Fórum Reforma Tributária BandNews

Relações da Globo com corporações americanas explicam apoio à Lava Jato

Por Miguel do Rosário

18 de fevereiro de 2016 : 14h27

Em minhas pesquisas sobre a relação entre Jonas Barcellos, a sombria figura por trás da mesada remetida à amante de FHC, e os Marinho (eles tem negócios em conjunto), acabei topando com uma outra coisa.

Não tem nada a ver com Miriam Dutra ou Jonas Barcellos, mas tem tudo a ver com a hipocrisia da mídia brasileira, de um lado, e os interesses escusos por trás das conspiratas judiciais, de outro.

Trata-se da sociedade comercial entre Rupert Murdoch e os Marinho. Murdoch é o dono da Fox News, a qual imprimiu um tipo de jornalismo hoje considerado caricatural nos Estados Unidos, de tão radicalizado à direita e tão vinculado aos aspectos mais violentos do imperialismo norte-americano. Essa sociedade, aparentemente, se consolidou a partir de 2003, no mercado de tv fechada, o que pode explicar em parte a virada da Globo, que se tornou uma espécie de Fox brasileira.

O que eu acho incrível, porém, é a completa falta de cobertura jornalística sobre o tema.

Ora, o maior magnata de mídia do mundo firma sociedade com o maior magnata de mídia do Brasil e a imprensa brasileira não explora as consequências comerciais, jornalísticas e empresariais deste tema?

O Brasil vive um sinistro apagão jornalístico. A nossa imprensa só quer saber de puerilidades sobre Lula, tipo a padaria que dona Marisa compra pão em Atibaia, ou a marca do barquinho de lata adquirido pela mesma.

Hoje, o jornal Globo vem com “notícia” sobre o fato de um caseiro de Atibaia, naturalmente assustado com o assédio jornalístico, ter dado o telefone de um escritório de advogados, quando perguntado pelo telefone do dono do sítio. E daí?

Voltando à sociedade entre Murdoch e os Marinho, a história tem alguns aspectos bastante sinistros, conforme o leitor verá.

Abaixo, os documentos da reunião do CADE, que trata da fusão entre a Sky e a Direct TV, e que reuniu Globo, dos Marinho, e News Corp, de Rupert Murdoch.

***

Abaixo, o gráfico que eu recortei do arquivo acima. Observe a posição subalterna da Globo em relação à News Corp.

Nos documentos do CADE, constata-se que a News Corp é associada à General Motors, e ao US Trust Corporation, pertencente ao Bank of America, o qual, por sua vez, é o centro nervoso dos interesses econômicos do império.

Globo, Rupert Murdoch, General Motors e Bank of America. Todos unidos em prol dos interesses… corporativos norte-americanos.

A informação confirma uma coisa que já sabíamos: a Globo, mais que nunca, é um braço do imperialismo no Brasil.

Não só isso, é o braço da direita corporativa americana.

Isso talvez explique muita coisa, inclusive a campanha da Globo para destruir grandes empresas nacionais.

A Globo é representante de grandes empresas americanas, incomodadas com a expansão de nossas principais companhias, estatais e privadas.

Isso explica porque a Globo não se importa em sabotar a economia brasileira, posicionando-se contra os acordos de leniência e estimulando o furor inconsequente da Lava Jato contra grandes empresas nacionais.

ScreenHunter_27 Feb. 18 13.32

O documento do CADE traz ainda uma relação da ANATEL das empresas nas quais a Globo tinha, em 2004, participação maior que 5%. É uma lista enorme e bem interessante, porque traz algumas companhias sediadas no exterior:

