Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

O Brasil não está dividido

Por Miguel do Rosário

27 de outubro de 2014 : 13h26

O internauta Thomas Conti (@_ThomasConti) fez um gráfico da vitória de Dilma, com uma escala de cores ponderada, permitindo uma visão mais exata do resultado. Thomas Conti é economista e mestrando do Instituto de Economia da Unicamp. Via @miguelnicolelis.

B06743qIIAAOBFj


 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

58 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

S

29 de outubro de 2014 às 18h32

Foi Lula, esse velho safo, Dilma, a governanta autista, e o PT corrupto que estabeleceram a cizânia entre os brasileiros, pregando a divisão, instigando a inveja, o ódio, a discriminação entre classes sociais, negros, índios e brancos, ricos e pobres, cultos e analfabetos, enfim, todo tipo de preconceito entre nosso povo. Agora é muito tarde para nos ouvir presidentA, pois pertencemos à outra metade de brasileiros que, por ser esclarecida e conhecer perfeitamente sua nefanda intenção de implantar o bolivarianismo no Brasil, amendontrar nossa gente e se perpetuar no poder através de eleições suspeitas, tal como foi esta, não votamos na senhora. É impossível união agora sra. governantA, porque somos aquela metade de brasileiros que, por trabalhar muito e pagar escorchantes impostos para o deleite de toda a turba do PT, e para financiamento de ditaduras tiranas e sanguinárias alhures, estamos esgotados, mas com dignidade para viver sem as esmolas dadas aos pobres em troca de votos. Não é possível união agora, porque somos daqueles brasileiros que amam a liberdade, a democracia, o nosso País, sua cultura e suas tradições e nos abrigamos sob o pálio da Bandeira Auriverde. É impossível união agora, pois não há como juntar o joio e o trigo , bem como misturar o óleo e a água.

Responder

    Lucy Jane da Silva Sauro

    30 de outubro de 2014 às 15h27

    Pode por favor levar seu chororô até a Cantareira?

    Responder

Ovídio

29 de outubro de 2014 às 01h05

Entretanto, a vida (vinda e ida), aprendendo a viver, e para tanto um toque de ternura. Não existe latão de lixo no Cosmo, somos parte do todo, e sendo assim, parafraseando, também querendo paz e ciência (paciência):

“Há homens que perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido…”
(Confúcio)

Responder

Rodrigo Lima Castro

28 de outubro de 2014 às 22h28

Quatro eleições a fio atacando o Partido dos Trabalhadores e as quatro perdendo. Obviamente que desqualificar o partido e falar em corrupção o tempo inteiro não adiantou. A tática agora vai ser o radicalismo fascista mesmo , com a desqualificação do eleitor petista.

Responder

Vitor

28 de outubro de 2014 às 08h55

Coxinha é o cu da vossa mãe, trabalho pq.tenho vergobha.na cara diferentes desses tipos q vivem na teta.do governo. E bate o desrspero quando sp fala.em.separar pq a realidade é qye se nao fosse por sp 90% do nordeste tava passando fome e os outros 10% estariam tentando uma vida mrlhor em sao paulo

Responder

    Miguel do Rosário

    28 de outubro de 2014 às 10h20

    COXINHA!

    Responder

    danilo ferreira

    28 de outubro de 2014 às 11h17

    coxinha!!! come disgraça, mozolento, fi duma égua, jegue abestado. tiririca te mandou um alô pra 2018 na campanha presidencial dele ¬¬. eu leio cada abestação. no passado iamos a SP, no presente vcs veem nos visitar, no futuro irão vir atrás de aguá e oportunidades de emprego, não todos, só os infelizes como ti, eu espero que o neonazipaulista dê um tapa na cara de seus integrantes. coxinha pro seu recalque.

    Responder

    JoãoP

    28 de outubro de 2014 às 12h14

    O maior número de beneficiários do Bolsa Família é de …São Paulo! Basta conferir no site do governo.

    Responder

      S

      29 de outubro de 2014 às 18h38

      É sim ! De nordestinos que correram para SP…

      Responder

    Armando

    28 de outubro de 2014 às 17h45

    Vá estudar analfabeto político! Enquanto você e outros que aparecem por aqui relincham, seus parceiros tucanos estão roubando em SP, PR, sem falar das parcerias com a globobo, inveja e outros instrumentos históricos de desestabilização e chantagem neste país. Procure se informar melhor sobre o nordeste, aliás sobre o nosso país antes de vomitar asneiras! Quem vive nas tetas dos governos é essa imprensa fascista que você admira e não questiona os limites da ética e da verdade factual. Esses bandidos vivem não de suas empresas e sim da ciranda financeira que elas proporcionam a eles. Não é à toa que querem os ultra-liberais entreguistas de volta. Estaremos atentos, golpistas!

