Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

MST: se houver golpe, movimentos vão às ruas defender Dilma

Por Miguel do Rosário

19 de novembro de 2014 : 16h10

image


A democracia brasileira acaba de receber a principal garantia que a sociedade poderia lhe proporcionar.

A garantia do povo, do mesmo povo que acabou de reconduzir a presidenta ao Planalto e quer lhe dar tempo e paz para poder fazer as mudanças necessárias.

João Pedro Stédile, uma das lideranças mais influentes do Movimento dos Sem Terra, e, portanto, uma das vozes mais ouvidas pelos movimentos populares do Brasil, deixou claro: nada de golpe, nada de impeachment.

O povo costuma ter mais paciência e bom senso até mesmo que nós, intelectuais progressistas, e não entra tão fácil na onda neurastênica e paranóica das redes sociais.

Stédile reitera que os movimentos sociais permanecem muito esperançosos que o próximo mandato de Dilma, que sequer começou, será mais democrático e mais compromissado com as demandas populares.

Por isso, não querem nem ouvir falar de golpe, seja lá com que fantasia a direita e a mídia querem lhe disfarçar.

Se houver golpe, afirma Stédile, com toda a tranquilidade, os movimentos populares irão tomar as ruas e haverá revolta.

É um recado aos golpistas covardes, inclusive aos trolls que vem aqui no blog vomitar seu desespero de derrotados.

Botem seus cavalinhos na chuva. Podem espernear à vontade. Vocês perderam as eleições, e, se depender de mim e dos movimentos populares, vão perder por mais 480 anos. Só aí poderemos pensar em “alternância de poder”.

O governo federal está investigando, e cortando na carne, pela primeira vez em nossa história, casos de corrupção de grande magnitude.

Apesar dos ataques diários e insanos do partido da mídia e seus braços no Estado, Dilma tem se fortalecido cada vez mais.

Para desespero dos coxinhas psicóticos, esse triste exército de zumbis criado por uma imprensa golpista e imoral, o povo enxergará Dilma como ela realmente é: a primeira presidente a combater a corrupção política que há séculos mina as bases da nossa democracia.

***

A entrevista abaixo foi publicada no site Brasil 247.

STÉDILE: “GOLPE DESTAMPARIA A REVOLTA POPULAR”

Em alta, recém chegado do Vaticano, onde participou de encontro de 100 movimentos populares do mundo com o papa Francisco, líder do MST não teme “viúvas da ditadura, que fizeram até o PSDB passar vergonha”; João Pedro Stédile afirma que qualquer tentativa de quebra da ordem institucional traria o elemento da violência; “Seria destampada a caixa de pandora da revolta popular”, avaliou; na condição de ser um dos poucos brasileiros que, com uma palavra, pode ‘colocar o povo na rua’, ele lembrou em entrevista ao 247: “Brincar com a democracia é muito perigoso”; ping pong

19 DE NOVEMBRO DE 2014 ÀS 14:13

Marco Damiani, 247 – O quadro referencial do MST João Pedro Stédile acaba de chegar do Vaticano. Pela primeira vez na história da Igreja, oficialmente um papa avaliza uma grande reunião de movimentos populares. No caso, o encontro de uma centena de entidades, pensada e organizada pelos brasileiros do MST com seus colegas de luta pelo mundo. “O papa Francisco demonstra ter consciência das mudanças que precisam ser feitas”, afirmou Stédile ao 247.

Mas, de volta ao Brasil, o que esperava o líder dos sem terra era um país em que setores de elite já discutiam as chances de uma quebra da ordem. Mais radicalmente, em cartazetes levados à avenida Paulista, em duas passeatas com menos de 5 mil pessoas no total, alguns pediram a tal “volta dos militares”. De modo mais sofisticado, articulações em Brasília, a partir do escândalo de corrupção na Petrobras, vislumbram a chance de envolver a presidente Dilma Rousseff entre o cientes e tomar-lhe, pelo impechment, o poder. Adeptos do caminho mais curto para este fim apostam num golpe de caneta do ministro Gilmar Mendes, do STF, que poderá censurar as contas da campanha do PT e atalhar uma crise institucional.

Stédile, um dos poucos brasileiros que tem condições, como se diz, de ‘colocar o povo nas ruas’, desdenha das três alternativas.

– Não vejo um movimento golpista. A conjuntura não permite, não haveria a menor chance de sucesso, diz ele.

– Numa hipótese mais radical, a burguesia sabe que estaria aberta a caixa de pandora da revolta popular. E isso é muito perigoso, completou.

Por e-mail, o líder popular que batalha há mais de 30 anos no mesmo campo social, sem ter caído em tentação de obter mandatos políticos ou assumir cargos bem remunerados deu as seguintes respostas às nossas perguntas:

247 – O sr. pressente algum tipo de movimento golpista contra a democracia e o resultado das eleições presidenciais? Onde ele se dá? Nas ruas, na mídia, na classe política?

João Pedro Stédile – Não vejo um movimento golpista. E não teria nenhuma chance de sucesso na atual conjuntura. Os tucanos chamaram mobilizações de protestos dia 15 de novembro, que são normais na democracia. E lá se infiltraram algumas viúvas da ditadura militar, que não merecem crédito, que não têm base na sociedade. Até os tucanos ficaram com vergonha. Os partidos da direita sabem que a tentativa de um golpe seria destampar a caixa de pandora da revolta popular. E isso é muito perigoso. A mídia no Brasil é o principal partido ideológico da direita. Mas sua função é manter o governo acuado, com medo de fazer mudanças. Além disso, fazer uma campanha permanente na sociedade mantendo a hegemonia da visão de mundo burguesa, defendendo sempre os interesses dos privilegiados e os falsos valores do individualismo, egoismo e consumismo, como se isso fossem valores da liberdade e da democracia.

– A tese de impeachment da presidente Dilma Rousseff pode prosperar? O sr. vê motivos para isso?

Não há nenhum motivo real. A presidenta não está envolvida em nenhum crime. Esse movimento é absolutamente antidemocrático, de quem não se conforma com a vontade da maioria do povo. Alegar conhecimento de fatos de corrupção em empresas estatais é simplesmente fantasioso. Os fatos que vieram à tona na Petrobras estão sendo perpetuados há 15 anos, segundo a Procuradoria-Geral da República, portanto, iniciaram no governo FHC. Os diretores envolvidos foram indicados por partidos conservadores. Não me consta que algum deles tenha ficha no PT. Por outro lado, há denúncias de corrupção no governo FHC e em muitos governos estaduais e municipais, e não tenho notícias de algum pedido de impeachment.

– Como o MST se posicionará diante desse quadro?

Defendemos que todos os casos de corrupção sejam investigados à exaustão e denunciados, sobretudo os corruptores, que na maioria das vezes saem impunes. Todos os que cometeram algum delito devem pagar por eles. É preciso que a sociedade se dê conta que a corrupção é um modo de agir permanente no capitalismo, em que as empresas e seus políticos procuram se apropriar de recursos públicos. Por isso, sempre existiu corrupção neste país. E a única forma de combatê-los, não é apenas usar a Polícia Federal, porque é impossível controlar. A forma de combatê-la é aprofundar mecanismos de participação popular na gestão pública, em que povo tenha mais informações e instrumentos para acompanhar. Enquanto a administração pública for apenas um privilégio de algumas pessoas, partidos e empresas, sempre haverá corrupção em todos os partidos que chegarem ao governo, seja federal, estadual e municipal.

– O fato de a presidente não ter criado nenhum fato político importante desde a eleição pode estar contribuindo para a desestabilização do governo?

Não acredito em desestabilização do governo. Estamos vivendo um período de transição do primeiro para o segundo mandato, que sempre é muito lento e tensionado, pelos grupos que querem influenciar o próximo governo. Embora para a pequena politica o fato da presidenta ter tirado uma semana de férias e depois uma longa viagem ao exterior estimulem especulações de todo tipo.

– Como os movimentos sociais e, em particular, o MST devem se comportar nesse quadro político agitado?

Esse período de transição até janeiro é sempre de debates e de expectativas. Acho que os movimentos sociais deverão se preparar e ampliar a pressão social nas ruas, fazendo luta social para que os problemas do povo sejam resolvidos de uma forma mais rápida. E nenhum governo do mundo, federal, estadual ou municipal funciona sem a pressão do povo. Os problemas de moradia, transporte público, especulação imobiliária, juros estratosféricos, falta de terra e vagas restritas na universidade estão ai, pedindo soluções urgentes.

