Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Youssef, o delator de aluguel, volta a fazer o jogo da oposição

Por Miguel do Rosário

11 de maio de 2015 : 12h30

A grande mídia começa a repercutir, histericamente, o bilionésimo depoimento de Alberto Youssef, desta vez para a CPI da Petrobrás. O doleiro agora volta a fazer insinuações contra PT e Planalto, e acusar um monte de gente sem provar.

Youssef é um jogador político exímio. Inclusive acusa algumas pessoas de oposição, para dar legitimidade às suas denúncias.

Há tempos se tornou um delator profissional, de aluguel.

Junto com seu advogado, um tucano espertíssimo ligado a Beto Richa, o doleiro entendeu brilhantemente qual é o jogo de Sergio Moro e dos procuradores.

Sabe que se não seguir o jogo, Moro o trancará em suas masmorras, e será execrado na mídia. Em caso contrário, será perdoado pela enésima vez, pelo mesmo Sergio Moro, e transformado em herói do ano pela Rede Globo.

É bom lembrar os seguintes fatos (sugiro que entrem em todos os links):

1) O advogado de Youssef, Antonio Augusto Lopes Figueiredo Basto, trabalhou com o PSDB durante muitos anos.

2) O mesmo advogado de Youssef já beneficiou, enquanto conselheiro da Sanepar, o principal patrocinador da campanha de Álvaro Dias, senador tucano que também voou muito nos jatinhos do doleiro. Esse patrocinador, Joel Malucelli, primeiro suplente de Alvaro Dias, é dono de afiliadas da Globo (rádio) e Band (TV) no Paraná, e o homem mais rico do estado. Seu principal negócio está na construção civil e seria o principal beneficiado pelo desaparecimento ou falência  das empreiteiras envolvidas na Lava Jato. .

3) Alberto Youssef tem um longo histórico como operador do PSDB.

4) Há um fator ainda mais grave. Na delação anterior, para o mesmo Sergio Moro, o doleiro usou a delação premiada para destruir seus concorrentes, e emergir como o maior doleiro do país. Ou seja, Youssef aprendeu a manipular a própria instituição da delação premiada, sendo que o “prêmio” que se autoconcedeu foi bem maior do que o oferecido oficialmente pelo Estado. Há denúncias de que contou com a cooperação do Judiciário e do Ministério Público.

5) Youssef acusa a cunhada de Vaccari, e com isso salva a pele de Sergio Moro, cuja principal desmoralização das últimas semanas foi ter mandado prendê-la, “por engano”, após achar que ela era que aparecia num vídeo (não era ela) depositando R$ 2 mil na conta da irmã. Com a delação de Youssef, Moro ganha uma sobrevida política.

O fato de ter mentido em suas delações anteriores é omitido pela mídia.

O importante aqui não é mais provar nada, e sim materializar uma condenação política e midiática, que não precisa passar pela irritante burocracia do código penal, que confere aos cidadãos o direito  a um segundo julgamento e a recursos.

Vale tudo em nome da política.

Só que a Lava Jato parece estar gastando seus últimos cartuchos. As conspirações judiciais entraram numa fase mais desesperada. Neste final de semana, a Folha vazou uma delação que sequer foi assinada por um empresário. Ou seja, delatou o próprio delator! Se já é um absurdo, e uma violação do sentido da delação premiada (que não é dar razão ao bandido), o vazamento de seu conteúdo antes que haja provas, o que dizer deste vazamento antes mesmo que o delator celebre um acordo com a promotoria, ou seja, que assine um depoimento?

As insinuações contra Lula refletem o “momentum”, que é de trucidar a imagem do ex-presidente.

A Globo, através da Época, iniciou uma campanha fortíssima contra Lula, e é ingenuidade das redes sociais pró-lulistas achar que os desmentidos foram suficientes.

A Globo sabe o que está fazendo.  As redes sociais antipetistas, que incharam desmesuradamente nos últimos meses, são fechadas. Ali não entram os desmentidos do Instituto Lula, nem as matérias dos blogs, nem as “hashtags” da militância petista.

