Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Lava Jato: Cunha reclamava de atraso na propina, segundo delator; quantia chegaria a R$ 52 milhões

Por Miguel do Rosário

16 de abril de 2016 : 10h46

‘Estão atrasados’, pressionava Cunha por propina, diz delator

No Estadão

Em depoimento à Procuradoria-Geral da República, na Operação Lava Jato, o empresário Ricardo Pernambuco Junior, um dos delatores da Operação Lava Jato, contou à força-tarefa da Operação Lava Jato, que o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reclamou de atraso no pagamento de propina. Pernambuco Júnior apontou pagamento de US$ 4,6 milhões ao deputado entre 2011 e 2014, sob contratos de obras relacionadas ao Porto Maravilha, no Rio.

“Questionado sobre as cobranças feitas por Eduardo Cunha, respondeu que o referido parlamentar, quando havia períodos sem transferências, ligava ou mandava mensagens para o depoente e pedia uma reunião; que nestas reuniões o deputado dizia: “Ricardo, vocês estão atrasados e vocês precisam regularizar os pagamentos”. O depoente, então, dizia que ele poderia ficar tranquilo, pois os depósitos iriam ser retomados”, afirmou Ricardo Pernambuco Júnior.

Segundo o delator, a propina total era de R$ 52 milhões, que deveriam ser divididos pela Carioca – R$ 13 milhões -, OAS e Odebrecht, sobre contratos do Porto Maravilha, no Rio. O empresário entregou aos investigadores uma tabela que aponta 22 depósitos somando US$ 4.680.297,05 em propinas supostamente pagas pela Carioca a Eduardo Cunha entre 10 de agosto de 2011 e 19 de setembro de 2014.

tabela-pagamentosec

O maior repasse ocorreu em 26 de agosto de 2013 no valor de US$ 391 mil depositados em conta do peemedebista no banco suíço Julius Baer. Em 2011 foram quatro depósitos, somando US$ 1,12 milhão. Em 2012, Eduardo Cunha recebeu só dessa fonte outros US$ 1,34 milhão divididos em seis depósitos. A tabela revela que em 2013 o deputado – que ainda não exercia a presidência da Casa -, foi contemplado com mais seis depósitos, totalizando US$ 1,409 milhão. Já em 2014, Eduardo Cunha recebeu outros seis depósitos que somaram US$ 804 mil.

O empresário foi questionado pelos procuradores sobre o motivo pelo qual passou a haver regularidade nas transferências a partir de junho de 2014. Raul Pernambuco Júnior disse que ‘pode ter sido uma ordem dada por seu pai ao banco’.

“O depoente acredita, também, que a regularidade possa ter decorrido das cobranças do deputado Eduardo Cunha, pois o depoente e seu pai ficaram um período sem realizar as transferências e, por tal motivo, houve a cobrança ao depoente pelo referido parlamentar”, relatou o empresário.

Ricardo Pernambuco Júnior afirmou que ‘nunca falou com qualquer intermediário de Eduardo Cunha’. O delator disse, aos procuradores, ao ser questionado se ‘o valor solicitado por Eduardo Cunha foi pago integralmente’, que acredita que, somadas todas as transferências previstas nas duas tabelas, provavelmente o valor foi praticamente pago na integralidade’.

“Era o próprio depoente quem fazia a contabilidade dos valores pagos a Eduardo Cunha, em um documento que já destruiu; que o pai do depoente, assim que fazia a transferência, repassava esta informação ao depoente, para que fosse contabilizada.”

COM A PALAVRA, A ASSESSORIA DE IMPRENSA DE EDUARDO CUNHA

É a quarta vez que sai matéria sobre mesmo assunto. O presidente já repudiou os fatos que não tem prova alguma.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fábio Brito

17 de abril de 2016 às 04h43

ATENÇÃO: BOMBA!!! BOMBA!!! BOMBA!!!

DIANTE DA GRAVE CRISE PELA QUAL PASSAMOS, peço a todos que leiam este texto e que, caso concordem com ele, COMPARTILHEM COM O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS E ENTIDADES POSSÍVEL.

Somente assim, faremos com que o conteúdo do texto chegue a um número grande de pessoas e venha a contribuir com o esclarecimento acerca dos acontecimentos recentes em nosso país.

Obrigado, Fábio Brito.

https://rebeldesilente.wordpress.com/2016/04/16/todo-poder-emana-do-povo-e-a-verdade-nos-libertara/

Responder

Luiz Carlos Gorniack

16 de abril de 2016 às 15h32

Enquanto isso, o STF mudo.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina