Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Uma forma de golpe mais letal no Brasil

Por Redação

18 de maio de 2016 : 23h05

Foto: Mídia Ninja

A derrubada da democracia no Brasil mostra que os golpistas tem novas estratégias e se tornaram mais perigosos

por Gui Mallon*, especial para O Cafezinho, de Gotemburgo 

Quinta-feira, dia 12 de maio, veio o anúncio do Senado Brasileiro. A presidenta eleita Dilma Rousseff foi forçada a sair do cargo e pode sofrer impeachment. O procedimento legal aconteceu no Congresso e é um novo tipo de golpe parlamentar.

Honduras e Paraguai foram laboratório da nova estratégia. Lá nasceu uma nova fórmula de golpe de Estado, disfarçado de legalidade: Parlamento vota para a remoção de um presidente legitimamente eleito em violação à constituição nacional. Mas, no Brasil, que já foi a maior democracia do hemisfério sul, aplicou-se um método mais sofisticado, com componentes mais complexos, no estilo dos filmes “Missão Impossível”.

Como sempre, o apoio veio principalmente dos Estados Unidos, com articulação cirúrgica e informações vindas dos aparelhos de inteligência privada e governamentais. As escutas telefônicas generalizadas, que incluiu a presidente Dilma e juízes do Supremo Tribunal, escutas publicadas nos meios de comunicação, sugerem a presença de espionagem. Documentos publicados pelo Wikileaks no mesmo dia do golpe mostra que o intruso presidente interino Michel Temer era o informante da embaixada dos Estados Unidos em Brasília. Não é por acaso que Liliana Ayalde foi nomeada embaixadora dos EUA no Brasil em 2013, assim como tinha sido embaixadora em Honduras em 2009 e no Paraguai em 2012, quando aconteceram os golpes nestes países.

O segundo fator – de extrema importância – é o dispositivo que foi criado pela aliança entre mídia brasileira, políticos corruptos e ativistas de direita infiltrados no Poder Judiciário: na Polícia Federal e até mesmo no Supremo Tribunal Federal; onde o juiz Gilmar Mendes tornou-se notório pelo seu escancarado ativismo político. Juntos, eles agiram na operação LAVA JATO, um processo legal gigantesco que investiga escândalos de corrupção, mas que até agora só foi usado para criminalizar políticos da base parlamentar de apoio à Presidente Dilma. Juiz Sergio Moro, o responsável pelas investigações, fez mestrado na Universidade da Pensilvânia e participou de um curso especial sobre corrupção no Departamento de Estado americano. “Coincidentemente”, a operação LAVA JATO começou alguns meses após a embaixadora dos EUA foi transferida do Paraguai para o Brasil.

O PAPEL DA MÍDIA BRASILEIRA

A “máquina de exterminar reputações” da mídia usou impiedosamente a Operação LAVA JATO como munição. Pessoas que eram apenas mencionados nas investigações tinham seus nomes lidos ao vivo na TV Globo algumas horas mais tarde, embora os inquéritos fossem supostamente secretos. Tudo era permitido em “nome da liberdade de imprensa”, do “republicanismo” e para não limitar o “processo jurídico/investigativo”. A presidente Dilma lutou desesperadamente durante quase dois anos para conseguir um apoio mínimo do Congresso, mas foi boicotada sistematicamente pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, um verdadeiro gangster, com contas secretas na Suíça, várias empresas offshore, enfim, um político tão corrupto que eventualmente foi suspenso das suas funções. Mas que só foi afastado quando já não era mais útil. Assim realizou-se o golpe brasileiro.

Quando eu estava recentemente no Brasil, visitei uma mulher que tem sido uma amiga da minha família há 30 anos. Maria pertence aos 8% da população que é analfabeta. Ela é empregada doméstica, descendente de escravos e mora em uma favela na zona rural. Sua vida foi significativamente melhorada ao longo dos últimos treze anos sob o governo do PT, o Partido dos Trabalhadores. No entanto, ela achou que era certo pedir a cassação da presidente Dilma Rousseff. Quando perguntei por que, ela olhou para mim como se eu fosse um fantasma, “Mas que é isso? Todo mundo sabe o porquê”, disse ela. Quando insisti, ela continuou: “Mas todo mundo sabe que ela (Dilma) roubou um montão de dinheiro, como o Lula. Todo mundo sabe que é por isso que o país está indo à falência”. Este “todo mundo sabe” é o senso comum, o consenso que a TV Globo e as grandes empresas de mídia criaram nos telespectadores nos últimos anos.