– O que o sr. espera do futuro governo Dilma?

Espero que o governo saiba entender o recado das urnas e a vontade da imensa maioria de nosso povo. Nosso povo quer mudanças, mudanças no governo, mudanças na forma de fazer politica e mudanças que possam acelerar a solução de seus problemas. E o governo precisa sinalizar que quer fazer mudanças para resolver os problemas do povo. Esses sinais podem ser simbólicos na composição do novo ministério, como devem ser reais, na apresentação de propostas concretas.

Todos os movimentos sociais temos propostas concretas de soluções praticas. Basta o governo ser mais humilde, convocar cada setor e terá as propostas necessárias para as mudanças. Se o governo não fizer isso, corre o risco de cair num descredito popular e navegará na mesmice, do mais do mesmo, que não resolve nenhum problema e só aumentará a tensão social, que voltará nas ruas, com mais força. E ai contra o governo também.

– Qual sua expectativa sobre o tipo de oposição parlamentar que será feita?

O Congresso brasileiro infelizmente tem se revelado um balcão de negócios. O financiamento privado das campanhas deformou sua representação em relação à sociedade. Apenas dez empresas elegeram 70% dos parlamentares nestas eleições. O Congresso e a democracia brasileira foram sequestrados pelas empresas. Por isso, o povão não acredita mais nos políticos, porque não se sente representado. Os executivos das grandes empresas que se sentem representados por esse sistema político, por ter seus financiados nas campanhas no Congresso. Por isso, só há uma solução, realizarmos uma reforma politica, através da convocação de uma assembleia constituinte exclusiva do sistema político.

– O MST participa da campanha pela Constituinte do Sistema Político, que reúne 400 organizações. O que o movimento quer com essa campanha?

Nós temos uma plenária nacional com mais de 400 movimentos, entidades e organizações, organizamos mais de 2 mil comitês populares em todo o país. Recolhemos quase 8 milhões de votos de eleitores, exigindo a convocação de uma assembleia constituinte. Espero que os poderes da República entendam esse recado. A presidenta Dilma parece que entendeu.

O que queremos é que, seguindo o rito da lei, o atual Congresso aprove um projeto de decreto legislativo, que foi apresentado agora em outubro, com 188 assinaturas de deputados, para a convocação de uma plebiscito legal, em que a população seja consultada se quer ou não uma Assembleia Constituinte para fazer a reforma política. Aprovado o plebiscito, deveríamos realizá-lo ainda em 2015. Aprovada a convocação da Assembleia, que se formasse uma comissão de juristas indicados pelo Congresso para formatar uma proposta de eleição soberana, sem influência do poder econômico, garantindo representatividade popular, de etnias, gênero, para elegermos uma Assembleia exclusiva, para em curto prazo preparar um novo modelo de sistema político para o país. Uma reforma política que não se restrinja a regras de financiamento e listas de candidatos, mas que debata com a sociedade o modelo mais democrático para garantir que a vontade do povo seja cumprida. Para isso, é necessário fazer mudanças no Poder Judiciário e no atual monopólio da mídia, afinal, que fazem parte do nosso sistema politico.

– Como o sr. sente o clima político entre militantes de base e povo em geral? Há base social para uma ruptura institucional?

O povão quer mudanças, quer sinais concretos para acelerar a solução de seus problemas. Os militantes sociais estão organizando comitês e participando ativamente dos debates, para que possamos convocar uma assembleia constituinte. Percebo que há uma reanimação da juventude, em participar da politica. No meu entender, foi essa militância que no segundo turno garantiu a vitória da Dilma, com sua mobilização na campanha. Não há risco de ruptura institucional. O que viveremos no próximo período é um quadro de muitos conflitos, debates e confusão ideológica.

Cabe aos movimentos seguir organizando o povão para fazer luta social. E cabe ao governo dar sinais que quer mudanças.

– Qual sua avaliação sobre a Operação Lava Jato e a situação interna de corrupção na Petrobras?

Sabe-se pela imprensa que esse esquema está montando na Petrobras desde os tempos do governo FHC. É uma vergonha que muitos diretores se locupletaram e se desviaram milhões. Uma vergonha que as empresas pagassem esse pedágio e certamente incluíam depois no custo das obras. Esperamos que a Polícia Federal e a Justiça Federal sejam transparentes, para que toda a sociedade possa acompanhar a realidade dos fatos. Os responsáveis devem ser punidos pelos desvios. O que não podemos aceitar é uma partidarização, que a mídia burguesa está tentando fazer, como se fosse um esquema do PT. Os corruptos e corruptores não tem partidos, têm apenas interesses pessoais. O salutar seria que todas as empresas estatais, do governo federal e de alguns grandes estados como Minas, São Paulo e Rio, também passassem por esse pente fino. A corrupção é um modo particular do capitalismo funcionar na gestão dos recursos públicos.

– O País está avançando institucionalmente, em razão das prisões, finalmente, de corruptores e corruptos, ou esse é apenas um dado normal de um país democrático?

A democracia não pode ser medida pelo número de prisões. A democracia deve ser medida pelo grau de participação popular efetiva nos destinos da Nação. A democracia deve ser medida pelo grau de igualdade que todos os cidadãos devem ter em relação a oportunidades de ter trabalho, terra, moradia, educação e cultura. Infelizmente, o Brasil está muito longe de ser uma sociedade democrática. Ao contrário, estamos entre as sociedades de maior desigualdade social do mundo, apesar de termos a oitava maior riqueza. Portanto, somos uma sociedade altamente antidemocrática.

– O MST pretende se pronunciar formalmente sobre o momento político?

Já estamos nos posicionando nas plenárias de nosso movimento, fazendo debates com nossa militância, participando das plenárias com outros movimentos sociais, nos reunindo com parlamentares e políticos amigos. Nossa pauta é seguir organizando o povo, para lutar por terra, lutar por uma reforma agraria popular, e lutar por uma sociedade mais justa e democrática.

– Quais os reflexos para a luta no campo das confabulações políticas em Brasília?

Brasília é uma ilha da fantasia. O mundo real dos problemas do povo, da cidade ou do campo, ficam muito longe das preocupações de Brasília. Os governos em geral sempre são muito burocráticos e desvinculados da vida real. Como dizia um mestre: ” os governos em geral são surdos e cegos” para as demandas populares. Daí a necessidade do povão se organizar e lutar por seus direitos.

Nós, do MST, esperamos que o Governo Dilma faça muitas mudanças em Brasília no próximo período. Mude a orientação do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Incra. Mude o jeito de administrar a Conab- Companhia Nacional de Abastecimento, transformando-a numa grande empresa que compre todos os alimentos produzidos pela agricultura familiar e garanta o abastecimento a baixos preços aos trabalhadores. Mude a forma de administrar a educação, enfrentando os problemas do analfabetismo, que ainda atinge a 14 milhões de trabalhadores adultos. E a universalização do acesso dos jovens à universidade, hoje restrito a apenas a 15%.

Esperamos que a Dilma chame o MST, os movimentos da Via Campesina e chame todos os movimentos populares para ouvir nossas propostas de soluções de problemas, assim como fez nas eleições. Espertamos que o governo compreenda que só a convocação de uma Assembleia Constituinte pode de fato construir uma reforma politica, que devolva a democracia ao povo.

– O governo da presidente Dilma tem condições de retomar a iniciativa política? Quais medidas deve tomar?

As urnas deram esse poder da iniciativa politica à presidenta. O governo deve atuar de forma simbólica, sinalizando para o povo e para as organizações populares que quer mudanças, ao reorganizar o ministério. E preparar medidas de impacto popular já no primeiro trimestre. O povo está de olho esperando esses sinais.

– O sr. concorda com a tese de que o novo governo ficou velho antes mesmo de ser anunciado?

Não concordo. O governo não tem idade. Ele precisa é demostrar claramente de que lado está. Se está do lado dos bancos, dos especuladores, do capital estrangeiro, das empresas transnacionais, do latifúndio, ou do lado do povo.

– Em particular, qual sua avaliação sobre a postura política de líderes do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique, o senador Aécio Neves e outros?

