Ato em defesa da imprensa

Hipocrisia e impeachment

Por Miguel do Rosário

09 de fevereiro de 2015 : 19h08

atacaaaar


 

Antes, meus parabéns ao Ministério Público Federal pelo excelente portal de corrupção que acaba de lançar.

http://www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/

Tenho duras críticas ao MPF, acho que a instituição tornou-se, há tempos, um instrumento da reação.

Casos que envolvem tucanos são sempre esquecidos em gavetas erradas, ou demoram tantos anos que prescrevem.

Banestado, mensalão tucano, trensalão, etc… A postura do MPF para investigar qualquer coisa que envolva o PSDB é de uma admirável incompetência.

Entretanto, tenho que admitir que a comunicação do MPF dá de dez a zero no Executivo e na Petrobrás.

O portal é bonito e arrojado. Conforme você rola a página, aparecem personalidades falando ao internauta.

No alto da página, descubro que foi criado também um portal apenas para a Operação Lava Jato.

Evidentemente, jamais se cogitou em fazer nada parecido para o trensalão, ou para qualquer escândalo tucano.

Bobagem imaginar que o MPF se preocuparia em transmitir uma imagem mínima de isenção…

Os nomes escolhidos pelo MP para a força tarefa da Lava Jato são os mais brilhantes cérebros do MPF, incluindo aí Vladimir Aras, responsável por um excelente blog jurídico, que foi uma das principais plataformas de defesa da Ação Penal 470.

Aras era o protegée de Roberto Gurgel, o PGR que escreveu aquela outra belíssima peça de ficção, que foi a acusação da AP 470, introduzindo a teoria do domínio do fato, afirmando que o dinheiro da Visanet era público, e culpando Pizzolato por uma responsabilidade que era de outros servidores do BB.

Aliás, também foi ele, Aras, um dos que assumiram a linha de frente do MP para trazer de volta Pizzolato.

Temos que admitir.

Os caras são inteligentes e obstinados.

Quando pensamos nos dirigentes sindicais, na maioria das lideranças partidárias da centro-esquerda, é como se fossem um bando de camponeses rudes, diante dos jovens, cultos e brilhantes cosmopolitas que dominam o MP e o Judiciário.

Sergio Moro, o juiz que hoje aterroriza as hostes governistas com sua tática de “mata-esfola”, foi o mesmo escreveu a decisão de Rosa Weber no âmbito da AP 470, aquela deliciosa peça de fascismo judicial, sintetizada na frase: “não tenho provas para condenar Dirceu, mas a literatura me permite fazê-lo”.

Um gênio!

Por coincidência, estavam todos juntos na investigação do Banestado: Sergio Moro era o juiz, Vladimir Aras um dos promotores, e Alberto Youssef, o delator.

Apesar dos documentos vazados citarem Sérgio Motta, José Serra, e uma conta em Nova York intitulada (ó, criatividade) Conta Tucano, nenhum deles conseguiu convencer Youssef a delatar ninguém importante do partido.

No caso do Banestado, Youssef delatou peixes pequenos e foi solto. Voltou a delinquir de novo, mas como é de DNA tucano, e conhecido de longa data de Sergio Moro, foi novamente tratado com generosidade. Pelo mesmo Sergio Moro.

Qual tinha sido a linha de defesa de Youssef, quando acusado de operar contas clandestinas do Banestado?

Doação para campanhas demotucanas do Paraná.

Deixa para lá. Não deu em nada mesmo. Também estou cansado de ficar repetindo um monte de coisas.

Já escrevi dois longos posts sobre Youssef. Um sobre o seu longo passado tucano, e outro sobre a estratégia que ele montou com seu advogado.

Fazer a disputa política com a grande mídia é como jogar xadrez com um super computador. A gente pode usar toda a nossa criatividade, e até ganhar algumas jogadas, mas o adversário é uma máquina: não pára, não cansa.

Como alguns blogs poderão fazer frente à mais poderosa e mais concentrada mídia do planeta?

A mídia vai repetindo a mesma ladainha, as mesmas mentiras e manipulações, indefinidamente. A gente não pode se distrair um minuto, senão acaba entrando no jogo dela.

É preciso entender que os erros que denunciamos na Ação Penal 470 vieram sobretudo do Ministério Público.

Fizeram exatamente o que estão fazendo hoje. Uniram os principais cérebros jurídicos, esses caras que são muito mais inteligentes que a gente, e produziram uma brilhante peça de acusação.

Ficcional, mentirosa, brilhante.

Agora repetem a dose.

Podem ter a certeza que o farão com mais brilhantismo ainda, fortalecidos pela vitória que obtiveram na AP 470.

Dá até pena do PT e do governo, com seu “blog do Planalto” tosco, sem variar o visual desde que foi criado por Lula.

Estão lascados.

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi acusado por um dos delatores, Pedro Barusco, de receber de 150 a 200 milhões de dólares. Em nome do PT.

A denúncia foi para a primeira página de todos os jornalões, todas as revistas, tvs, rádios.

O Jornal Nacional deu 20 minutos.

Aí fui na página do PT, para ver se o partido faz alguma defesa de seu tesoureiro.

Nada.

Na festa de 35 anos, em Belo Horizonte, Lula disse para acreditar nele. Dilma falou genericamente em golpismo.

Mais nada.

Não defendem, nem demitem o cara.

Ora, temos que encarar a realidade.

Se o Vaccari recebeu 200 milhões de dólares “em nome do PT”, então o partido está literalmente ferrado.

Ninguém vai defender o partido.

