Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Kennedy Alencar: Dilma e PT não cederão à chantagem de Cunha

Por Miguel do Rosário

01 de dezembro de 2015 : 14h36

Alencar aposta que o PT e Planalto não cederão a chantagem de Cunha e liberarão os três deputados petistas (são 21) do Conselho de Ética da Câmara a votarem pela cassação de Cunha.

A ver.

O Planalto e o PT estão fazendo um jogo político de alto risco.

Antes de reproduzir o post abaixo, do Kennedy Alencar, uma observação: é um tanto exagerada essa previsão de “paralisação dos serviços públicos”, caso o governo se veja obrigado, de fato, a reter R$ 11 bilhões em dezembro. Haverá problemas, dificuldades, cortes, mas principalmente atrasos nos pagamentos de contas, postergados para o ano seguinte.

***

Cunha ameaça, Dilma e PT pagam pra ver

Sem nova meta fiscal, há previsão de paralisia de serviços públicos

KENNEDY ALENCAR, DE BRASÍLIA

Sob ameaça do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de aceitar pedido de abertura de impeachment, a presidente Dilma Rousseff decidiu pagar para ver. A tendência dos três petistas com assento no Conselho de Ética da Câmara é votar para dar seguimento ao processo de cassação de mandato de Cunha.

A acusação de que Cunha teria recebido R$ 45 milhões do BTG, do banqueiro André Esteves, complicou a vida do peemedebista no Conselho de Ética. Mas já havia um embate nos bastidores. Cunha quer proteção do PT, mas o partido resiste. Dilma disse que não aceita ameaça.

A conferir nesta terça, às 14h30, quando está marcada sessão do conselho.

*

Enquanto resiste a Cunha, a prioridade número 1 do governo é aprovar a nova meta fiscal de 2015. Na prática, obter autorização em sessão do Congresso nesta terça para que a União possa ter um buraco nas contas públicas de até R$ 119 bilhões de reais neste ano.

Sem a nova meta, o governo fez um corte de gastos hoje de R$ 11 bilhões. Há previsão de paralisia de serviços públicos a partir de amanhã por falta de dinheiro. Sem nova meta, o governo praticamente para. E a tese de impeachment volta a ganhar força.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luís CPPrudente

02 de dezembro de 2015 às 17h17

A presidenta Dilma não pode ter medo do Achacador Cunha e não pode ceder para esse pilantra.

O PT tem que partir para a ofensiva, isto significa que tem que denunciar o Achacador Cunha como corrupto.

Responder

Deixe um comentário para Luís CPPrudente

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?