muitos avanços do PT, assim como do FHC, mas que diante da corrupção do mensalao desacreditou que o PT seria um partido diferente…

Todos os partidos são corruptos infelizmente e é claro que não me iludo com Marina e acho um absurdo covarde compará-lo ao Collor, sendo o que governo Collor foi menos corrupto que o governo FHC e do PT né… e que ele caiu não por falta de composição partidária, mas sim por indícios em maracutáias….

Votarei nela por um voto protesto, pois não aceito essa polarização de um partido podre e arrogante (psdb) contra um sujo e hipócrita (pt)…
Sei que vivemos uma democracia representativa, mas enquanto não houver um mínimo ético, votarei sempre na oposição….
Tanto que em americana votarei no PT que é a oposição, no estado votarei no PMDB que é a oposição e no federal na Marina que é oposição também…
Sempre votarei na oposição quando não houver um mínimo de respeito com o dinheiro público e se o mundo for assim sempre, morrerei votando nas oposições….

critiquem a vontade, meu desejo não é mudar o voto e nem a consciencia de ninguem… é apenas deixar o que penso, sabendo que exponho o que muitos pensam e nada mais…

boa tarde =)

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de setembro de 2014 às 17h09

    Obrigado pela resposta. Mas a questão do Visanet é controversa. Não houve, na minha opinião, nenhuma “distribuição” do dinheiro da Visanet. Tanto é que a Visanet, uma empresa privada, jamais contestou. E os anúncios foram todos feitos. Eu apresentei vários posts mostrando notas fiscais de pagamentos da Visanet, na época em que, supostamente, estes teriam sido desviados, a canais de TV. O que houve ali foi – me desculpe – um tremendo golpe da mídia. O mensalão foi caixa 2 do PT feito com empréstimos do Banco Rural, que inclusive foram pagos. Ponto.

    Responder

    Miguel do Rosário

    01 de setembro de 2014 às 17h13

    Você pode não ser direita reacionária. Claro que milhões de eleitores de Marina não podem ser considerados assim. Mas os economistas que a cercam, como André Lara Rezende, aquele que aconselhou Collor a fazer o confisco, e Neca Setúbal, herdeira do Itaú, todos pregam autonomia do Banco Central. Isso para mim é neoliberalismo, e, na minha humilde concepção ideológica, é o que eu chamo de direita, ao menos, em matéria de macro-economia, pois entregará a soberania da nossa política econômica ao mercado financeiro.

    Responder

      Roni

      02 de setembro de 2014 às 10h07

      Com certeza Miguel!

      Responder

    Roni

    02 de setembro de 2014 às 10h07

    Então você acha que dar autonomia ao BC e deixar os bancos livres para o que quiserem vai dar respeito ao dinheiro público?

    Responder

nonafernandes

01 de setembro de 2014 às 15h46

Acho que o título interrogação “Dilma ainda pode ganhar”? veio coroar a intenção da mídia em dar Dilma empatada com Marina. É uma jogada de toalha de lascar!Se o empate ainda é contestado, qual a intenção do autor título? ´
O que é isso, companheiro?

Responder

    Miguel do Rosário

    01 de setembro de 2014 às 17h14

    Que jogada de toalha? Leia o post com atenção. É uma análise dura, mas otimista, pontuada por uma necessária especulação sobre possível vitória de Marina Silva.

    Responder

jose marcos

01 de setembro de 2014 às 13h28

Sabe o que acho Miguel?? não é a direita que vai ganhar é o PT que foi covarde/ingênuo e incompetente para lidar com raposas que vai perder. O PT agiu durante todo este tempo como ovelhinhas no meio de lobos. O PT começou a perder esta eleição com a covarde/draconiana reforma da previdência, que de uma tacada só perdeu, por traição, o apoio de uma das categorias que mais lutaram pela vitória do Lula, os servidores públicos alem de ter expulsada para a esquerda os “esquerdopatas” do PT, elementos fundamentais para a luta política, só ficaram os parlamentares bundões correndo atrás de holofotes.O Sr Lula foi negligente na escolha dos ministros do STF e desmontou o órgão de inteligência do governo (ABIN) com a exoneração do paulo Lacerda, por medo de peitar o Gilmar Mendes.

Quanto a Dilma, me desculpe, mais quando, num dos primeiros atos de seu governo, foi na festa da FSP, eu já sabia que ia perder, até porque manter ministros como o Zé Cardoso, Helena Chagas e Paulo Bernardo, não tem desculpa. Agora ela vai para casa, talvez até no primeiro turno, para ver se consegue achar alguma coisa que preste com o seu MALDITO CONTROLE REMOTO.

Quando ao Brasil, caro Miguel, vai pra o buraco sem chances de recuperação. A direita vai completar o serviço começado com o Collor e FHC. Não teremos mais nada, mesmo que a esquerda volte em 2018 vai encontrar terra arrasada, não vai ter mais Petrobrás, BB, CEF, etc.vamos consolidar nossa posição de ETERNA Colônia, periferia do capitalismo.

Já o povo, principalmente os jovens, que se EXPLODAM, já perdi minha saúde e amigos lutando por estes imbecis. O PT deu nestes 12 anos instrução mais não deu educação. Sinto muito Miguel, não idolatre estas amebas destes jovens idiotas, modistas, burros, para você ter uma ideia do que são estes babacas vou dar 2 exemplos:

1- Moro em Resende e minha filha pega uma van que faz transporte para alunos da UFF (universidade federal fluminense) em volta redonda. Semana passada uma aluna que nem sabia que teríamos eleição, perguntou quem estava na frente, responderam que era a Marina, aí ela disse:”…legal!!!também vou votar nesta tal de marina…”
2-No trabalho de minha esposa tem uma estagiária de Direito, que estuda graças ao PROUNI que achava que o Governador do nosso estado era o César Maia, ela disse que ia votar na Marina porque o PT já estava ha muito tempo no governo

Enfim Miguel este é o retrato das bestas dos nossos jovens e chega de passar a mãozinha na cabeça destes retardos, eles tem que sofrer muit

Responder

jcm

01 de setembro de 2014 às 12h47

Tenho recebido emails que remetem ao youtube onde a Dilma fala aos brasileiros. Meu Deus! Não há ninguém nessa assessoria que possa ensinar a Dilma , ao menos, LER o que está escrito? Numa frase de 5 palavras, ela respira e faz pausa no meio!! Parece criança aprendendo a ler! Assim não há carisma que aguente!!

