Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Entidades enterram o golpe paraguaio judicial-midiático

Por Miguel do Rosário

20 de agosto de 2015 : 02h16

A notícia está algumas horas atrasada, e já havia sido antecipada por aqui há quase dois dias, mas ainda é atual, porque enterra de vez o golpe.

O link original da Carta à Nação, assinado por OAB, CNI, CNA e CNT, está aqui.

As entidades reforçam que a saída para a crise não é impeachment e sim investimento em infra-estrutura, coisa que Dilma está fazendo mais do que qualquer outro governante.

Aliás, investindo em infra-estrutura contra todas as conspirações midiático-judiciais, que a pretexto de combater a corrupção, estão promovendo desemprego em massa e fechando as grandes empresas de engenharia e construção civil do país.

***

Em Carta à Nação, OAB, CNI, CNA e CNT defendem governabilidade

Quatro importantes entidades brasileiras – a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e as Confederações Nacionais da Indústria (CNI), do Transporte (CNT) e da Saúde (CNS) – lançaram nesta quarta-feira (19) um documento intitulado “Carta à Nação”, em defesa da governabilidade e pela superação da “crise ética, política e econômica”.

Marcus Coêlho, presidente nacional da OAB O documento defende o fortalecimento do diálogo como enfrentamento da atual crise. “Independentemente de posições partidárias, a nação não pode parar nem ter sua população e seu setor produtivo penalizados por disputas ou por dificuldades de condução de um processo político que recoloque o país no caminho do crescimento”, diz o documento.

De acordo com o texto, mudanças são necessárias, mas devem acontecer “respeitando-se a Constituição”.

A carta ressalta ainda o apoio ao aos órgãos de combate à corrupção, mas reafirma a necessidade de maior segurança jurídica para melhorar o ambiente de negócios.

“Esperamos a sensibilidade dos políticos eleitos para a implementação de uma agenda que abra caminhos para a superação das crises e para a recuperação da confiança dos brasileiros”, afirmam.

Em coletiva de imprensa após a divulgação do manifesto, o presidente da OAB, Marcus Vinicius Coêlho, enfatizou: “Isso é um consenso desse fórum, que qualquer saída político-institucional para o país não pode descumprir a Constituição.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Claudio Araujo Lira

21 de agosto de 2015 às 03h40

OAB PERDEU A CREDIBILIDADE. Onde estavas quando o STF (Supremo Mentirão) cometeu as maiores arbitrariedades contra Dirceu e Genoíno? Agora essa entidade aparece defendendo direitos. Enganas que eu gosto.

Responder

Suelysofia Kinismós

20 de agosto de 2015 às 23h48

#BRASILdaDEMOCRACIA

Responder

Luiz Claudio Lopes da Silva

20 de agosto de 2015 às 12h18

Olha isso Dr. Felipe Receputi

Responder

Anibal Pagamunici Pagamunici

20 de agosto de 2015 às 12h06

Aécio perde outra vez. Agora o cara pira de vez.

Responder

Anibal Pagamunici Pagamunici

20 de agosto de 2015 às 12h06

Aécio perde outra vez. Agora o cara pira de vez.

Responder

Ivan Luiz Colossi de Arruda

20 de agosto de 2015 às 11h35

Por que não disponibilizam o vídeo?

Responder

Ivan Luiz Colossi de Arruda

20 de agosto de 2015 às 11h35

Por que não disponibilizam o vídeo?

Responder

Maria Angélica Pereira Aires

20 de agosto de 2015 às 10h10

Turma de inconformados. ….tiveram um resposta na altura

Responder

Lilana Lima

20 de agosto de 2015 às 09h58

Na verdade sempre se soube disso. Só estão fazendo balão de ensaio para intimidar, desestabilizar e tumultuar. Inconformados, irresponsáveis, ficam tentando jogar o barro. Vai q cola!

Responder

    Gildasio

    20 de agosto de 2015 às 16h25

    Boa visão, Liliana! A estabilidade e o crescimento jamais virão se os paladinos da Justiça (leia-se PSDB) continuarem a promover o terrorismo político e a afronta às Instituições Democráticas!!! Um País forte promove o fortalecimento e o aperfeiçoamento da Democracia ao invés de primar pela fúria de minorias insatisfeitas com derrotas em eleições… parabéns!

    Responder

Deixe um comentário para Claudio Araujo Lira

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?