Os tucanos têm o direito legítimo de se manifestar e fazer oposição democrática ao governo. Mas seu programa é do passado, e claramente vinculado apenas aos interesses dos bancos e das grandes empresas, o chamado programa neoliberal, que aplicaram durante oito anos no Brasil, e em São Paulo e Minas Gerais por mais de 15 anos. Foram derrotados, porque seu programa não resolve os problemas do povo, só aumentam. Por outro lado, sua postura politica é tipicamente de lideres partidários medíocres, expressão apenas das elites. Por isso, não têm lideres populares em quem o povo confia ou que possam mobilizar e sensibilizar as multidões.

– Como foi a experiência de ter participado do encontro de movimentos sociais no Vaticano? Como foi a experiência de encontrar o Papa Francisco? O que pode falar sobre ele?

A Igreja Católica passou os últimos trinta anos imersa numa visão conservadora do mundo. Isso levou o Vaticano a uma grave crise econômica, política e moral. Por isso, Ratzinger teve coragem de renunciar para encontrar uma saída para a crise. E a saída foi escolher um cardeal progressista, e pela primeira vez em dois mil anos, o primeiro Papa representante da América Latina e do Hemisfério Sul. O papa Francisco demonstra ter consciência das mudanças que precisam ser feitas.

Teve a generosidade e a sabedoria de convocar um encontro mundial, com cem líderes populares de todo o mundo, representantes dos mais diversos segmentos dos trabalhadores, dos mais pobres, sem perguntar qual era a crença, líder, ideologia e programa de cada um. Lá nos reunimos durante três dias para analisar a situação atual dos problemas do mundo. Avaliamos as razões e levantamos possíveis saídas. O papa Francisco esteve conosco e manifestou sua opinião num contundente discurso. Saímos de lá, todos, revigorados, percebendo que independente de etnia, crença ou idade, todos enfrentamos os mesmos problemas e que as soluções dependem de uma grande mobilização mundial. Quanto ao personagem Francisco, me surpreendeu pela simplicidade, coragem e sabedoria. Temos um papa gaúcho, mas acima de tudo universal.

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/161000/Stédile-“Golpe-destamparia-a-revolta-popular”.htm

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

171 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan

12 de dezembro de 2014 às 13h27

Não adianta tentar dialogar com os seguidores do PT, pois, eles não querem enxergar nada. Os dominantes do PT, confessam seus crimes quando dizem que “eles” roubaram também. O líder do MST é apenas mais um louco que se julga poderoso. Nada de contra golpe militar, uma ves que também são corruptos e frouxos. Apenas nos resta é esperar, para poder dizer o seguinte: “eu avisei”. O Brasil vai quebrar economicamente, o povo (todos) será massacrado, inclusive os que defendem o PT, ocorrerá genocídio, etc.. Posteriormente, quando não houver mais nada para roubar, os líderes do PT irão embóra. A grande maioria do povo brasileiro é desinformado e sem instrução, são analfabetos funcionais, não podemos esperar nada deles. O Brasil já era. Não quero que ocorra guerra civil, certamente estes malucos que ameaçam o povo, seriam esmagados com facilidade, mas, muitos inocentes iriam morrer e eles sabem e contam com isso, são covardes. Os loucos do PT não são felizes, pois, vivem unica e exclusivamente para obter dinheiro e poder. De uma forma ou de outra, vão pagar e se arrepender.

Responder

Vitor

22 de novembro de 2014 às 21h19

Queria ver a cara desse trouxa agora falando em pegar em armas pra defender o poder à…. Katia Abreu!!! Tomou, espertinho?

Responder

zilda

21 de novembro de 2014 às 16h44

Não vamos perder tempo com comentaristas do tipo de André Souza. Se ele acredita nessas idiotices que escreve, não há o que discutir. É mal informado e não está preocupado em buscar fontes fidedignas de informação.

Responder

Vixe

20 de novembro de 2014 às 18h55

Definição perfeita de “COXINHA”:

http://blogdotarso.com/2014/06/16/coxinha/

Responder

Guilherme

20 de novembro de 2014 às 18h14

Muita besteira .

Responder

    Miguel do Rosário

    20 de novembro de 2014 às 19h29

    E?

    Responder

      marcelo

      21 de novembro de 2014 às 08h58

      Melhor blog de humor que está tendo no momento.

      Responder

Godinho

20 de novembro de 2014 às 10h28

FRANCISCO JULIÃO.

Precisa dizer mais alguma coisa?

Responder

Mauricio Gomes

20 de novembro de 2014 às 10h08

Miguel,

Na minha opinião, a Dilma deveria tomar algumas medidas de impacto para impedir que a mídia continue a pautar a agenda política com os discurso dos DERROTADOS e GOLPISTAS. Primeiro, nomear um ministro da justiça decente que não se renda a pressões da mídia e dos setores conservadores; Segundo, indicar Fausto de Sanctis para o STF, para se contrapor ao nefasto e pulha Gilmar Dantas; Terceiro, nomear Alguém de pulso e firme e que tenha colhões para coordenar a política do governo (Requião seria um bom nome, mas eu prefiro o Ciro Gomes); Por último, criar um cargo de porta-voz do governo para que este dê entrevistas e defenda o governo dos ataques diários do PIG. Chega dessa pasmaceira, precisamos retomar a dianteira na agenda política e não deixar que esses FRACASSADOS fiquem bradando por golpes e ditaduras.

abs

Mauricio

Responder

    marcelo

    21 de novembro de 2014 às 08h59

    Falou o cotista!

    Responder

marcelo

20 de novembro de 2014 às 09h38

Será que esses desnutridos aguentam apanhar?

Responder

Mauricio

20 de novembro de 2014 às 06h11

Ja profetizava o poeta Cazuza. Esses coxinhas aqui do cafezinho se comportam como “insetos em volta da lampada”.

Responder

Josef Marcio Tavares

20 de novembro de 2014 às 02h15

Betão, Quizumba, Espirro… vamos partir pra porrada nesses putos!!!! Eles que se atrevam!

Responder

Josef Marcio Tavares

20 de novembro de 2014 às 02h15

Galera do Sindicato dos Bancários!!! Presnte pra porrada! porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!porrada!

Responder

    Armand de Brignac

    20 de novembro de 2014 às 05h11

    Fiquem quietinhos para não perderem os seus empregos…

    Responder

      Mauricio

      20 de novembro de 2014 às 08h51

      Fiquem quietinhos voces, que vão ter que pagar impostos sonegados, cumprir as leis trabalhistas e cumprir pena por corrupção e formação de quadrilha. Bem quietinhos!

      Responder

tielo

19 de novembro de 2014 às 23h11

Recursos para a agricultura familiar, e para o silencio do MST. O único golpe em andamento,e que precisa ser parado e o projeto de poder do PT.e que infelizmente teremos que esperar ate 2018. Cafezinho pode ficar tranquilo, o resultado das urnas será respeitado.tomem uma maracugina e relaxem. So tomem cuidado com a podridão que se abateu sobre vcs. Esta nem as urnas lhe salvaram.perderam a vergonha na cara.podem roubar a causa é justa. Afinal de contas os tucanos fizeram o mesmo

Responder

    Scan

    20 de novembro de 2014 às 01h39

    Não, filhote: 2018 já é nosso também com a volta do Lulão.
    Tentem em 2022…se o Lula estiver cansado. Se não estiver, tentem 2026.
    Ou morram tentando.

    Responder

      anac

      20 de novembro de 2014 às 07h53

      Esqueceu Haddad? 2026 é dele.

      Responder

    Mauricio

    20 de novembro de 2014 às 08h25

    Estão vendo coxinhas! Voces nos chamam de comunistas porque ta ficando Russo pra voces. Aguenta a trolha.

    Responder

J.Carlos

19 de novembro de 2014 às 22h47

Apesar da minha idade, estarei à disposição no que for preciso para defender nossa incipiente democracia, assim como a legítima reeleição da presidenta Dilma.

Responder

Messias Franca de Macedo

19 de novembro de 2014 às 21h24

… Moro num barraco de classe média, e estarei – nas ruas – junto como todos os companheiros do MST e das demais entidades decentes da sociedade brasileira!

Senhor Pedro Stédile, pode contar comigo!

