Live do Cafezino (20h): o novo surto de Bolsonaro! Convidado: Celso Rocha de Barros

Noblat calunia blogueiros

Por Miguel do Rosário

28 de setembro de 2014 : 10h37

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]maxresdefault


Prezados, queridas, perdão por fechar o texto para conteúdo exclusivo. As acusações covardes de Noblat aos blogueiros talvez tenham feito eu carregar um pouco nas tintas, então é melhor deixar o texto circular somente entre os assinantes.

[/s2If]
[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (no alto à direita). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

Desde que o Tio Sam voltou os olhos para cá com mais atenção, após a II Guerra, a nossa imprensa defende mais os interesses deles do que os nossos.

E tem uma razão de ser. A maior fonte de recursos da mídia brasileira sempre foram agências de publicidade sediadas nos Estados Unidos.

Na década de 60, havia uma relação promíscua entre os serviços de inteligência dos EUA e estas agências.

Hoje se sabe, e há provas, que o golpe de 64 foi financiado em parte pelos EUA. E o dinheiro foi parar em mãos dos barões da mídia, que portanto traíram a nossa democracia e o nosso país.

A mídia brasileira não é apenas golpista.

É traidora.

A Globo foi criada com dinheiro sujo dos EUA.

Para o coxinha médio, todavia, o maior problema é o PT, partido operário criado a duras penas por trabalhadores, acadêmicos. Gente humilde e classe média, que arriscou sua vida e suas finanças para oferecer ao povo uma alternativa política com chances de vencer a direita e a mídia.

O coxinha médio é burro, ingênuo ou mal intencionado.

Ele acredita, por exemplo, em Ricardo Noblat.

Noblat trabalha para a Globo, a empresa que, à serviço dos EUA, apoiou o golpe de 64, sustentou a ditadura, e hoje apoia qualquer candidato que, ao invés de defender o interesse nacional, faça o jogo do titio Sam.

Marina, por exemplo.

A propósito, na última sexta-feira, a uma semana da eleição, Marina viajou aos EUA, junto com seu vice, Beto Albuquerque, para vender aos gringos uma proposta de “livre comércio”.

Ou seja, quer ressuscitar a Alca, que transformou o México numa economia devastada pelo desemprego e pela violência.

Noblat entrevistou a presidenta Dilma e, no meio da conversa, pediu que ela falasse menos, para que ele e seus colegas da Globo pudessem falar mais.

E agora, após a presidente conceder uma entrevista de mais de duas horas aos blogueiros, onde ela teve espaço para falar de seus programas de governo, Noblat deu um chilique na internet.

Num surto de irresponsabilidade e mau caratismo, ele chamou a entrevista de “farsa” e diz que os blogueiros recebem dinheiro do governo.

Ora, as entrevistas da Globo são um desastre. Aquilo não é entrevista, é uma gincana.

Uma sessão torturante em que todos ficam constrangidos.

De um lado, um punhado de jornalistas raivosos, ressentidos e intimidados por seus patrões golpistas.

De outro, um candidato visto antes como uma presa a ser abatida do que um representante político do povo brasileiro, que teve e terá dezenas de milhões de votos, e que precisa ser ouvido. Com um mínimo de respeito.

Estou falando de Dilma, Aécio e Marina.

A Globo não respeita ninguém. E acha que isso é o certo. Só empresários, celebridades e políticos de outros países merecem respeito. Políticos brasileiros, não.

Os blogueiros que entrevistam Dilma não recebem dinheiro de governo.

Conheço vários que fizeram a entrevista. Já fui na casa de alguns deles. São todos pessoas simples e idealistas, que tentam apenas fazer um trabalho diferente daquele que é feito por nossa imprensa dita profissional.

São pessoas cheias de problemas domésticos e financeiros, como a grande maioria dos brasileiros, mas, igualmente como a maioria, cheios de esperança e otimismo de que ainda viveremos num país mais justo.

A entrevista foi espontânea e corajosa. Blogueiros perguntaram o que quiseram. Não houve sequer um bate papo anterior com alguém do governo para que se evitassem certas perguntas.

Por que Noblat age assim?

Acusar sem prova é violentar a própria instituição do jornalismo.

É sabotar a própria liberdade de expressão.

Montesquieu conta que, tanto em Atenas quanto em Roma, a democracia procurava estimular a liberdade de expressão dos cidadãos que faziam discursos na ágora e demais espaços políticos populares.