Essa guerra não será vencida com tuitáço. E sim com uma ampla estratégia de comunicação, na qual o governo federal deveria participar, em nome da democracia, da honra de seu partido, e da verdadeira justiça.

No atual estágio da luta política, não existe mais separação entre Dilma e PT. Isso é bobagem. Agora ambos estão no mesmo barco.

A destruição de um é a destruição de outro. E vice-versa.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

53 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vitor

12 de maio de 2015 às 11h56

Esse cara deveria virar escritor…
Essa delação premiada já teve mais reviravoltas que Game of Thrones… A lava-jato está caminhando a passos largos para uma anulação! Festa dos políticos e empreiteiros picaretas…

Responder

    Miguel do Rosário

    12 de maio de 2015 às 12h12

    rs

    Responder

carlos araujo

12 de maio de 2015 às 11h13

“Acusar um monte de gente sem provar.” Voce queria que ele tivesse vivido sua vida com uma GoPro filmando tudo na testa. Vamos limpar o brasil da corrupcao PT,PSDB,PP,PMDB sao partidos que saquearam o bolso do trabalhador. Precisamos de uma nova alternativa.

Responder

    Miguel do Rosário

    12 de maio de 2015 às 11h40

    Bem, você acaba de confirmar minha teoria. Vontade de condenar partidos por via de condenação individuais, e condenar indivíduos por motivação política.

    Responder

Hilson Mergulhão Breckenfeld Filho

12 de maio de 2015 às 12h36

que não mostrou efetividade …… ao contrário algumas decisões precisaram ser revistas

Responder

Martha silva

12 de maio de 2015 às 07h15

Exatamente.Se o GOVERNO DO PT capitular, a esquerda como um todo sai prejudicada e seremos entregues aos ENTREGUISTAS DA DIREITA, REACIONARIA, RASCISTA E FASCISTA BRASILEIRA.SERA O CAOS.MAS, AINDA PERSISTE A ESPERANÇA.

Responder

Nina Graça

12 de maio de 2015 às 08h03

PARABENS. PSDB. A. PETROBRAS. DESABA. 40000.. .POSIÇÃO. NA. LISTA. Da. Forbes

Responder

Nina Graça

12 de maio de 2015 às 07h54

O. DELATOR. O. YOUSSEEF. JUIIZ. MORO. DE. ALUGUEL. O ..PSDB. ENVOLVIDOS. DO. GOVERNO FEDERAL. DA. REPÚBLICA. EX. PRESIDENTE. FERNANDO HENRIQUE CARDOSO. PSDB FHC. TUCANOS PSDB. SÃO. TODOS. FARINHA. DO. MESMO. SACO. BANDIDOS

Responder

Jose Leono

12 de maio de 2015 às 02h52

VÃO BUSCAR TODOS OS CORRUPTOS DO BRASIL (DE CABO A RABO…) INCLUINDO TODOS QUE GANHAM ALTOS SALÁRIOS, BENEFÍCIOS, AJUDAS DE NEM SEI DO QUE QUANTAS… E OUTROS BENESSES DO DINHEIRO PÚBLICO QUE É APROVEITADO EM DETRIMENTO DA REAIS NECESSIDADES DA POPULAÇÃO!!!!

Responder

Jose Santos

11 de maio de 2015 às 23h28

Agora o advogado do Youssef quer anular a operação lava-jato. por que será???

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/pf-apura-denuncia-contra-delegados-da-lava-jato-627payhhk0u3jdu79q2ybiwny

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de maio de 2015 às 23h18

… E o delator “inocentou o inocente Antonio Palocci” também para criar uma aura de credibilidade!
Para “legitimar” o ataque sórdido, canalha e covarde à presidente Dilma Rousseff e ao [eterno] presidente Lula!
Tudo tão previsível!
E ‘o Bonner da Fatinha’ aproveitando os seus estertores no também decrépito e desmoralizado *’JN’!
*Nacional?! Poeta?! Jornalismo ou entretenimento?!…

Ah “lote” de sacripantas, terroristas e fascigolpistas de meia tigela!
Corruptos até a enésima geração de [emissoras] afiliadas!
E de afilhadas(os) também!