Responder

revenger

01 de setembro de 2014 às 12h28

Não! Marina não vai ganhar! Mas até que seria muito legal ver essa juventude ser decepcionada por acreditar num salvador da pátria!

Seria didático!

Muitos garotos acreditam que presidente pode fazer leis! E ela as promete, como se dependessem apenas dela!

Não acontecerá! Porém, se eu estiver errado, ainda ouviremos muita gente dizer que não votou em Marina!

Responder

Rodrigo Toledo

01 de setembro de 2014 às 14h41

Mais fácil vc perguntar: qual o perfil das pessoas descontentes com o atual governo Dilma?

Responder

Silvio Barreto de Almeida Castro

01 de setembro de 2014 às 11h15

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/janiodefreitas/2014/08/1508656-um-em-dois.shtml

Responder

Mauricio Bernardi

01 de setembro de 2014 às 13h58

Eu gostaria de ler uma matéria sobre o perfil do eleitor da Marina. É da geração videogame? É evangélico como seria a candidata? É do pessoal GLS? É jovem? É nordestino? É da classe média?

Responder

    Luis Felipe Gonçalves Salvatore

    01 de setembro de 2014 às 11h39

    Maurício, vou responder por mim: sou paranaense, 25 anos, gay, pós graduado, católico e não curto videogame. Ajudou você?

    Responder

João Só

01 de setembro de 2014 às 10h46

Ô Miguel, nós não vamos acreditar nessas pesquisas desses institutos, não é? A mídia/casa grande quer ganhar na marra, sabemos disso muito bem. Os percentuais de Marina estão hiperdimensionados, com certeza. O 2º turno vai ser uma boa briga entre Dilma e Marina.

Responder

Sergio Telles

01 de setembro de 2014 às 13h40

Dilma nunca deixou de tar na frente, espontânea é que vale

Responder

Eduardo Dias Lopes

01 de setembro de 2014 às 12h24

Tem enormes chances de perder.

Responder

Eduardo Dias Lopes

01 de setembro de 2014 às 12h24

Tem enormes chances de perder.

Responder

emerson57

01 de setembro de 2014 às 09h15

Osmarina é a piada da vez nas redes sociais e na internet.
A postulação dela não resiste a mais uma semana sob o sol.
O melhor da história são as historinhas inventadas pelo seu caixa de campanha e vice do Auquimin,sr. Marcio França, para justificar o avião do Dudu e da Marina. Parece ladrão “pé de chinelo” bêbado dando a quinta versão dos fatos para o doutor delegado.
Isso porque ele ainda não começou explicar a origem do outro avião!
Aécio tem Dois aeroportos e Marina dois aviões e Dilma ganha no primeiro turno com Eimayel em segundo lugar.

Responder

Geuesle Gomes da Mata

01 de setembro de 2014 às 12h11

Vai ganhar no primeiro turno e dá as pesquisas forjada pra revista engolir

Responder

Geuesle Gomes da Mata

01 de setembro de 2014 às 12h11

Vai ganhar no primeiro turno e dá as pesquisas forjada pra revista engolir

Responder

Roger Araujo

01 de setembro de 2014 às 11h54

#dilma ganhará, nem que seja por um voto, mas levará essa.

Responder

Roger Araujo

01 de setembro de 2014 às 11h54

#dilma ganhará, nem que seja por um voto, mas levará essa.

Responder

joao

01 de setembro de 2014 às 08h53

Caro Miguel os institutos de pesquisas em sua grande maioria estão inventando e inflando as pesquisas para beneficiar Marina e Aécio, pode estar certo estou no interior do E.S. e não vejo aqui esta falsa onda propalada pelo JN. Vejo sim Dilma liderando absoluta na frente.

Responder

Vera Lúcia Piesanti Molinar

01 de setembro de 2014 às 10h58

com certeza! É Dilma de novo!

Responder

Elisa

01 de setembro de 2014 às 06h29

Mas que discurso de derrotado é esse?. Claro que a Dilma pode ganhar, nós nem tivemos o 1ºturno ainda. Assim como tudo mudou e a Marina ressurgiu do sarcófago, nada está definido, não tem essa de são só 4 anos,o Brasil tem a característica de que quando forma maioria política é difícil formar outra, especialmente quando essa maioria é da direita, que tem mídia e justiça a favor. Olha o Alckmin aí,que ninguém tira nem com ele destruindo São Paulo e com todo tipo de escândalo. Lembra-se como foi difícil para o Lula entrar? Tem de lutar agora, e sim a Marina vai fazer muito estrago, basta ver o plano de governo dela. Quanto tempo levou para reverter o estrago que o Collor fez? Até hoje a indústria não se recuperou da abertura irresponsável às empresas estrangeiras e em seguida da venda, do FHC, de empresas estratégicas nossas. E estão todas dando lucros astronômicos para estrangeiros e não estou a fim de ver todas as nossas melhores reservas de petróleo doadas aos EUA. De jeito nenhum! A direita vai tentar esmagar qualquer tentativa do PT e outros de ganharem novamente, não vou aceitar isso não. Outra coisa, a Marina vai ser a queridinha da direita, o que o congresso vetar, o Supremo interfere e aprova já está tudo encaminhado para isso, já vimos acontecer várias vezes. O jogo só acaba no último segundo do 2º tempo eu luto até o fim.

