Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

A ligação entre o “triplex” dos Marinho e o Miriamgate

Por Miguel do Rosário

19 de fevereiro de 2016 : 19h25

Acontecem coisas tão surreais no Brasil que um leitor desatento, ao ler o título do post, acharia que se trata de algum tipo de ironia ou palhaçada de blogueiro sujo.

Não é.

É sério.

Algumas informações já foram dadas em blogs, como o Viomundo, mas eu vou organizá-las de outro jeito aqui.

Olha o endereço da Brasif, a empresa que pagava mesada à amante de FHC no exterior:

(Foto capturada do blog Viomundo)

(Foto capturada do blog Viomundo)

O endereço da firma também consta em diários oficiais, como este do Espírito Santo: rua Margarida Assis Fonseca 171, Belo Horizonte, MG.

ScreenHunter_46 Feb. 19 18.50

Agora veja quem mais está sediado no mesmo endereço…

O consórcio Veine-Amália, dono do helicóptero usado pelos Marinho.

A Veine, por sua vez, é a empresa que detêm o “triplex” dos Marinho em Paraty, como se pode ver por várias notificações ambientais emitidas contra a propriedade.

ScreenHunter_31 Feb. 18 14.57

Confira o endereço do consórcio Veine X Amalia: rua Margarida Assis Fonseca 171, Belo Horizonte, MG.

ScreenHunter_45 Feb. 19 18.46

Aliás, o número é cabalístico e profético: 171!

As ligações entre Jonas Barcellos, dono da Brasif e os irmãos Marinho, donos da Globo, são inúmeras. A mais notória, porém, ficamos sabendo agora: a Brasif e Globo pagaram para Miriam Dutra, amante de FHC, ficar exilada e calada no exterior, para não atrapalhar os planos dos Marinh… ops, de FHC.

Ambas, Brasif e Globo são concessionárias de serviço público. Dependem diretamente do governo federal. E pagaram propina à FHC (sim, porque entendo que o dinheiro enviado a Miriam foi propina à FHC, não à Miriam) de olho em interesses privados nada republicanos: a Brasif, para continuar mantendo o monopólio sobre os freeshops nos aeroportos brasileiros, a Globo, bem, a Globo por mil razões: dinheiro de publicidade, financiamentos, não criar leis que possam prejudicá-la, etc.

É importante lembrar que a Veine, proprietária do “triplex” dos Marinho, pertence majoritariamente à Vaincre e a Blainville, ambas empresas offshore criadas sob as asas da Mossack Fonseca, uma das maiores lavanderias de dinheiro sujo do mundo

A Mossack Fonseca começou a ser investigada pela Lava Jato, na fase Triplo X, nome pegadinha dados pelos policiais quando pensavam que iriam acertar em Lula.

Acabaram acertando na Globo…

Foi o que bastou para a mídia e Lava Jato paralisarem completamente as investigações sobre a Mossack Fonseca e se concentrarem no “sítio de Lula”…

ScreenHunter_49 Feb. 19 19.15

Desde então, não sai mais uma notinha na mídia sobre a Mossack Fonseca…

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

marilamar

20 de fevereiro de 2016 às 16h40

nao é crime de decoro ( manter um empregada domestica ou carcere privado com dinheiro publico?) o que virá depois de uma intensa investigaçao da Policia FEDE…..GERAL sobre este Infanticidio, carcere privado, estupro, tortura, desvio de dinheiro publico, crime continuado e etc, praticado pelo FHC e o JOSE SERRA e Cias…., mais a REDE ROUBO!!! E porquê a policia FEDE…..GERAL ainda nao entrou no roubo da MERENDA ESCOLAR praticado pela quadrilha do ALCKMIN e todo o PSDB? Porquê!!!!