Responder

Normahannah Jenner Rosas

12 de maio de 2015 às 02h04

Esse bandido já mentiu tanto que está quase dando um nó na língua. Que credibilidade pode ter um salafrário desses?

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de maio de 2015 às 22h57

DA SÉRIE ‘AGORA, ESCUTA [MAIS] ESSA’!
Numa matéria veiculada através do Jornal das Dez [GloboNews] (edição de 11/05/2105), a repórter afirmou que “a Petrobras está recebendo de volta R$ 157 milhões desviados por ex-gerente Pedro Barusco. E o valor corresponde ao que foi desviado no período de 18 (dezoito!) anos!”
Em seguida, no comentário acerca da reportagem, a simpática Renata Lo Prete “saiu em defesa dos patrões barões Marinhos e Frias”:
“Não basta a Petrobras reaver o dinheiro que foi surrupiado! É preciso mais! É preciso punir exemplarmente os diretores da empresa estatal e os governantes do *período investigado!”
*período investigado!
Ou seja, a Renatinha “acha melhor” que a era FHC seja, digamos, absolutamente desconsiderada, período no qual ‘O Clube das Empreiteiras’ foi montado! Período em que o presidente FHC “abriu as porteiras” da corrupção na Petrobras!
RESCALDO: “lá do Céu (sic), o Paulo Francis deve estar esganando essa ‘pena amestrada’ que responde pelo nome de Renata Lo Prete!”
EM TEMPO FASCIGOLPISTA: lá isso é jornalismo, siô?
Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República Dessas Bananas Amestradas

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de maio de 2015 às 22h56

Ciclo de vida do produto: as revistas semanais e o antipetismo
Por Sérgio Saraiva
SEG, 11/05/2015 – 08:57
Porque o antipetismo das revistas semanais Veja e Época é um suicídio jornalístico que faz todo o sentido em termos de gestão empresarial e de produto.
(…)
Na indústria, há uma situação específica em que o melhor a fazer com um produto de sucesso é deixar de produzi-lo. É o caso de quando a tecnologia desse produto é superada por uma inovação revolucionária.
(…)
Revistas semanais impressas são um produto morto. A blogosfera é a inovação tecnológica que as levará ao fim.
(…)
O jornal de hoje embrulhará o peixe de amanhã. Imagine-se na próxima semana.
(…)
Mas as revistas semanais, tal e qual a minha fábrica de fitas cassete, não têm futuro. Enfrentam a concorrência de um produto tão bom quanto, mas mais acessível, interativo e grátis – os blogs especializados.
(…)
Resumo da ópera.
O antipetismo de Veja e Época não é uma opção jornalística. É uma decisão baseada em gerenciamento do ciclo de vida do produto.
Revistas semanais, como produtos, entraram na fase de declínio.
No espectro político oposto ao de Época e Veja, Carta Capital não é mais viável do que elas. Mesmo que inquestionável do ponto de vista jornalístico, deve durar até o dia seguinte ao enterro de Mino Carta. Mas o “brimo” Nassif continuará atendendo a freguesia na “lojinha virtual”.
FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/blog/sergio-saraiva/ciclo-de-vida-do-produto-as-revistas-semanais-e-o-antipetismo-por-sergio-saraiva

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de maio de 2015 às 21h56

[E por falar em ‘alopragens’ fascigolpistas!…]

######################

Chico Alencar quer explicações por pagamento de cirurgia de Aleluia antes da posse