Responder

    petista com força e fé

    02 de setembro de 2014 às 15h23

    estou contigo Elisa algum dos candidatos diz que nunca se houve tanta corrupção no Brasil,como agora, porque esse não quiz ver.
    nunca se fez tanta justiça para os tais:refúgio destinatário Suíça
    quem naõ lembra disso?Agora veja bem essa marina sem sal acha que vai dar conta,pode ser ilusão , estamos numa democracia se não fizer
    agente imphithimann

    Responder

Anônimo

01 de setembro de 2014 às 06h24

Mas que discurso de derrotado é esse? Claro que a Dilma pode ganhar, nós nem tivemos o 1ºturno ainda. Assim como tudo mudou e a Marina ressurgiu do sarcófago, nada está definido, não tem essa de são só 4 anos,o Brasil tem a característica de que quando forma maioria política é difícil formar outra, especialmente quando essa maioria é da direita, que tem mídia e justiça a favor. Olha o Alckmin aí,que ninguém tira nem com ele destruindo São Paulo e com todo tipo de escândalo. Lembra-se como foi difícil para o Lula entrar? Tem de lutar agora, e sim a Marina vai fazer muito estrago, basta ver o plano de governo dela. Quanto tempo levou para reverter o estrago que o Collor fez? Até hoje a indústria não se recuperou da abertura irresponsável às empresas estrangeiras e em seguida da venda, do FHC, de empresas estratégicas nossas. E não conseguimos nenhuma de vota. Outra coisa, a Marina vai ser a queridinha da direita, o que o congresso vetar, o Supremo interfere e aprova, já está tudo encaminhado para isso, e a direita vai tentar esmagar qualquer tentativa do PT e outros de ganharem novamente, não vou aceitar isso não. Não estou a fim de assistir todas as nossas reservas de petróleo sendo doadas aos americanos. De jeito nenhum.O jogo só acaba no último segundo do 2º tempo eu luto até o fim.

Responder

Ana Maria Caldas

01 de setembro de 2014 às 07h56

Perfeito!

Responder

Luiz Gustavo

01 de setembro de 2014 às 06h53

Vige!!!

Responder

    Everaldo

    01 de setembro de 2014 às 01h07

    Jovens, vocês querem mesmo Marina?

    por Gilson Caroni Filho, especial para o Viomundo

    A simples leitura do programa de governo de Marina da Silva que, como todos sabem, foi escolhida pela “providência divina” e os acontecimentos recentes envolvendo as alterações no seu programa partidário permitem levar ao eleitorado jovem pontos fundamentais que revelam a natureza extremamente conservadora. Comecemos pelas questões macroeconômicas:

    1) Marina pretende dar autonomia ao Banco Central, o BC. O que significa isso? Entregar o banco ao mercado financeiro. Não por acaso conta com o apoio de banqueiros em sua campanha.

    2) No documento, consta que políticas fiscais e monetárias serão instrumentos de controle de inflação de curto prazo. Como podemos ler este ponto? Arrocho salarial e aumento nas taxas de desemprego.

    3) O programa ainda menciona a diminuição de normas para o setor produtivo. Os mais açodados podem pensar em menos carga tributária e burocracia para as empresas. Não, trata-se de reduzir encargos trabalhistas com a supressão de direitos que facilitem as demissões. Há muito que a burguesia patrimonialista pede o fim da multa rescisória de 40% a ser paga a todo trabalhador demitido sem justa causa. O capital agradece.

    4) Redução das prioridades de investimento da Petrobrás no pré-sal. O que significa? Abrir mão de uma decisão estratégica de obter investimentos para aplicar na Saúde e na Educação. Isso, meus amigos mais jovens, é música para hospitais privados, planos de saúde e conglomerados estrangeiros que atuam na educação. O que o grupo Galileo fez com a Gama Filho e Univercidade , aqui no Rio, é fichinha perto do que está por vir. Era com uma coisa desse tipo que vocês sonhavam quando foram às ruas em junho do ano passado?

    5) Em vez do fortalecimento do Mercosul, o programa da candidata, que ” quer fazer a nova política,” prega o fortalecimento das relações bilaterais com os Estados Unidos e União Europeia.Vamos retroceder vinte anos e assistir a um aumento da desnacionalização da economia latino-americana. É isso que vocês querem?

    6) Meus caros amigos, não sei se foi a providência divina quem derrubou o avião em que viajava Eduardo Campos. Mas o que a vice dele, uma candidata que está à direita de Aécio Neves, lhes oferece é o pão que o diabo amassou. Gosto da vida, gosto da juventude, mas, agora, cabe a vocês escolher o que desejam enfiar goela adentro. Não há mais ninguém inocente.

    No campo dos costumes, cabem outras indagações. O Partido Socialista Brasileiro, que sempre teve uma agenda progressista, foi criado em 1947.

    Ao ceder a pressões para lançar a candidatura de Marina da Silva, acabou. No lugar dele, surgiu um PSB capturado pelo “Rede” da candidata do Criador.

    Pois bem, bastaram quatro tuitadas do Pastor Malafaia para o partido retirar de seu programa de governo o casamento civil igualitário. Se em quatro mensagens por twitter houve um retrocesso desse porte, imaginem em quatro anos de um eventual governo do consórcio Itaú-Assembléia de Deus. Descriminalização do aborto? Esqueçam. Descriminalização dos usuários de drogas? Nem pensar. No mínimo, procedimentos manicomiais para os dependentes. Pensem nos direitos conquistados pelas mulheres nos últimos anos sendo submetidos ao crivo de dogmas medievais. Nos homossexuais como anomalias apenas “toleradas”, jamais como sujeitos de direitos.

    Sim, pois vislumbramos uma religião se transformando em política de Estado.

    É isso que vocês querem para o país? É isso que vocês querem para suas vidas e a dos filhos que vierem a ter? Em caso afirmativo, chamem Torquemada e me avisem: não quero ver ninguém ardendo em fogueiras. Tudo é força, mas só Malafaia é poder. Não acredito que vocês desejem isso. Melhor, não quero acreditar.

    Responder

Heber Bispo

01 de setembro de 2014 às 00h55

Como sempre, sensato e com análise perfeita.

