Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

IBGE: vendas no varejo crescem 11% em 12 meses

Por Miguel do Rosário

11 de setembro de 2014 : 08h48

vendas


A nossa mídia só vê a metade vazia do copo.

Entendemos que a economia passa por um momento de tensão, provocado pela incerteza eleitoral, mas analise os números com calma.

Segundo divulgado hoje pelo IBGE, o volume de vendas no varejo ampliado (que inclui veículos e material de construção) cresceram 0,8% no mês, e 1,1% no acumulado dos últimos 12 meses. A receita nominal do varejo ampliado subiu 1,9% no mês e 6,7% no acumulado de 12 meses.

A grande imprensa só deu atenção para a queda de 0,7% no volume de vendas do varejo (não ampliado) em julho, sobre o mês anterior, mas esqueceu de destacar que, no acumulado de 12 meses, o mesmo setor registrou um crescimento de 10,8%!

Os urubus não deixam passar nada. Se tiver uma nuvenzinha num céu azul, eles já anunciam uma tempestade terrível.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Renata

18 de setembro de 2014 às 23h42

Realmente esta difícil de acreditar na fonte segura e estatística, que tem outro interesse pela mídia que visam o controle do governo (Falácia).

Responder

Luciano Caldas

12 de setembro de 2014 às 00h35

12 anos que espero sentando o Armagedom e nada…só vejo melhoras….

Responder

Walter Shmidt

11 de setembro de 2014 às 21h39

O IBGE devia vir a público questionar a divulgação falsa da imprensa golpista, mas só estão preocupados com seus salários de funcionalismo público!

Responder

    Vitor

    11 de setembro de 2014 às 19h10

    Segue abaixo manchete e o primeiro parágrafo da análise do IBGE:

    Em julho, vendas no varejo recuam (-1,1%)

    “Em julho, o Comércio Varejista do país registrou variação de -1,1% no volume de vendas e de -0,7% na receita nominal, ambas as taxas em relação ao mês anterior (ajustadas sazonalmente). Na série de volume, este resultado não ocorre desde outubro de 2008, quando a variação também foi de -1,1%. Para a receita nominal, é o segundo mês consecutivo com taxa negativa, após 24 meses apresentando crescimento. Quanto à média móvel, o volume de vendas gerou variação de -0,6%, enquanto na receita foi de -0,1%.”

    Vão questionar o que?

    Responder

Vitor

11 de setembro de 2014 às 16h54

Miguel, permita-me discordar da sua análise. Um crescimento do Varejo Ampliado de 6,7% da receita nominal nos últimos 12 meses é quase nulo, visto que a inflação está por volta de 6,5%…
O crescimento mesmo se dá no Varejo, em que, mesmo descontando a inflação ainda sobra uns 4,3%. Não são os 11% animadamente anunciados na manchete, mas é um crescimento muito bom a meu ver.
A queda do ampliado em relação ao varejo deve ter sido puxada pelos automóveis…

Responder

Jorge Carvalho

11 de setembro de 2014 às 18h10

Cadê a Luiza para enviar outro E-mail pro Minardi…

Responder

Francisco Milton Da Silva Neto

11 de setembro de 2014 às 17h49

Avante, Brasil!

Responder

Rodrigo Toledo

11 de setembro de 2014 às 16h41

Mas as reportagens citam as fontes..nao consultei estas, mas normalmente as consulto.

Responder

Nelson Rocha Dos Santos

11 de setembro de 2014 às 16h25

Estou aguardando e até agora nada!!!

Responder

Nelson Rocha Dos Santos

11 de setembro de 2014 às 16h25

O problema é que sua fonte é o jornal O Globo, aí fica difícil! Na Globonews os analistas econômicos, exceto o George Vidor, anunciam o Tsunami todos os dias!!!

Responder

Rodrigo Toledo

11 de setembro de 2014 às 16h23

Mas t digo que meu sonho é morar no pais que o PT mostra nos videos de campanha..parece até quebec….

Responder

Pedro Roquete

11 de setembro de 2014 às 16h05

Desculpe, mas não foram as vendas, mas as receitas (preços x quantidades). O dado não expressa exatamente a demanda porque incorpora a variação de preços – a quantidade de vendas é o dado mais representativo para o nível de consumo.

Responder

Alexandre Carvalho Martins

11 de setembro de 2014 às 15h57

o Brasil não está numa redoma, e nem é uma ilha, o mundo inteiro está com a economia comprometida por um sistema que apodreceu e faliu, e a mídia porta voz desse sistema se cala diante disso…

Responder

Rodrigo Toledo

11 de setembro de 2014 às 15h21

Crescer 17% a inadimplencia em 1 ano é mal sinal..alem disso, nem a Dilma quer o Mantega mais 4 anos…o brasil melhorou sim em muitos campos, melhora exponencialmente nos ultimos 30 anos, mas estamos sim com serios problemas na econonia…..

Responder

    Conselheiro

    28 de setembro de 2014 às 18h29

    ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

    Responder

Deixe um comentário para Vitor

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?