Segunda, 11 de Maio de 2015 – 19:15

O argumento de que a cirurgia de coração no valor de R$ 120 mil ressarcida ao deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) por ele ser um parlamentar diplomado está sendo questionado pelo companheiro de legislativo do PSOL, Chico Alencar (RJ). De acordo com o colunista Lauro Jardim, da revista Veja, a explicação dada pelo presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de que a condição de deputado diplomado habilitava Aleluia a receber o reembolso é falsa. Significaria, de acordo com o colunista, que, em um determinado momento, o Brasil teve 736 deputados – os 513 da legislatura 2011 e 2015 e os novos 223, que foram eleitos para o mandato entre 2015 e 2019. Para solicitar o ressarcimento, o democrata baiano apresentou, no total, onze notas referentes ao procedimento a que se submeteu – entre médico, anestesista, nutricionista, internação e outros gastos. O montante de R$ 120.630 já foi pago, em três ordens bancárias, porém o corpo técnico da Câmara Federal se opôs ao pagamento, mas Cunha avocou o processo e autorizou, segundo a coluna. Tanto o presidente da Câmara quanto Aleluia se abstiveram de comentar o caso.

FONTE: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/172165-chico-alencar-quer-explicacoes-por-pagamento-de-cirurgia-de-aleluia-antes-da-posse.html

Responder

Roosevelt Rodrigues Barbosa

12 de maio de 2015 às 00h16

Me lembra alguém no primeiro turno, na eleição pra presidente . Cada dia dizia uma coisa ………,

Responder

Ge Munhoz

11 de maio de 2015 às 23h35

ele nao deveria estar preso e dando depoimentos???

Responder

Carlos Magno Castro

11 de maio de 2015 às 23h23

Se a denúncia fosse do concorrente PSDB.Vocês estavam festejando!Digo concorrente me referindo à corrupção PT X PSDB,que vivem na carniça!

Responder

Luciene

11 de maio de 2015 às 20h14

Pela bilionésima vez esse senhor falsário fala para a mídia golpista. Quem acredita mais no que ele fala? Acho que até os revoltados on line não acreditam nele mais. Não deu com Dilma, agora é Lula…

Responder

Hélvio Reis Carol Costa

11 de maio de 2015 às 22h11

Essa turma ta pirando ali dentro da cadeia, meses atrás essa turma tava esbanjando dinheiro e agora estão confinados em 4 metros quadrados, essa é a tática do moro, tortura psicológica, eu já tinha dito até que Maria era João imagine Que Pt tem culpa no cartório

Responder

Manoel

11 de maio de 2015 às 18h20

Interessante é que ele lembra de todos os nomes de pessoas, locais e valores quando se trata de gente do PT mas quando instado a falar sobre a grana que ele mandava para Belo Horizonte, estranhamente, ele diz que não sabe para quem nem quanto e nem onde foram entregues essa grana toda.

Responder

Jorge Leôncio

11 de maio de 2015 às 21h14

o Youssef é a carta na manga do juiz moro, as delacão premiada vai ater 2018 rsrs

Responder

revenger

11 de maio de 2015 às 17h57

“Eu acho que eles sabiam mas não posso provar”. Ora, quem raios dá ouvido à um absurdo desses?

Responder

    SÓCRATES

    11 de maio de 2015 às 22h24

    “EU ACHO…” É a justiça do “achismo”. Depois da teoria do domínio do fato, tudo contra PETISTA é possível. SOCORRO!!! PT, LULA e DILMA, movimentos sociais, negros, mulheres, … a direita quer nos destruir. O que fazer?????

    Responder

Miguel F Gouveia

11 de maio de 2015 às 20h56

Essa pf não tem nada nos empreiteiros e o dobro disso contra o partido em que foca … Já não tem mais credibilidade… Conseguiram desmoronar a LavaJato

Responder

Fernando Santos

11 de maio de 2015 às 20h46

Esse bandido receedente, não twm credibilidade.

Responder

Wilton

11 de maio de 2015 às 17h10

Tem mais um detalhe que acho relevante entrar na discussão… Além da delação em si ser uma prova fraca, até porque o delator vai dizer de tudo para se safar da cadeia, a fala de Youssef sobre Lula é baseada em algo que ele ouviu o Paulo Roberto Costa dizer? Ou seja, é a delação baseada no comentário de outro delator? Sinceramente, sem radicalismos, mas a cada dia que passa sinto maior manipulação política nesta operação. E digo mais, apesar de muitas críticas recaírem sobre o juiz moro, talvez piores do que ele sejam os procuradores e delegados da PF que preparam o “material” da acusação. Lembrando que estes passam mais tempo com os delatores durante o inquérito e as acusações chegam prontas para o magistrado.

