Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Impeachment não é golpe. Pode Ser. No caso de Dilma é.

Por Redação

04 de dezembro de 2015 : 17h36

por Rodrigo Mioto dos Santos, no Democracia e Conjuntura

No regime presidencialista democrático e republicano em que o Brasil vive desde 05 de outubro de 1988, com o advento da Constituição daquele ano, o Chefe de Estado e de Governo é o Presidente da República (atualmente uma Presidenta, aliás), que retira sua legitimidade do voto que lhe foi dado pela maioria dos eleitores nas últimas eleições.

Com um Presidente empossado, diz a Constituição, ele somente pode ser tirado do cargo por impedimento (“impeachment”) ou por condenação criminal definitiva pelo Supremo Tribunal Federal. O Alto Cargo de Presidente da República é tão importante que, por exemplo, um Presidente não pode ser preso para investigações durante o seu mandato, por mais graves que sejam as acusações.

Ou seja, lembrando que “todo o poder emana do povo”, como diz a própria Constituição, tirar um Presidente por esse povo eleito do cargo é algo muito sério. Por isso, somente há duas hipóteses em que isso é admitido, que são as acima citadas.

Em nosso regime presidencialista democrático republicano, opinião da imprensa, opinião popular, pesquisa de opinião, opinião da oposição, “trend topics”, “hastag” e etc., nada disso serve para tirar um Presidente do poder. Existem regras. E pela importância do assunto, as regras precisam e devem ser rigorosamente seguidas.

Pois bem. Segundo a Constituição, são crimes de responsabilidade, dentre outros, os atos do Presidente que atentem contra a Lei Orçamentária.

A petição com a qual Eduardo Cunha ontem deu início ao processo de ‘impeachment’ contra Dilma, faz contra ela apenas uma acusação que – segundo o próprio Eduardo Cunha – pode ser aceita: Dilma teria aberto créditos suplementares via Decretos não numerados. Não queira entender. Vou exemplificar.

Em sua página 18, referida petição cita 06 (seis) [meia-dúzia!] decretos não-numerados assinados por Dilma este ano. Todos com o propósito de abrir créditos suplementares.

Eis o grande “crime” de Dilma.

Quer dizer, então, que Dilma fez algo gravíssimo que “nunca antes na história deste País” alguém havia feito? Bem, não é exatamente assim…

Já antes na história deste País, outros Presidentes haviam editados decretos não-numerados para abertura de créditos suplementares:

– em 2015, a própria Dilma já editou mais 9;
– em 2014, Dilma editou 53,
– em 2013, Dilma editou 46,
– em 2012, Dilma editou 50,
– em 2011, Dilma editou 59.

Pois bem, em seu primeiro mandato (2011-2014), Dilma editou 108 (cento e oito) desses Decretos. Curioso, portanto, que isso tenha vindo à tona somente agora.

E Lula?

De 2007 a 2010, Lula editou 117 (cento e dezessete) desses Decretos. E nunca ouvimos falar nada… De 2003 a 2006, Lula editou 176 (cento e setenta e seis) desses Decretos. E nunca ninguém disse nada…

Então a (sic) “roubalheira” começou com Lula? É isso? Duplo não! A uma, porque isso não é crime; a duas, porque não começou com Lula.

Em 1995, primeiro ano do Governo FHC (do partido de Aécio…), o Príncipe dos Sociólogos editou 258 (duzentos e cinquenta e oito) desses Decretos. Em 1996, foram mais 194. Em 1997, mais 148. 184 em 1998. E mais 313 no segundo mandato.
Eu faço as contas pra ti. Em 8 anos de Governo, FHC editou 1.101 (mil cento e um) desses Decretos. Será que nunca ninguém se deu conta dos “crimes” de FHC? Ou será que FHC não tinha um Cunha?

Desde que o mundo é mundo Governos abrem créditos suplementares por meio de Decretos não-numerados. É uma prática contábil, de finanças públicas. São Decretos altamente técnicos. Os Presidentes mal sabem exatamente o que assinam.

E por falar em saber e não saber o que se assina, há que se apontar para um sutil elemento indicativo de GOLPE, com todas e maiúsculas letras. Todos os referidos Decretos mencionados na tal petição inicial também são assinados por Nelson Barbosa, Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão. Segundo a Constituição e a Lei de Crimes de Responsabilidade, o Ministro que pratica o ato “criminoso” junto com o Presidente também deve responder por crime de responsabilidade. E por que Barbosa não está na petição ou não foi incluído por Cunha? Alternativas: (a) os peticionários e Cunha não entendem nada de responsabilidade política; (b) os peticionários e Cunha sabem muito bem quem é responsável pelo quê, mas como o objetivo é o GOLPE, isso não importa.

Bem, mas o fato é que o papel aceita qualquer coisa. E o acuado Eduardo Cunha, e a cegueira de quem perdeu mais uma vez (é a quarta…) as eleições, também.

A toda e qualquer cidadã, a todo e qualquer cidadão é lícito discordar do Governo. Eu, por exemplo, acho inacreditável a forma como o Governo Dilma trata a questão indígena. Do mesmo modo, não consigo entender o que Geraldo Alckmin e Beto Richa fazem onde estão. E que tenham sido reeleitos fazendo o que fazem. Mas é a vontade popular. Que é, sim, elemento básico de legitimidade do exercício do poder por Dilma, Alckmin, Richa e todos os demais.

Querem me chamar para um debate político sobre erros e acertos de Dilma e do PT? É só marcar dia e hora. Eu pago a primeira rodada.

Querem me chamar para o quinto turno encabeçado pelo PSDB, operacionalizado por (sic) “movimentos” de acentuado caráter autoritário e regido pela batuta de Eduardo Cunha? Estou fora.
“Impeachment” é coisa séria. Mandatos eletivos são coisas muito sérias. A integridade constitucional da República, idem. E quando nisso tudo falta seriedade, dá-se o nome de GOLPE. Por isso, há de se ter claro:

IMPEACHMENT NÃO É GOLPE. PODE SER. NO CASO DE DILMA É.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

76 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Souza

06 de dezembro de 2015 às 01h35

E eu continuo rindo dos petistas!! Deve ser uma nova doença essa…cego, surdo e mudo!!! Mais forte que o zica eh o vírus dos corruptos que deixa essa gente em estado de retardo mental

Responder

Alexandre Souza

06 de dezembro de 2015 às 01h35

E eu continuo rindo dos petistas!! Deve ser uma nova doença essa…cego, surdo e mudo!!! Mais forte que o zica eh o vírus dos corruptos que deixa essa gente em estado de retardo mental

Responder

Eurico Junqueira

06 de dezembro de 2015 às 01h14

vc percebe q esse é o mesmo argumento de “prendendo xis que é culpado não vai resolver o problema INTEIRO de todas as coisas do mundo”, né? pelamor

Responder

Eurico Junqueira

06 de dezembro de 2015 às 01h14

vc percebe q esse é o mesmo argumento de “prendendo xis que é culpado não vai resolver o problema INTEIRO de todas as coisas do mundo”, né? pelamor

Responder

Neyde Scarton

05 de dezembro de 2015 às 23h43

É isso aí . São lobos com a cara , ou máscara de cordeiro .

Responder

Ricardo Dos Santos Veillard Veillard

05 de dezembro de 2015 às 21h19

engraçado o PT ja pediu o impeachemnt de itamar franco , fhc e fernando collor, na epoca do pedido nao era golpe. agora e golpe, engraçado o pessoal do PT !

Responder

Ricardo Dos Santos Veillard Veillard

05 de dezembro de 2015 às 21h19

engraçado o PT ja pediu o impeachemnt de itamar franco , fhc e fernando collor, na epoca do pedido nao era golpe. agora e golpe, engraçado o pessoal do PT !

Responder

Alexandre Percegoni

05 de dezembro de 2015 às 20h44

Antes de ler esse artigo tendencioso. Sugiro ler o artigo da Mirian Leitão de hoje. Como um partido e sua incompetencia intelectual e administrativas pode desconstruir toda a economia de um país em 10 atos irreponsaveis.

Responder

Elidio Nonato

05 de dezembro de 2015 às 19h31

E claro que e golpe ela não robou,ela não pedalou ela não deixou seu partido rouba esta e a presidente dos meus sonhos pena que não seja a dilma.