Responder

Messias Franca de Macedo

20 de fevereiro de 2016 às 16h22

Os negócios milionários do BNDES em Cuba, Caracas, Equador e… com a Globo

POR FERNANDO BRITO · 20/02/2016

A Época volta a fazer carga contra os empréstimos do BNDES a países latino americanos, especialmente os “esquerdistas”, agora para induzir os leitores que isso ocorreu por “tráfico de influência” de Lula.
Então, fui buscar num documento do Banco, oficial, os fatos e números deste “descalabro”, citando literalmente o texto:
(…)
Você se animou, repetidor de bobagens da grande mídia na internet?
Pois tire o cavalinho da chuva, porque estes são trechos do relatório do BNDES, sim, mas de fevereiro de 2002, último de mantado do presidente Fernando Henrique Cardoso, que pode ser lido aqui.
Porque o Banco vive de fazer negócios – emprestar dinheiro – e este banco, por definição, deve apoiar a exportação de mercadorias e serviços brasileiros. E um dos principais serviços exportáveis pelo Brasil é, não sei se você sabem, a construção pesada, onde temos um padrão competitivo em qualquer parte do mundo.
Ou tínhamos, antes que o Doutor Sérgio Moro misturasse empresários corruptos (que novidade, hein? E curioso é que é só nas empreiteiras que há!) com empresas capazes e as atirasse fora, como o menino e a água do banho.
Desculpem a ironia do início do post, mas é preciso, para mostrar o ridículo do comportamento de nossa mídia e dos idiotas que maquinalmente repetem tudo o que ouvem dela.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/a-canalha-bolivariana-e-os-negocios-do-bndes-em-cuba-caracas-equador-e-globo/comment-page-1/#comment-255914

Responder

Euler

19 de fevereiro de 2016 às 23h08

Isto sem falar que o juiz herói da direita brasileira, Moro, que mantém Zé Dirceu e Vaccari preso há vários meses, sem condenação e sem provas, mandou soltar imediatamente o empresário Auada que fora preso quando queimava provas que denunciavam a ligação da Mossack com o triplex dos Marinho. O paladino da justiça, mais uma vez, mostrou sua face de moralista sem moral a serviço da direita golpista.

Responder

Messias Franca de Macedo

19 de fevereiro de 2016 às 20h11

A BRASIF ACABA DE MATAR O DEMoTUCANO FHC

A defesa atabalhoada de FHC feita pela Brasif é a pá de cal no [mega]escândalo!
Entenda

$$$$$$$

Brasif diz que FHC ‘não teve participação’ na contratação de ex-amante

19/02/2016 16h19

(…)
A Brasif , no entanto, diz que “o ex presidente Fernando Henrique Cardoso não teve qualquer participação nessa contratação, [atente, leitor(a)] tampouco fez qualquer depósito na Eurotrade ou em outra empresa da Brasif”.
(…)

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/02/1741123-brasif-diz-que-fhc-nao-teve-participacao-na-contratacao-de-ex-amante.shtml

$$$$$$$$$$$$$$$$

… Pra que Diabos o FHC “ficou esperando as explicações da Brasif para somente depois se pronunciar à nação brasileira [estarrecida!]”?!

“‘Tá’ vendo”, Fernando, os antigos mais velhos (sic) já diziam: “mentira, meu ‘fi’, mentira tem pernas curtas”!

Viu, estropício desalmado &$ [mega]corrupto?!…

$$$$$$$$$$$$$$$$$$

… E a jornalista Miriam Dutra irá acabar de matar a Brasif: daqui a pouco a ex amante de FHC irá tornar público os recibos e comprovantes bancários de transferências!…

Responder

    Ninguém

    19 de fevereiro de 2016 às 21h28

    Ou isso, ou vão acabar dando um cala-boca nela, que vai voltar atrás e dizer que não é nada disso.

    Mas há vários crimes nessa história sórdida. Tem que exigir explicações, também, sobre os abortos ordenados pelo senador/ministro FHC, os quais, sem dúvida, foram feitos nas mais perfeitas condições de segurança, higiene e limpeza, enquanto milhares de mulheres, ao longo dos anos em que esse canalha ocupou tais cargos, além da presidência, foram presas e morreram, por conta de abortos por não disporem dos mesmos recursos materiais e de poder. FHC é um canalha e um hipócrita.

    Responder

Deixe um comentário