Responder

Pedro Paulo Salazar Sanches

11 de maio de 2015 às 20h08

É A MODA JURÍDICA. E O JUDICIÁRIO NÃO TEM HIERARQUIA PARA ACABAR COM ESTES IMBECIS DE PLANTÃO. OU MELHOR GOLPISTAS DE PLANTÃO COMO ESTE JUIZ SÉRGIO GROUBO PSDB MORO E SEUS FIEIS ESCUDEIROS DO M. PÚBLICO.

Responder

Reginaldo Santos

11 de maio de 2015 às 17h05

Se Youssef tivesse dito que mandou entregar dinheiro a Aécio ou a Anastasia, seria o Miguel do Rosário quem estaria , histericamente, repercutindo a delação !

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de maio de 2015 às 17h46

    Não. Eu daria a notícia porque a mídia não dá, por questão de equidade. Mas a fala de Youssef sobre Lula, por exemplo, é que ele ouviu o Paulo Costa falar disso. E as versões de Costa e Youssef são contrárias em tudo.

    Responder

      Vitor

      12 de maio de 2015 às 11h48

      Ué, mas o Ali Kamel só deve ter colocado a denúncia do delator contra políticos do PT pq não leu no Cafezinho… hehehe

      Responder

Luzeneide Fernandes

11 de maio de 2015 às 19h17

Moro e Yousseef irmãos siamês .

Responder

Luzeneide Fernandes

11 de maio de 2015 às 19h17

Moro e Yousseef irmãos siamês .

Responder

a vida como ela é

11 de maio de 2015 às 16h00

Miguel, concordo em gênero e numero com você, sobre o caráter do Youssef, e ao uso indiscriminado do instituto da delaçao premiada. Só que quando foi do seu interesse, vc divulgou um depoimento tosco desse bandido, como se fosse a mais pura das verdades, recorreu ao mesmo expediente, que critica, na Globo, na Veja e etc.

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de maio de 2015 às 16h02

    Não divulguei nada como se fosse verdade. Divulguei dizendo que a mídia só divulgava uma parte do que o doleiro dizia.

    Responder

      Vitor

      12 de maio de 2015 às 11h50

      Seja honesto, Miguel…
      Vc adora manchetes sensacionalistas, como “Suiçalão pega o tucano mais gordo”.
      Eu já te critiquei várias vezes por isso. De tempos em tempos vc faz igualzinho a Globo…

      Responder

Lauri Guerra

11 de maio de 2015 às 15h54

Youssef na verdade não é um delator.
É um ventríloco a dar aparência de que delata o que na verdade é apenas o “script” da conspiração gerenciada pela força-tarefa da CIA do Paraná e executada pela rede de agentes e colaboradores espalhados pela imprensa e partidos políticos.

Responder

Lucrécio

11 de maio de 2015 às 15h47

Miguel, a afirmação “Joel Malucelli, primeiro suplente de Alvaro Dias, é dono das repetidoras da Globo no Paraná” contém algumas incorreções. 1) “Repetidora” é uma estação que apenas recebe, amplifica e retransmite o sinal de uma emissora regional, sem ter permissão nem capacidade de gerar conteúdo próprio. Provavelmente vc quis dizer afiliada, uma emissora que gera algum conteúdo local e retransmite a programação de uma rede, sem ser de propriedade do grupo da cabeça-de-rede. 2) Joel Malucelli é dono das afiliadas em Curitiba de duas redes do Sistema Globo de Rádio: a Rádio Globo e a CBN. Mas, no meio televisão, a afiliada da Globo no Paraná é a RPC, do Grupo GRPCOM, que pertence às famílias Cunha Pereira e Lemanski e tem emissoras em Curitiba, Londrina, Maringá, Paranavaí, Foz do Iguaçu, Cascavel, Guarapuava e Ponta Grossa, além da Rádio Mundo Livre, em Curitiba e Maringá, e os jornais “Gazeta do Povo”, “Tribuna do Paraná” e “Jornal de Londrina. Joel Malucelli é sócio do Grupo Bandeirantes na emissora própria da Band em Curitiba (TV Bandeirantes do Paraná, conhecida como Band Curitiba) e dono da TV Maringá, afiliada da Band em Maringá, e da afiliada da BandNews em Curitiba (FM Studio 96 Ltda, conhecida como BandNews Curitiba). A Band cobre as outras regiões do PR pela afiliada TV Tarobá, com emissoras em Cascavel e Londrina.