Todos tinham liberdade para falar o que desejavam. Isso era emocionante, em vista dos séculos ou mesmo milênios, nos quais esses povos viveram sob regimes autoritários e tirânicos.

Por isso mesmo, para que a liberdade não fosse usada para fins escusos, a acusação sem prova era considerada um crime gravíssimo.

Em Atenas, aquele que lançasse uma acusação sem prova, era imediatamente condenado a pagar uma pesada multa.

Na Roma republicana, o crime de calúnia era considerado tão grave que o acusador era marcado com um K, de Kalunia, na testa.

Não preciso nem processar Noblat. Tenho mais o que fazer do que responder puxa-saco da Globo.

Basta-me, por hora, imaginar que ele tem um K impresso bem no meio da sua testa.
[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

38 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

SilasRC

30 de setembro de 2014 às 11h16

Esse Noblat é o o mais-que-perfeito jornalista testa de ferro, age em nome dos patrões em defesa destes.

Responder

miguel

29 de setembro de 2014 às 22h24

o dia que o noblat explicar pra gente o fato de mulher dele ser réu em processo de desvio de dinheiro eu volto a ler o que ele escreve

Agora está explicado a obsessão do blogueiro da Globo contra o
ministro Dias Toffoli, do STF. http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?
incidente=2485274 Toffoli é relator da Reclamação 4895 no STF, onde Raul Jungmann (PPS-PE) reclama ser julgado pelo STF em Ação onde é réu por improbidade administrativa junto com a ré Rebeca Scatrut, mulher de Noblat. A Ação foi movida pelo Ministério Público Federal do DF, e acusa fraude em contratos com agências de publicidade feitos pelo Ministério da Reforma Agrária, comandado por Jungmann no governo FHC, envolvendo a empresa da mulher de Noblat, RNN Comunicação. O rombo nos cofres públicos foi de R$ 33 milhões em dinheiro da época, segundo o MPF. http://processual.trf1.gov.br/consultaProcessual/processo.php?proc=200634000378430&secao=DF O MPF-DF cobra a devolução dos R$ 33 milhões aos cofres públicos, neste processo. Houve outro inquérito criminal por peculato e corrupção ativa e passiva sobre esses mesmos fatos, com os mesmos réus, mas como não eram petistas, acabou sendo arquivado a pedido do Ministério Público, alegando prescrição. Mas esse outro fato quase tão esquesito quanto o engavetamento da Operação Vegas em 2009, já é assunto para outra nota. Vídeo de Noblat contra Toffoli desabilitei os comentários para restringir o tema ao que foi publicado, com base em documentos. .

Responder

Marcelo Zorzi

29 de setembro de 2014 às 18h48

Miguel, sugiro aos blogs sujos convidarem os candidatos da oposição publicamente para uma entrevista nos moldes que foi feita com Dilma. É muito provável que eles não aceitarão e de quebra desmascara este Noblat.

Responder

enganado

29 de setembro de 2014 às 15h57

Perguntem a mais esse dono da verdade fabricado pela Direita qual é o valor do seu SALÁRIO. A Direita deve pagar muito bem este tipo de pessoa para se exporem ao ridículo, se é que os mesmo ainda lhes restam um pouco de caráter. Esse aí é da mesma estirpe dos Merdal, Miriam Leitoa, Bonner, Sardenberg, Garcia, Waack, … , enfim a fauna é vasta. Olha não importa muito o que essa gentinha escreve porque a mixórdia escrita fica só na Barra da Tijuca(RJ), o povão sacrificado não sabe que existe uma figurinha frustrada como essa. Não ajudam a massa em nada, são insignificante e não são formadores de ideias. Mas gente, o patrão é da mesma laia, ou seja só tem interesses financeiros em sua GRANA depositadas no exterior. Em que um pulha deste ajuda o BRASIL? Nada! Acho que em família, pior ainda. Então a opinião deste micróbio não passa de um burro cagando, não incomoda ninguém e quem passa nem liga.

Responder

henrique de oliveira

29 de setembro de 2014 às 13h24

Esse sujeito deveria era agradecer aos blogueiros sujos , afinal se não fossem eles esse cara nem existiria , também nunca li o que esse sujeito escreve.

Responder

Elilian Patricia Brambilla

29 de setembro de 2014 às 15h27

Lá vem o pai da confusão ou será o rei da a atençao. quem será que banca tudo isto.