Responder

Elidio Nonato

05 de dezembro de 2015 às 19h31

E claro que e golpe ela não robou,ela não pedalou ela não deixou seu partido rouba esta e a presidente dos meus sonhos pena que não seja a dilma.

Responder

Vera Lúcia Leopoldo

05 de dezembro de 2015 às 19h13

No congresso existe a turma do quanto pior, melhor. Sao deputados que nao estao interessados na estabilidade e progresso do pais. Seus compromissos sao com os financiadores de suas campanhas. Sao responsaveis pela crise junto com Aecio que esta em campanha permanente.

Responder

    Denis Molina Passoni

    06 de dezembro de 2015 às 15h22

    Vera, se vc se informar um pouco, vai ver que o PT é quem mais dinheiro tem, dinheiro sujo, dinheiro que foi desviado de empresas públicas, para com ele se perpetuar no poder.

    Não estou falando que concordo com o Cunha e muitos outros ladrões que estão no poder, mas precisamos lavar essa roupa suja…

    Não vou aqui ficar defendendo A ou B, a minha posição é de brasileiro que quer a verdade é o certo, doa a quem doer…

    Quem defende ladrão ou é ladrão também ou é idiota suficiente para aceitar isso.

    Enquanto as pessoas aceitarem o meio certo ou meio errado não teremos um povo honesto, correto, digno…

    Não existe meio certo…

    Só existe o CERTO… E devemos lutar por isso…

    Responder

    Vera Lúcia Leopoldo

    06 de dezembro de 2015 às 17h13

    Denis, sempre houve corrupcao no Brasil, em todos os periodos, desde a colonizacao ate a atualidade. A sensacao de que agora aumentou, e que a midia esta livre pra divulgar. Em outros havia a sensura e nem todos tinham acesso aos meios de comunicacao como hoje. Nao pense que concordo com todas as politicas do governo. Acredito, e muitos juristas tambem dizem que nao ha elementos juridicos para o impedimento da presidente. Falo isso, porque alem de conhecer um pouco de direito constitucional, ainda sou historiadora e tenho me debrucado no estudo da historia do Brasil, desde a sua ocupacao. Por isso, falo com conviccao de que vai haver uma ruptura constitucional e isso nao e bom pra nos. Penso que nao e o momento pra isso, como brasileiros que somos precisamos defender a democracia pra depois pensar na alternancia partidaria.

    Responder

Everton Belo

05 de dezembro de 2015 às 18h02

Pois é!!

Responder

Everton Belo

05 de dezembro de 2015 às 18h02

Pois é!!

Responder

Márcio Luiz

05 de dezembro de 2015 às 15h00

Vai cair ela e os vagabundos da quadrilha

Responder

James Cerede

05 de dezembro de 2015 às 14h48

Esta na constituição!!! Suas contas foram julgadas e recusadas (pedaladas) e sendo assim, é dever dos deputados, representantes do povo, julga-la!!! Isso é democracia!!!!

Responder

Gugu Mello

05 de dezembro de 2015 às 13h59

Com o presidente da Câmara acuado e Temer amedrontado diante da Lava-Jato, os peemedebistas estariam mais propícios a patrocinar o golpe. Vê se aí uma ¨Briga do Diabo com a Dona do Céu ¨. Avante Dilma!

Responder

    Denis Molina Passoni

    06 de dezembro de 2015 às 15h30

    Realmente alguém que se acha dono da coisa Pública, essa é a visão do PT, que aprendeu com os irmão cubanos e outros tantos exemplos…

    Só não vê quem não quer que esse tipo de governo populista/comunista, só ajuda quem está no poder…

    Responder

Denis Molina Passoni

05 de dezembro de 2015 às 12h34

Engraçado quem acha que impeachment é golpe!!!!

Quando o Collor sofreu impeachment o PTrala estava lá brigando. E isso foi por um carro (Elba)

Agora que estão desviando BILHÕES, acham que é golpe?

Fala sério?
Vcs estão de brincadeira?

Responder

    Vera Lúcia Leopoldo

    05 de dezembro de 2015 às 19h17

    Procura ler mais pra saber a diferenca entre as duas situacoes.

    Responder

    Vera Lúcia Leopoldo

    05 de dezembro de 2015 às 19h17

    Procura ler mais pra saber a diferenca entre as duas situacoes.

    Responder

    Eurico Junqueira

    06 de dezembro de 2015 às 01h19

    é tão clara a intenção de engabelar que dá raiva, Denis

    Responder

    Eurico Junqueira

    06 de dezembro de 2015 às 01h19

    é tão clara a intenção de engabelar que dá raiva, Denis

    Responder

    Nereu Paschoalli Júnior

    06 de dezembro de 2015 às 11h50

    Roubar uma Elba é motivo de impeachment sim. Se a Dilma tivesse roubado um lápis também seria… Sqn.

    Responder

    Vera Lúcia Leopoldo

    06 de dezembro de 2015 às 13h25

    Foi um esquema de corrupcao denunciado pelo proprio irmao e provado pela justica com provas robustas. Ja esqueceram do PC Farias, de como foi o seu assassinato? Esqueceram o confisco da poupanca e o prejuizo e a desconfianca que isso causou? Quanta gente perdeu tudo e tirou a vida por causa disso? Nao e a mesma coisa nao. Quanto a presidenta, nao ha provas. Se houver um golpe, vai haver uma ruptura institucional e o congresso podre tem que cair tambem. Sao elles os que mais atrapalham o pais.

    Responder

    Vera Lúcia Leopoldo

    06 de dezembro de 2015 às 13h25

    Foi um esquema de corrupcao denunciado pelo proprio irmao e provado pela justica com provas robustas. Ja esqueceram do PC Farias, de como foi o seu assassinato? Esqueceram o confisco da poupanca e o prejuizo e a desconfianca que isso causou? Quanta gente perdeu tudo e tirou a vida por causa disso? Nao e a mesma coisa nao. Quanto a presidenta, nao ha provas. Se houver um golpe, vai haver uma ruptura institucional e o congresso podre tem que cair tambem. Sao elles os que mais atrapalham o pais.

    Responder

    Denis Molina Passoni

    06 de dezembro de 2015 às 15h12

    O pior cego é aquele que não quer ver…

    Responder

Alam Gaudencio Junior

05 de dezembro de 2015 às 11h23

Aceitem o Impeachment Dilmavez… Kkkkkkkkkk, dói menos… Avante Cunha, o lugar da quadrinha do PT é na cadeia, avante nosso herói… #SomosTodosCunha…
.

Responder

Antonio Pinto De Oliveira Neto

05 de dezembro de 2015 às 00h37

* ganhar

Responder

Antonio Pinto De Oliveira Neto

05 de dezembro de 2015 às 00h37

Quem não sabe perder, não merece guardar, nem voltar pelo tapetão.

Responder

Antonio Pinto De Oliveira Neto

05 de dezembro de 2015 às 00h35

Golpe e paraguaio! João sem braço…

Responder

Hellen Gama

04 de dezembro de 2015 às 23h56

Golpe? É o que vem acontecendo nos últimos dez anos.. Golpe e a Dilma fazer um discurso pra fazer que todos vote nela.. um discurso mentiroso.. se aproveitou de palavras isso sim é golpes… se vcs não lembram.. ela disse q não ia aumentar energia, água, obras não iriam ser paralisadas…. e por ai vai.. mais vcs sabem q não Foi isso q aconteceu… uma mulher mentirosa… isso sim acho golpe… Golpe e a Dilma saber de tudo da Petrobras e não fala nada.. Pq ela ficou mto tempo la.. será q ela não sabia? Golpe e gente acredita ainda mais nela.. ah isso não seria golpe e sim burrice.. #polpe
#oqueseriagolpe???

Responder

    Diego Rafael

    05 de dezembro de 2015 às 00h41

    As razões do pedido de impeachment não são essas. Não se abre processo de impeachment com acusações genéricas, presidência não é votação de paredão do Big Brother

    Responder

    Hellen Gama

    05 de dezembro de 2015 às 00h46

    Sim.. eu entendi perfeitamente. e não disse q abriu um impeachment por isso… só acho q que qndo se trata de golpe e melhor avaliamos o que seria golpe.. e ainda se tratando de quem logo de Dilma.. até pq não gosto dela e nem do gorverno dela.. mais tbm não concordo com impeachment.. tem q deixa ela la afundar mais o país .. até pq querido Diego daq pro final do mandato dela nem ela é nem ninguém conseguirá resolver o CAOS que o país esta.. #soacho
    Respeito sua decisão.. eu falei de golpe q a Dilma é… e não de impeachment… e falei tbm de mentiras dela..