    Responder

    Lucy Jane da Silva Sauro

    30 de outubro de 2014 às 15h29

    Por favor… separem SP! kkkkkkkkk
    Nós cariocas não queremos vê-los pedindo nossa água novamente!

    Responder

    Lucy Jane da Silva Sauro

    30 de outubro de 2014 às 15h37

    Separar SP? Que tal primeiro começar a separar seu lixo reciclável? ;)

    Responder

mineiro

28 de outubro de 2014 às 08h25

e o caso de separar os estados é a pior coisa que eu ja vi. esse povo tem que ir embora vai fazer um bem imenso para o brasil. vao coxinhas embora para fora do brasil, com certeza ninguem vai sentir faltas de voces.

Responder

Jorge Marinho Guimarães

28 de outubro de 2014 às 06h34

Queria ver qual seria a votação do Aécio, sem a força da mídia 24 horas por dia, durante toda eleição?

Responder

José Cláudio Carol Turolla

28 de outubro de 2014 às 02h57

Queria saber por que o pessoal morre de medo quando SP fala em separar ????

Responder

    Marcelo Fernando

    28 de outubro de 2014 às 13h17

    porque durante SÉCULOS São Paulo e suas ELITES tiraram de TODO o BRASIL o dinheiro pra ficarem RICOS.

    Vai estudar, COXINHA preguiçoso!

    Larga da #MidiaBandida e estuda História, bobocão…

    :/

    Responder

      Marcelo Fernando

      28 de outubro de 2014 às 13h29

      depois de furtar o $$$ do Brasil todo, ficarem ricos aí vcs SP querem pular fora? Na-na-ni-não!

      Só se pagar ao BRASIL TODO indenização de TRILHOES DE DOLARES!!!!

      Vcs querem só venha a nós, vosso reino, NADA!

      Precisam é de estudar mais História, Filosofia.
      Precisam ser HUMANOS. E aprender a RESPEITAR as diferenças!

      Terem um PINGO de DIGNIDADE e ÉTICA!

      Responder

Rui Ribeiro

28 de outubro de 2014 às 01h46

Só para registrar:
São Paulo foi o estado em que Dilma recebeu mais votos absolutos e é o 2º em número de beneficiários do Bolsa Família.

Responder

Gustavo Palmeira

28 de outubro de 2014 às 01h15

Thomas Conti

Responder

Constantino Lagoa

27 de outubro de 2014 às 22h16

Engraçado que quando FHC foi votado pelo NE maciçamente nas eleições de 1994 e 1998 ninguém quis dividir o Brasil.

Responder

C.Paoliello

27 de outubro de 2014 às 21h53

Torço por uma emigração maciça de coxinhas. A ideia partiu deles mesmos.

Responder

Carlos Trindade

27 de outubro de 2014 às 23h16

Brasil não é vermelho
nem azul … são centenas de tons de magenta…

‘>

Responder

Mariliz TNery

27 de outubro de 2014 às 23h11

DEUS A ABENÇOE, PRESIDENTE! DEUS A ABENÇOE! PARABÉNS!

Responder

Sidnei Brito

27 de outubro de 2014 às 19h39

Essas nuances todas já haviam sido observadas pelo sociólogo Wagner Iglecias em 2010.
Eu mesmo escrevi um texto sobre isso em 2010: http://sidnei-quasetudo.blogspot.com.br/2010/11/o-vermelho-e-mais-vermelho-o-azul-e.html
De qualquer forma, neste 2014 fiquei chocado com o mau desempenho da candidata petista mesmo no chamado cinturão vermelho de São Paulo: cidades como São Bernardo, Santo André, Mauá, Carapicuíba, Franco da Rocha etc., todas dando vitória, em alguns casos até com boa margem, para Aécio – pior que o tucano venceu em algumas prefeituras comandadas pelo PT, inclusive com prefeitos que gozam de boa popularidade.
As pesquisas apontavam que Aécio empatava com Dilma no grupo de 2 a 5 salários mínimos. Cores e gradações à parte, é isso que me preocupa, é isso que precisa ser debatido e é esse grupo que precisa ser reconquistado.