Responder

    Messias Franca de Macedo

    19 de novembro de 2014 às 21h25

    ajuste: … junto com todos os companheiros do MST e das demais entidades…

    Responder

Mauricio

19 de novembro de 2014 às 21h16

Prezado Miguel do Rosario. Sugiro que mude o nome do blog de cafezinho, para chazinho de camomila, pra ver se acalma os coxinhas que aqui aparecem em evidente descontrole emocional. Não sabem eles, que a desesperada tentativa de convencer os outros de suas mentiras, em forma de mantra, pode leva-los a contrair uma doença psiquica chamada sindrome dos primatas inferiores. Esta psicopatia em estado avançado, leva o afetado a subir em arvores, defecar na rua e andar em bicicleta de criança. Vamos salvar os coxinhas desse terrivel destino.

Responder

    Armand de Brignac

    19 de novembro de 2014 às 21h36

    Descontrole emocional tem demonstrado certos esquerdopatas bolivarianos que estão em delírio, apoiando esse jurássico STEDILE que vive antes da queda do Muro de Berlin !

    Responder

      Mauricio

      19 de novembro de 2014 às 21h40

      Calma afetado! Cuidado pra não enfartar!

      Responder

        Scan

        20 de novembro de 2014 às 01h42

        Como assim, “cuidado”?
        Quero mais é que enfartem MESMO! Sem sequelas, pra valer.

        Responder

      anac

      20 de novembro de 2014 às 07h55

      Papa Francisco comunga com as opiniões de Stedile. Unidos para o socialismo.

      Responder

Arlindo

19 de novembro de 2014 às 21h15

Mas eu acho que a gente deveria ir para a rua é antes do golpe. E ficar lá até que a situação se estabilize.

Responder

ana Rigueiral

19 de novembro de 2014 às 20h56

Estamos juntos…faca nos dentes e sangue nos olhos!!!!!
A rua é nossa…por um país igualitário.

Responder

Mauro Dabés

19 de novembro de 2014 às 22h47

defender uma presidanta que ja ta atolada do fio do cabelo ate a ponta do pé, so IGNORANTE mesmo!!!!! gente sem estudo!!!!!

Responder

    Roberto de Paulo

    19 de novembro de 2014 às 21h45

    Coxinha,perdeu a eleição,chora,derrotista,reaça burro,idiota político,zumbís do fhc,viuvinhas do psdb,o partido +ficha suja do PAís.

    Responder

    Scan

    20 de novembro de 2014 às 01h45

    E a boneca estudou onde? Nas escolas do SSerra?
    Os fracassados, derrotados, impotentes e eunucos estão nervosinhos.
    Eu acho ótimo! Adoro ser ofendido: me mostra o tamanho do desespero deles.

    Responder

alex

19 de novembro de 2014 às 20h29

Esse cara bota 200/300 mil pessoas na rua brincando! Quem duvidar, pode tentar! Pior: com foice, machado, enxadão, picareta etc etc etc. MST não é brincadeira não minha gente. Já estive num acampamento gigantesco desses caras no Mato Grosso. Brinca pra ver!

Responder

tielo

19 de novembro de 2014 às 19h47

Dos últimos presidentes,Dilma dois que menos assentou famílias,e agora vem esse banana do stadile falar em luta.a fonte deve ter secado. E ainda acha um monte de zumbis para fazer coro com ele,vão trabalhar cambada de sem o que fazer

Responder

    Miguel do Rosário

    19 de novembro de 2014 às 22h26

    Assentou pouco mas deu recursos recordes para agricultura familiar

    Responder

Vixe

19 de novembro de 2014 às 19h47

“COXINHA” se frita em óleo quente…
Pra bom entendedor, meia palavra basta…

Responder

    carlos

    19 de novembro de 2014 às 20h12

    coxinhas de esquerda também, kkkkkkk

    Responder

      Vixe

      20 de novembro de 2014 às 06h22

      Pra teu desgosto, “COXINHA” é um termo que só se encaixa na direita.
      À esquerda, é como raiz quadrada de número negativo: não existe…
      E mais uma vez reafirmo: COXINHA SE FRITA EM ÓLEO QUENTE…

      Responder

        carlos

        20 de novembro de 2014 às 13h13

        É mesmo croquetinho?… é coxinha de esquerda mesmo e daí ?!

        Responder

          Vixe

          20 de novembro de 2014 às 17h10

          Mais uma vez sinto desaponta-lo:
          Definição de COXINHA:
          Indivíduo descerebrado, leitor de Veja, Folha de São Paulo, Estadão, o Globo, Isto é e quetais.
          Consome ávidamente os programas de tv da Vênus Platinada e acredita piamente que o Jornal Nacional é a única e fidedigna fonte de informação disponível no universo.
          Costuma trollar nos blogs mais progressistas, achando que causa algum dano ou incômodo ao publicar suas bobagens, sandices e desinformações que fazem parte do seu universo.
          Odeiam tudo o que não seja estadunidense, odeiam nordestinos, odeiam negros, odeiam homossexuais e odeiam pobres.
          São contra qualquer forma de distribuição de renda ou programas sociais que visem reduzir a miséria, a desigualdade e a pobreza.

          Como se vê, COXINHA é um termo inaplicável nos politizados e progressista de esquerda, aquilo que vocês erroneamente chamam de “comunistas” “petralhas” e outros termos aprendidos com seus gurus.
          Mais ainda é tempo de evitar que você continue pagando mico.
          Continue frequentando aqui para aprender mais e se tornar menos idiotizado.
          Se limite a ler e não escrever nada que possa te fazer passar vergonha.
          Reconheça a sua boçalidade, aprenda e liberte-se dos seu preconceitos.

          carlos

          20 de novembro de 2014 às 18h39

          É sempre o mesmo discursinho, alás é um classico. Sempre apelam para preconceito, rascismo, homofobia, etc, etc. Não tem outro escript não? Coxinha de esquerda.

          Vixe

          20 de novembro de 2014 às 22h14

          É que o único discurso que define os playboys da direita é esse mesmo: racista, homofóbicos, xenofóbicos e sem noção.

          Vixe

          20 de novembro de 2014 às 22h15

          Ah, e antes que eu me esqueça e só pra te lembrar, COXINHA e raiz de número negativo não existe à esquerda…

        Comuna

        21 de novembro de 2014 às 08h23

        Pô Vixe não faz assim, deixou o coxinha carlos nervosinho. Olha que ele vai pra frente do quartel te dedurar e pedir tua prisão!

        Responder

          carlos

          21 de novembro de 2014 às 15h12

          Quem está incomodado com o termo coxinha de esquerda é voce mesmo, o tal de vixe. Este seu seu discurso não funciona mais, é muito batido, arruma outro. E nem playboy sou meu caro. Como voce mesmo disse o termo coxinha é individuo descerebrado, logo imbecís descerebrados tem aos montes por aí, naõ escolhe casta social, pode ser de esquerda ou direita, portanto voce pode ser um coxinha de direita. Não seria maravilhoso um mundo onder os coxinhas tanto de esquerda como de direita se unissem? Coxinhas unidos já mais serão vencidos. KKKKKKK

          Vixe

          21 de novembro de 2014 às 17h27

          O coxinha não aprende mesmo…
          COXINHA é um paradigma de direita.
          Não existe na esquerda.
          Se o sujeito tem orientação socialista (não confundir com PSB) ou mesmo comunista, é obvio e ululante que é impossível ele ser um COXINHA.
          Agora, se o sujeito é anti esquerda, anti homossexual, antei negros, anti nordestinos e principalmente anti PT, aí estamos diante de um caso genuíno de um sujeito COXINHA.
          Não desista Carlos.
          Continue aqui que você aprenderá muito conosco.

          carlos

          21 de novembro de 2014 às 18h05

          Tudo bem então, já que voce não gosta de coxinha de esquerda, que tal coxinha comunista? Não fica melhor assim companheiro?KKKKKK

          Vixe

          21 de novembro de 2014 às 21h33

          Esqueça Carlos.
          Quer ver um autêntico coxinha?
          Olhe no espelho.
          Na esquerda não há coxinhas.
          Coxinha é sinônimo de DIREITA.
          Continue nos prrstigiando que você pode aprender muito. :0)

          carlos

          22 de novembro de 2014 às 08h50

          Por enquanto nada aprendí, só lí sobre receita e aula de matemática, aliás mal explicado.KKKKKKK
          Falô meu caro coxinha de esquerda, voce naõ tem explicação para este termo, apenas afirma que termo coxinha é de direita e acabou. Mas não diz sua origem. Voce não aceita porque incomoda, não é mesmo?

          carlos

          22 de novembro de 2014 às 08h57

          Coxinha de esquerda é o contrario do coxinha, simplesmente meu caro.

          comuna

          22 de novembro de 2014 às 12h24

          O tal carlos diz que “nem playboy é” e defende seus amigos coxinhas como ele.Aliás é coxinha do pior tipo, defende a ideologia dos coxinhas playboys sem ser um deles segundo diz.Ou seja não passa de um otário , de um idiota útil(util aos coxinhas)

          carlos

          22 de novembro de 2014 às 17h07

          E voce comuna é o famoso esquerda caviar, também um dos piores tipos.

          carlos

          23 de novembro de 2014 às 08h19

          Aliás meu caro comuna, reflita um pouco sobre a seguinte frase: “ACUSE-OS DO QUE VOCÊ FAZ, XINGUE-OS DO QUE VOCÊ É”: o autor da frase? …Lênin !

          carlos

          24 de novembro de 2014 às 15h46

          Portanto voce comuna e o tal de vixe, não passam de dois coxinhas de esquerda dos bem vagabundos. Não abem nem a origem de palavra, e só sabem repetir clichês e discursinhos surrados, paracem papagaios.
          Coxinhas de esquerda. KKKKKKKKKKKK.