GLOBOPAR (holding) – Power Company S.A. – Cabodinâmica TV Cabo São Paulo S.A. – Rádio Excelsior Ltda (rádio) – Canal Brazil S.A. – Rádio Globo S.A. (rádio) – Comercial Fonográfica RGE Ltda – Radioclick Serviços Interativos Ltda – Distel Holding S.A. – Roma Participações Ltda – DTH Comércio e Participações S.A. – Sanland Investment S.A. – DTH USA Inc. – São Marcos Empreendimentos Imobiliários Ltda – Editora Globo S.A (editora) – Seguradora Roma S.A. (seguros) – Empresa Jornalística Diário de São Paulo Ltda (mídia impressa) – Endemol Globo S.A. – GET Empreendimentos Temáticos Ltda – SIGEM Sistema Globo de Edições Musicais Ltda – SIGLA Sistema Globo de Gravações Audiovisuais Ltda (fonografia) – GLB Participações Ltda – SKY Brasil Serviços Ltda – GLB Serviços Interativos S.A. (Internet) – Globo Cochrane Gráfica Ltda (gráfica) – SKY Multi-Country Partners (televisão via satélite) – Globo Internacional Company Ltd. – Telecine Programação de Filmes Ltda – Globo Overseas Investiments B.V – Televisão a Cabo de Novo Hamburgo Ltda – Globo Rede S.A. (Internet) – TV a Cabo Chapecó Ltda – Globo Rio Participações e Serviços Ltda – TV Cabo Resistência Ltda – Globosat Programadora Ltda (proramadora) – TV Globo Ltda (TV aberta) – GME Marketing Esportivo Ltda – TV SKY Shop S.A. – Infoglobo Comunicações Ltda (mídia – TV Vídeo Cabo de Belo Horizonte Ltda – Interpro-International Promotions Ltda – UGB Participações S.A. – Multicanal Telecomunicações S.A. – União Participações Ltda – NET Brasil S.A. – Uruguaiana Empresa de TV a Cabo Ltda – NET Santos Ltda – USA Brasil Programadora Ltda – NET SAT Overseas Limited. – Valor Econômico S.A. (mídia impressa) – NET Serviços de Comunicações S.A. (SO – – Worldwide Financial Trading Limited. operadora de sistemas múltiplos) – Zende Serviços de Apoio e Logística Ltda – Porto Esperança Comércio e Serviços Ltda E ainda: – NET Anápolis Ltda – NET Paraná Comunicações Ltda – NET Arapongas Ltda – NET Piracicaba Ltda – NET Bauru Ltda – NET Recife Ltda – NET Belo Horizonte Ltda – NET Ribeirão Preto S.A. – NET Brasília Ltda – NET Rio S.A. – NET Campinas Ltda – NET São Carlos S.A. – NET Campo Grande Ltda – NET São José do Rio Preto Ltda – NET Curitiba Ltda – NET São Paulo Ltda – NET Florianópolis Ltda – NET Sorocaba Ltda – NET Franca Ltda – NET Sul Comunicações Ltda – NET Goiânia Ltda – SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA – NET Indaiatuba Ltda – DR Empresa de Distribuição e Recepção – NET Joinville Ltda – Horizonte Sul Comunicações Ltda – NET Londrina Ltda – Televisão a Cabo Criciúma Ltda – NET Maringá Ltda – TV Cabo e Comunicações de Jundiaí S.A

Em imagem:

ScreenHunter_28 Feb. 18 13.55

Observe que virtualmente todas essas empresas têm ligação com governos ou com o Estado. As mais lucrativas são concessões públicas. Ou seja, é um assunto ligado diretamente ao que se possa pensar de mais interessante à opinião pública: tem ligações com governos, política, mídia, formação da opinião pública, cultura, grandes empresas, empresas internacionais. E até mesmo geopolítica.

Em post anterior, eu mencionei o fato da segunda metade do século XX ter sido a era das conspirações. Bem, parece que o século XXI não será diferente, com a diferença, talvez, de que as conspirações se dão à luz do dia.

Os conspiradores não controlam a internet, ainda, mas para eles basta, por enquanto, manter a hegemonia do sistema midiático.

Para a maioria dos brasileiros, nenhuma notícia é verdadeira enquanto não sair na Globo.

Só que a Globo é o centro de todas as conspirações.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Raquel Santos

19 de fevereiro de 2016 às 03h37

Pois é , os blogs que são sujos.
Plim plim

Responder

Anna Colares

19 de fevereiro de 2016 às 01h36

Tiago Tiago Collares da uma olhada nessa matéria!

Responder

Palmerio Texeira

19 de fevereiro de 2016 às 01h00

PAU QUE DA NO CHICO DA NO FRANCISCO AGUARDE.