Responder

Jello Biafra

01 de setembro de 2014 às 00h41

Os coxinhas estufam o peito pra dizer que vivem em um país comunista-ditatorial. Só vão saber, de verdade, o que era democracia… quando forem governados por uma lunática pentencostal. Já imaginaram a merda que vai ser toda a política estratégica do país ser pautada por ‘Deus”? Tô com Raul Seixas e acho que a Dilma poderia usar essa música no seu programa eleitoral:

“Diabo, o diabo usa capote
É rock é um toque é forte
Diabo foi ele mesmo que
me deu um toque”. KKKKKKKKKKKKK

Responder

hb cwb

01 de setembro de 2014 às 00h36

Concordo, também avalio que a Dilma se reelege, treino é treino e jogo é jogo, quer dizer: pesquisa não ganha eleição.
Se a Marina ( ou Aecio)se elegesse, o Brasil não acabaria, mas, na hipótese da sua eleição, não concordo que as conquistas não seriam desmanteladas, temos diversos exemplos: a doação para grupos privados de empresas como Embratel, Vale do Rio Doce, Telebrás, Eletrobrás entre outras. Ela deixou claro, o projeto de governo que defende é privatizar (doar) tudo que for possível, começando pela Petrobras, pré-sal, Banco Central (autonomia); daí para incluir CEF, Banco do Brasil, a saúde, a segurança e outros é questão de tempo. Estado mínimo (Deus Mercado).
Este conceito que atualmente a população tem mais voz, não impediria a execução dos malfeitos, estes neoliberais são espertos, já adquiriram know-how para efetuar essas doações disfarçadamente ou conquistando o apoio popular.
Basta não investir o mínimo necessário para manutenção e melhoria, criar dificuldades para acesso a algum serviço e depois incutir população que somente o privativo funciona, igual aqui no Paraná que as empresas como Copel e Sanepar, foram entregues a grupos privados nacionais e estrangeiros através da aprovação de leis que permitem o estado ser sócio minoritário ou mesmo sendo majoritário simplesmente entregar a direção das empresas mistas (meio privatizadas, por enquanto) aos grupos privados.
Depois do malfeito concretizado é quase impossível revertê-lo por meios legais, basta ver a privatização (doação) da Vale do Rio Doce onde provaram que a privatização foi criminosa ou a concessão do pedágio da BR277 (Curitiba – litoral) feita pelo Jaime Lerner, com um contrato absurdo e um valor de pedágio escorchante, um roubo.
Apesar dos esforços para reverter estes crimes cometidos, ainda não foi possível.
Sou petista, os governo capitaneados pelo PT cometeram alguns erros e algumas funções foram ocupadas por incompetentes, mas, para o Brasil e a população, os acertos, conquistas e avanços são incontestáveis, com a fiscalização, cobrança e apoio da população estes problemas foram ou serão sanados e a reeleição da Presidenta Dilma fará a nação continuar evoluindo com avanços sociais, políticos e econômicos.

Responder

Ariston Carvalho

01 de setembro de 2014 às 03h35

Foi feito tudo para impedir por parte do governo. Vc escreve bem. Eu escrevi hoje sobre bater em Marina não é o caminho para vencer as eleições. Posso te mandar.

Responder

O Cafezinho

01 de setembro de 2014 às 03h23

Ariston, governo não deixou registrar não. O tse.

Responder

Quincas

01 de setembro de 2014 às 00h19

A massa dos eleitores de Marina, tirando a direita raivosa e os apolíticos, é formada na sua imensa maioria pelos seus irmãos pentecostais (Assembléia de Deus, Igreja Universal, a Igreja do Pastor Malafaia e eles são totalmente apolíticos, o mundo que eles vivem é o mundo das Sagradas Escrituras e preocupam somente com os irmãos “convertidos e batizados segundo o rito deles”, os outros brasileiros: católicos, espíritas, sem religiao, ateus, etc., são para eles pagãos, escória do mundo, fadados ao fogo eterno do inferno, se não se declararem “Evangélicos como eles”. É esta a verdade, nua e crua. Querem saber quantos brasileiros irão votar em Marina? É só somar o número de petencostais, o número da direita raivosa, o número dos apolíticos. Para reverter este quadro, o outro Brasil, o Brasil que pensa a nação, tinha que se unir em torno do projeto de Dilma. Temos que entender que não estamos combatendo idéias socialistas, capitalistas, mas uma verdadeira guerra santa. Igualzinha a guerra entre Hitler e os Judeus, na segunda guerra mundial. Os evangélicos sempre sonharam tomar o poder porque se julgam “santos”, uma elite espedial que Deus separou dos pedadores. Se não entrarmos nesta guerra, não em nome de Jesus, mas em nome do povo brasileiro, do estado laico, a vitória de Marina Silva vai ser um verdadeiro massacre. Eu termino citando uma frase de Gamaliel, mestre de São Paulo: “Apareceu um certo Teudas, comandando quatrocentos homens. Ele foi morto e seus partidários foram reduzidos a nada. Depois apareceu Judas, o galileu e arrastou o povo consigo, mas também foi morto e os que o seguiam foram dispersados. Por isso vos aconselho: Deixai estes homens em paz, se o seu projeto provém de homens, por si mesmo se destruirá.” Eu não acredito em nada que vem da Marina Silva, (Diga com quem andas e direi quem és.), mas tenho certeza que ela está ofendendo muito a Deus com o tipo de política que está fazendo, principalmente aceitando o dinheiro sujo do Banco Itaú, usando como degrau a morte de Eduardo Campos e sobretudo se dizendo uma iluminada. Que Deus tenha pena do Brasil. Quero deixar bem claro que respeito e admiro o verdadeiro cristão de todos os seguimentos religiosos, aquele que realmente vive os ensinamentos de Jesus e que tem o discernimento de ver a verdade e jamais se deixa alienar por falsos pastores e falsos messias.

Responder

Edmundo Alves Gomes Filho

01 de setembro de 2014 às 03h18

Não é um epitáfio! É um alerta! Um alerta para redobrarmos nosso empenho e nossa luta! A revolução não é um momento! Muito menos eleitoral! A revolução é um trabalho diário, em cada coisa, a cada hora em que temos que optar, escolher o melhor caminho. E a isto o texto responde e nos propõe a reflexão, que se concretiza por nossa ação! A vitória de Dona Dilma, além de ser uma demonstração da fraqueza e inconsequência das duas outras candidaturas (mais do mesmo), é um trabalho diário a que todos precisamos nos dedicar!