Não é questão de acreditar ou não em Vaccari ou no PT.

Isso é uma disputa política! É preciso enfrentar os fatos!

É preciso batalhar pelo convencimento!

O PT virou um partido lunático?

Tem que botar o Vaccari na capa do site do PT, com uma longa entrevista, em texto, em vídeo, em áudio, explorando as contradições da acusação de Barusco.

As pessoas tem de saber quem é Vaccari. Qual é a sua história.

É preciso articular um contra-ataque, baseado em defesa e ataque.

O site do PSDB está cheio de entrevistas, ataques, charges, contra o PT.

O site do PT não vai polarizar?

Dilma, quando fala em golpismo nos 35 anos de PT, precisa explicar o que isso quer dizer.

Ora, a oposição faz oposição.

Estão fazendo o que se espera deles, cada vez mais motivados.

E o blog do Planalto, não vai falar nunca de política?

Eu queria saber: é proibido?

Sabe quantas “curtidas” tem os posts do blog do Planalto?

Duas, três curtidas.

E por que?

Porque é um desastre completo. Não fala de política. Como se fosse proibido, à presidenta, participar do debate.

É um blog protocolar, completamente destrambelhado. O título do último post:

“Governo divulga prevenção à aids nos aplicativos de relacionamento Tinder e Hornet”.

Zero de política, zero de arte, zero de tudo.

E depois ela vem dizer aos ministros para fazer a batalha da comunicação?

Por que não contrata chargistas, escritores, cientistas políticos, videoastas, memistas, para ajudar no blog do Planalto, produzindo material político de primeira qualidade?

Se ela não gosta de falar (o que é um absurdo, mas tudo bem), então contrate alguém para falar no blog.

Todo dia.

Isso não seria uma contribuição para a cultura política?

(A mesma coisa vale para o blog da Petrobrás, mas já cansei de falar isso).

Hoje, um senador do PSDB, Cassio Cunha Lima, falou abertamente em impeachment no plenário. A mídia lhe deu amplo destaque.

Por que a presidenta não reage em seu blog?

O que está em jogo não é o mandato dela, é a democracia, é o Brasil, é a cultura política de 200 milhões de brasileiros, hoje reféns de uma mídia que pratica um golpismo cada vez mais traiçoeiro e sofisticado.

*

O senador em questão foi cassado por compra de voto em 2008! Ficou inelegível por 3 anos. Voltou para a política no ano passado, como senador. Olha a ficha do cara no Wikipédia:

*

Casso Cunha Lima

Problemas judiciais:

TRE-PB – Representação nº 215/2006 – Teve o mandato de governador cassado em ação de investigação judicial por conduta vedada a agente público.e pagamento de multa. Recorreu, mas decisão foi mantida no TSE e no STF: TSE – Processo nº 3173419.2007.600.0000 e STF – Agravo de Instrumento nº 760103/2009.

TRE-PB – Representação nº 251/2006 – Foi condenado a pagamento de multa em ação de investigação judicial por abuso de poder político e conduta vedada a agente público. O parlamentar recorre da decisão: TSE – Processo nº 4716474.2008.600.0000

TRE-PB – Processo nº 557204.2006.615.0000 – Teve rejeitada prestação de contas referente às eleições de 2006.

STF – Inquérito nº 3393/2012 – É alvo de inquérito que apura crimes da Lei de Licitações.

*

Esse é o nível da hipocrisia reinante hoje na política brasileira.

Não haverá reação?

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

72 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vanessa Frerichs

17 de março de 2015 às 10h09

O uso indevido do termo AUTISMO prejudica ainda mais, nos mães, pais e autista que fazemos de tudo para conscientizar a população sobre a síndrome.
Aí vem e usam como termo pejorativo.

Muito obrigada pela sensibilidade.

Responder

Carlos Felipe Bento Bessa

11 de fevereiro de 2015 às 14h40

Mateus Barradas, Pedro Storck

Responder

renildo camara

11 de fevereiro de 2015 às 11h58

Há tempo que o PT, vem sangrando de forma passiva. Lutei, sofri, gastei do meu bolso de forma livre, fui a todos as carreatas para ajudar eleger DILMA E RUI COSTA. AGORA VEJO MAIS UMA VEZ O PT SENDO ACUSADO PELOS VELHOS E CONHECIDOS LADROES DE VERDADE , COMO SE esse pessoal FOSSE HONESTOS, E NEM ASSIM O PT SE DEFENDE. O nome disso aqui na Bahia é se aputar. BATE TB PT. BATE BATE NESSES LADROES DO PSDB E DO DEM. Já sabemos o quê essa imprensa quer, então vamos as ruas tb.Quando o Pt RESILVER ISSO SERÁ TARDE DEMAIS. ESTÁ CONFIANDO NESSE PRESIDENTE DA CAMARA E SENADO?? O TEMER TA DOIDO PARA SENTAR NA CADEIRA DA PRESIDENCIA.

Responder

PENSANDO O BRASIL

11 de fevereiro de 2015 às 10h34

A STALINGRADO DO GOVERNO:

Quem deveria comandar a Batalha da Comunicação? Em meus sonhos (utopias) a Presidenta Dilma comanda. O que ela deveria dizer? Leia e opine no link abaixo:

http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR10.html

Responder

Joao Batista

11 de fevereiro de 2015 às 09h43

A impressão que a Dilma e o PT passam é a de um Ronaldo Fenômeno na copa da França… ninguém entendendo por que o cara tava lá parado e não jogava!!!
Será que existem forças ocultas atuando por aqui???? a gente não pode ficar sabendo??