Responder

C.Paoliello

29 de setembro de 2014 às 11h43

E, afinal, que importância tem o que diz este tal de noblat? Nunca li uma linha sequer do que já escreveu e, aliás, nem sei em qual dos órgãos do PiG ele escreve e também não quero saber.

Responder

Dora Lima

29 de setembro de 2014 às 13h07

Esse é mais um vassalo de seus empregadores, pobre criatura!

Responder

Dora Lima

29 de setembro de 2014 às 13h07

Esse é mais um vassalo de seus empregadores, pobre criatura!

Responder

Alexandre Marianoff

29 de setembro de 2014 às 12h52

parece o Cid Moreira com botox

Responder

Alexandre Marianoff

29 de setembro de 2014 às 12h52

parece o Cid Moreira com botox

Responder

Tony

29 de setembro de 2014 às 09h37

No debate da Record entre os candidatos a presidente, Aécio deu um banho em Dilma e foi o melhor, por Ricardo Noblat

Cito de memória:

– Não é possível que a senhora não tenha ainda pedido desculpas pela corrupção na Petrobras – provocou Aécio Neves (PSDB), a certa altura do debate entre os candidatos a presidente da República promovido, ontem à noite, pela Rede Record de Televisão.

Dilma (PT) olhou para Aécio de cara feia. Antes que ela respondesse, Aécio voltou a provocar:

– Não há um sentimento de indignação, não vejo em momento algum a senhora dizendo ‘não é possível que fizeram isso nas minhas barbas sem eu saber o que estava acontecendo’. Não, candidata, essa indignação está faltando.

Aí Dilma não se conteve:

– Fui eu que autorizei a Polícia Federal a prender Paulo Roberto Costa [ex-diretor de Abastecimento da Petrobras] e os doleiros [um deles Alberto Yousseff].

– Não é a senhora que manda a Polícia Federal prender. A Constituição garante a autonomia da Polícia Federal –devolveu Aécio.

Foi o melhor momento do debate. E o pior momento de Dilma, que mentiu. A Polícia Federal atuou sem o seu conhecimento

Responder

    Kakashi

    29 de setembro de 2014 às 11h28

    Noblat…Pfffff…Nem perco tempo com o que esse meliante escreve…Mais um que está espumando com medo de perder a boquinha…Como se ele tivesse credibilidade em alguma coisa…Só serve pra coxinha!

    Responder

    enganado

    29 de setembro de 2014 às 15h17

    Você garante que o Paulo Roberto, já como diretor no governo FHC, não cometeu falcatruas, mesmo com Geraldo Brindeiro=Engavetador Geral da República trabalhando para esconder as lambanças=$$$ do FHC? Você conhece alguém da PF que responde onde estavam esses policiais que no governo FHC não fizeram UMA investigação sequer? Por que não investigavam? Não trabalhavam por que? O FHC deu férias coletivas? Olha não faltaram roubalheiras: SIVAM/PROER/REELEIÇÃO/SUDENE/SUDAM/PASTA ROSA/DESVALORIZAÇÃO DO REAL/TELEFÔNICAS/AMBULÃNCIAS/JUIZ LALAU/ DO çERRA/…e MAIS ESSA: Ex-caixa de FHC. A privatização do sistema Telebrás foi marcada pela suspeição. Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa das campanhas de FHC e do senador José Serra e ex-diretor do Banco do Brasil, foi acusado de cobrar R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar. Grampos do BNDES também flagraram conversas de Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações, e André Lara Resende, então presidente do banco, articulando o apoio da Previ para beneficiar o consórcio do Opportunity, que tinha como um dos donos o economista Pérsio Arida, amigo de Mendonça de Barros e de Lara Resende. Até FHC entrou na história, autorizando o uso de seu nome para pressionar o fundo de pensão. Além de “vender” o patrimônio público, o BNDES destinou cerca de 10 bilhões de reais para socorrer empresas que assumiram o controle das estatais privatizadas. Em uma das diversas operações, ele injetou 686,8 milhões de reais na Telemar, assumindo 25% do controle acionário da empresa. … E aí como é ficam as coisas? O cara cresça e apareça, política não é para amadores! Então Não tinha ROUBO naquela época? srsrs … Olha aquele doleiro Yossef se abrir a boca vai chegar sabe em quem çERRA, pois amiguinho o financeiro do çERRA, onde se lê: PSDB. Não se assuste se a delação deste cara ficar as escondidas. Falando em falcatrua, a você sabe se a DILMA tem conta no exterior? E o LULA? O FHC tem? E o çERRA? E o pródigo Aecim, tem?