Responder

Everaldo

01 de setembro de 2014 às 00h09

Miguel, nao vai haver debate dos candidatos com a blogosfera, nao???? Articulem ai pô… Quero ver quem vai… Seria excelente…

Responder

Ariston Carvalho

01 de setembro de 2014 às 02h46

Caros
Esta paragrafo mata todo o texto. Não acho que Marina Silva ganhe as eleições. O povo brasileiro, num segundo turno, não irá embarcar numa aventura que tem cheiro, cara e sabor de plano B da direita retrógrada para reassumir o poder. –
O acidente que ocorreu matou Eduardo que estava em terceiro. Marina foi de uma facção do PT durante 24 anos, depois PV, esquerda e estava tentando criar a REDE e que o governo não deixou registrar. Se tivesse registro ela seria candidata independente e o Eduardo teria outro vice. Eduardo e Aécio se juntariam no segundo turno. Marina com sua rede seria um fenomeno com seus 20 milhões de votos e passaria para o segundo turno. Acho que é plano do PT se a Marina ganhar. Durante 24 anos esteve com os petistas e não era de direita e agora este discurso? Ela tem mais amigos de que lado.
See more at: https://www.ocafezinho.com/2014/08/31/dilma-ainda-pode-ganhar/#sthash.qMwiAzwB.dpuf

Responder

Luís CPPrudente

31 de agosto de 2014 às 23h18

O meu voto é de Dilma Rousseff, quero que ela ganhe e mande imediatamente para o Congresso Nacional, na forma de Medida Provisória a Ley de Medios, além de cortar de imediato todas as publicidades do Governo Federal e suas estatais de todos os órgãos do PIG.

Responder

Nelson

31 de agosto de 2014 às 23h17

Lendo esse post, me deu uma vontade de votar na Marina…

Responder

Fagner Fí

01 de setembro de 2014 às 02h10

Pode? Não pode. Vai.

Responder

    luiz mattos

    01 de setembro de 2014 às 00h48

    Vai mesmo!
    Nem um aventureiro irá barrar o futuro de nossa Nação.
    Dilma na cambada!

    Responder

Rodrigo Toledo

01 de setembro de 2014 às 02h07

petista é contra o Itau né? E essela contribuicao de 4 milhoes do Itau ao PT em 2010?? http://spce2010.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2010/resumoReceitasByCandidato.action?filtro=N&sqCandidato=280000000005&sgUe=BR&nomeVice=null

Responder

Esmael Leite da Silva

31 de agosto de 2014 às 23h05

Tocqueville já ensinava, na primeira metade do século XIX, que eleições são sempre um momento de crise nacional, porque todas as forças sociais, econômicas, políticas, entram em estado de tensão máxima.

Na introdução de sua Crítica da Razão Pura, Kant ensina que “nenhum conhecimento precede a experiência, todos começam por ela.”

No que concerne as duas citações, na de Tocqueville temos uma conceituação que se aplica e a este momento de forma inequívoca, ja a citação de Kant vale apenas para a juventude e alguns participantes da sociedade, como você mesmo cita, acontece que o restante da sociedade já passou por esta experiencia antes, a nossa luta é que com bastante serenidade não voltemos a experimentar esta bebida amarga novamente, esclarecer os jovens, e os alienados desta realidade, se você acredita que que tudo continuará igual para você, significa que talvez ainda não tenha absorvido com a intensidade suficiente o que eles propõem, ao contrário de Dilma que tenta negociar com a sociedade as reformas, eles o farão com mão imperial, pior do que Aécio fez em MG, e ter blogueiros e jornalistas presos será uma constante. a complacência com a corrupção se espalhará pela sociedade, e todo o trabalho que esta sendo feito sofrerá grandes perdas, eles não largarão o poder senão através do sangue, entendo que não haverá mais sequer este modelo frágil de democracia pois em nome dela eles reprimirão os movimentos sociais, os sindicatos e a liberdade de expressão. Estamos diante de um golpe orquestrado lá fora com a conivência de grande parte de nossa elite econômica e ancorada e divulgada pelos seus aliados da grande mídia, Otto Lara Rezende,Eduardo Gianetti, Alvaro de Souza, ex-presidente do Citibank. Neca do ITAÚ, são executores de um projeto é dominar a política brasileira e aumentar os juros dos bancos, e avançar sobre Pré sal, privatizar a Petrobras, privatizar a Educação, a Saúde, as Estradas, O Banco Central, O Banco do Brasil, os Fundos de Pensões, a Amazônia, e tudo em que puderem meter a mão, é o maior plano internacional de apropriação de riquezas da Historia da Humanidade, põe as privatizações do FHC, no chinelo, Marina Silva é certamente a maior Testa de Ferro dos Estados Unidos e das grandes corporações que já surgiu no Brasil, a verdade nua e crua é esta, nada será normal se eles chegarem ao poder. Esta experiencia já passamos e não podemos deixar que se repita, é o mesmo que dizer que as guerras educam, desculpe, mas acho que somos a *Corda de Areia e como tal carregamos o Espirito do Tempo que aliado ao Conhecimento nos faz responsáveis para que determinadas experiências não voltem a se repetir. Sei que você tem feito o seu melhor, mas não basta, tem de fazer um pouco mais, você ha de encontrar o caminho.*( Corda de areia – Conto judeu que fala sobre a necessidade de preservar o conhecimento dos anciãos)

Responder

Jorge Silva

01 de setembro de 2014 às 01h53

O que vejo é um momento de negação por parte dos PTistas

Responder

Nicolas Chernavsky

31 de agosto de 2014 às 22h38

Ótimo texto, Miguel, emocionante.

Responder

Bruno Vilanova

01 de setembro de 2014 às 01h37

Rodrigo Dias lê esse! É um bom exemplo do que te falei!

Responder

Cláudio Roquete

01 de setembro de 2014 às 01h35

Muito bom, Miguel. Nenhum pessimismo; Um oportuno chamado ao tipo de discussão e postura que nos interessa, ontem, hoje e sempre.

Responder

Guilherme Cé

01 de setembro de 2014 às 01h21

Demais esse texto!

Responder

Gerlter Andrade

01 de setembro de 2014 às 01h05

O texto está muito bom…principalmente em duas frases que são quase um mantra: “Os acertos foram imensos” e “…a única luta que se perde é a que se abandona!” DILMA CORAÇÃO VALENTE!!!

Responder

Paulo Ferreira Dias da Silva

01 de setembro de 2014 às 00h48

epitafio nao.

Responder

Leticia Bruno

01 de setembro de 2014 às 00h47

Ótima Reflexão.