Edson

19 de novembro de 2014 às 19h29

Se acham que Dilma não terá paz para governar na democracia, atentem contra ela e verão o que criaram.

Responder

Fabio

19 de novembro de 2014 às 19h24

Miguel mudando um pouco de assunto mas voltando para a Corrupção, como vc faz para calcular o que já foi desviado em todos estas CPIS vai do Banestado, passando pelo Trensalão e chegando agora na da Petrobras, e tantas outras qual é a referencia, como é feito a pesquisa, pois os valores são obscenos.Se tem obra tem roubo, me lembro aqui em SP para fazer a linha do Metro da Paulista o Quercia com o dinheiro que foi roubado dava para comprar duas Campinas, na sequencia o Fleury conseguiu uma verba de 100bi para despoluir o Tiete que agora com a falta de água faz falta, pois o rio continua imundo é muita grana.

Responder

Artemio

19 de novembro de 2014 às 19h22

João, estou pronto, com a faca nos dentes para defender a presidenta. Aguardo seu chamado.

Responder

    Carlos

    19 de novembro de 2014 às 19h48

    A direita não tem ideia do que é mexer com o povo consciente. Na Paulista não colocam mais de três mil, o povo organizado colocou mais de 14.000 pessoas para defender a legalidade e a democracia.Não temeremos a luta e daremos toda nossa força para defender nosso amado Brasil. Que venham os entreguistas antipatriotas e lacaios dos interesses internacionais que irão encontrar o nosso povo na trincheira da legalidade, do respeito a constituição e do amor pela nossa pátria Brasil. Vamos a luta.Estamos juntos João e Artêmio.

    Responder

Valtair Almeida

19 de novembro de 2014 às 21h02

Votamos em Dilma para governar, não para ficar refém dos coxinhas e seus chefes. Às ruas.

Responder

    Alfredo

    19 de novembro de 2014 às 19h58

    Tô dentro, me chama que eu vou! Os coxinhas não passarão!

    Responder

Nilson Moura Messias

19 de novembro de 2014 às 18h51

“Mermão”, tô nessa, se estes coxinhas, se meterem a besta, volto a rua e vou defender meu governo, meu partido, Dilma e Lula.

Responder

Carlos Roberto

19 de novembro de 2014 às 18h49

Caso seja necessário vamos a Guerra , portando dia 28 a Dilma será diplomada!

Responder

Paulo Vicente da Silva

19 de novembro de 2014 às 20h46

Em São Paulo só balas de borracha, pois água não tem!

Responder

Laure

19 de novembro de 2014 às 18h29

Estamos juntos na defesa da democracia, da legalidade e do governo legitimamente eleito pelo povo brasileiro.

Responder

Maria Dilma

19 de novembro de 2014 às 17h53

Atenção sindicatos: podem preparar os ônibus.

Se houver tentativa de golpe já estamos nos preparando.

E estejamos atentos, pois o Congresso está nos chamando de idiotas na nossa cara.

Responder

Ailton Silva Santos

19 de novembro de 2014 às 19h51

Mas, o povo não é bobo, abaixo a rede globo!!!!!!!

Responder

Ailton Silva Santos

19 de novembro de 2014 às 19h50

A imprensa está tentando usar o caso de corrupção na petrobras para tentar legitimar um golpe.Essas reportagens da veja e da rede globo, são na verdade uma clara tentativa de golpe!!!!!!!

Responder

Nolar Tuca

19 de novembro de 2014 às 19h46

Bala de borracha e jato d’água neles todos.

Responder

Marilda Bassi

19 de novembro de 2014 às 19h45

Está bem, Rafael, já que se dirigiu a mim, vou explicar minha posição com fatos reais: espero, como vc, que tudo seja apurado, mas que vc saiba que todos sabem. E há casos antigos engavetados que o judiciário não deixa aparecer. Não seja manipulado pela política, pois a vida é econômica, infelizmente. Vou pelo real: minha prima está fazendo engenharia civil pelo FIES. Jamais poderia se não fosse o atual governo. Seria uma profissional (sempre digna), mas não conseguiria realizar o desejo. minha filha vai para o Ciências sem fronteiras e muitos amigos também. Hoje mesmo, uma senhora muito digna que me ajuda na limpeza da casa, veio há muito do nordeste do país, disse-me que a mãe dela recebeu um médico cubano em casa (a mãe dela tem 87 anos) que a curou de uma alergia no olho e aproveitou e a orientou sobre outras coisas. Simples assim. Abraços!

Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h57

    O embrião do fies também tem origem no governo de fhc e não é caridade: é financiamento e tem que ser pago mas ainda assim considero ele mil vezes melhor que bolsas (embora o nível dos universitários tenha caído muito).

    Não entendi a ligação do caso da Petrobras com fies e médicos cubanos (que são enganados pelo nosso governo e que vem pra cá pra receber mais de trinta dólares por mês, com consumo controlado por libretas de racionamento).

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h59

    Como um típico militante que aprendeu com Dilma, fala de três assuntos não relacionados, e dispara lugares comuns.

    Responder

      Silvano

      19 de novembro de 2014 às 18h58

      Será que este coxinha sabe o que foi o banestado?, a pasta Rosa? O escândalo do BB com a família serra? A compra da reeleição ? A tentativa de entregar a base de Alcântara aos americanos? O sivan? As escolas técnicas sucateadas e as universidades. Este coitado é um Analfabeto político e por isto não devemos levá-lo a sério. Se perguntar a ele onde começou o Brasil, na certa ele é outros nem sabem.

      Responder

        Carlos

        19 de novembro de 2014 às 19h54

        Silvano, ele não sabe. Ele só assiste a Rede Bobo e só lê o panfleto do detrito sólido.Como é que pode entender a realidade? Só resta os nossos pêsames.

        Responder

          Scan

          20 de novembro de 2014 às 01h51

          Ele sabe, sim, Carlos.
          Mas como não passa de um punguista como os candidatos que apoia, tem que recitar o mantra.
          Ele sabe, mas como ladrãozinho barato, tem que defender as possíveis migalhas que lhe dão por baixo da mesa.
          Isso é gentinha à toa.

        sijo somiko

        19 de novembro de 2014 às 22h08

        E a P-36?

        Responder

Toni Taveira

19 de novembro de 2014 às 19h45

ESSES DOIS DEVERIAM ESTAR NA CADEIA!!!

Responder

Marcvs Antonivs

19 de novembro de 2014 às 19h45

Eu, por exemplo, Estou disposto a matar e a morrer na defesa da presidente em que votei livremente, e em defesa da DEMOCRACIA!

Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 20h00

    Aqui de boa torcendo pro seu desejo ser atendido, defendendo alguém que lutou pela implantação da ditadura de esquerda.

    Responder

      Comuna

      20 de novembro de 2014 às 17h07

      Bundões ficam escondidos e só “torcendo” mesmo. Mas acho melhor tu “vazá” antes que seja tarde….

      Responder

    Silvano

    19 de novembro de 2014 às 18h49

    Também estarei pronto para enfrentar qualquer coxinha, tucanalha ou demo.

    Responder

      juizo final

      19 de novembro de 2014 às 18h59

      Vocês vão enfrentar é o exercito, bando de retardados.
      Esse Stedle vai fazer o que, atacar a veja, a globo, os bancos, o macdonalds, a coca cola com foice e facão? Que piada!