Responder

Maria Coerin

10 de fevereiro de 2015 às 21h27

Brilhante texto!! A Presidenta tem de pautar a imprensa. Se não fizer isso, vai se dar muito mal. Aliás, já está se dando mal. Todos os dias notícias negativas na mídia. O Partido perdeu a coragem e a vontade de lutar. Não vi, não vejo o PT defendendo o Governo, defendendo seus dirigentes e se defendendo. É lamentável!!

Responder

Diana

10 de fevereiro de 2015 às 16h49

Enquanto Dilma manter esse ze cardozo como ministro, td castigo sera pouco. Nao votei nela p ver tanta covardia.

Responder

fernando oliveira

10 de fevereiro de 2015 às 15h52

Acho que quando forem julgar o Youssef, vai pegar a pena máxima: prisão perpétua. Só que na sentença, eles erram propositadamente o nome: ao invés de escrever Youssef, escrevem Roussef. E aí, quem vai presa será a Dilma pelos crimes cometidos pelo doleiro. Mas aí a culpa não é da justiça. Será do digitador que errará o nome.

Responder

Bruno Diniz Fernandes

10 de fevereiro de 2015 às 17h39

Responder

decio viotto

10 de fevereiro de 2015 às 15h27

Caro Miguel, desculpa, mas os promotores não são inteligentes, gênios
ou coisa parecida. Burlam a lei, transgrediem a lei, escrevem falsidades,
não comprovam nada. Não, caro Miguel, não nos ofenda chamando essas pessoas
de inteligentes. O nome para esses promotores é outro. Obrigado

Responder

Rodrigo Lima de Castro

10 de fevereiro de 2015 às 16h31

Alerta ao Brasil PSDB nunca mais!!!! Greve no Paraná acompanhe protesto gigantesco contra Beto Richa no Paraná. Mídia está escondendo. http://new.livestream.com/accounts/9579554/events/3763381

Responder

Gerson

10 de fevereiro de 2015 às 13h56

Extra…Extra…Extra…Governo Dilma começa a travar a batalha das comunicações!!! Ministro Zé da Justiça concede entrevista exclusiva para a TV Veja!!!
Não é 1º de abril não, é a pura verdade!!! Quando a gente pensa que no Planalto eles já cometeram todos os erros e agora vai começar a reação, aí eles se superam!!!

Responder

    Gerson

    10 de fevereiro de 2015 às 14h14

    O Conversa Afiada reproduz artigo de Breno Altman, extraído do Opera Mundi:

    Ministro da Justiça não economiza subserviência

    O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, deu entrevista à TV Veja.

    Pouco importa o conteúdo do que disse, pois relevante é a simbologia do fato.

    Como é possível, a essa altura do campeonato, sem ferir a credibilidade do PT e do governo, um de seus principais integrantes ser cordial e afável com a revista que trata Dilma, Lula e outros dirigentes petistas como bandidos?

    Como é possível a presidente decidir cancelar qualquer publicidade em Veja por seu caráter golpista, mas Cardozo conceder uma longa e sorridente entrevista?

    Como é possível que o ministro se cale diante das arbitrariedades cometidas por setores da Polícia Federal para incriminar o seu partido, mas resolva prestigiar o veículo que mais convoca o atropelo da ordem constitucional?

    Como é possível que a presidente convoque seus ministros para a batalha da comunicação e a atitude de Cardozo seja correr para os braços de uma revista criminosa?

    Como é possível acreditar em qualquer compromisso do governo com a regulamentação dos meios de comunicação se o ministro da Justiça não perde a chance de se curvar diante dos monopólios?

    Como é possível que Cardozo, cotado para o STF, vá apresentar credenciais para quem faz da pressão midiática sobre a corte seu instrumento de guerra contra a democracia e os direitos constitucionais?

    Como é possível Cardozo ainda ser ministro da Justiça, se a única coisa que faz é cuidar de salvar a própria pele, bajulando os setores mais reacionários do país?

    São perguntas que não podem calar.

    Responder

    Mauricio Gomes

    10 de fevereiro de 2015 às 14h19

    Temos que fazer pressão para a Dilma demitir esse ministro covarde e vendilhão, que não se furta a deitar-se com um inimigo declarado do governo e do povo brasileiro. FORAZÉCARDOZO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

ASNeto

10 de fevereiro de 2015 às 13h16

Bom dia a todos.
Também tô cansado.
Só que de ver gente reclamando que o Governo isso, o PT aquilo.
Bom…
Site do PT e coisas do gênero falam pra Petistas e não é esse o problema do PT. O problema é falar com quem está envenenado, mas ai eu pergunto simplesmente: como?! Ou onde?!
No blog do planalto, se o Governo disser que o Senador fulano está mentindo, ou que o partido X da oposição é golpista, o que vocês acham que vai acontecer?
Certamente o Governo estará incorrendo em práticas que por uma bobagem, podem configurar um crime administrativo e é mais fácil fazer um Impeachment assim que baseado nas responsabilidades pregressas da presidente porque chefiava o Conselho quando “compraram Pasadena”.
Essa última parte serve exatamente para fazer as pessoas entenderem errado e ficar pedindo pra Presidenta sair.
Acordem que ficar batendo no Governo com esses argumentos só vai fazer o jogo do PSDB golpista, porque o buraco é bem mais embaixo. Bem mais!
Abraços!
André

Responder

    Miguel do Rosário

    10 de fevereiro de 2015 às 14h47

    Sabia que alguém ia falar isso. Bom, se a presidenta não pode falar nada em seu blog, então publique receita de pão por lá.

    Responder

      ASNeto

      10 de fevereiro de 2015 às 16h43

      Olá, amigo!
      Você deveria saber que qualquer cargo público tem um protocolo chamado “decoro”.
      Faltar com o decoro próprio do cargo é motivo para processos administrativos e, no caso de um presidente, significa abrir possibilidades concretas de abertura de um processo de Impeachment.
      Os deputados não são cassados por falta de decoro porque há um corporativismo absurdo entre eles. E é esse mesmo corporativismo que pode levar à uma votação desfavorável ao interesse do governo como foi o caso da eleição para presidente da Câmara.
      Vá atrás e você verá.
      Abraços.
      André

      Responder

        Miguel do Rosário

        10 de fevereiro de 2015 às 17h11

        E quem falou em quebrar o decoro?

        Responder

          ASNeto

          10 de fevereiro de 2015 às 17h20

          Desculpe Miguel.
          O próprio uso de instrumento oficial para defesa política pode configurar o que se chama “falta de decoro”.
          E repito: é mais fácil processar algum agente público por questões objetivas, mesmo que pequenas, do que elucubrar um processo por causa da participação na presidência do Conselho da Petrobrás que supostamente teria levado a empresa à prejuízos.
          A função pública é recheada de formalismos e a lei, no caso do Direito Público, funciona de forma positiva, quer dizer, o que não está autorizado está proibido.
          Para uma pessoa comum, fora o que estiver proibido, tudo o mais é permitido.
          Isso faz uma diferença gigante na hora de interpretar as coisas no caso de agentes públicos.
          Abraços e parabéns pelo teu trabalho.
          André

          ASNeto

          10 de fevereiro de 2015 às 17h58

          Caro Miguel,
          Só pra descontrair, esses dias estava dando uma olhada em um micro que está sendo usado pelo meu filho e encontrei nos favoritos “O Óleo do Diabo”.
          Quanto tempo, cara!
          :o)
          André

Nilda

10 de fevereiro de 2015 às 13h10

Votei, voto e votarei sempre no PT. Acredito que muitos que estão escrevendo que se arrependeram em votar na Presidenta Dilma, estão mentindo. São os coxinhas infiltrados. Estão torcendo para desistirmos deste vitorioso projeto do PT. Coxinhas! Acordem! Parem de mimimi. Sou Lula! Sou Dilma! Sou Brasil!

Responder

Marilac Castor Castor Aragão

10 de fevereiro de 2015 às 14h44

Quando pensamos nos dirigentes sindicais, na maioria das lideranças partidárias da centro-esquerda, é como se fossem um bando de camponeses rudes, diante dos jovens, cultos e brilhantes cosmopolitas que dominam o MP e o Judiciário. – See more at: https://www.ocafezinho.com/2015/02/09/hipocrisia-impeachment-e-autismo-politico/#sthash.qwhgT6Xr.dpuf

Responder

Lirso Zapata Barizan

10 de fevereiro de 2015 às 14h44

#PT – Presidenta Dilma Rousseff, não deixando pedra sobre pedra. Vai investigar e punir, doa a quem doer.

Responder

Luís CPPrudente

10 de fevereiro de 2015 às 11h19

Com o tucano Zé Eduardo Cardozo à frente do ministério da justiça, provavelmente o Governo Federal nada fará para fazer a batalha da comunicação.

O Zé Eduardo Cardozo mantém a Dilma como refém de seus interesses tucanos? Ou a Dilma apoia esse tucano Zé Eduardo Cardozo?

Responder

Asiole Senun

10 de fevereiro de 2015 às 12h20

Texto perfeito! É o que o brasileiro consciente tem entalado garganta. Parabéns.

Responder

Enrico

10 de fevereiro de 2015 às 09h56

Meu caro Miguel, esqueça um pouco da Dilma e procure ver quem a está assessorando já há um bom tempo: Mercadante e Cardozo. Poderia sair algo melhor da cabeça de bagre destes caras? Claro que não. São pessoas plantadas pela mídia com a qual mantém íntima convivência. Acredito que sejam os primeiros a vazar informações do Governo Federal.

Responder

Ligia Malta-Butteux

10 de fevereiro de 2015 às 09h25

Brilhante é você, Miguel! Impressiona a sua capacidade, e obstinação, em ir fundo em cada matéria.

Responder

surreal

10 de fevereiro de 2015 às 09h25

O POVO QUER SABER… SE NÃO QUEREM OU NÃO PODEM CHEGAR NOS VERDADEIROS MAFIOSOS TUCANALHAS, CORRUPTOS SECULARES E NA MÍDIA MÁFIA ANTI-NACIONAL, VERDADEIROS LESA PÁTRIA, QUALQUER OPERAÇÃO DA PF CONTRA A CORRUPÇÃO SERÁ APENAS OPERAÇÃO POLÍTICA DESTRUIDORA DE NOSSO POVO, PORQUE DESSA FORMA A JUSTIÇA CONTINUARÁ SENDO UMA BALANÇA MUITO DESEQUILIBRADA. O POVO QUER SABER… E OS MAFIOSOS CORRUPTOS TUCANALHAS SOLTOS??? SOLTOS DE INÚMERAS CPIS. ATÉ QUANDO??? ATÉ QUANDO OS CORRUPTOS TUCANALHAS VÃO CONTINUAR SENDO BLINDADOS PELOS JUÍZES E MÍDIA CÚMPLICE MERCENÁRIA??? O POVO QUER SABER. ATÉ QUANDO??? OU ATÉ QUANTO??? OU MUITAS EMPRESAS, POLÍTICOS E O POVO BRASILEIRO VÃO PAGAR AS PENAS, MENOS O LÍDER DAS CORRUPÇÕES: O PSDB E SEUS PROTEGIDOS? E ATÉ QUANDO A MÍDIA ENTREGUISTA VAI TRAIR O BRASIL E CONTINUAR IMPUNE??

Responder

Jadson Oliveira

10 de fevereiro de 2015 às 09h18

À guisa de comentário aos artigos dos companheiros Fernando Brito (no Tijolaço – A política é o convencimento) e Miguel do Rosário (em O Cafezinho – Hipocrisia, impeachment e autismo político), ambos de ontem, dia 9.

A DIREITA ARMA O BOTE E O GOVERNO DILMA ESTÁ DESARMADO

Por Jadson Oliveira (jornalista/blogueiro) – editor do blog Evidentemente, de 10/02/2015

Miguel do Rosário denuncia bem a eficiência do Ministério Público Federal no trabalho de criminalizar o PT e livrar a cara dos tucanos, assim como tem destacado – juntamente com outros blogueiros “progressistas” ou “sujos” – a partidarização de ações do Poder Judiciário e também da Polícia Federal.

Ao lado disso, de modo geral, ganha realce o descalabro do governo do PT/Dilma/Lula no manejo da área de comunicação e, SOBRETUDO, a ação permanente da conspiração através dos meios hegemônicos da mídia.

Miguel do Rosário pergunta à certa altura: “Como alguns blogs poderão fazer frente à mais poderosa e mais concentrada mídia do planeta?” E continua: “A mídia vai repetindo a mesma ladainha, as mesmas mentiras e manipulações, indefinidamente”…

Já Fernando Brito, uma espécie de porta-voz da indignação nacionalista do velho e querido Brizola, fala do choque com os resultados do último Datafolha e se envereda também pelos “descaminhos da comunicação do governo”, inclusive citando o Nassif.

E aventa uma sugestão, que nos afigura realmente uma saída ideal para um governo encurralado, acuado, como o nosso, mas de muito complicada aplicação: ter a Dilma como a “gerentona” eficaz que ela é e, ao mesmo tempo, o Lula como o “falador”, o “convencedor”, o comunicador, que é o dom que Deus lhe deu.

Comentários ao artigo de Fernando Brito chegam a aventar a necessidade do governo contar com o concurso do Ciro Gomes e do Roberto Requião, bons quadros, de provada combatividade, do nosso time.

Pois bem. Este jornalista/blogueiro aqui, do alto de sua irrelevância, repito ad nauseam minha sugestão: as forças do campo democrático, popular e de esquerda (incluindo aí parcelas do governo) precisam ter uma potente mídia contra-hegemônica: jornais diários, revistas, emissoras de TV e de rádio (incluindo as comunitárias), além de reforçar e expandir a blogosfera “progressista” ou “suja”.

Ou seja, construir uma poderosa rede de veículos de comunicação, comprometida com uma visão política de cunho democrático, popular e nacional. Que sejam o quanto possível bem feitos tecnicamente, que possam fazer um trabalho jornalístico, honesto, à altura da necessidade da boa informação de que tanto carecem os brasileiros. Podem ser privados, públicos, estatais, comunitários, de cooperativas, partidos, sindicatos, movimentos, a depender das forças e circunstâncias.

Ou seja, possuir armas e munições para se defender, para atacar e, muito especialmente, para criar e conduzir sua própria agenda política e social, para disputar em condições de igualdade a hegemonia política e cultural. Cultivar e disseminar valores humanitários, sem os quais a vida se torna uma merda (valores do Buen Vivir, como pregam muitos irmãos da Pátria Grande sul-americana).

Só para reforçar o que venho dizendo e repetindo: por que será que o governo da Venezuela tem aguentado o bombardeio da direita golpista, apoiada acintosamente pelo império estadunidense? Por que diabo ainda não conseguiram derrubar o sucessor do “tirano” Chávez?

Respondo: porque lá nossos bolivarianos (além de terem um povo mobilizado e Forças Armadas também bolivarianas) têm bala na agulha em matéria de comunicação: uma potente rede de meios contra-hegemônicos. Só para citar um item: quando estive por lá, em 2012, na última eleição de Chávez, eles tinham seis emissoras de TV (além das comunitárias), duas delas atuando no front da política: a Venezuelana de Televisão (VTV) e a Telesur.

(Quero dizer: internamente, eles têm armas tanto para a defesa como para o ataque, mesmo que no exterior, como no Brasil, por exemplo, eles sejam vilipendiados, caluniados dia e noite, permanentemente pelos monopólios da mídia. Na maioria dos países, como no Brasil, por exemplo, sem o mínimo contra-ponto).

No último artigo que escrevi sobre o assunto neste meu blog Evidentemente (Precisamos lutar pela construção duma mídia contra-hegemônica – clicar aqui para ler), deixei a sugestão de debate:

“Penso que, além da blogosfera “suja”, há entidades credenciadas a tocar tal discussão: o Fórum Nacional pela Democratização das Comunicações (FNDC), o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, e as frentes de luta recém criadas: Fórum 21 e Frente pelas Reformas Populares”.

Clicar para ler os dois artigos mencionados: o de Fernando Brito e o de Miguel doRosário.

Responder

Lulu Pereira

10 de fevereiro de 2015 às 11h01

estamos lascados, me parece que estão mesmo autistas e não ouvem nada do que lhes dizemos há quatro anos, triste.