Responder

Claudio Cassemiro

19 de fevereiro de 2016 às 00h53

atende. ai. !!!kkkkkkkkkkkkk.

Responder

Kleber Silva

19 de fevereiro de 2016 às 00h49

#PovoComLula
#LulaEuConfio #ForaEduardoCunha #Nãovaitergolpe #Dilmafica

Responder

Dileta Xisto

18 de fevereiro de 2016 às 23h47

E ai aGlobo chamo o goveno de corupito essa emisora e mais corupita doque qualquer outra pessoa

Responder

Lekinho Cross

18 de fevereiro de 2016 às 22h36

Essa Globo me enoja!

Responder

Aparecida Jesus Oliveira

18 de fevereiro de 2016 às 21h39

Fala moro

Responder

Anna Colares

18 de fevereiro de 2016 às 20h56

Leni Collares, Marco Antonio Collares dêem uma olhadinha nesse artigo! Abração!

Responder

Messias Franca de Macedo

18 de fevereiro de 2016 às 18h33

O Otávio Frias Filho da ‘Folha’ *”sabe o que está dizendo”!
*INTERNET ABALOU ‘PILARES DE SUSTENTAÇÃO DO JORNALISMO’
A Editora ‘Fechol’ [Risos] que o diga!
Entenda
$$$$$$$$$$$$$$$$$

EDITORA ABRIL FAZ NOVOS CORTES

Mathew Shirts (foto) e Patrícia Hargreaves, que integravam o núcleo Abril Branded Content (ABC), criado num dos recentes movimentos da Editora Abril, deixaram a empresa; californiano, Mathew estava em sua segunda passagem pela editora, onde já atuou no comando de diversas revistas, como Super Game Power, NatGeo, Veja e Planeta Sustentável; deixaram também a empresa dois diretores de arte e um repórter de política de Veja

18 DE FEVEREIRO DE 2016 ÀS 17:04

FONTE: http://portaldosjornalistas.com.br/noticia/matthew-shirts-patricia-hargreaves-deixam-abril

e aqui
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/217632/Editora-Abril-faz-novos-cortes.htm

Responder

Marcos Fernandes Gonçalves

18 de fevereiro de 2016 às 20h05

E quando falamos do imperialismo dos EUA, os coxinhas dizem que é paranoia. Bom que fosse.

Responder

Robertinho Carmona

18 de fevereiro de 2016 às 20h01

E ai dr Sergio globo moro.

Responder

Mauricio Gomes

18 de fevereiro de 2016 às 16h54

Follow the money! Com certeza deve ter dinheiro dos infames e repugnantes irmãos Koch na Globo e nesses movimentos fascistas que estão infernizando o Brasil. Há um documentário no youtube para quem não conhece a índole desses canalhas bandidos.

Responder

Helder Lemes

18 de fevereiro de 2016 às 18h51

Globo, Robert Murdoch/Fox, Bank of America e General Motors umbilicalmente unidos Alex Rodrigues, Arilson da Silva, Leidy Eduardo Duarte Alencar e Robinson Cireia. Está tudo explicado agora. Leiam o artigo e vão entender de forma cristalina que é um ataque a um projeto de país mais do que qualquer outra coisa.

Responder

    Helder Lemes

    19 de fevereiro de 2016 às 01h40

    Agora fudeu….. Se países como Alemanha, França e Espanha sucumbiram a esse capitalismo predatório, com população muito mais culta e politizada que a brasileira, imagine o destino do Brasil……..Só se Deus for brasileiro mesmo pra nos salvar do ataque predatório.

    Responder

Helder Lemes

18 de fevereiro de 2016 às 18h45

Globo, Robert Murdoch / Fox, Bank of America e General Motors

Responder

Fernando Araujo

18 de fevereiro de 2016 às 18h36

Fechou o ciclo, esperemos o pior.