      Responder

        Miguel do Rosário

        19 de novembro de 2014 às 19h12

        O exército está com Dilma, que aumentou seus salários e está renovando a frota área e construindo submarino nuclear. Retardado é você. Na era tucana, recruta ganhava metade de salário mínimo e exército foi relegado as travas.

        Responder

        Mariano S Silva

        19 de novembro de 2014 às 20h27

        Só os otários confundem general de pijama com a tropa profissional. Dá uma visitada em vários sites de assuntos militares e você vai entender melhor o que estou lhe dizendo.

        Responder

nilo walter

19 de novembro de 2014 às 17h43

Ruas é o melhor remédio contra golpistas do STF/PF/PGR , mídia e seus asseclas corruptos .

Correto o MST .

Pelo visto já ocorreu conversas entre os movimentos sociais .

Responder

Ricardo Edmundo Ceconello

19 de novembro de 2014 às 19h42

POLÍCIA FEDERAL ADMITE ERRO EM DENUNCIAR (falsamente) ATUAL DIRETOR DA PETROBRÁS
Em resposta ao pedido de PROVAS pelo Juiz Moro, Policiais Federais admitem haver cometido um erro e dizem que não há nada contra atual diretor da Petrobras
MAS NÃO É ESTRANHO QUE OS ACUSADOS SOB “SUPOSTOS CRIMES” SEJAM SEMPRE DO LADO DO GOVERNO PETISTA? Jamais algum “policial” solta alguma notícia caluniosa contra algum membro do PSDB. Repararam? Contra o Senador Alvaro Dias, por exemplo, do Paraná.
Por que será que os outros membros dos partidos da “oposição” JAMAIS FORAM CITADOS? Será que todos os políticos do PSDB ou DEM ou PSB foram sempre santos, nos governos desde 1989?
POLICIA FEDERAL ADMITE TER ACUSADO FALSAMENTE DIRETOR DA PETROBRÁS QUE SUCEDEU O BANDIDO PAULO ROBERTO COSTA
Segundo a Polícia Federal, não há indícios de participação do executivo no esquema da organização criminosa
A Polícia Federal admitiu nesta quarta-feira (19) que o atual diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, foi citado por “erro” nos depoimentos do esquema de corrupção na Petrobras.
Operador do PMDB saiu do Brasil duas vezes após denúncias de Paulo Roberto Costa
Executivos assinaram contratos falsos e tinham ligação com Youssef, diz MPF
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, determinou que a Polícia Federal mostrasse provas do envolvimento do dirigente na organização criminosa.
Ainda nesta quarta-feira, o juz do caso emitiu um despacho intimando a autoridade policial para esclarecer se, de fato, há alguma prova concreta nesse sentido, uma vez que até o momento este Juízo não foi informado de nada a esse respeito.
Leia a resposta da Polícia Federal:
“Em relação ao quesito que figurou em alguns interrogatórios, por erro material, constou o nome de COSENZA em relação a eventuais beneficiários de vantagens ilícitas no âmbito da PETROBRAS. Em relação ao outro quesito em que se questiona se os investigados conhecem o mesmo, foi formulado apenas em razão do mesmo ter sucedido a PAULO ROBERTO COSTA, área em que foram identificados os pagamentos, bem como por ter sido seu Gerente Executivo. Cumpre esclarecer que não há, até o momento, nos autos, qualquer elemento que evidencie a participação do atual diretor no esquema de distribuição de vantagens ilícitas no âmbito da PETROBRAS.”

Responder

    Maria Miranda Lopes

    19 de novembro de 2014 às 20h00

    ´Justiça pra todos, cadeia pra todos, sem excessão. Claro que o P´T causa mais indgnação, pois,dizia que defende o trabalhador.

    Responder

      Scan

      20 de novembro de 2014 às 01h54

      E tá indignada porque, nega?
      Tu tá sempre longe do trabalho…

      Responder

Armand de Brignac

19 de novembro de 2014 às 17h40

A Operação Lava-Jato cada vez mais se parece com a Operação Mãos Limpas, feita na Itália na década de 90 contra a máfia lá instalada, que resultou em uma profunda reforma política e a extinção de vários grandes partidos italianos. Vários pequenos operadores da Petrobras já chegaram a acordos de delação premiada que resultarão na devolução de quase meio bilhão de reais aos cofres públicos. Já está provada a implicação de mais de 50 políticos no esquema, dentre três partidos da base governista: PT, PP e PMDB. A maior parte desses negócios foi feita sob a tutela da Presidente Dilma Rousseff, seja no próprio cargo executivo máximo da república, seja como Presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Com o fim das investigações e sua publicização, restará evidente que o impeachment da Presidente Dilma não será uma questão de “se”, mas de “quando”.
As manifestações pelo impeachment não são um golpismo, e sim apenas um movimento deslocado no tempo.
Resta saber quem vai assumir a dianteira do processo político?

Responder

    Miguel do Rosário

    19 de novembro de 2014 às 19h13

    Psdb e PSB também, não esquece.

    Responder

Maria De Fatima Cabral

19 de novembro de 2014 às 19h37

E Que Vamos as ruas! Temos que estar prontos! Quem bota mais gente nas ruas?

Responder

Ledi Buth

19 de novembro de 2014 às 19h22

Vamos ver quem coloca mais gente na rua. Vamos mostrar que Dilma foi eleita democraticamente, e não através de golpe, como eles tentaram.

Responder

Fernando Zambroni

19 de novembro de 2014 às 19h20

Gente, não vai ter golpe nenhum. Dilma governará 4 anos e depois vem o Lula. As elites se desesperam, mas não vão conseguir fazer nada.

Responder

Justina Chacon

19 de novembro de 2014 às 19h15

Todos!

Responder

Vitor

19 de novembro de 2014 às 17h13

Caramba, quanta insanidade… Mas pelo menos tá engraçado!

Responder

Sandro Mauricio

19 de novembro de 2014 às 19h12

Eu to nessa.

Responder

Mariliz TNery

19 de novembro de 2014 às 19h02

PRESIDENTE DILMA, DEUS A ABENÇOE! O POVO É CONTIGO.

Responder

Mirna Carla

19 de novembro de 2014 às 19h02

Tamo junto!

Responder

Francisco Holanda Lima

19 de novembro de 2014 às 18h59

Eu estarei no meio..

Responder

João Carlos Menck

19 de novembro de 2014 às 18h59

Sem dúvida. Não sou radical nunca fui. Mas golpe jamais , dilma foi eleita democraticamente de forma legal e legítima tem q tomar posse e governar, do contrário estaros na rua p lutar.

Responder

Marcos Souza

19 de novembro de 2014 às 16h58

“O governo federal está investigando, e cortando na carne, pela primeira vez em nossa história, casos de corrupção de grande magnitude”. È um pândego esse Miguel do Rosário. Dilma disse que havia demitido o ladrão Paulo Sérgio Costa; não demitiu, apenas exonerou-o da função de confiança(com direito a elogios pelos relevantes serviços prestados á diretoria da estatal. Ele deve ter sido um excelente arrecadador) e colocaram no lugar outro diretor para roubar também!kkkkkk. Quem está investigando, senhor Miguel não é o governo federal, são juízes,promotores (poderes independentes) e polícia federal, que não é subordinada ao PT, mas ao estado brasileiro. Se o governo federal quisesse cortar na própria carne, teria aberto PAD para demitir Paulo Roberto Costa e encaminhados as provas aos órgãos de investigação. Mas não foi isso que aconteceu, não é mesmo. Quem está cortando a carne do governo petista são a justiça, o MP e polícia federal!

Responder

    Miguel do Rosário

    19 de novembro de 2014 às 19h16

    Dilma demitiu o Paulo. Tanto que a mídia tentou usar o fato para produzir crise no parlamento.

    Responder

Edina Maria

19 de novembro de 2014 às 18h55

Com certeza …queremos o melhor deste povo que vive de conflito mentindo e escondendo a verdadeira ..Verdade do povo .e quando a policia souber a verdadeira verdade ate eles fica ao lado do PT …Esta muito perto da policia descobrir ……..Ai e onde vai complicar as coisas …..

Responder

Rafael Obin

19 de novembro de 2014 às 18h48

A casa tá caindo e os ditos veículos de mídia de esquerda já começam incitar seus militontos, que desconhecem o processo de impeachment. A Dilma vai cair e vocês sabem disso. Vai lá, saiam às ruas e levem uma sova do choque. Se forem com mais gente podem levar uma surra dos militares da força nacional, acho que o lombo de vocês está com saudade..