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de maio de 2015 às 16h00

    Bem lembrado.

    Responder

Heliane Moura

11 de maio de 2015 às 18h14

Quem vai nos salvar?

Responder

Rodrigo Jardim Rombauer

11 de maio de 2015 às 18h02

só no brasil, um contraventor vira estrela, tem ibope, escreve livro…

Responder

    Miguel do Rosário

    11 de maio de 2015 às 15h15

    sim

    Responder

Odenir Batista

11 de maio de 2015 às 17h58

AS INSTITUIÇÕES QUE DEVERIAM COIBIR E PUNIR ESTAS MERDAS ESTÃO MAIS BEM SUJAS PELO JEITO, PRA NÃO TER MORAL NEM CORAGEM DE FAZER NADA PRA CORRIGR ISTO É SINAL QUE A COISA JÁ “DEGRINGOLOU” !!!

Responder

Mauricio Gomes

11 de maio de 2015 às 14h33

Pois é, bem que a Dilma podia gastar umas horinhas por semana lendo os “blogs sujos” para ver se aprende algo. É inconcebível que esses lixos golpistas continuem sendo cevados com verba do governo federal. Já que é assim, por quê não doar uma graninha para os retardados online ou para o japinha patético? Esse governo, acima de questões ideológicas e paixões, é covarde e frouxo. Se tivesse culhões cortava TODA a verba para essa mídia porca e bandida. Mas se nem o debate sobre a regulação da mídia eles querem fazer mais, o que nos resta é lamentar…..

Responder

Wilton

11 de maio de 2015 às 14h12

Concordo Miguel, porém acho que independente da comunicação do governo a velha direita adormecida que despertou já não dá espaço ao contraditório. Quem ainda pode entrar em um debate são as pessoas que não chegaram ao radicalismo cego. Isso dos dois lados. Mas, penso que, pelo menos no meu circulo, o pessoal progressista é mais propenso a escutar do que os conservadores.

Responder

E Mendes Onça

11 de maio de 2015 às 13h54

A cartada final será quando a sociedade n?o conseguir desmentir rapidamente um factoide novo (e tem todos os dias). Tudo que foi inventado pelo juíz,mpf , pf e delatores até agora só encontraram repercuss?o na midia familiar e corrupta, e de uma forma ou outra foram descartados pelo que resta de democracia . Essa grande fábrica de factoides que virou a justiça e pf de Curitiba continuará tentando atè colar alguma, ou o STF aceitará denuncia contra Lula e Dilma pelo conjunto da obra da Repüblica do Paraná.

Responder

Plima Lima

11 de maio de 2015 às 16h50

Só no brasil e na globo que badido tem vez

Responder

emerson57

11 de maio de 2015 às 13h39

Deprimente a cara de “papai, cheguei lá” do obscuro juiz.

Responder

Wilson Santos

11 de maio de 2015 às 15h48

Como advogado nem sobre tortura defenderia esse sujeito….as isso é uma questão moral…e moral, neste país é exceção, não regra.

Responder

Severino Netto

11 de maio de 2015 às 15h40

NÃO SEI QUEM FEDE MAIS, SE O DOLEIRO BANDIDO OU A IMPRENSA BANDIDA DO BRASIL.

Responder

Maico Moura

11 de maio de 2015 às 15h40

Moro e Yousseef Parceria antiga…..

Responder

Deixe um comentário