Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

A decisão ambígua e covarde do CNMP contra o promotor anti-Lula de SP

Por Miguel do Rosário

23 de fevereiro de 2016 : 16h16

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deu uma decisão ambígua, para agradar gregos e troianos.

Uma decisão assustada, prudente, sinal dos tempos sombrios que vivemos.

É uma decisão que a mídia não poderá comemorar como uma derrota total de Lula, porque o CNMP decidiu, por unanimidade, investigar o promotor Cassio Conserino por eventual infração, por ter falado à Veja sobre uma denúncia que ainda não tinha sido aberta, e sem sequer ouvir antes as partes envolvidas.

Além disso, o CNMP reconheceu que o promotor Cassio Conserino contrariava jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), acerca do promotor natural.

Por outro lado, a mídia também não precisará dizer a seus leitores que é uma vitória de Lula, porque o CNMP não acolheu a reclamação do deputado Paulo Pimenta, que denunciou o fato de Conserino não ser o promotor natural.

Os membros do CNMP se protegem, assim, do macarthismo midiático.

O CNMP disse que não tem competência para julgar o caso (o que não é verdade), e jogou a decisão para o Ministério Público de São Paulo (MP-SP), cujas tendências direitistas e anti-Lula todos conhecem.

A consequência prática desse lavar de mãos do CNMP, portanto, é que Cassio Conserino continuará como promotor natural no caso Lula.

Só que para manter Conserino como promotor natural, o CNMP teve de violentar a jurisprudência, jogar a batata quente para as mãos do STF, e ceder a esse espírito golpista que vem contaminando tudo.

Em resumo, o relator do CNMP para o caso, Valter Shuenquener voltou atrás de sua decisão inicial de tirar o caso das mãos de Conserino. Foi seguido por todos os membros do conselho do CNMP. Isso é uma derrota para Lula.

Mas Shuenquener externou críticas ao promotor, e ainda mandou que se o investigassem, por dar entrevista à Veja antes mesmo de formalizar uma denúncia. Foi seguido igualmente por todos os membros do conselho. Isso é uma vitória de Lula.

Ao cabo, o CNMP deu uma espécie de drible político no golpismo. Manteve o promotor, mas fez críticas pesadas a ele, abriu investigação (o que já é uma espécie de punição) e ainda deixou críticas no ar, a serem resolvidas no STF.

O CNMP deixou que o promotor e as associações de promotores pudessem dizer à plateia que ganharam a partida, mesmo sabendo que foi uma vitória dúbia.

Para usar uma linguagem marinista, diríamos que o promotor Conserino e as associações que o defendiam ganharam perdendo.

Valter Shuenquener foi ambíguo, astuto, covarde, contraditório.

Tempos sombrios…

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Messias Franca de Macedo

23 de fevereiro de 2016 às 21h11

… Na famigerada era do DEMoTucano ´Príncipe da Privataria’ o procurador geral da República nomeado “era o Brindeiro sétimo da lista’ encaminhada pelo ‘miniSTÉRIO’ Público, “um monstro”, segundo o jurista Sepúlveda Pertence…
Nos governos democráticos do [eterno] presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, o mesmo ‘miniSTÉRIO’ Público envia uma lista tríplice, sendo que, necessariamente, o primeiro é o escolhido.
“O sétimo Brindeiro da Lista” engavetava todos os malfeitos hediondos do DEMoTucanato!
Na era do “republicanismo do Zé da Justiça”, o mesmo ‘miniSTÉRIO’ Público “agradece”…

$$$$$$$$$$$$$

[Conselho Nacional do Ministério Publico informa à nação estarrecida e em frangalhos!]

PROMOTOR VAI AVALIAR NOVA DATA PARA DEPOIMENTO DE LULA

O promotor Cássio Conserino, responsável por conduzir a investigação envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre suposta ocultação de patrimônio no tríplex do Guarujá, deve retomar nesta quarta (24), a análise do caso e avaliar o agendamento do depoimento dele e de sua esposa, Marisa Letícia

23 DE FEVEREIRO DE 2016 ÀS 19:24

(…)

FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/218273/Promotor-vai-avaliar-nova-data-para-depoimento-de-Lula.htm

Responder

Messias Franca de Macedo

23 de fevereiro de 2016 às 21h08

UMA AULA HISTÓRICA DESNUDA O STF &$ O ‘miniSTÉRIO’ Público

###

https://www.youtube.com/watch?v=GQaPCzLZVNw&ebc=ANyPxKoMVByhApG-fEluJ8PE9m-6esn60XR4bbCH9gLUwX9lea_yhN8qiMXljlwSUZloApPezgFw0rDWg_DQ1mI7laPyG6130w

Responder

Mauricio Gomes

23 de fevereiro de 2016 às 17h37

Acho que só uma guerra civil ou uma queda da bastilha resolvem as coisas por aqui, tinham que caçar esses safados e traidores da pátria um por um, a começar pelo juizeco fascista de CÚritiba e sua gangue. Nojo disso tudo, dessa casta de marajás que dedica-se a atacar o Lula enquanto deixa bandidos como Aébrio e CÚnha livres e soltos. Guilhotina neles!

Responder

    Marcos Mineiro

    23 de fevereiro de 2016 às 20h07

    Seu ressentimento tem fundamento.
    No entanto, não devemos perder a cabeça.
    Isso é o que eles querem.

    Responder

Trazibulo Meireles de Souza

23 de fevereiro de 2016 às 17h29

É a nova fase, agora o MP, judiciário e PF, esse triunvirato do golpe se revezam na conspiração golpista… O CNJ e CNMP são corporativistas, nunca mexerão nas suas mazelas que são muitas.

Responder

Elaine Soares

23 de fevereiro de 2016 às 17h26

Tempos sombrios e estranhos Miguel, mas pode ficar tranquilo: NÃO VAI TER GOLPE

Responder

Carlos Hums

23 de fevereiro de 2016 às 16h49

Não importa a lei, a jurisprudência, nem o que é justo. O que importante é o desejo de fazer política com instituições que sequer recebe um mísero voto do povo. A ditadura jurídico-midiática é uma realidade, não é conspiração ou coisa da imaginação de alguns. Tudo isso vem servindo para deixar o país mais desigual ainda, e pior, com a apoio de uma parcela importante da população, que levará um tempo para acordar. Por isso, é tão necessário O Cafezinho e outros blogs, para que este país não volte de vez para as mãos dos donos dos jornalões. Em frente.

Responder

Enio

23 de fevereiro de 2016 às 16h32

A mídia lixo criminosa tem MEEEEDO do povo brasileiro com Lula 2018. Tem MEEEEDO das urnas. #LulaEuConfio
https://www.youtube.com/watch?v=yV2_5X_1QJY

Responder

Walter pastori

23 de fevereiro de 2016 às 16h22

Achei que só no congresso a qualidade está muito ruim infelizmente não é só no congresso

Responder

    Hell Back

    23 de fevereiro de 2016 às 16h52

    Em tudo, até na vida dos brasileiros em geral. Um povo sem cultura é fácil de ser manipulado pela elite oligárquica, por isso não há um investimento consistente na educação.

    Responder

Deixe um comentário