Responder

    O Cafezinho

    19 de novembro de 2014 às 18h52

    Não cansa de perder não? Há meses vcs vem alardeando que perderíamos a eleição, etc, e só vem perdendo. A casa caiu para vcs, porque agora é dilma até 2014 e depois lula até 2026.

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 18h57

    Perder? Quantas vezes vocês ganharam em primeiro turno? Hmm nenhuma. E quantas vezes o Lula tomou de primeira do fhc? Duas vezes.

    A liderança do pt já sabe que a Dilma vai cair devido às pegadas que ela deixou enquanto presidente do Conselho da Petrobras e enquanto ministra, e está preparando e incitando a militância, pelos veículos como essa página, a ir para a linha de frente. Vocês são uma massa de manobra tão ridícula que dá pena. Mas se adoram sentir um bafo de mira, vão em frente

    Responder

      Scan

      20 de novembro de 2014 às 01h56

      “Bafo de mira”?
      Pois é, aconselho a menina a limar a mira: doerá menos quando enfiarmos o cano nos seus fundilhos.
      Que fracassado…

      Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 18h58

    Sempre que falo que a casa caiu vocês se ofendem. Vocês se entregam sem vergonha nenhuma.

    Responder

      Roberto de Paulo

      19 de novembro de 2014 às 21h53

      Não passa de um reaça despeitado,coxinha papagaio,as viuvinha do fhc,o rei da privataria tucana,psdb,o partido +ficha suja do PAÍS.

      Responder

    Ana Drummond

    19 de novembro de 2014 às 19h02

    A casa caiu nao fio. Nos somos unidissimos. Diferente do movimento de voces que era pra rir. Se subdividindo, com disputa de poder ate dentro do proprio grupo.. parecem umas hienas! Quando nao puderem mais brigar com petistas, comerão uns aos outros.

    Responder

    Waldecir Catanhede

    19 de novembro de 2014 às 19h16

    Bloqueia esse trouxa miguel!!!

    Responder

      carlos

      19 de novembro de 2014 às 20h25

      Taí o porque das intenções do controle de mídia por parte do PT, simplesmente não aceitam nenhuma critica ou discordancia. Simplesmente censuram. Leiam oque este Waldecir manda fazer,… BLOQUEIA ! O controle da mídia é mais uma meta do foro de são paulo.

      Responder

        Miguel do Rosário

        19 de novembro de 2014 às 22h20

        Ninguém quer censurar mídia. Ao contrário, quer-se acabar com a censura econômica criada pelo monopólio, que por sua vez só se tornou tão monstruoso por causa da censura e do golpe de 64.

        Responder

          carlos

          20 de novembro de 2014 às 18h18

          Desculpe-me Miguel do Rosario, ou voce é ingenuo ou está sendo pago. É claro que vem censura aí. Estão praticando a mesma metodologia que aplicaram na Venezuela, está tudo lá escrito no foro, há um projeto de poder, e o PT sabe oque quer, pois ele é signatario do Foro de São Paulo e estão cumprindo a risca o script. Sabe-se muito bem oque planejam, e depois ficam cinicamente dizendo que a direita está dando golpe ou são golpistas. Não adianta tampar o sol com a peneira está mais do que claro, até a alguns anos atrás negavam-se a existencia do tal FORO, inclusive quem denunciava passava por tolo teorico da conspiração, atualmente se encontra até na internet todas as atas do foro, desde sua fundação, o negocio está escancarado.

          Miguel do Rosário

          20 de novembro de 2014 às 19h29

          Que censura mané! Censura quem faz é a mídia, que demite jornalista que foge ao script, ou Aecio fazia em Minas mandando cortar cabeça ou mesmo prender jornalista que o criticava. Há 12 anos que a mídia e seus lacaios massacram lula e Dilma e eles sequer cogitaram em processar. Dilma é republicana e democrática. Quem agride, censura e processa é a direita. E larga desse papo babava de “vc é pago”. Ninguém é pago pra fazer política, isso não existe.

          carlos

          21 de novembro de 2014 às 15h21

          E quem disse que voce faz política? Voce apenas posta oque é do interesse do governo. Se houvesse fascismo ou censura como voce alega com certeza esse seu blog não estaria na internet. Oque virá aí é censura mesmo ,tudo oque for contra o governo comunista do PT será censurado. E se voce for pago oque tem demais, é trabalho não é?

          Miguel do Rosário

          21 de novembro de 2014 às 16h25

          Não há censura na blogosfera e sim na imprensa comercial. Eu posto o que eu quero.

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h16

    Sei sim… Youssef fazendo delação premiada, Paulo Roberto Costa também e a lista de interessados em entregar o partido só aumenta. O partido procura uma maneira d se resguardar e jaja começa jogar os peões na fogueira. O psdb (que aliás, não sou apoiador) chega mais perto de vocês a cada eleição e nessa por pouco não levou. O partido que tem se dividido por dissidentes é justamente o pt vide Marina Silva (que fundou-o e militou por 30 anos) e quase vai pro segundo turno contra a Dilma. Desculpa eu sei que é difícil conversar com alguém que não é um completo tapado político, mas tenta, pergunta pros amigos mav como responder e vai na fé.

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h20

    Waldecir oras e a liberdade de expressão? Me reduza com idéias não com ódio e “violência” virtual.

    Responder

    Fernando Zambroni

    19 de novembro de 2014 às 19h21

    Esse Rafael tá achando que é quem?? O bonitinho do One Direction, ai me poupe!! Vai lavar uma louça e deixa a Dilma governar.

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h23

    Quem me dera eu tivesse o poder de impedir um presidente de exercer seu cargo. Infelizmente a Dilma e o pt estão acabando com o país por si só.

    Mas é bom ver quais calos doem em vocês.

    Responder

    Marilda Bassi

    19 de novembro de 2014 às 19h24

    Quando a gente escuta um advogado de homem “forte” de empreiteira dizer que seria muito melhor defende-lo na época da Ditadura Militar, gente, não precisa falar mais nada. E quando observamos que só um imbecil ou de má-fé não entende que isso já rola há mais de 15 anos e poderia ser evitado lá atrás, agora está sendo apurado, tem dó. Seria melhor separar o político da investigação. Melhor para o Brasil. Quanto mais as pessoas usam o caso Petrobrás para fins políticos, mais comprometem as soluções. Se é de propósito para esconder os “demais partidos”, ok, né?

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h24

    E eu sou lindo, minha mãe que falou

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h27

    Marilda, um esquema existir há quinze anos é justificativa para não te-lo impedido? Dizer que está sendo apurado é muita falta de honestidade e ao fim do processo será provado que havia conhecimento de Dilma, quando ministra de Minas e energia. Aguarde e verá… Aproveitando: que coloquem fhc e quem mais puderem no processo. Não tenho distinção de ladrão por partido.

    Responder

    Neumir Magalhaes

    19 de novembro de 2014 às 19h34

    Não perca seu tempo com esse rafael, não. deixe ele relinchando a ignorância dele. um idiota.

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h35

    Até agora não vi nada além de ofensas pessoais

    Responder

    Artur Mota Silva

    19 de novembro de 2014 às 19h58

    Esse Rafael deve ter fugido do hospício…

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 20h01

    De novo, nenhuma informação relevante além de ataque pessoal. Aprenderem certinho com a página do pt. Alguém aqui entende alguma coisa de política? Tá ficando chato. E a casa ainda caindo…

    Responder

Leonel

19 de novembro de 2014 às 16h40

Um recado aos coxinhas, inclusive o tal roger. Tentem um golpe.Agora não é mais como em 1964.”Nós vamo invadir sua praia” cambada de bundões

Responder

    Paulo André

    19 de novembro de 2014 às 16h50

    Esses petistas são umas figuras. Durante as manifestações do ano passado, petistas que tentaram se infiltrar no movimento apartidário foram escorraçados das ruas e voltara cabisbaixos para casa, empalados com o cabo da bandeira vermelha. Na internet são todos machos, machões mas nas ruas são umas flores. Calma petralhada, não vai haver golpe algum. Isso é histórinha dos blogueirinhos bajuladores e sites mantidos com dinheiro público para tentar ficar falando de outros assuntos que não seja a roubalheira na PETROBRAS patrocinada pelo PT.