Responder

fernando oliveira

31 de agosto de 2014 às 21h47

á me preparei para um desgoverno marina: já fiz minha tanga com folhas de bananeira.Tapioca e beijú, já sou bom em fazer.Já durmo de rede, afinal sou cearense. Caçar e pescar, aí o bicho pega: Aqui é fraco de mata pra caçar; e rio para pescar, nem pensar. Mas, tem avoante. Posso pegar num pombal. Mas, a sustentabilidade não permite pegar nenhuma avoante. Acho que vou ter que morar na praia e passar o dia pescando bagre. Pra morar, posso fazer casa de taipa. Talvez aí vire uma nova versão sustentável do Minha Taipa Minha Vida. Pra me deslocar, vou ter que investir muito em jumento. Quem garante que aí não esteja o embrião do novo transporte de massa sustentável: o JUMENTRÔ? Para me comunicar com os parentes, nada como duas quengas de côco interligadas com um cipó qualquer. Ou tambor. Posso escolher entre essas duas operadoras. E por aí vai… Que venha marina osmarina!!!! O atraso nos espera.!!!

Responder

    Anônimo

    31 de agosto de 2014 às 23h48

    CARO AMIGO PENSO EXATAMENTE COMO TU , JA ESTOU PROVIDENCIANDO PILÃO , FORNO A LENHA GALINHAS POEDEIRAS , UMAS VAQUINHAS PARA O LEITE ,TO APRENDENDO A FAZER SABAO EM CASA , ENERGIA SO DE RODA DA AGUA , AGUA SO DA MINA VAI QUE ESTA sUB mARINA VENÇA, PRECISAMOS GARANTIR A SOBREVIVENCIA DA NOSSAS FAMILIAS

    Responder

    Maria

    31 de agosto de 2014 às 23h50

    E não esqueça da bíblia e orar nos cultos com o bispo Malafaia.

    Responder

Cláudio Carvalho

01 de setembro de 2014 às 00h45

Acredito que, com uma rejeição desse tamanho, é bem difícil.

Responder

Juliana Pinheiro

01 de setembro de 2014 às 00h39

Muito bom!!

Responder

Serafim Gouveia

01 de setembro de 2014 às 00h33

Essa é uma mulher valente, enquanto uns borras-botas fugiam para outros países da ditadura militar de 64 ela enfrentava esses golpistas vagabundos com participação de grupos empresariais de direita, outra turma traidora do Brasil!

Responder

Pietro Matos

01 de setembro de 2014 às 00h31

Mulher que sempre lutou pelo povo brasileiro. Obrigado Dilma

Responder

Daniel Cabral

01 de setembro de 2014 às 00h30

Carla…

Se tiver tempo e interesse, leia esse texto… Acho q colabora com aquela discussão de ontem…

:-)

Responder

Lucia Romcy

01 de setembro de 2014 às 00h19

Marina e que nao!

Responder

Ana Lipke

31 de agosto de 2014 às 21h16

Muito boa análise. Dilma presidente. Ana Lipke

Responder

Marcos Paulo

31 de agosto de 2014 às 21h16

Os blogs progressistas ficaram muito apreensivos com essa última pesquisa. Mas eu acredito que ela não reflete a realidade, moro no MS estado que historicamente é de direita, e, aqui, não vejo ninguém falando em votar na Marina, bem diferente de quatro anos atrás quando muitos diziam que votariam nela. Ou seja, hoje a maior parte das pessoas que conheço votam na Dilma e algumas no Aécio. Considero então que a Dilma terá mais votos do que teve em 2010, até porque naquela época poucos daqueles que conheço votaram nela, a maioria votou no Serra e na Marina, situação bem diferente agora. Acho que esta pesquisa foi para esconder um fato: a Dilma está muito próxima de vencer no primeiro turno. Considero que a Marina não faz mais de 20% dos votos, o Aécio não convence e fica entre 15 e 18%, enquanto que a Dilma provavelmente tenha entre 40 e 43%, ou seja, entre 2 e 5% de votos para vencer no primeiro turno, considerando que os nanicos tem entre 3 e 5%, então estamos no limite para vencer no primeiro turno. Por isso o desespero da mídia, sabendo desse fato, fizeram essa pesquisa tentando esconder que na verdade o PT pode vencer ainda no primeiro turno, coisa que nem o Lula conseguiu, mas se a mídia não agisse poderia acontecer.

Responder

    Hirto Gervasio

    31 de agosto de 2014 às 22h59

    Quero dizer ao Marcos Paulo, ai no MS que, aqui na minha cidade de Agua Boa MT está acontecendo a mesma coisa, fiz uma pesquisa com quinze pessoas e só encontrei uma que disse votar em Marina. Outro fato curioso foi que um amigo meu do democratas que nunca votou na Dilma, chegou em mim e disse: companheiro vou votar na sua candidata, marina nem pensar. Dilma 13.

    Responder

Paulo Parazzi

01 de setembro de 2014 às 00h14

O terrível é ter que votar por exclusão e não por opção!todos para a latrina já!

Responder

Maria De Lourdes Carvalho

01 de setembro de 2014 às 00h03

Vai ganhar. Pesquisas manipuladas. Eh sempre assim, foi entre Dilma x SErra, serra sempre na frente. Final apuracao Dilma presidenta do Brasil.

Responder

Maria De Lourdes Carvalho

01 de setembro de 2014 às 00h03

Vai ganhar. Pesquisas manipuladas. Eh sempre assim, foi entre Dilma x SErra, serra sempre na frente. Final apuracao Dilma presidenta do Brasil.

Responder

Everton Araujo Ferralli

01 de setembro de 2014 às 00h00

Ela vai ganhar!!!

Responder

Everton Araujo Ferralli

01 de setembro de 2014 às 00h00

Ela vai ganhar!!!

Responder

Gustavo Lima Unicen

31 de agosto de 2014 às 23h58

TEM GENTE QUE ESTA GANHANDO MUITO COM O DESESPERO DO PT PRA CONTINUAR NO PODER FALANDO MAL DA CANDIDATA MARINA SILVA , O PT E OS PARTIDOS ALIADOS ESTÃO DESESPERADO PRA CONTINUAR COM OS 40 MINISTÉRIOS OS TOMA LA DA CA !!!

Responder

    Maria

    31 de agosto de 2014 às 23h54

    A irmã em Cristo. Vai orar um pouco com o Malafaia, pois de política você não entende nada.

