Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O Partido de Trump e o futuro do PSDB

Por Redação

24 de outubro de 2015 : 05h03

Por Carlos Eduardo, editor assistente do Cafezinho

Há alguns meses atrás, assistindo ao Real Time with Bill Maher, na HBO, vi a entrevista de um jovem escritor chamado Charles C.W. Cooke, que lançou neste ano seu primeiro livro — O Manifesto Conservantista: Libertários, Conservadores e a Luta pelo Futuro da Direita (tradução livre para The Conservatarian Manifesto: Libertarians, Conservatives, and the Fight for the Right’s Future). 

Formado em história e ciência política pela Universidade de Oxford, Cooke é um típico liberal conservador. Grande defensor da 2a emenda à constituição norte-americana — aquela que protege o direito do povo de manter e portar armas — ele acredita que o Estado não deve interferir nos direitos individuais do cidadão e compartilha dos ideais republicanos.

No entanto, por ser relativamente novo, seu discurso é muito voltado para os jovens que votam no Partido Republicano e tem entre 18 e 29 anos, por este motivo suas entrevistas e participações nos debates políticos sobre a corrida presidencial americana vem chamando minha atenção.

Mesmo sendo republicano, ele foge completamente ao estereótipo que se criou em torno dos republicanos: do homem branco ultraconservador, racista, preconceituoso com os imigrantes hispânicos e contra todo e qualquer avanço social, como o casamento homossexual, o direito das mulheres ao aborto e a legalização da maconha.

Pelo contrário.

Cooke é um liberal conservador, no sentido econômico do termo, mas muitas de suas posições pessoais poderiam perfeitamente serem descritas como libertárias — por exemplo, quando ele diz ser a favor do casamento homossexual e da legalização da maconha, pois isto implicaria em escolhas individuais, no qual o Estado não deve se intrometer.

No “Manifesto Conservantista”, Cooke explica que o futuro do Partido Republicano está na união dos liberais conservadores com a nova juventude libertária. O termo “conservantista”, inclusive, surgiu em 2006 durante a administração Bush e era utilizada por republicanos que não concordavam com o rumo do partido, por isso não queriam ser associados aos conservadores, como explica o autor .

conservatarian-manifesto-book

Discípulo do pensamento liberal do economista Milton Friedman, Cooke acredita que os republicanos devem restabelecer-se como o “partido da liberdade”. Para ele não há outra saída: ou o Partido Republicano começa a dialogar com os jovens e mostrar tolerância com os movimentos sociais, ou será taxado pela nova geração como o partido dos brancos e ricos.

Além do Real Time with Bill Maher, também costumo assistir outros programas do gênero, que mistura humor e política, a TV americana é repleta deles. The Daily Show with Trevor Noah, The Nightly Show with Larry Wilmore, Last Week Tonight with John Oliver, The Late Show with Stephen Colbert e Rachel Maddow Show são alguns, e todos vêm levantando a mesma questão nas últimas semanas.

Com Donald Trump liderando as primárias republicanas, qual será o futuro do partido republicano?

A charge escolhida para ilustrar esse post representa bem esse sentimento. Para muitos analistas, a vitória de Trump como candidato republicano à presidência dos Estados Unidos arruinaria completamente a imagem do partido, já bastante desgastada, principalmente depois da tentativa insana de boicotar o Obamacare – nome que foi dado ao programa do presidente Barack Obama de criar um plano de saúde de baixo custo, financiado pelo Estado, para fornecer saúde pública àqueles que antes não podiam pagar por um plano particular.

O Partido Republicano passaria a ser conhecido como o “Partido de Trump”, o homem que insulta imigrantes, negros, mulheres e qualquer um que cruzar seu caminho.

O Futuro do PSDB

Observando esse debate nos EUA é possível fazer uma associação com a atual situação do PSDB, que, convenhamos, não é lá muito diferente.

Desde a eleição de Lula, o PSDB se posicionou contra todos os programas sociais do PT, e em particular o Bolsa Família, que os tucanos colocaram a alcunha de Bolsa Esmola. Logo eles que tem “social-democracia” no nome da legenda, mas que na prática nunca implementaram um governo social-democrata.

Ao longo dos últimos doze anos, o PSDB fez uma oposição arrogante e muitas vezes preconceituosa, principalmente contra os nordestinos. Tudo isso culminou para que o PSDB fosse rotulado como o partido das elites e da classe média branca do eixo Jardins/Leblon.

A liderança de Aécio Neves no partido só fez piorar as coisas. Se antes o PSDB já era tido como reacionário e entreguista, agora também tem a fama de golpista. Resultado: hoje a única agenda dos tucanos é o impeachment e o anti-petismo irracional.

Portanto, qual será o futuro do PSDB depois que todo esse movimento pelo impeachment da presidente Dilma acabar? Se a mídia brasileira não fosse tão alinhada com os tucanos, certamente seus jornalistas estariam fazendo a mesma pergunta.