    Responder

      Miguel do Rosário

      19 de novembro de 2014 às 19h15

      Grande parte dos que fizeram manifestações votaram na Dilma, vide a grande manifestação pro dilma na Cinelandia. Protestos eram contra bandeiras, mas os petistas estavam lá também. E quando houve tentativa da mídia e da direita de criminalizar manifestantes, quem os defendeu foi o PT e advogados de esquerda. Coxinhas e mídia os abandonaram.

      Responder

      Comuna

      20 de novembro de 2014 às 17h18

      É seu babaca. Dá pra notar! Enquanto os que lutaram contra a ditadura estão aí de peito aberto, mostrando a cara, os que apoiram e foram agentes dela só aparecem cercados por vários seguranças, ou armados como o bolsonaro jr.Ou então nem aparecem. Pudera: eram valentões contra presos com pés e mão amarradas e aínda em bandos e com o apoio de superpotencias atomicas como os EUA e seus agentes. O tal major curió se borrava de medo só de ouvir o nome de HELENIRA REZENDE no Araguaia.Só aparecia após os guerrilheiros terem sido capturados e imobilizados e depois posava de valentaõ.Tipico direitista covarde!

      Responder

Lulu Silva Telles

19 de novembro de 2014 às 18h39

Eu vou, com certeza!

Responder

Ricardo Moretzsohn Tavares

19 de novembro de 2014 às 18h39

tamo junto

Responder

Simone Caldas

19 de novembro de 2014 às 18h39

Responder

Nedilson Andrade

19 de novembro de 2014 às 18h38

vamos todos as ruas reforma politica já

Responder

Waldecir Catanhede

19 de novembro de 2014 às 18h37

Se houver golpe eu lutarei!!!tomara que não, mas Se precisar ser com armas, mesmo assim lutarei!!! Não vão roubar o meu direito!!!

Responder

Paulo Joel

19 de novembro de 2014 às 18h34

Sem dúvidas.

Responder

Poli Ar

19 de novembro de 2014 às 18h34

COM CERTEZA!

Responder

Francisco Bissoli Malaman

19 de novembro de 2014 às 18h33

Acontece que esse movimento golpista não seria escancarado.Seria algo sutil travestido de constitucional.Não teria esse romantismo que o artigo prega.João Stedile vai fazer o quê?Invadir o STF e pedir a cabeça do gilmar?

Responder

Beatriz Pardal S

19 de novembro de 2014 às 18h32

Pediremos reforço à nossa MAIOR E MELHOR PARCEIRA, E CLIENTE::#China!! Acho que não nos deixarão na mão.

Responder

SAMWISE

19 de novembro de 2014 às 16h31

Golpismo se combate com demonstração de força política, social e popular. O governo precisa atuar de forma pragmática no Congresso, para recompor sua base política. Mas não pode esquecer de recompor sua base popular, reconquistando a Classe C, especialmente a do Centro-Sul do país. Recomendo os textos abaixo, que fazem uma reflexão sobre o assunto:

http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR2.html#

http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR.html

Responder

Iasmin Moris

19 de novembro de 2014 às 18h30

Tenho 60 anos, nunca participei de movimentos, mas, vou as ruas pela Dilma/ Lula

Responder

    Marcos Souza

    19 de novembro de 2014 às 17h15

    Cuidadado vovô.Não se esqueça de ir com fralda geriátrica.Quando o bicho pegar, você vai se mijar todo, hein!

    Responder

      Miguel do Rosário

      19 de novembro de 2014 às 19h17

      Não subestime os mais velhos. Respeite-os. Sua linguagem é de um derrotado vulgar e irresponsável. Por isso perderam eleição e vão continuar perdendo. O povo não gosta de gente assim, sem moral, sem educação e sem respeito.

      Responder

      Leonel Santos-Alvorada RS

      20 de novembro de 2014 às 21h12

      Quem precisa de fralda é tu otário. Quem é vai pra fente dos quarteis pedir golpe pq não aguenta o tranco sozinho? Quem é que só valente com arma na cintura e/ou no meio de uma multidão como aqueles que cercaram e agrediram uma jornalista? Que é que anda pelas noites em bandos procurando negros,pobres ou homossexuais ,andando sozinhos é claro,para agredir ou matar? Valentoes para torturar e matar pessoas sem defesa com os pés e mãos amarradas…

      Responder

Almecir Rodrigues

19 de novembro de 2014 às 18h26

Pode contar comigo quero um futuro melhor para nossa juventude.

Responder

Nelson Carvalho

19 de novembro de 2014 às 18h24

SE HOUVER GOLPE ISSO AQUI VAI SE TRANSFORMAR NUM IRAQUE

Responder

Ana Lucia Godinho

19 de novembro de 2014 às 18h23

Com certeza.

Responder

Nilton Lula da Silva

19 de novembro de 2014 às 16h21

Eu irei para matar e para morrer.

Responder

George Ayres

19 de novembro de 2014 às 18h21

100% com o Stédile!

Responder

Maria Naledama

19 de novembro de 2014 às 18h19

Responder

Maria Naledama

19 de novembro de 2014 às 18h18

DIFERENTE DOS PARTIDOS DITOS DE DIREITA……..O PT FOI O UNICO QUE
OLHOU POR AQUELE POVO SOFRIDO DO NORDESTE,,,,,,CREIO QUE O
PSDB E OUTROS JA SABEM , QUE NUNCA MAIS GANHARAO NO NORTE,
NORDESTE…….DAI , TODO ESSE ODIO RANCOROSO……..E AGORA
QUEREM TIRAR O PT NA MARRA, POIS NO VOTO JA
ERA……….KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

Sergio De Paula Soares

19 de novembro de 2014 às 18h17

Eles é que se preparem para nós a esquerda! A mesma que derrotou,os E.U.A no vietnã!!

Responder

    Nedilson Andrade

    19 de novembro de 2014 às 18h37

    tamo juntos pode me chama

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 18h42

    E a união soviética, vai bem? Ah não, acabou né?

    Responder

    O Cafezinho

    19 de novembro de 2014 às 18h50

    A Suécia continua de pé.

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 18h54

    A Suécia tem em sua maioria parlamentares de extrema direita, nazistas mesmo. Pode procurar na net e riscar do seu caderno.

    Vamos continuar falando dos maravilhosos países que tentaram implantar essa aberração?

    Responder

    Luiz Alberto Schmitz

    19 de novembro de 2014 às 19h35

    China?

    Responder

    Rafael Obin

    19 de novembro de 2014 às 19h53

    China, aquela que prospera em cima de mão de obra escrava e que de democrática só fica no nome? Que restringe as informações que seu povo pode acessar, inclusive Internet?

    Responder

      Leonel

      20 de novembro de 2014 às 16h59

      -Tu tem ódio da União Soviética porque ela derrotou teu grande idolo na segunda guerra mundial(e acabou pagando caro por isso pois os EUA ficaram só assistindo e lucrando).O socialismo real venceu naqueles países que já eram muito atrasados e foram palco de batalhas na primeira e segunda guerra, como os do leste europeu,e que nunca foram deixados em paz pelas superpotencias imperialistas: chantagem atômica,invasãoes,sabotagem,histeria anticomunista,macartismo,apoio a ditaduras e regimes fundamentalistas..obrigando aqueles países a viverem em estado de guerra permanente.Se fazem o fazem com um governo pra lá moderado como o do pt imagina contra o socialismo? Naõ te preocupa, aquelas foram só as primeiras experiências,pouco mais de 70 anos que para a história da humanidade é quase nada.O próprio capitalismo teve idas e vindas e levou séculos para se consolidar,aliás escravizando e massacrando centenas bilhões de pessoas ao redor do mundo. Na África, na Ásia,na India(já ouviu falar no holocausto vitoriano?)O Socialismo influenciou também os estados de bem estar social e as politicas keynesianas(como o new deal por exemplo)que ironicamente salvaram o capitalismo Agora, um sujeito comparar a Suécia atual como o nazismo ou dizer que a hegemonia é dos nazistas só pode ser um idiota fabricado pelas vejas e globos…Um idiota cheio de convicções e que se acha um sábio…Pobre coitado.

      Responder

Sergio De Paula Soares

19 de novembro de 2014 às 18h16

todos!!

Responder

Rodrigo Jardim Rombauer

19 de novembro de 2014 às 18h15

todos nós.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina