Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

MP enterra Globo: não há prova alguma contra Lula

Por Miguel do Rosário

05 de maio de 2015 : 17h48

ScreenHunter_5736 May. 05 20.49


 

No Brasil 247.

MP ARRASA ÉPOCA: NÃO HÁ PROVA ALGUMA CONTRA LULA

Disparo da revista Época contra o ex-presidente Lula, em que ele foi chamado de “operador” na capa e “lobista em-chefe” na reportagem, termina de forma melancólica para as Organizações Globo; procuradora Mirella Aguiar disse que não foi apresentada “prova nenhuma” no procedimento preliminar (chamado de investigação por Época) sugerido por um procurador – procedimento este que, em menos de uma semana, vazou para a capa de Época, que, na prática, faz lobby por um grupo chinês; “A quebra de sigilo é algo que a Justiça não costuma dar com base em notícias anônimas e equiparo um pouco a reportagem jornalística a uma notícia dessas porque não temos prova nenhuma”, disse a procuradora.

5 DE MAIO DE 2015 ÀS 06:37

247 – Terminou de forma vergonhosa, para as Organizações Globo, em especial para a revista Época, o mais recente capítulo da cruzada empreendida pela família Marinho contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na capa deste fim de semana, Época rotulou Lula, na capa, como “operador”, e, nas páginas internas, como “lobista em-chefe” de grupos empresariais brasileiros junto ao BNDES.

O motivo seria uma investigação aberta há uma semana pelo Ministério Público Federal contra Lula, relacionada a negócios da Odebrecht na África e na América Latina.

Agora, sabe-se que não existe nem sequer uma investigação, mas apenas um procedimento preliminar, aberto por um procurador, chamado Anselmo Henrique Cordeiro, a partir de uma reportagem do jornal O Globo.

Escolhida por sorteio para dar andamento a este procedimento, que pode ou não virar uma investigação, a procuradora Mirella Aguiar, foi arrasadora. Disse que não foi apresentada “prova nenhuma” contra o ex-presidente Lula e negou a possibilidade de quebra de sigilos do ex-presidente Lula ou do Instituto Lula.

“A quebra de sigilo é algo que a Justiça não costuma dar com base em notícias anônimas e equiparo um pouco a reportagem jornalística a uma notícia dessas porque não temos prova nenhuma. Qualquer tipo de invasão da esfera da intimidade, da privacidade do investigado tem que ser fartamente fundamentada. Quando se faz a pergunta se isso daqui poderia gerar uma quebra de sigilo, a inexistência de provas neste momento não autorizaria”, afirmou, em entrevista ao jornal ‘Estado de S. Paulo’, publicada num pé de página, sem muito destaque.

Em nota divulgada nesta segunda-feira, o Instituto Lula desmascarou o chamado “método Época de jornalismo”, lembrando que nem mesmo a investigação citada na capa existe (saiba mais aqui).

O que se tem, portanto, é apenas uma tentativa de manipulação do processo político por parte da imprensa e de instituições de Estado. O jornal O Globo publica uma reportagem, que gera um procedimento interno no MP, que vaza para Época, também das Organizações Globo, e alimenta uma campanha de difamação e desinformação.

Em tempo: ao acusar o ex-presidente Lula de defender interesses de construtoras brasileiras no exterior, criminalizado sua atividade como palestrante, Época, na prática, fez lobby por um grupo chinês, chamado Ghezouba, derrotado em concorrências internacionais.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carlos Alberto

08 de maio de 2015 às 08h51

Eu pergunto, se o Lula não está envolvido em nenhum falcatrua, como explicar: como é possível uma pessoa (lulinha filho do Lula) de um simples funcionário do zoológico de São Paulo, de um dia para outro virar bilionário. Se alguém conseguir explicar esse milagre, vou acreditar que realmente as suspeitas contra o ex presidente são falsas e que estão querendo macular as coisas boas que ele fez para o Brasil.

Responder

    Miguel do Rosário

    08 de maio de 2015 às 10h22

    ai, meu deus. o filho de lula não é bilionário, meu caro.

    Responder

      Carlos Alberto

      09 de maio de 2015 às 21h56

      Talvez não seja bilionário, mas está riquíssimo ou estas notícias são falsas.O filho do Lula é o empresário mais bem sucedido da história
      1000429_188716517958832_1754917370_n

      É REVOLTANTE!!! O filho do Lula, conhecido como Lulinha, Fábio Luís Lula da Silva, é o empresário mais bem sucedido da história!!!
      O cara limpava merda de elefante no zoológico, ganhava uma bolsa de R$ 600,00 reais pelo trabalho de estagiário.

      Logo após o papai assumir o controle do Brasil, COMPROU uma FAZENDINHA pela simples bagatela de R$ 47.000.000,00 (quarenta e sete milhões de reais) , e virou um dos maiores produtores de boi Nelore do Brasil. O impressionante nesta trajetória de sucesso e rara inteligência é que de um salário de R$ 600,00 passou a proprietário, de uma vez só, de um patrimônio de 47 Milhões. O que levaria mais de 4.612 anos.

      Veja só que competência, logo depois de comprar, levou essa fazenda a ser a primeira a receber o Certificado de Exportação de carne para Europa.
      Mas não fica só nisso a competência deste EMPREENDEDOR de sucesso.

      No Pará nas regiões de Redenção , Marabá e Carajás, ELE comprou de Benedito Mutran Filho, herdeiro do conhecido Bené Mutran (homem forte da castanha) várias fazendas totalizando R$ 100.000.000,00 isso mesmo. CEM MILHÕES DE REAIS. Sócios no negócio: Duda Mendonça e Daniel Dantas.Esse mês, Lulinha comprou um Gulfstream GIII e dos mais modernos aviões executivos do mundo por R$ 100.000.000,00 (CEM MILHÕES DE REAIS).

      SOMOS OTÁRIOS, OU ERAMOS? DEPENDE DE VOCÊ!!!

      Fonte: Pedro Bial

      Rota Notícias

      Responder

Ricardo

07 de maio de 2015 às 13h20

Quem ficou mal nessa história foi Lula, que mais uma vez teve sua imagem indevidamente manchada pela revista caluniadora, pertencente às Organizações da família Marinho. Lula tem que processar a revista e os poderosos chefões donos da revista, e exigir uma indenização por danos morais.

Responder

Danilo Rocha Furst

06 de maio de 2015 às 18h12

Essa direita já está querendo inviabilizar uma possível volta de LULA em 2018.

Responder

Ronivon Rosa

06 de maio de 2015 às 16h17

kkk

Responder

revenger

06 de maio de 2015 às 12h58

Eles queriam dizer Lulla, o operário! Erraram e colocaram “operador”!

Responder

Maria Angela Ferreira Da Rosa Neves

06 de maio de 2015 às 15h49

Ah ah ah rs rs rs kkk

Responder

Elizabeth Mendes

06 de maio de 2015 às 12h10

…mas querem provas, de qualquer jeito.

Responder

Maria Aleide Fiorot Corsini

06 de maio de 2015 às 09h21

Rsrsrsrz

Responder

Alberto Capucci Filho

06 de maio de 2015 às 02h46

Golpismo, como sempre…

Responder

Leo

05 de maio de 2015 às 22h44

Vai ter reparação ou não. Por isso o PIG continua difamando. Não acontece nada. Eles inventam o que querem e fica por isso mesmo.

Responder

    Gilmar

    06 de maio de 2015 às 07h45

    A Dilma processou a veja ? governo masoquista !

    Responder

Carmem Witt

06 de maio de 2015 às 00h31

eu já sabia!!!!, operador de Milhares de EMPREGOS e de empresas brasileiras no exterior!!!,,d-a-lhe lula !!!!! e PROCESSA esta revistinha PIG!

Responder

Andre Dos Santos Gonçalves

06 de maio de 2015 às 00h09

Mas a merda ja foi feita.

Responder

    Danilo Dan

    06 de maio de 2015 às 02h35

    Não interessam os fatos. O importante são as capas, as manchetes garrafais e as invenções semióticas para circular nas cidades e nas redes sociais.

    Responder

Deixe um comentário para Alberto Capucci Filho

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?