    Responder

Gustavo Lima Unicen

31 de agosto de 2014 às 23h58

TEM GENTE QUE ESTA GANHANDO MUITO COM O DESESPERO DO PT PRA CONTINUAR NO PODER FALANDO MAL DA CANDIDATA MARINA SILVA , O PT E OS PARTIDOS ALIADOS ESTÃO DESESPERADO PRA CONTINUAR COM OS 40 MINISTÉRIOS OS TOMA LA DA CA !!!

Responder

Adelson Oliveira

31 de agosto de 2014 às 23h57

Eu votarei em Dilma para garantir a execução de um projeto político idealizado pelo grande companheiro Lula!

Responder

Adelson Oliveira

31 de agosto de 2014 às 23h57

Eu votarei em Dilma para garantir a execução de um projeto político idealizado pelo grande companheiro Lula!

Responder

Sérgio Lima

31 de agosto de 2014 às 23h55

Dilma 13, pois tenho minha própria opinião como cidadão, incoerente são aqueles que vão com as “Marias vão com as outras”.Acredito ainda em Dilma 13 e Rui 13 no primeiro turno, assim como tbm em quem nos representa Zé Neto 13123

Responder

Sérgio Lima

31 de agosto de 2014 às 23h55

Dilma 13, pois tenho minha própria opinião como cidadão, incoerente são aqueles que vão com as “Marias vão com as outras”.Acredito ainda em Dilma 13 e Rui 13 no primeiro turno, assim como tbm em quem nos representa Zé Neto 13123

Responder

Gilmar Costa

31 de agosto de 2014 às 23h53

°º°

Responder

Gilmar Costa

31 de agosto de 2014 às 23h53

°º°

Responder

Sérgio Lima

31 de agosto de 2014 às 23h53

Parabéns pela sua sensatez na sua opinião querida Livia Suzarte.¨Bastante coerente.Abcs.

Responder

Sérgio Lima

31 de agosto de 2014 às 23h53

Parabéns pela sua sensatez na sua opinião querida Livia Suzarte.¨Bastante coerente.Abcs.

Responder

Livia Suzarte

31 de agosto de 2014 às 23h48

Verdade, Patrícia Suzarte e Lilian Fróes da Motta. Se criou um estigma de que se vc vota no PT é ou Pq recebe “bolsa esmola”, como os coxinhas gostam de chamar, ou vc é conivente com corrupção ou é um ignorante! A gente sabe as falhas do governo, mas não temos nenhuma opção a altura. Ainda é, definitivamente a melhor escolha.

Responder

Livia Suzarte

31 de agosto de 2014 às 23h48

Verdade, Patrícia Suzarte e Lilian Fróes da Motta. Se criou um estigma de que se vc vota no PT é ou Pq recebe “bolsa esmola”, como os coxinhas gostam de chamar, ou vc é conivente com corrupção ou é um ignorante! A gente sabe as falhas do governo, mas não temos nenhuma opção a altura. Ainda é, definitivamente a melhor escolha.

Responder

LUIZ HENRIQUE

31 de agosto de 2014 às 20h44

DILMA tá na hora de anunciar que LULA irá participar ativamente do seu SEGUNDO MANDATO. Com DILMA e LULA juntos não tem para ninguém. LULA tem ser um SUPERMINISTRO. Ele tem que assumir a CASA CIVIL ou o MINISTÉRIO DA ECONOMIA e ter amplos poderes. Vamos lá garantir a VITÓRIA sobre os neoliberais e os aventureiros!!! LULA no SEGUNDO MANDATO!!!

Responder

    Geovan

    31 de agosto de 2014 às 21h40

    Tô achando a mesma coisa.Lula Ministro da Casa Civil no segundo mandato de Dilma. Tem que anunciar logo, para ser a notícia mais falada.

    Responder

Lilian Fróes da Motta

31 de agosto de 2014 às 23h44

Muito coerente o texto e penso exatamente assim.Patrícia Suzarte Livia Suzarte Sérgio Lima

Responder

Lilian Fróes da Motta

31 de agosto de 2014 às 23h44

Muito coerente o texto e penso exatamente assim.Patrícia Suzarte Livia Suzarte Sérgio Lima

Responder

Cláudio

31 de agosto de 2014 às 20h44

“darei um aos amigos leitores e às queridas leitoras, que estão preocupados com a possibilidade de um novo Collor ganhar as eleições”. O Miguelito só esqueceu de dizer que em Alagoas, o Collor original conta com apoio de Lula, de Dilma e do petê na corrida ao senado. Pois, é. Quando se trata de apoio a corruptos, o petê sempre prefere o original!

Responder

Marli Reveira

31 de agosto de 2014 às 23h43

Haja rosários de orações pedindo paciência, e q/ nos dê calma!….
Levo a minha fé comigo, e vou desembarcar num porto seguro, seja o q/ Deus quiser…
Mas, vou continuar lendo o seu blog q/ é muito sério, e nele eu confio….

Responder

Marli Reveira

31 de agosto de 2014 às 23h43

Haja rosários de orações pedindo paciência, e q/ nos dê calma!….
Levo a minha fé comigo, e vou desembarcar num porto seguro, seja o q/ Deus quiser…
Mas, vou continuar lendo o seu blog q/ é muito sério, e nele eu confio….

Responder

Alcioni Possamai

31 de agosto de 2014 às 23h36

Muita coisa pode acontecer ainda. Os eleitores até 25 anos somam pouco mais de 22 milhões, de um total de mais de 142 milhões. (fonte TSE). O barulho na internet, majoritariamente, é feito por essa faixa etária. Enquanto a internet é importante no processo eleitoral, certamente não é o único e nem o mais importante.

Responder

    Geovan

    31 de agosto de 2014 às 21h47

    120 milhões podem decidir a eleição. Serão os verdadeiramente conscientes da continuidade de um governo democrático e realizador para a vida das pessoas contra alguns muitos que levados pelo discursinho da “nova política” e da emoção que leva a irresponsailidade. Não serei irresponsável com meu país elegendo qualquer pessoa levado por emoção. Votarei em quem tem transformado este país e a vida das pessoas. Votarei em Dilma, 13.

    Responder

Alcioni Possamai

31 de agosto de 2014 às 23h36

Muita coisa pode acontecer ainda. Os eleitores até 25 anos somam pouco mais de 22 milhões, de um total de mais de 142 milhões. (fonte TSE). O barulho na internet, majoritariamente, é feito por essa faixa etária. Enquanto a internet é importante no processo eleitoral, certamente não é o único e nem o mais importante.

