Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

A luta da EBC para não virar instrumento partidário do governo Temer

Por Miguel do Rosário

08 de junho de 2016 : 15h56

Leia o post abaixo, publicado no site da EBC.

Evidentemente, a luta não é apenas pelo uso do termo presidenta ou presidente, ao se referir à Dilma. Está em jogo a independência da EBC enquanto órgão do Estado, com relativa independência do Executivo.

Ou seja, está em jogo a própria existência da EBC.

O governo interino tenta transformar a EBC em correia de transmissão de seus interesses partidários.

***

No site da EBC.

Conselho orienta EBC a usar o termo “presidenta”

Data de Publicação 08/06/2016 12h08
Editor Juliana Nunes Repórter Priscila Crispi

O Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) enviou ontem, 07/06, memorando à diretoria da empresa reafirmando a orientação para que veículos da EBC utilizem o termo presidenta ao se referir à presidenta da República afastada Dilma Rousseff, assim como outras mulheres em cargos de presidência que se autodenominam desta forma, incluindo a presidenta deste Conselho. A recomendação já havia sido dada por Rita Freire, presidenta do Conselho, na última reunião do colegiado. A flexão de gênero parou de ser usada para o cargo quando da substituição da presidência da EBC, com a nomeação de Laerte Rímoli, por orientação de chefias em emails circulados nas redações.

Rita Freire lembra que, além do termo ser gramaticalmente correto, está previsto no Manual de Jornalismo da EBC, que determina que “a forma como entrevistados se autodeclaram é respeitada e isso se reflete em textos, áudios e imagens”.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Apolônio

08 de junho de 2016 às 20h01

Tem que se esclarecer, que a EBC, é uma televisão pública, ela não é estatal. TV estatal é a NBR. É preciso que se respeite o estatuto da EBC. Todo e qualquer pais avançado tem sua TV pública.

Responder

Daniel

08 de junho de 2016 às 17h50

O mais engraçado, e que as bestas dos Trouxas não conseguem ou não querem ver, é que liberdade e democracia de verdade foram dadas pelos governos do presidente Lula e da presidentA Dilma. Os energúmenos, que só fazem esbravejar sobre comunismo, sem nem saber do que se trata, da mesma forma esbravejam contra a EBC e TV Brasil, sem saber do que se trata. Esses trogloditas não se importam com nada, para eles bastaria assistir a GLOBO. Isso já diz tudo sobre eles.

Responder

Comentador

08 de junho de 2016 às 17h12

Uma estatal com independência do executivo. Ah, tá! Vai sonhando…

Responder

Deixe um comentário para Comentador