    Responder

    Hellen Gama

    05 de dezembro de 2015 às 00h46

    Sim.. eu entendi perfeitamente. e não disse q abriu um impeachment por isso… só acho q que qndo se trata de golpe e melhor avaliamos o que seria golpe.. e ainda se tratando de quem logo de Dilma.. até pq não gosto dela e nem do gorverno dela.. mais tbm não concordo com impeachment.. tem q deixa ela la afundar mais o país .. até pq querido Diego daq pro final do mandato dela nem ela é nem ninguém conseguirá resolver o CAOS que o país esta.. #soacho
    Respeito sua decisão.. eu falei de golpe q a Dilma é… e não de impeachment… e falei tbm de mentiras dela..

    Responder

    Glaucon Santana

    05 de dezembro de 2015 às 13h37

    Pedaladas… crime previsto, Lei que tem que ser respeitada e não mudada as pressas para não ir para cadeia! Governo atual se acha a cima de tudo e todos! Tem que cair sim!

    Responder

Jonh Wesley

04 de dezembro de 2015 às 23h46

Luiz Ramses

Responder

Carlos Oliveira

04 de dezembro de 2015 às 23h27

O governo sabe que não tem defesa.
Desta forma usa o fato de o presidente da câmara ser acusado de vários crimes para tentar colar o impedimento a figura de Cunha. Da maneira como os defensores do governo colocam essa é uma guerra de Dilma contra Cunha.
Mas primeiramente esse processo é uma questão politica. Ele só é uma guerra para aqueles que roubam o pais tanto que não saberiam mais viver sem o pichuleco.
Em segundo lugar é preciso lembrar que Cunha cresceu na sombra da desonestidade e incompetência politica deste governo que se diz popular. Assim a guerra é da criatura que é Cunha contra a sua criadora que é Dilma.
Em terceiro lugar Dilma é triplamente responsável pelo roubo que está sendo descoberto na Petrobras. Ela ocupou três diferentes postos de comando a partir dos quais deveria ter estancado a sangria. Qualquer pessoa realmente de esquerda que estivesse na situação dela já teria renunciado.
Em quarto apoiar o Cunha quando ele aceita a denuncia contra Dilma não é equivalente a apoia-lo em seus crimes. Apesar de ser acusado ele ainda é o presidente da câmara, como vimos em grande parte pela incompetência e desonestidade do pt. Se formos seguir a logica do pt não se poderia participar de nenhuma votação no congresso ate que Cunha fosse retirado. Sabemos que o pt não tem coragem para isso e nem coerência.
Por fim é muito triste a atuação do pt e partidos afins. A esquerda real vai levar décadas para se recuperar deste desastre. O pt conseguiu colar a imagem dos partidos de esquerda com a desonestidade financeira, politica e principalmente moral.

Responder

Ana Mangiarotti

04 de dezembro de 2015 às 23h09

to amando

Responder

Eduardo Benzatti

04 de dezembro de 2015 às 23h02

Não Vai Ter Golpe!

Responder

Silvio Prado

04 de dezembro de 2015 às 23h02

Golpe é o que esse partido faz, roubando e dilapidando a coisa pública. Felizmente há um pequena esperança que o país crie anti corpos pra sepultar toda essa corja: Dilma, Cunha, renan e o chefe e claro..

Responder

    Simone Dos Santos

    05 de dezembro de 2015 às 03h47

    Falou o coxinha pago pelo Beto Hitler! ? ? ?

    Responder

    Márcio Luiz

    05 de dezembro de 2015 às 15h01

    Ainda tem gente trouxa nesse mundo. Hitler foi eleito pelo povo e olha a merda que fez..igual a Dilma ladrona

    Responder

    Neyde Scarton

    05 de dezembro de 2015 às 23h45

    E qual o partido que não roubou ou continua a roubar ? São todos da mesma quadrilha .