Responder

    Allan Taborda dos Santos

    20 de fevereiro de 2015 às 14h16

    Nós autistas ouvimos tudo o que ocorre ao nosso redor, e acho que você deveria pesquisar mais sobre autismo, e ver que inclusive há um dia do orgulho autista, no dia 18 de junho.

    Responder

Adenilson Vieira

10 de fevereiro de 2015 às 08h57

Eu como militante do Partido dos Trabalhadores admito que estou abandonado aos leões da mídia/PSDB pelo PT. Não tenho um líder e estou me sentindo Traído.

Responder

Elizangela Nascimento

10 de fevereiro de 2015 às 10h02

Mirlena de Castro Celio Resende Diniz Gessi Palmeira Marta Nascimento Michelle Silveria

Responder

Mauricio Gomes

10 de fevereiro de 2015 às 07h25

Até imagino a estratégia da Dilma contra o impeachment: amanhã irá fazer um bolo no programa da Ana Maria Brega, na quinta irá no programa da Chátima Bernardes falar sobre saúde e fitness e na sexta dará uma entrevista para o programa “entre caspas” com direito a participação do imortal Merdal Pereira. Só fazendo piada para aliviar um momento como esse, nunca vi um governo tão frouxo, pusilânime e covarde como este. Escutar escroques da oposição pedindo impeachment, como esse senadorzinho que foi CASSADO por compra de votos, e não responder a altura é muito irritante. Não tem senador do PT para ir na tribuna e colocar esse sacripantas no lugar dele? E o Aécio, quando irão falar sobre as falcatruas em MG? Se nenhum senador do PT tiver coragem de fazer isso pode me chamar que eu vou!!! :)

Responder

Fernando Soares

10 de fevereiro de 2015 às 09h09

O Cláudio é o exemplo de autista político. Perfeito, não?

Responder

Emilia M. de Morais

10 de fevereiro de 2015 às 05h41

A Receita Federal deveria lançar um portal similar. Não se pode esquecer que o saque dos cofres públicos via sonegação é mais de 4 vezes maior do que via corrupção.

Responder

Emilia M. de Morais

10 de fevereiro de 2015 às 05h36

Via Odra Noel: “Corrupção na Petrobrás X Sonegação do Itaú:
(1) O moralista se indigna com esta manchete do G1: “Crimes da Lava Jato desviaram ao menos R$ 2,1 bi da Petrobras.”
Obs. R$ 2,1 bi ao longo de 12 anos (2003-2014).
(2) O moralista deveria indignar-se 9 vezes mais com esta manchete do G1: “Receita autua Itaú em R$ 18,7 bi por deixar de recolher imposto em fusão”.
Obs. R$ 18,7 bi em apenas 1 ano (2008).
Isso não é uma indignação completa. É uma fração ridícula de indignação e moralismo barato”.
http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2013/08/receita-autua-itau-em-r-187-bi-por-deixar-de-recolher-imposto-em-fusao.html
http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2015/01/crimes-da-lava-jato-ja-desviaram-mais-de-r-2-bi-da-petrobras-diz-mpf.html

Responder

Selma Serodio

10 de fevereiro de 2015 às 03h13

Realmente, a inteligência a serviço da democracia. Não podemos enfraquecer, vamos ao contra-ataque. Acredito que a nossa força tem que se manifestar não só no face, mas também e nas ruas. A oposição já está articulada no pais todo para ir aas ruas, temos que fazer o mesmo para mostrar aos políticos que a maioria do povo brasileiro merece respeito, somente se formos aas ruas mostraremos nossa força. Gostaria de conclamar Miguel do Rosário e muitos outros blogueiro que lutam pela democracia para encabeçarem uma manifestação pacífica já que eles tem muitos adeptos e pessoas que os seguem. Sugiro que marquemos uma data e saiamos pacificamente com manifesto nos locais que são a casa do povo: câmaras municipais, assembleias legislativas, em Brasília no Congresso Nacional e no STF. Somente com manifestações é que podemos mostrar a nossa força. Foi assim nas diretas já, no impeachment do Collor, nas manifestações de junho de 2013.
Afinal, se tem pessoas que sabem bem o que são manifestações são os PETRALHAS, como sou um deles já estou a postos, alguém para acompanhar-me?

Responder

Glauco Coriolano

10 de fevereiro de 2015 às 02h49

Tem q formalizar, gente.

Responder

giovana

10 de fevereiro de 2015 às 00h48

NO MOMENTO ESTAMOS VIVENDO UM APOCALIPSE POLÍTICO.

Responder

Euler

10 de fevereiro de 2015 às 00h19

De fato, Miguel, a impressão que fica é que ou o PT está totalmente envolvido em corrupção, e não tem como se defender, ou perdeu a coragem de enfrentar os inimigos. Seria melhor então, neste caso, ter a humildade de convocar um time de cidadãos de diversas correntes e partidos e independentes para assessorá-lo. Um conselho político que assegurasse pelo menos a governabilidade da presidenta até o fim do mandato. Já com o compromisso de que o PT não irá mais concorrer à presidência, pois não tem disposição política de lutar. Quem sabe assim seria possível formar uma equipe de combate ao golpismo. Claro que o Brasil tem pelo menos 10 ou 20 personalidades de destaque, entre jornalistas, sindicalistas, juristas, professores e até políticos profissionais que poderiam se reunir e estabelecer um plano de ação para enfrentar o golpismo em três frentes:

