Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Assembleia histórica na UFSCar mantém paralisação contra Temer e em defesa da Educação!

Por Miguel do Rosário

25 de maio de 2016 : 13h25

Foto: Paulo Mendes/JL Sanca

Dos Jornalistas Livres

Uma Assembleia Geral lotada! Mais de 1600 estudantes da graduação e pós graduação da UFSCar, além de técnicos, professores e outros membros da comunidade acadêmica votaram a favor da continuação da mobilização e paralisação da universidade. A assembleia puxada pelo DCE (Diretório Central dos Estudantes) livre e APG (Associação dos Pós Graduandos) deliberou por mais de 5 horas a continuação das mobilizações iniciadas na última quinta-feira (19) no campus de São Carlos que culminou com o fechamento de prédios de aulas, rodas de conversas, aulas públicas e assembleias de vários cursos.

O movimento tem como principal pauta o combate aos recentes retrocessos do governo interino, liderado pelo vice-presidente Michel temer, como o fechamento dos ministérios de Ciência e Tecnologia, das Mulheres, da Igualdade Racial e Direitos Humanos, Desenvolvimento Agrário e também da Controladoria Geral da União (CGU), órgão responsável pelas fiscalizações dos atos do executivo. Além disso, nos quatro dias de mobilização que levaram à assembleia geral, em vários pontos do campus, estudantes e professores discutiram as pautas do programa “Ponte para o Futuro” e ressaltaram a preocupação com a desvinculação das receitas da União para a saúde e educação.

A grande maioria dos estudantes e docentes concordaram que a universidade pública deve ampliar o debate sobre a atual conjuntura política, o atual defasamento dos direitos civis e sociais, como saúde, educação, trabalho, moradia entre outros, e a destruição da Constituição brasileira.

Visto isso, foi decidido que a Universidade Federal de São Carlos permanecerá paralisada com indicativo de greve até o dia 03 de junho. Esta semana será marcada por um intenso calendário de atividades como aulas públicas, grupos de trabalhos e intervenções artísticas de cunho político, aberta a toda comunidade acadêmica, como também, a expansão das atividades para a cidade de São Carlos (SP).

Nesta terça-feira (24/05), mais dois prédios foram fechados, totalizando sete paralisados. Após esta semana de paralisação haverá uma nova Assembleia Geral dos estudantes dia 06 de junho para avaliar as atividades e progressos da primeira semana de paralisação e votação sobre a adesão ou não de greve.

A assembleia contou também coma presença de coletivos estudantis que atuam na comunidade acadêmica como Café das Pretas, Frente Negra São Carlos, Núcleo de Economia Solidária, Coletivo Todos Juntos, Levante Popular da Juventude, Frente universitária Contra o Golpe e pela soberania Popular, entre outros.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Antonio Paulo Costa Carvalho

25 de maio de 2016 às 15h01

globo temer

Responder

Eliza Almeida

25 de maio de 2016 às 14h48

O ator pornô Alexandre Frota e o pessoal dos Revoltados On-line foram
chamados pelo ministro da Educação para conversar sobre os rumos da
educação no nosso país. É um ataque a todos os nossos direitos, é um
ataque ao nosso país, ao futuro dos nossos jovens, a nossa dignidade.

Responder

Aurélio, e não orelha!

25 de maio de 2016 às 15h41

A direita planejou, organizou, prémeditou, tem comite estratégico fora e dentro do país, tem financiamento pesado, tem a midia cara de pau, tem tudo!
SÓ NÃO CONTAVA COM A REAÇÃO POPULAR!!!!
NÃO ESTAMOS EM 1964!!

Responder

Eliza

25 de maio de 2016 às 15h38

O ator pornô Alexandre Frota e o pessoal dos Revoltados On-line foram
chamados pelo ministro da Educação para conversar sobre os rumos da
educação no nosso país. É um ataque a todos os nossos direitos, é um
ataque ao nosso país, ao futuro dos nossos jovens, a nossa dignidade.

Responder

gilberto

25 de maio de 2016 às 14h38

Se a sociedade se unir os golpistas não resistem. Parabéns aos estudantes da UFScar.

Responder

CARLOS C

25 de maio de 2016 às 14h09

Pelo desmonte que começa a ser feito na estrutura educacional pública no Brasil é necessário e correta a luta e o engajamento de todos contra os usurpadores ladrões. Será uma luta difícil, pois os usurpadores golpistas contam com o apoio incondicional de nosso STF, conforme palavras de Romero Jucá, fato este não contestado pelo ministro Celso de Melo, porta voz dos desagravos, comprovando então a veracidade de Jucá.

Responder

Deixe um comentário para Aurélio, e não orelha!

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?