Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Cai o capitão do governo Temer[:en]Cai o capitão do go[:es]Cai o capitão do go

Por Miguel do Rosário

23 de maio de 2016 : 20h21

Foto: Mídia NINJA

Gravação sobre Lava Jato derruba Romero Jucá do Planejamento

No El País Brasil

Pivô do primeiro escândalo que sacode o Governo interino de Michel Temer, Romero Jucá teve de deixar o Ministério do Planejamento horas depois de Folha de S. Paulo divulgar gravação em que ele sugere articulação para conter a Operação Lava Jato tendo como uma das estratégias o impeachment de Dilma Rousseff. Jucá, homem-forte de Temer e investigado por suposto envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras, primeiro anunciou que pediria licenciamento, mas terá que se demitir para reassumir o cargo de senador por Roraima.

Temer emitiu uma nota em que agradece Jucá por seus serviços prestados e diz querer contar com a ajuda do aliado no Congresso Nacional. “Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da retomada do crescimento da economia.”

Com o afastamento do ministro, Dyogo Oliveira ficará interinamente no cargo até que o presidente em exercício consiga convencer alguém de sua confiança a assumir a função. Oliveira era secretário-executivo de Nelson Barbosa no Governo de Dilma Rousseff. Para o ministério o principal candidato é o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Para o cargo dele iria Moreira Franco, o atual secretário-executivo do Programa de Parcerias e Investimentos.

A queda de Jucá vem apenas horas depois de ele afirmar a jornalistas que sua conversa com o ex-presidente da subsidiária da Petrobras Transpetro Sérgio Machado não era motivo para que ele deixasse o cargo. “Não tenho nada a temer, não devo nada a ninguém”, disse. No áudio de pouco mais de uma hora, Jucá concorda com Machado e diz que o processo de afastamento de Dilma Rousseff levaria Michel Temer ao poder e proporcionaria um acordo amplo, “com o Supremo (Tribunal Federal), com tudo” e “delimitaria a Lava Jato” e poderia proteger até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também investigado. A gravação, provavelmente feita por Machado para negociar delação premiada, está em poder do Ministério Público Federal.

Protestos no Senado

A saída do peemedebista, um dos principais articuladores do rompimento do PMDB com o Governo e do impeachment, foi decidida no encontro que Temer teve com o presidente do Senado, Renan Calheiros, na tarde desta segunda. Jucá chegou ao Congresso como ministro e saiu como senador após parlamentares de vários matizes pressionarem por sua renúncia. Governistas como Ana Amélia (PP-RS) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) e até opositores, como Lindbergh Farias (PT-RJ) e Vanessa Graziotin (PCdoB-AM) cobravam o desfecho.

A chegada do Jucá junto com a comitiva presidencial foi conturbada. Deputados petistas e funcionários de gabinetes do Congresso hostilizaram Temer e seus ministros Geddel Vieira Lima (Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Henrique Meirelles (Fazenda), além de Jucá, assim que eles chegaram para apresentar a nova meta fiscal para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O principal grito ouvido era de “golpistas”.

Enquanto o ainda ministro do Planejamento dava uma entrevista coletiva, a deputada Moema Gramacho (PT-BA) segurava um cartaz atrás dele com os dizeres Delcídio = Jucá, Prisão e Conselho de Ética Já”. A frase fazia alusão ao ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) que foi preso depois que uma gravação em que ele tentava obstruir a Lava Jato foi divulgada. O PT e o PDT devem fazer uma representação contra Jucá no conselho. Os protestos foram caracterizados por Jucá como uma babaquice. Ao fim da entrevista, Gramacho disse a Jucá que ele deveria ir para a prisão. Como resposta ouviu: “Eu vou botar todos vocês na cadeia”.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jonas Vaquer

24 de maio de 2016 às 08h30

PENA A SOCIEDADE BRASILEIRA SER POUCO INFORMADA.

ESSA PATRANHA, ESSA PORRA DESSE SUPREMO DEVERIA SER INVADIDO ONTEM COM ESSA ESCABROSA NOTICIA DESMORALIZANTE.

A POPULAÇÃO DEVERIA INVADIR ESSE STF E TOCAR FOGO. ESSA SERIA A MEDIDA MAIS CORRETA PELOS BRASILEIROS.

O CIDADÃO CONTRIBUINTE PAGA IMPOSTOS PARA ALIMENTAR ESSA CORRUPÇÃO NA JUSTIÇA?

QUEM PODE MAIS CONFIAR NESSA ESCULHAMBAÇÃO?

CANALHADA !!!!!!!!!

Responder

    Duduzinho

    24 de maio de 2016 às 09h57

    Pois é Jonas… O trem anda dificil neste país para quem não é manipulado.

    Responder

Gustavo

24 de maio de 2016 às 08h08

Escuta ilegal, vazamento seletivo e mídia golpista!!
Jucá é o ministro mais honesto do Brasil!
É muito claro que isso é um golpe, orquestrado pelas mídias golpistas e pelas elites!
Opa, peraí, Jucá não é do PT?
Ah, então tá certo! Tem que caçar mesmo! Bandido!

Responder

Spin Espelho

24 de maio de 2016 às 02h44

a globo mandou o jucá vazar…o janot serve pra isso… o depto d eestado americano tem janot como seu funcionario, aponta nassif….a globo, o tio sam e o gilmar querem é o Serra no Planejamento…ou presidente em 2018

Responder

Alexandre Moreira

23 de maio de 2016 às 21h08

Aviso ao Temer, Alckmin e seus brucutus. A partir de hoje:

“Madeira de dar em doido
Vai descer até quebrar
É a volta do cipó de aroeira
No lombo de quem mandou dar” .

Responder

    Beth Andrade

    23 de maio de 2016 às 21h48

    Lindo momento do Vandré. abç solidário, estamos nas ruas e nas redes!

    Responder

      Alexandre Moreira

      23 de maio de 2016 às 21h52

      Nas ruas e nas redes, sempre alertas. Querida Beth.

      Responder

      Alexandre Moreira

      24 de maio de 2016 às 01h05

      Beth, lembrei de mais uma do Vandré no nesmo estilo que você vai gostar.

      Cantiga brava. Tem uma estofre assim:

      “O terreiro lá de casa não se varre com vassoura, varre com ponta de sabre, balas de metralhadora.”

      Responder

Deixe um comentário para Gustavo