Não há outra saída para o PSDB: ou aceita o jogo democrático e inicia uma oposição responsável, ou será taxado para sempre de partido golpista, que desrespeita a decisão soberana do povo e não aceita a derrota nas urnas. A sorte dos tucanos é que no Brasil a grande mídia é tão reacionária, entreguista e golpista quanto eles.

***

Abaixo segue um pequeno trecho da participação de Charles C. W. Cooke no programa de Bill Maher. 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edivaldo

27 de outubro de 2015 às 21h28

O psdb é partido da direita, que paga a midia, e blindado pelos maus juízes, algumas pessoas do PT errou, mais o psdb e partido de bandido que tranveste de senadores, e deputados e ex-presidente(covarde-fhc).privataria tucana, época das privatizações aumentou o indice de capital entrando na Suiça, tratamal os professores, deixa os paulistas epaulistano com água de esgoto para beber, e um pessimo partido(psdb), não gostam de pobre, nordestino e negros.

Responder

Luladrao

25 de outubro de 2015 às 23h22

PTrobrás

Responder

Paulinho Valero

25 de outubro de 2015 às 09h59

Concordo totalmente com Nival Mendes.

Responder

Nival Mendes

24 de outubro de 2015 às 22h12

Nunca vi tanta idiotice. Quem tem como aliados, figuras como Sarney, Jáder Barbalho, maluf, Collor e outros “decentes”; não pode vomitar essas indecências. Podiam gastar o tempo explicando a destruição do país, a quebradeira da Petrobrás, a roubalheira generalizada, 1,3 milhões de desempregados nos últimos 12 meses, entre outras mazelas. Vão tomar vergonha seus farsantes.

Responder

    Dilton Marinho Dos Santos Filho

    24 de outubro de 2015 às 22h45

    Idiota, leia o livro do FGagáC, onde ele relata que: Em 1996, o Benjamin Steibruch o chamou e denunciou a robalheira na PETROBRÁS, e ele preferiu ignorar, ao invés de fazer o que Dilma está fazendo. Isso são palavras do ex-presidente FHC. Em 1989, o Ricardo Boechat ganhou o Prêmio Esso de joranalismo, por uma reportagem denunciando a roubalheira na PETROBRÁS, o Paulo Francis (Que nem morava no Brasil), denunciou a roubalheira em 1996/19997. E você vem dizer que isso começou há doze anos? Vá estudarmentecapto!

    Responder

    Schmidt Norris

    25 de outubro de 2015 às 11h41

    Acredite só no jornal. Não busque fontes não. Esses estudiosos são todos esquerdistas, cara. Certo mesmo é o Reinaldo Azevedo.

    Responder

    Kakânia

    25 de outubro de 2015 às 17h27

    Alguém aí do tipo Nival leu sobre política, governo, governabilidade e realidade brasileira hoje? Tem uns mais de trocentos artigos explicando o que está se passando no país do ponto de vista político e econômico. Só não tem ainda o que explique a birra e a falta de informação de gente que toca uma só tecla…

    Responder

Ceticista

24 de outubro de 2015 às 17h43

Parece só mais um libertário querendo que abramos mão dos nossos valores para se adequar ao domínio cultural gramsciano dos esquerdistas na TV,filmes…
Não vai rolar!
Se não percebeu ainda a igreja católica é atacada a todo momento porque o ser humano tem a necessidade histórica de acreditar em algo superior a sua vidinha normal de comer,cagar,transar e dormir. Quando eles atacam a igreja é só para trocar uma moral histórica pelo socialismo.

Responder

Diego

24 de outubro de 2015 às 10h22

SÓ PRA RELEMBRAR: ZELOTES R$ 565 BILHÕES

COMO RASTREAR ESSES LADRÕES? CPMF!
Provavelmente no caso, não havia CPMF quando praticaram o crime da remessa clandestina p/ o exterior desses valores. Poderão ser rastreados no retorno com uma nova CPMF, ie. se os reponsáveis fizerem o retorno desses valores. Em todo caso, esses valores são ilegais por cometerem crime contra a Receita Federal e deverão ser repatriados.

http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2015/09/os-misterios-da-operacao-zelotes.html

Responder

Asdrubal Mascaranha

24 de outubro de 2015 às 08h55

PSDB – Partido que Sonha em Destruir o Brasil

Responder

    Aldo

    24 de outubro de 2015 às 15h05

    PSDB – Partido Só de Bandidos

    Responder

Mauricio Gomes

24 de outubro de 2015 às 06h36

Aébrio é o Trump dos trópicos. Milionário (sabe Furnas como), arrogante, preconceituoso e golpista. Uma verdadeira lástima terem eleito como senador um escroque que, além de ser um dos mais faltosos, ainda por cima inferniza a vida do país desde que foi derrotado na última eleição. Faria um bem enorme se fosse para os EUA para virar cabo eleitoral do escroque que lhe serve de inspiração…

Responder

Deixe um comentário