Responder

Ademir Rodrigues Py

27 de outubro de 2014 às 21h15

HÁ GRUPOS MANIPULADOS POR SIONISTAS, QUERENDO UMA SEGREGAÇÃO NORTE-SUL. SAIAM DESSA, BRASILEIROS. VOCÊS NÃO SABEM O QUE É UMA GUERRA CIVIL.

Responder

Clivane Araujo

27 de outubro de 2014 às 20h53

Sou Nordestino em especial do Piaui.Sou Dilma Sou 13…

Responder

    S

    29 de outubro de 2014 às 18h41

    Piauí ? Votou Dilma ? Que novidade….

    Responder

revenger

27 de outubro de 2014 às 17h56

Outra besteira que o gráfico do PiG esconde é a relevância dos Estados.

O Acre por exemplo, tem o mesmo número de eleitores da cidade de Santos no litoral paulista!

Responder

Adri Melo

27 de outubro de 2014 às 19h03

Não e só geograficamente dividido Gustavo Canhisares……

Responder

Gustavo Canhisares

27 de outubro de 2014 às 19h01

Adri Melo

Responder

S

27 de outubro de 2014 às 16h59

Cancelei minha viagem de férias ao Nordeste. Estou farto de sustentar esses miseráveis que só sugam os meus impostos. Irei ao Caribe, ficarei perto de nosso hermano CASTRO !

Responder

    Esdras Santos

    27 de outubro de 2014 às 17h14

    Homi, deixe de onda. Vc vai pro Caribe porque quer sair do armário mais longe de sua mamãezinha, coitada.

    Responder

RicardãoCarioca

27 de outubro de 2014 às 16h14

Quem lê a primeira frase da nossa CF de 88, o primeiro parágrafo do primeiro artigo, descobrirá que separatismo aqui é impossível, só com outra CF. Então, isso é conversar fiado.

Responder

Ronaldo Araujo

27 de outubro de 2014 às 17h42

Paulista não separa nem lixo reciclável e acha que vai separar o País…

Responder

angela

27 de outubro de 2014 às 14h42

A mim pouco importa aonde ela foi mais votada, o que interessa e a vitória.

Responder

Gilson Santos

27 de outubro de 2014 às 16h02

A quem interessa dividir o país? Aos golpistas, é claro!

Responder

    Paulo

    27 de outubro de 2014 às 17h36

    Golpistas estão em Brasilia onde você os colocou lá…
    Dividir o país não é uma ideia ruim já que MS,SP,PR,SC e RS são os estados que mais contribuem com os impostos. Com uma divisão do país, os estados do norte e nordeste irão contribuir com o que?
    Só os três estado do sul já contribuiram com 60% de impostos obtidos neste ano. Agora imagina o Brasil sem tudo isso? Infelizmente a realidade é essa. Quem sustenta o país inteiro é o sul e o sudeste e nada mais!
    Triste realidade, porém um FATO!

    Responder

      Miguel do Rosário

      27 de outubro de 2014 às 18h14

      1) Nordeste está crescendo mais que o Brasil. 2) e o Rio e Minas?

      Responder

        Paulo

        27 de outubro de 2014 às 21h53

        Leia o que falei…
        Somos os estados que mais contribuem com IMPOSTOS.
        Não falei em crescimento, até por que os impostos do Norte e Nordeste não chega perto dos daqui!
        Somente PR,SC e RS contribuem o dobro do que o Norte e Nordeste. Essa é a realidade do Brasil hoje! Não adianta falar outra coisa. Unica coisa que cresce é o aumento de distribuição de bolsa familia.
        Mas beleza bora trabalhar para pagar meus impostos já que tenho q trabalhar 4 a 6 meses do ano para pagar impostos que nunca são utilizados neste país, bora pagar portos cubanos, já que estamos virando Cuba.

        Responder

          mineiro

          28 de outubro de 2014 às 08h22

          vamos entao separar , tira os que votaram na dilma nesses estados e manda para o lado de ca e em contrapartida nos mandamos todos os tucanos malditos para voces. e outra coisa , o muro que voces vao construir é com o dinheiro de voces e nao com o dinheiro do governo federal. ja que querem serem loucos, que a loucura seja bancada com o dinheiro de voces. e outra coisa , mg , rj nao faz parte. vao em frente enao, ta esperando o que. é cada imbecilidada que agente ve, isso é caso de camisa de força de tanta imbecilidade que é.