Responder

Mariana Sampaio Marques

31 de agosto de 2014 às 23h31

Alexandre Bastos

Responder

Mariana Sampaio Marques

31 de agosto de 2014 às 23h31

Alexandre Bastos

Responder

José Silva

31 de agosto de 2014 às 23h19

Caramba, Miguel do Rosário citando Kant, uau. :)
Por um lado acho difícil Marina ganhar porque como digo em todos os comentários, é um saco de vento que se acha a rainha da cocada preta.
Por outro lado, caso o impensável aconteça e ela ganhe, acho que o Cafezinho está otimista demais: vai ser um governo arrasa quarteirão, como disse o Nassif, só que no mau sentido…

Responder

José Silva

31 de agosto de 2014 às 23h19

Caramba, Miguel do Rosário citando Kant, uau. :)
Por um lado acho difícil Marina ganhar porque como digo em todos os comentários, é um saco de vento que se acha a rainha da cocada preta.
Por outro lado, caso o impensável aconteça e ela ganhe, acho que o Cafezinho está otimista demais: vai ser um governo arrasa quarteirão, como disse o Nassif, só que no mau sentido…

Responder

Patrícia Suzarte

31 de agosto de 2014 às 23h19

Olha este texto Livia Suzarte, Lilian Fróes da Motta…Quanta informação que deve ser repassada!!

Responder

Patrícia Suzarte

31 de agosto de 2014 às 23h19

Olha este texto Livia Suzarte, Lilian Fróes da Motta…Quanta informação que deve ser repassada!!

Responder

Art Fact

31 de agosto de 2014 às 23h17

Bicho, prometo mais uma vez, vou assinar seu blog

Responder

Art Fact

31 de agosto de 2014 às 23h17

Bicho, prometo mais uma vez, vou assinar seu blog

Responder

Cleide Portella

31 de agosto de 2014 às 23h14

Evidente que sim!!

Responder

Cleide Portella

31 de agosto de 2014 às 23h14

Evidente que sim!!

Responder

Neuza Palaro

31 de agosto de 2014 às 23h12

Dilma vai ganhar sim, ninguém vai querer esse falso curupira na presidência.

Responder

Neuza Palaro

31 de agosto de 2014 às 23h12

Dilma vai ganhar sim, ninguém vai querer esse falso curupira na presidência.

Responder

Lara Rocha

31 de agosto de 2014 às 23h12

Um dos textos mais coerentes e sensatos que li sobre as eleições 2014. Assino embaixo. Meus parabéns!

Responder

Lara Rocha

31 de agosto de 2014 às 23h12

Um dos textos mais coerentes e sensatos que li sobre as eleições 2014. Assino embaixo. Meus parabéns!

Responder

    Geovan

    31 de agosto de 2014 às 21h48

    Concordo.

    Responder

Jamile Bonfim

31 de agosto de 2014 às 23h04

Ótimo texto. Espero que os Petistas (militância e simpatizantes) vejam esse momento como uma oportunidade de levar nossas propostas adiante, principalmente reforma política e regulamentação da mídia. Dilma ganhando ou não as eleições, as propostas são necessárias ao país e serão abraçadas pela juventude, mesmo aquela que está apoiando Marina.

Responder

Jamile Bonfim

31 de agosto de 2014 às 23h04

Ótimo texto. Espero que os Petistas (militância e simpatizantes) vejam esse momento como uma oportunidade de levar nossas propostas adiante, principalmente reforma política e regulamentação da mídia. Dilma ganhando ou não as eleições, as propostas são necessárias ao país e serão abraçadas pela juventude, mesmo aquela que está apoiando Marina.

Responder

Tiago Pereira

31 de agosto de 2014 às 23h01

“Lara Resende, não devemos esquecer, foi o economista que convenceu Collor a confiscar a poupança dos brasileiros.”

Aqui tá o centro da questão! O que estamos esperando pra fazer a divulgação disso? Tem que fazer colar como colou a Neca!

Responder

Sandra Sumie Nishimiya

31 de agosto de 2014 às 23h00

mesmo se pegar a eleição de 1989, collor não teve uma vantagem avassaladora sobre lula. que era tido como ameaça e collor contava com toda a midia sem exceção, sem exceção mesmo; hj o povo já conhece lula, o povo adora o lula e tem a internet, onde pros jovens the zuera never endings e marina é um prato cheio, mais que a dilma

Responder

Lucia Helena Vieira

31 de agosto de 2014 às 23h00

#DILMA2014ParaoPaísContinuarCrescendo#

Responder

Celia Rabelo

31 de agosto de 2014 às 22h59

Voto 40.

Responder

Adalberto Tavares

31 de agosto de 2014 às 22h58

Meu Deus, como existem muitos a serviço desse PT!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Cecilia Corrêa

31 de agosto de 2014 às 22h58

Vai ganhar sim. Setembro vermelho vem aí e muita gente e muita coisa vão sair debaixo do pano.

Responder

    Geovan

    31 de agosto de 2014 às 21h50

    Tomara que setembro seja vermelho. E que outubro seja mais ainda!

    Responder

Lucia Helena Vieira

31 de agosto de 2014 às 22h57

#DILMA2014ParaoPaísContinuarCrescendo#

Responder

Gabriela Guimaraes

31 de agosto de 2014 às 22h57

Vai não, quem ganha é o PT

Responder

Lucia Helena Vieira

31 de agosto de 2014 às 22h57

#DILMA2014ParaoPaísContinuarCrescendo#

Responder

Marcelo Amorim

31 de agosto de 2014 às 22h56

enquanto o PT estiver com o PMDB, eh conivencia!!! http://naofo.de/19as

Responder

Katarina Peixoto

31 de agosto de 2014 às 22h55

Pode e vai.

Responder

Sandra Sumie Nishimiya

31 de agosto de 2014 às 22h55

não vai. se as pesquisas fossem validas não teria sido preciso apelar tanto. e os robos do aecio foram pra marina, não aumentou nada os numeros pra marina nem na internet, que é altamente manipulavel, precisando só de uma pessoa

Responder

Deixe um comentário