A NOVA DITADURA BRASILEIRA

PT é um partido que se desenvolveu de dentro do movimento sindical nos anos 70, durante a ditadura. Lula, o criador do PT, recebeu durante estes anos um considerável expertise em como fazer acordos entre trabalhadores e o setor privado. Durante o governo neoliberal de Fernando Cardoso (1995-2002) antes que Lula fosse eleito presidente, a Polícia Federal (PF) então com menos de 8.000 policiais realizou cerca de 48 operações. Durante o governo Lula, com 14.000 policiais federais, a PF realizou 1.273 operações e prendeu 15.754 pessoas. A corrupção não aumentou nos governos do PT. O que aumentou foram as ferramentas e métodos para combate à criminalidade grave. Lula queria reforçar a democracia e o Estado d Direito, mas não estava preparado para as novas políticas de direita e tornou-se uma vítima. No Brasil, aguarda-se que Lula seja preso a qualquer momento.

A parte do povo brasileiro que apoia o PT: os movimentos democráticos, meios de comunicação independentes, artistas e intelectuais, realizaram grandes manifestações contra o golpe, algumas das quais eu participei. Agora vamos ver um aumento acentuado da opressão por parte deste sistema jurídico empoderado. O projeto político do PT, o contrato social entre as classes sociais, parece estar em farrapos. Agora precisamos encontrar outras formas de resistência. Uma nova frente de esquerda poderosa como antes não é esperada no curto prazo. Em vez disso, teremos uma luta popular muito forte para a liberdade e os direitos civis, feita sem uma liderança clara.

O que está acontecendo no Brasil é uma guerra de interpretações da realidade. A ditadura que foi instalada não será capaz de manter sua aparência pseudo-democrática como tem pretendido fazer até agora, mesmo com o apoio da mídia corporativa internacional. Vamos testemunhar confrontos violentos, algo que já está começando. Na guerra de narrativas, é importante que o mundo reconheça que: Sim, este é um GOLPE DE ESTADO. E, sim, isso é uma DITADURA.

*Músico, escritor e artista plástico nascido no Rio de janeiro. Gui Mallon estudou composição e regência com Guerra Peixe e Alceu Bocchino. Trabalha como escritor e produtor literário para a editora EDITION DIADORIM ARTS de Gotemburgo, Suécia

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Adansil da Selva

19 de maio de 2016 às 04h43

DE VOLTA AO PASSADO. VOLTAMOS PARA 1964.

E ISTO É SÓ O COMEÇO. O PIOR AINDA ESTA POR VIR.

VEJAMOS AS NOVAS ABERRAÇÕES DA DITADURA POLÍTICO/JURÍDICA/MIDIÁTICA.

Wikileaks: Michel Temer era informante do governo americano.

EUA coloca estafeta na Presidência do Brasil. Dá pra ver por que a pressa em acabar com o regime de partilha do Pré Sal, vender a Petrobras, a Caixa Federal e outras estatais.

Michel Temer nomeou ministros notavelmente medíocres e alguns notavelmente corruptos.

Novo Ministro da Justiça é ex-advogado do PCC e tem várias acusações.

Urgente! Ministro de Temer acaba de anunciar o corte de 11.250 unidades do Minha Casa, Minha Vida.

José Serra quer fechar as embaixadas do Brasil na África e no Caribe e tentou peitar representantes de organismos internacionais.

Novo Ministro da Saúde acaba de anunciar que assumiu o ministério para acabar com o SUS e ainda declara que SAMU e Farmácia Popular devem acabar em agosto em todo o Brasil.

Para novo presidente do BC, desemprego e redução do consumo ajudam a diminuir inflação.

Caso CPMF não seja aprovada, aumento da gasolina é plano B.

Privatização radical envolve Correios, Elétricas E ATÉ A CASA DA MOEDA.

Ministério da Educação apoiará Universidades públicas que quiserem cobrar mensalidade. Esse é o primeiro passo para a privatização do ensino público.

A mesquinhez do governo Temer na demissão de um garçom do Planalto “acusado” de petista e como não podia deixar de ser, por ser negro, naturalmente.

É também um governo contra a cultura e contra o social. Foram suprimidos, o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. O Ministério da Cultura foi simplesmente, deletado.

Pra que Ministério da Cultura se temos a Globo? A Globo e o seu PIG simplesmente voltam à sua antiga função, exercida competentemente na antiga revolução yanke, que era a de ser a Porta-voz oficial do GOLPE.

