CPI da Fake News, com Joice Hasselmann

Rússia e Venezuela assinam plano estratégico

Por Miguel do Rosário

23 de junho de 2015 : 09h46

Os cães ladram, ladram, ladram.

As caravanas passam, passam, passam.

Enquanto as conspirações avançam, tentando derrubar governos populares, a China vem ao Brasil, alocando mais de R$ 200 bilhões, para financiar projetos de infra-estrutura, e a Rússia fecha acordo estratégico com a Venezuela para aumentar e aprimorar a exploração de petróleo.

Os Brics se aproximam uns dos outros, defendendo-se contra os insidiosos ataques dos falsos liberais.

***

Venezuela e Rússia assinam plano estratégico de investimento em petróleo e gás

De Caracas, da Agência Lusa (via EBC)

As companhias estatais Petróleos da Venezuela (Pdvsa) e Rosneft de Rússia chegaram a um acordo para criar uma empresa para o desenvolvimento de infraestruturas para os setores do petróleo e gás, anunciou hoje (22) a venezuelana Pdvsa.

“O presidente da Pdvsa, Eulógio Del Pino, e o presidente da Rosneft, Igor Sechin, assinaram diversos acordos, entre os quais um Plano Estratégico de Investimentos em Petróleo e Gás que estabelece os princípios para a constituição de uma empresa dedicada à construção e operação de infraestruturas para a produção de gás natural”, diz um comunicado da Pdvsa.

O documento explica que ambas vão “desenvolver uma nova infraestrutura para o melhoramento” de empresas da Faixa Petrolífera de Orinoco e executar um projeto de expansão para produzir 145 mil barris diários de petróleo extrapesado.

O projeto deverá estar concluído até ao primeiro trimestre de 2016 e ambas vão perfurar conjuntamente jazidas de petróleo e oferecer serviços petrolíferos e de engenharia para outras empresas do setor.

Segundo a Pdvsa, os acordos foram assinados em São Petersburgo, na quinta-feira passada. O documento não cita os valores do investimento.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Josue Castilho

25 de junho de 2015 às 00h43

Mudar a geopolítica mundial sem desencadear uma guerra, já é um fato raro e inesperado. Agora, sem retaliação? Aí já é pedir muito.
Mas… Como disse sabiamente o Miguel Do Rosario: os cães ladram, ladram… entretanto, alguns lobos armam botes no escuro. Todo cuidado é pouco.

Responder

    Anônimo

    07 de julho de 2015 às 01h27

    concordo totalmente ! é bom prestar mais atenção nas “entre linhas” desses “acordos”
    .Sem dúvidas ,vejo lobos armando o bote no escuro .
    Pra quem anda dormindo ,estamos a beira de uma guerra ,antes achava que seria apenas civil ,mas agora que vejo outras peças se movendo no tabuleiro.”Abram o olho”

    Responder

Vitor

23 de junho de 2015 às 11h44

Tomara que esses acordos saiam do papel!

Responder

Lili Batisa

23 de junho de 2015 às 13h00

Sempre aparece uma cozinha para falar besteira sobre noticias boas para os países da America Latina, não ‘e mesmo Daniela Devito Beti? Bom mesmo são os EUA que financiam golpes contra as democracias para roubar o petróleo desses países, assim como estão fazendo no Brasil, na Venezuela e no Equador!

Responder

    Vicente

    23 de junho de 2015 às 11h48

    Concordo contigo. Eles acham bom também o Bush, que acabou com o Iraque, matando milhares, para aumentar os lucros dos EUA.
    Qual brasileiro realmente se beneficia em o Brasil ser colônia dos EUA, em vez de ser uma potência independente?
    E por quê tanto brasileiro se vende aos interesses dos EUA, por migalhas, entregando seu país e prejudicando a maioria da população?

    Responder

      anticomunista

      24 de junho de 2015 às 00h57

      Deixa de ser tapado vei!! Sem ofensas! Puta merda!! Querm é que está “vendendo a nação aos EUA”? E como estão “vendendo a nação”?

      Responder

    Anti-comunista

    24 de junho de 2015 às 00h55

    O Iraque é uma democracia?

    Responder

Daniela Devito Devito Beti

23 de junho de 2015 às 12h57

Dois loucos!!

Responder

Deixe uma resposta