Responder

Messias Franca de Macedo

18 de fevereiro de 2016 às 16h36

… Após ler a brilhante matéria acima, não sei por que cargas d’água (sic) lembrei-me de certo ‘miniSTRO’ das Comunicações do ‘[tíbio] PT da Governança’!
Sim, ele mesmo, o Paulo Bernardo!
Dizer mais o quê do nosso sofrimento atroz?!…

Responder

Fernando Araujo

18 de fevereiro de 2016 às 18h28

Essa é de lascar, estar ficando cada vez mais claro, digo plimplim …

Responder

Jurandir

18 de fevereiro de 2016 às 16h22

Perfeito. Observe a posição dos bancos nos gráficos. Não seria exagerado dizer que a mídia é sócia e serviçal da ditadura do sistema financeiro.

Responder

Messias Franca de Macedo

18 de fevereiro de 2016 às 16h08

… E já que o PIG &$ a ‘PORCA-tarefa’ da Operação ‘Lava [Tucano a] Jato’ são tão ‘fissurados’ por antenas…

$$$$$$$$$$$$$$$$

A ‘Disneylandia’ do filho de FHC
14/11/11

Este ‘pos’t foi publicado em 31 de julho deste ano e fez uma denúncia que hoje, 14 de novembro, vem à tona no jornal Folha de São Paulo, mas só após o governo ter aberto investigação sobre a esquisita sociedade do filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Paulo Henrique Cardoso, com o grupo Disney.
Abaixo, a matéria que saiu hoje na Folha e, em seguida, o post que este blog publicou em 31 de julho e que foi a primeira matéria jornalística a fazer a denúncia.

FOLHA DE SÃO PAULO

Governo apura sociedade de filho de FHC na rádio Disney

14 de novembro de 2011

Ministro diz ter recebido informação de que grupo dos EUA comanda emissora
Paulo Henrique Cardoso não quis comentar o assunto, e o grupo americano afirma que o responsável é brasileiro

Por jornalista Elvira Lobato
Do Rio de Janeiro

(…)

FONTE: http://www.blogdacidadania.com.br/2011/11/a-%E2%80%98disneylandia%E2%80%99-do-filho-de-fhc/

***

Rádio Disney Brasil é uma emissora de rádio brasileira sediada em São Paulo, capital do estado brasileiro homônimo. Opera no dial FM, na frequência 91.3 MHz, e não mantém afiliações. Pertence a Rádio Holding Participações Ltda. de Paulo Henrique Cardoso, e tem como sócio a The Walt Disney Company, que faz a administração de 30% dos ativos da rádio. Seus estúdios ficam localizados no World Trade Center de São Paulo, no bairro de Cidade Monções, enquanto sua antena de transmissão está no alto do Edifício São Luís Gonzaga, no Espigão da Paulista.
A emissora tem sua programação voltada ao público jovem, assim como a Rádio Disney dos Estados Unidos, pioneira do gênero na América Latina. Atualmente é a quinta rádio jovem mais ouvida de São Paulo…
(…)

FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/R%C3%A1dio_Disney_Brasil

Responder

Carlos Souza Santos

18 de fevereiro de 2016 às 17h58

Quem é a globo? que poder é esse capaz de dominar ministério público, polícia federal e todo poder judiciário até quando nos brasileiros temos que viver isso, afinal de contas a quem esses órgãos presta serviços a nação brasileira ou nação globo? o Brasil quer resposta.

Responder

Enio

18 de fevereiro de 2016 às 15h58

Essa elite criminosa tem MEEEEDO do povo brasileiro com Lula 2018. Tem MEEEEDO das urnas. #LulaEuConfio

Responder

Beatriz Alves Pinto

18 de fevereiro de 2016 às 17h26

caramba

Responder

Irion

18 de fevereiro de 2016 às 14h41

E a (i)legalidade disso à luz da Constituição? Onde estão nossas autoridades?

Art. 222. A propriedade de empresa jornalística e de radiodifusão sonora e de sons e imagens é privativa de brasileiros natos ou naturalizados há mais de dez anos, ou de pessoas jurídicas constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sede no País. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 36, de 2002)

§ 1º Em qualquer caso, pelo menos setenta por cento do capital total e do capital votante das empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens deverá pertencer, direta ou indiretamente, a brasileiros natos ou naturalizados há mais de dez anos, que exercerão obrigatoriamente a gestão das atividades e estabelecerão o conteúdo da programação. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 36, de 2002)

Responder

Deixe uma resposta