O ministério Temer é a expressão da mentalidade machista e escravocrata que predomina na elite brasileira. Ao nomear apenas homens brancos que cheiram o mofo da corrupção e dos vícios da velha política, Temer pratica uma violência e uma discriminação contra a principal força emergente do século XXI: AS MULHERES.

A PM prendeu e desceu o sarrafo no ato de secundaristas, professores e também em jornalistas em SP — e ainda prometeu que o próximo vai ser maior e pior.

O Fascismo avança: Sem autorização Judicial. Alckmin desocupa escolas e leva 89 alunos para DPS.

Moro condena Dirceu a PRISÃO PERPÉTUA e toma a casa da sua pobre MÃEZINHA DE 94 ANOS.

Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspende investigações sobre Aécio Neves e cancelou os depoimentos do parlamentar e de testemunhas.

Grandes famílias mafio midiáticas citadas no mega escândalo “Panamá Papers” apoiaram e dão sustentação ao NOVO GOLPE DE ESTADO.

O também golpista STF, proibiu terminantemente, que se chame o NOVO GOLPE DE ESTADO de GOLPE e intimou a Prisioneira Presidente Dilma, a dar explicações, convincentes, do porquê anda chamando o seu impedimento de GOLPE.

É UMA DITADURA OU NÃO É?

Responder

Antonio Passos

19 de maio de 2016 às 04h12

O que os brasileiros precisam entender é que nossa democracia está interditada, nossa constituição desrespeitada, nosso estado de direito suspenso, por forças golpistas que estão impondo uma ditadura, tudo isto travestido de legalidade.

O Brasil só voltará à normalidade de país civilizado, através de uma ação poderosa por parte de um presidente eleito (ou por Dilma caso volte), no sentido de ANULAR as ações golpistas e fora da lei, em TODAS as instituições onde estão ocorrendo.

Sem esta intervenção (nos limites dos poderes constitucionais do presidente) respaldada em um forte APOIO popular, nosso país não sairá desta DITADURA da Globo associada às instituições golpistas e todos os próximos governos estarão sob a ameaça de outros GOLPES.

Responder

Alexandre Moreira

19 de maio de 2016 às 00h26

Temos uma referência sim, Lula. Nosso líder e candidato para 2018 das esquerdas unificadas. Prender Lula é começar uma guerra civil no Brasil, com duzentos anos de atraso mas inevitável.

Responder

    Leandro Torreal

    19 de maio de 2016 às 03h16

    vai ser preso.
    e vc, vai chorar no dia?
    de raiva ou de desespero?

    Responder

      Sérgio Silveira

      19 de maio de 2016 às 03h27

      moro morre…
      e vc, vai chorar no dia?
      de raiva ou de desespero?

      Responder

        Leandro Torreal

        19 de maio de 2016 às 12h13

        Moro?
        que se foda o Moro.
        vc acha que sou como retardados que acreditam em heroísmo?
        são vcs que endeusam Lula, este canalha que deve acabar preso.
        to nem aí pro Moro.
        mais uma peça do jogo de tabuleiro.
        Lula apenas é uma peça mais valiosa e mais suja.
        um símbolo que, destruído, tem potencial para acabar com a ladainha de quem o defende apesar de sabermos que é líder de uma facção criminosa.

        Responder

      Adansil da Selva

      19 de maio de 2016 às 04h46

      E AINDA RESTARAM ESTES MIDIÓTAS IMBECILIZADOS DO MBL, QUE TEIMAM EM TAPAR O SOL COM A PENEIRA, DEFENDENDO ESTE “SINDICATO DE LADRÓES” QUE USURPARAM O PODER, MOMENTÂNEAMENTE.

      Responder

        Leandro Torreal

        19 de maio de 2016 às 12h11

        o PT faz parte do sindicato de ladrões.
        a briga entre as facções tirou uns ladrões e pôs outros.
        13 anos de governo do PT, mentindo e iludindo a população.
        traindo seus militantes e roubando pra cacete.
        tudo pelo poder.

        Responder

    Leandro Torreal

    19 de maio de 2016 às 13h08

    vai ser engraçado demais, hein…
    hahaha
    Guerra Civil.
    novo filme da Marvel.

    Responder

James Stewart

19 de maio de 2016 às 00h57

Ministra do STF feliz a vida com a propina recebida.

E tem o descaramento de mostrar a todos a propina que recebeu de João Roberto Marinho.

http://goo.gl/26HOzJ

Responder

Deixe um comentário para Leandro Torreal

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?