    Responder

Vera Lúcia Piesanti Molinar

29 de setembro de 2014 às 11h08

esse noblat é um mentiroso, pois mentiu no caso arruda, se vende por qualquer 5 dinheiros.

Responder

Nice Almeida

29 de setembro de 2014 às 06h52

É o tipo de café que eu gosto, forte!

Responder

Ademir Jose Magaiver

28 de setembro de 2014 às 22h39

Miguel, desopile seu fígado mesmo, do veneno deste réptil da globo.
Acho que você não foi nada agressivo. Tem mais é que processar esse Babakka.

Responder

Paulim

28 de setembro de 2014 às 22h11

Diz o povo que “o uso do cachimbo entorta a boca”. Pelo visto na foto, caluniar e difamar, também.

Responder

Jello Biafra

28 de setembro de 2014 às 21h28

Só acho que o Nobrat está gordo de tanto comer coxinha! KKKKKKKKKK

Responder

Regina Oliveira

28 de setembro de 2014 às 23h57

Eu quero e vou te mandar um email, Miguel. Ganho SM: porisso não sou assinante (gostaria de ser). Grande abraço e parabéns Miguel do Rosário.

Responder

Celia Aly

28 de setembro de 2014 às 20h47

Seu trabalho é tão sério que tornam as denúncias do Noblat, simplesmente, pateticas! Gostei demais das suas perguntas e colocações na entrevista com a Dilma.

Responder

Vinícius Meirelles

28 de setembro de 2014 às 23h08

Não passa de uma aprendiz de aprendiz de aprendiz de Reinaldo Azevedo.

Responder

Renato Abreu

28 de setembro de 2014 às 22h08

Adorei muito!

Responder

Renato Abreu

28 de setembro de 2014 às 22h08

Ainda bem q eu li antes! :D

Responder

Nelma Lemos

28 de setembro de 2014 às 18h49

Realmente, deve ser frustrante trabalhar para a imprensa PIG…o K na testa acaba sendo o de menos…vida longa aos nossos bravos blogueiros que têm a coragem de fazer o verdadeiro jornalismo, comprometidos com a verdade. E a gente sabe o preço alto que vocês pagam por isso…

Responder

Jose Srur

28 de setembro de 2014 às 21h25

Não tem alguém da família deste cara que deu um trambique?????A doença deste Noblat é típica de quem tentou ser esperto e se deu mal.

Responder

Livia Vieira

28 de setembro de 2014 às 21h09

Como diz uma amiga: Pau no Lombo Dele!! kkkkkkkkkk

Responder

Eduardo Jorge

28 de setembro de 2014 às 18h08

Miguel, eu nem preciso ler o texto. E daqueles que a gente fala: nao li, mas concordo.E ate bom nao ler, fico imaginando as ”loucuras”que voce falou sobre essa criatura abominavel e muito escrota.

Responder

Guto Colaneri

28 de setembro de 2014 às 18h02

Muito bom texto. Excelente. Disse tudo a esse boç&&&.

Responder

Luiz Carlos Nunes

28 de setembro de 2014 às 20h50

perdoado… mas que não se repita… kkkk

Responder

Andre Garcia

28 de setembro de 2014 às 20h40

Não sabia que o cafezinho era do Miguel do Rosário! Mas entendo perfeitamente a questão da assinatura!

Responder

O Cafezinho

28 de setembro de 2014 às 20h36

Quem quiser muito ler o texto, me manda um email migueldorosario@gmail.com, que eu quebro um galho. Mas pode demorar, porque estou sem tempo.

Responder

Salviano Morais Souza

28 de setembro de 2014 às 20h36

K de Kabrunco!

Responder

Andre Garcia

28 de setembro de 2014 às 20h30

Sério?!?

Responder

Sebastião Oliveira Júnior

28 de setembro de 2014 às 20h27

VC fala q ele tem um k na testa, diria tmb q ele está com o c* na mão.

Responder

Maria Teixeira de Magalhaes

28 de setembro de 2014 às 18h03

Um K de Kaluniador nessa Kara de Kavalo .

Responder

    Mineiro

    29 de setembro de 2014 às 12h46

    Ku Klux Klan

    Responder

Deixe uma resposta para Renato Abreu