1) na operação Lava Jato, denunciando que esta operação se tornou um foco de destruição da economia do país, da governabilidade, que visa derrubar a presidenta Dilma, privatizar a Petrobras e criminalizar o PT e a esquerda em geral;

2) no congresso nacional, denunciar o perigo que representa o presidenta da Câmara, que quer impedir a votação de matérias ligadas aos direitos humanos e ao combate às discriminações; quer manter o financiamento privado das campanhas eleitorais, foco da corrupção denunciada pela mídia golpista; e quer também criar as condições para o Impeachment de Dilma;

3) em relação à mídia, denunciar o criminoso monopólio das comunicações, que está sendo usado pelos barões mafiosos para acabar com o Brasil, para destruir a economia do país, para privatizar a Petrobras, e criar um clima de caos para favorecer aos grupos de rapina que sempre surfaram nas ondas da destruição interna dos países;

Há outros focos golpistas a serem combatidos também, como parte da PF, do MPF, da Justiça, especialmente do Paraná, mas acertando as contas com os três primeiros, os demais caem por tabela.

E para isso é preciso sim usar a rede nacional de rádio e TV, mesmo que seja para ler uma peça escrita por João Santana, sob a orientação desse conselho político; é preciso criar de forma emergencial uma central de mídia alternativa, para produzir documentários, entrevistas e denúncias e análises políticas, material este que seria distribuído para toda a blogosfera e inserido de forma paga em jornais regionais, de bairro, nos blogs, nas rádios comunitárias, etc.

Além disso, esse conselho visitaria todas as regiões do Brasil, convocando a população para discutir publicamente os problemas brasileiros e o golpismo em andamento; mobilizaria estudantes nas universidades e nas escolas do ensino básico; convidaria os movimentos sociais para engajarem nessa luta.

Ao mesmo tempo, a par e passo com este enfrentamento político, o governo criaria uma agenda positiva de propostas em favor dos de baixo, tipo: a) de imediato, reequipar e ampliar em caráter de urgência os 50 maiores hospitais do SUS para atendimento de emergência e de especialistas; b) iniciar imediatamente um conjunto de obras públicas, incluindo moradias populares, para manter o nível de emprego e atender as demandas sociais; c) na Educação, aumentar o valor do piso salarial e subsidiar as prefeituras para que elas paguem aos educadores o valor integral do piso valorizado; d) iniciar um processo de prioridade do transporte coletivo nos grandes centros urbanos, com obras de metrôs, e trens e reforço nas frotas de ônibus, e propondo ao mesmo tempo a discussão sobre a tarifa zero dentro de um prazo que permita ao estado assumir esses investimentos – começaria com transporte gratuito imediato para idosos, crianças, estudantes e desempregados, por exemplo. E por aí vai, uma agenda positiva, capaz de mostrar as boas intenções do governo que a direita quer derrubar.

Taí, presidenta Dilma, Lula, e o PT: mais uma sugestão de ação ante a crise que ameaça o país, e não apenas o PT e o governo federal.

Responder

Gerson

09 de fevereiro de 2015 às 23h33

O site 247 menciona que, segundo uma fonte do governo, Dilma também analisa a possibilidade de conceder uma entrevista a um veículo de imprensa nesta semana. Só falta os gênios do planalto chamarem a Rede Bobo. Não dúvido nada. Por que não convocam uma coletiva de imprensa, com o PIG e os blogues “sujos”, ao mesmo tempo. Será que ninguém pensa no governo, é?

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de fevereiro de 2015 às 22h31

O editor do Conversa Afiada, Alisson Matos fez um breve levantamento das contas do FHC, o Principe da Privataria, com empresas incursas na Lava Jato.
FHC mergulhou na Lava Jato!
Publicado em 09/02/2015
Mas, no jornal nacional ele foi blindado
Na campanha presidencial de 1998, dos mais de R$ 40 milhões arrecadados pelo candidato à reeleição Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ao menos R$ 1 milhão e 650 mil saíram de construtoras investigadas na Operação Lava Jato.
Esses foram os valores declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Andrade Gutierrez (AG) com R$ 500 mil, Egesa e Setal com R$ 200 mil cada uma e Promon com R$ 750 mil estão na lista de doadores de FHC naquele ano.
Naquele mesmo ano, segundo o site da própria empresa, a Andrade Gutierrez venceu o leilão de privatização do Sistema Telebrás em operação da Telemar.
Aqui, no Diário Oficial: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=71&data=29/12/1998

Responder

R/T

09 de fevereiro de 2015 às 22h24

cade meu comentário ?

abç

Responder

Marcos Rizzatti

09 de fevereiro de 2015 às 22h16

Maravilha de texto, Miguel, pena que a realidade é esta mesmo, enquanto o Governo Federal “dorme em berço esplêndido” a oposição não cansa de lutar pela VOLTA DA DITADURA, eles querem de volta a mamata de sugar toda a riqueza do Brasil e a grande mídia aplaudí-los, como faziam nos 8 anos do bandido FHC, e o povo passa a ser só um detalhe para eles, concordo com você, o governo deveria reagir, Dilma não quer? não pode? mas vem cá temos 39 ministérios e ainda por causa de contenção de gastos (a desculpa) e não contratam um mero porta voz para fazer o papel da Dilma perante a mídia em geral, com certeza se tivéssemos um porta voz, a Presidenta ficaria apenas preocupada com o gerenciamento e o porta voz atenderia diariamente toda a midia. simples assim.

Responder

Rafael

09 de fevereiro de 2015 às 22h14

CLAP, CLAP, CLAP. De pé.
Mais uma vez: clap, clap, clap.