Leici

27 de outubro de 2014 às 13h58

Alguns comentários pós-eleição foram de amargar. O preconceito contra o Nordeste aflorando, gente sugerindo que o Sul e Sudeste se separem do Brasil… E artistas da Globo, aecistas, dizendo que estão de “luto” pela vitória da Dilma. Maus perdedores!

Responder

Manu

27 de outubro de 2014 às 13h54

Todos falam em mudança, revolução. A revolução de hoje é diferente da de ontem, a revolução cubana, foi a revolução que pendurou corruptos e donos de cassinos em postes, as vezes acho que é o único caminho para fazer do Brasil uma sociedade justa de verdade. Mas a revolução de hoje é diferente, é financeira, e eu faço a minha. A Chevrolet anuncia na rede globo compro Fiat, Coca cola na Cbf, tomo guaraná antártica, tem algum produto similar fabricado em são Paulo em outro estado, dou preferência de outro estado, pois sou a favor da descentralização industrial, faço isso sistematicamente do enlatado ao carro. Posto de gasolina, bandeira Petrobrás. Conta em banco, Cef e BB, apesar de ser absolutamente contra bancar atleta de elite, principalmente de voleibol, o que vi de atleta que vive seis meses por ano à custa do patrocino do BB, falando merda na imprensa foi demais. Certo foi o prefeito de São Paulo, não quis bancar a fórmula Indy, pois acho que devemos dar aos neoliberais o que lhes pertence, pergunta se a iniciativa privada quis bancar o custo de montagem do circuito, não foi para Brasília. Penso o mesmo de Autódromo de Interlagos, não sei se governo deve ser dono de circuito de automobilismo, recapeou o circuito novamente e tem uma reforma milionária programada, e vender empresa de tratamento de agua e de produção de energia. Comece a sua revolução, não espera a do governo com as verbas públicas.

Responder

    Betoborges

    27 de outubro de 2014 às 14h52

    Disse tudo.

    Responder

Nilda

27 de outubro de 2014 às 13h51

Eles que não sabem perder. Ficam criando clima de guerra. Existem pessoas que amam nosso país. Assim como as que odeiam. Está em moda o termo desconstrução. dizem que o PT desconstruiu a Marina. Isto é para não assumirem que ela mesma foi a responsável, dizia e desdizia rapidamente.

Responder

Diga NÃO ao anonimato

27 de outubro de 2014 às 15h50

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7170.htm
Art. 11 – Tentar desmembrar parte do território nacional para constituir país independente.
Pena: reclusão, de 4 a 12 anos.

Responder

Pedro Paulo Zahluth Bastos

27 de outubro de 2014 às 13h45

Prezado Miguel do Rosário, cabe registrar que o Thomas Conti é economista e mestrando do Instituto de Economia da Unicamp. Abs, Pedro Paulo.

Responder

    Camilo Árabe

    27 de outubro de 2014 às 13h52

    Obrigado, Pedro!
    Um grande abraço!

    Responder

Jeniffer Flávio Florindo

27 de outubro de 2014 às 15h45

E o que dizer desse energúmeno?? https://www.facebook.com/video.php?v=890529974304460

Responder

    Avelino

    27 de outubro de 2014 às 14h17

    Por favor Jeniffer
    Mainardi não. Você quer matar este petralha dinossaurico do coração?
    Saudações

    Responder

Ricardo Garcia

27 de outubro de 2014 às 15h40

E a divisão de votos foi social não geográfica. Os pobres e quem pensa neles e na soberania nacional votaram Dilma.

Responder

Luiz Carlos

27 de outubro de 2014 às 13h37

Miscigenado como o Brasil. Muita ponderação nesta hora.

Responder

Sonia Bastos

27 de outubro de 2014 às 15h29

Claro que não!!! Se for pela questão relativa aos votos, Dilma foi bem votada em todo o território brasileiro. Em São Paulo , Dilma teve 8,5 milhões de votos [mais do que teve no Rio de Janeiro ou em Minas Gerais]..

Responder

Parlo Piano

27 de outubro de 2014 às 15h28

Responder

    Suzana

    27 de outubro de 2014 às 18h25

    A mistura gradativa de cores por estados mostra que o Brasil não foi dividido!

    Responder

Deixe um comentário para Vitor