CPI da Fake News, com Joice Hasselmann

Leão vai pra cima dos sonegadores do futebol!

Por Miguel do Rosário

29 de maio de 2015 : 12h25

A luta contra a sonegação no Brasil, responsável por desvios estimados em mais de R$ 700 bilhões nos últimos 18 meses, tem passado por um saudável processo de tensionamento.

Possivelmente porque o Estado brasileiro, estressado pela queda na arrecadação, tenha se dado conta que é uma boa hora para consertar os vazamentos…

Além disso, o conceito de justiça fiscal, nunca trabalhado por nossa mídia (que também sonega), começa a ganhar adesão na sociedade.

Se quisermos um país mais justo, é preciso: 1) combater a sonegação e; 2) jogar o peso dos tributos menos para classe trabalhadora (e incluo a classe média nessa) e mais para as grandes fortunas, heranças milionárias e banqueiros.

*

No site da Receita Federal.

Receita Federal investiga fraudes ligadas ao futebol desde 2002

Essas auditorias resultaram em cobrança de tributos, multas e juros no valor de R$ 4,470 bilhões

Publicado: 29/05/2015 12h11
Última modificação: 29/05/2015 12h11

Desde o ano de 2002, a Receita Federal tem identificado e autuado pessoas físicas e jurídicas ligadas ou que mantém relações comerciais com entidades responsáveis pela organização do futebol no país, sejam elas de âmbito nacional ou regional.

Foram realizadas três operações especiais de fiscalização desde 2002, onde foram investigadas 96 pessoas físicas e jurídicas. Essas auditorias resultaram em cobrança de tributos, multas e juros no valor de R$ 4,470 bilhões. Algumas das pessoas citadas na recente operação promovida no âmbito do Poder Judiciário dos Estados Unidos da América estão no rol das autuações efetuadas pela Receita Federal, que por razões de sigilo fiscal, não pode nominá-las.

A área de Inteligência da Receita Federal acionou o Internal Revenue Service (IRS), a Receita norte-americana, para conhecer os elementos fáticos da operação promovida contra pessoas ligadas à FIFA nesta semana e, com base em Acordo de Intercâmbio de Informações Fiscais (TIEA, sigla em inglês para Tax Information Exchange Agreements) ter acesso as provas que porventura ainda não sejam de conhecimento da Receita Federal.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luís CPPrudente

30 de maio de 2015 às 21h19

Mas que coisa, sô! A famiglia Marinho sonegadora!

A famiglia Marinho que usa a TV TEM, do corrupto Hawilla!

Famiglia Marinho e TV TEM, tudo a ver com sonegação.

Responder

Celia Mendes

29 de maio de 2015 às 16h46

Tem de com tudo pra cima deles.

Responder

Marcelo Luiz

29 de maio de 2015 às 16h43

Claro! Imagino a luta do governo diante de tanta sonegação!

Responder

Vitor

29 de maio de 2015 às 13h40

Vou esperar sentado pra não cansar muito…

Responder

Márcio Alexandre Ferreira Ferreira

29 de maio de 2015 às 16h28

Hehehehe
O bicho vai pegar

Responder

Claudio Gonçalves

29 de maio de 2015 às 16h20

Será que agora a Globo mostra o DARF, Alexandre Morais Tiago Albuquerque??

Responder

Fany Ortiz

29 de maio de 2015 às 16h10

Têm que pagar até Í último centavo, sou uma professora gaúcha e pago, sou chamada para acertar centavos que me enganei. Entreguem as DARFs

Responder

Magdiel Matias de Vasconcelos

29 de maio de 2015 às 15h50

Responder

Reginaldo Henrique Dos Santos

29 de maio de 2015 às 15h48

O bicho, no caso o leão, está pegando…hehe

Responder

Reginaldo Henrique Dos Santos

29 de maio de 2015 às 15h48

O bicho, no caso o leão, está pegando…hehe

Responder

Nilton Medeiro

29 de maio de 2015 às 15h44

Vamos tirar de quem lesa o país e enriquece ilicitamente!

Responder

29 de maio de 2015 às 12h37

Receita multa e Judiciário anula. Ficou claro quem é o vilão nessa história.

Responder

    Sergio Casagrande

    29 de maio de 2015 às 12h52

    Boa observação.

    Responder

Dea Fonseca

29 de maio de 2015 às 15h36

vai nada,estou pagando pra ver

Responder

Deixe uma resposta