    Responder

Michael Gimenez

04 de dezembro de 2015 às 21h57

Enderson Markowski

Responder

Carlos Amazonas

04 de dezembro de 2015 às 21h56

Só faltou o bico.

Responder

Du Silva

04 de dezembro de 2015 às 21h52

Não haverá impeachment; não haverá golpe. Só uma Instituição brasileira tem Poder para dar um golpe, e ela não vai fazer isso!

Responder

Lívio Adelson

04 de dezembro de 2015 às 21h06

É o aéreo never na imagem? Eu acho!

Responder

Deborah Alves

04 de dezembro de 2015 às 21h02

Caio Suano Silva

Responder

Alfred D. Benet

04 de dezembro de 2015 às 20h56

A quadrilha do PT merece vários anos de Papuda!

Responder

    Hell Back

    05 de dezembro de 2015 às 00h52

    E o pessoal da PRIVATARIA? Também não vai?

    Responder

Ge Munhoz

04 de dezembro de 2015 às 20h51

E o desespero foi tamanho, que ninguem dos inteligentes deputados, pararam pra sentir a fragilidade na base das acusaçoes, o pedido vem do Ladrao Mor (como diz Ciro Gomes) sem nenhuma condiçao de estar na Presidencia da Camara, junto com um Bicudo que deve estar com ciumes de algo, e junto com ouro que nao aceita ter perdido as eleiçoes, e mais a vergonha de Santos Beto Mansur.

Responder

Juliano Alves Dos Reis Osti

04 de dezembro de 2015 às 20h42

Bom artigo, leia brasileiros, deixem de ser preguiçoso, ociosos, procurem entender o que isso significa pra nós. Deixa de ficar vendo novelas, e assistir reality shows e procurem se interessar pelo nosso Brasil.

Responder

    Gislene Lobo

    04 de dezembro de 2015 às 22h13

    O que você tá pedindo é algo praticamente impossível para a maioria dos brasileiros! Deixar de ver novela?reality shows? jornal nacional que já vem prontinho e nem precisa raciocinar? sair fora da caixinha zona de conforto globo?Ai você tá pedindo demais…

    Responder

Getúlio Costa

04 de dezembro de 2015 às 20h42

Responder

Getúlio Costa

04 de dezembro de 2015 às 20h42

Responder

    Ana Coelho

    04 de dezembro de 2015 às 21h25

    A lei do retorno é para todos.. Não esqueça disso jamais meu caro!

    Responder

    Moisés Saldanha

    04 de dezembro de 2015 às 21h40

    Então será logo para ela.

    Responder

    Tonya de Carvalho

    04 de dezembro de 2015 às 21h52

    Vocês ! Da turma do Tio Sam , esquece de que aqui tem patriota que defenderá o País das garras do imperialismo !

    Responder

    Mauricio Gomes

    04 de dezembro de 2015 às 20h03

    Miguel, como você permite a publicação de uma coisa de tão mão gosto quanto esta?

    Responder

      Mauricio Gomes

      04 de dezembro de 2015 às 21h37

      correção….mau gosto

      Responder

    Alexandre Percegoni

    05 de dezembro de 2015 às 20h49

    Serio Tonya de Carvalho. Kkkkkkk. Já te avisaram q o muro de Berlim caiu e o comunismo foi p o lixo da história?

    Responder

    Denis Molina Passoni

    06 de dezembro de 2015 às 15h41

    Alexandre, a Tonya ainda vive nos anos 80, vive no passado onde o populismo / comunismo era o sonho dos menos favorecidos e ignorantes…

    Lá no passado, o muro de Berlin ainda existe e Cuba é um exemplo a ser seguido..

    Fala sério?

    Responder

Marcelo Pereira

04 de dezembro de 2015 às 20h41

pessoal, quando vamos fazer uma campanha pra espinafrar o Michel Temer? O que esse safado tá aprontando? Vamos perguntar um grande qual é a tua, Temer?

Responder

Fabio Hideki

04 de dezembro de 2015 às 18h18

Será que essa eleição de 2014 acaba antes de 2018 ?

Responder

    Hell Back

    05 de dezembro de 2015 às 00h58

    Parece que querem fazer o terceiro turno. Se fizerem o terceiro turno, o povo brasileiro fará o QUARTO TURNO.

    Responder

Deixe um comentário