Responder

    Rafael

    09 de fevereiro de 2015 às 22h16

    Antes que me esqueça, Miguel.
    Imprima, coloque num envelope e endereça para o Palácio do Planalto, já que eles não acessam internet, mesmo.

    Responder

      Marcos Rizzatti

      09 de fevereiro de 2015 às 22h19

      a idéia é boa Rafael, mas vai que chega lá e a SECOM, Min. Zé
      e ou Min. Katia Abreu, intercepta a carta antes de chegar nas mãos da Presidenta e mandam queimar a carta do Miguel kkkkkkkk

      Responder

luis castro

09 de fevereiro de 2015 às 22h08

O seu desabafo é de todos nós, o que falta aqui em coragem e liderança sobra nos nossos vizinhos, Argentina e Venezuela, que não levam desaforo para casa e pelo menos lutam contra seus poderosos opositores. Cadê a guerrilheira Dilma que lutou contra a ditadura e agora como mandatária maior deste país perdeu toda sua combatividade, frustando todos aqueles que esperavam mais dela.

Responder

Claudio Hammes

09 de fevereiro de 2015 às 23h11

O color que o diga .ele é aprendiz

Responder

Claudio Hammes

09 de fevereiro de 2015 às 23h08

Mete o pau no cú do lula e dos petista. Digo a espada

Responder

    Gerson

    09 de fevereiro de 2015 às 23h13

    Por que este comentário está aqui?

    Responder

Messias Franca de Macedo

09 de fevereiro de 2015 às 20h58

Uma modesta contribuição ao trabalho – e ao sofrimento – do egrégio, impávido e incansável jornalista Miguel do Rosário!

######################

TJ-PB: crime de Ronaldo Cunha Lima prescreve em 1 ano e 4 meses

Em 05.11.93 Ronaldo Cunha Lima atirou no ex-governador Burity. Nesses 15 anos o político conseguiu postergar seu julgamento. Isso sim é um dos grandes erros da justiça e não a cassação de Cássio, como o mesmo afirmou. Poucos dias antes de ser julgado pelo STF, Ronaldo saiu do cargo de deputado federal para o processo voltar para o TJ da Paraíba, ganhando assim mais tempo para ser julgado. Esse fato causou a repulsa do ministro Joaquim Barbosa, que chamou essa atitude de escárnio. “Esse homem manobrou e usou de todas as chicanas processuais por 14 anos para fugir do julgamento. O ato dele é um escárnio para com a Justiça brasileira em geral e para com o Supremo em particular”, disse o ministro Joaquim Barbosa, relator do processo. “Ele tem direito de renunciar, mas é evidente a segunda intenção. O que ele fez foi impedir que a Justiça funcionasse”, complementou.
(…)

FONTE: https://olhosdonorte.wordpress.com/2009/01/23/tj-pb-crime-de-ronaldo-cunha-lima-prescre-em-1-ano-e-4-meses/

Responder

Diogo Batista Thay Scapini

09 de fevereiro de 2015 às 22h56

Fábio Percoski

Responder

Malu Porto

09 de fevereiro de 2015 às 22h41

Triste muito triste. Admiro sua tenacidade que não encontro em quase ninguém mais.Me deu alento.

Responder

Ariete Relvas

09 de fevereiro de 2015 às 22h17

Concordo com tudo que você diz A minha pergunta é: Não existe ninguém no Governo que mude essa atitude? Vão acabar derrubando a Presidenta, é isso que o PT quer? Lutamos tanto para eleger a Dilma , para acabar assim? LAMENTÁVEL.

Responder

Sandra Francesca de Almeida

09 de fevereiro de 2015 às 21h58

Sempre brilhante, caro amigo. Tão brilhante quanto os jovens procuradores do MP, da operação Golpe a Jato, mas, diferentemente deles, uma inteligência a serviço da democracia e da verdadeira justiça.

Responder

Márcio

09 de fevereiro de 2015 às 19h50

Imagino, Miguel, como seja árduo o seu trabalho. Beira o sofrimento ter que exercer a sua cidadania – diga-se, de frutos valiosíssimos – neste cenário e, não ver, por parte do Governo, qualquer ação baseada nas suas inúmeras sugestões ou queixas.
Entendo a sua “revolta”, bem como a de milhões de brasileiros. Contudo,não podemos prescindir do seu trabalho… propulsor do meu otimismo e do de muitos brasileiros que sabem que a luta deve continuar.
Mais uma vez…Muito obrigado !!!

Responder

Beto Mafra

09 de fevereiro de 2015 às 21h47

O playboy foi desterrado na eleição mas continua se achando…

Responder

Marcelo Rossi

09 de fevereiro de 2015 às 21h40

Banestado, mensalão tucano, trensalão, etc… A postura do MPF para investigar qualquer coisa que envolva o PSDB é de uma admirável incompetência. Aos amigos, tudo !

Responder

Débora Mustafá

09 de fevereiro de 2015 às 21h35

Texto brilhante! Faço minhas as suas palavras, Miguel do Rosário!

Responder

Daniel Monteiro

09 de fevereiro de 2015 às 21h32

A verdade como ela é !!!
https://www.youtube.com/watch?v=drr4XZesF0o

Responder

Patricia Machado

09 de fevereiro de 2015 às 21h19

PT saudações.. Um jeito sádico de governar

Responder

Livia Gabriel

09 de fevereiro de 2015 às 21h18

Vinícius Augusto Pontes

Responder

Deixe uma resposta