Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

“Filial” paulista da Lava Jato reinicia série de prisões políticas

Por Pedro Breier

23 de junho de 2016 : 11h29

Por Pedro Breier, correspondente policial do Cafezinho
E Miguel do Rosário, editor-chefe do Cafezinho

Os portais amanheceram dando manchetes para a operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato oriundo de inquérito policial instaurado em São Paulo. Foram expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo 11 mandados de prisão preventiva, um deles endereçado ao ex-ministro dos governos Lula e Dilma Paulo Bernardo e outro ao Secretário de Gestão do governo Haddad, Valter Correia; 40 mandados de busca e apreensão, tendo como um dos alvos a sede do PT em São Paulo; e 14 mandados de condução coercitiva. Entre os conduzidos coercitivamente (babaquice autoritária que só se usa quando o objetivo é produzir espetáculo midiático e factoide político) estão o jornalista Leonardo Attuch, idealizador do site Brasil 247, e o ex-ministro do governo e braço direito de Dilma Roussef, Carlos Gabas.

Numa só tacada, o golpe mata vários coelhos: a prisão ou condução coercitiva de pessoas próximas à Dilma constrange a ex-presidenta e reaquece o clima de golpe no Senado; a prisão de secretário de Haddad dá fôlego aos concorrentes do prefeito nas eleições municipais em São Paulo, maior cidade do país. E a condução coercitiva de Leonardo Attuch é aparentemente uma ação de censura política, por seu trabalho no Brasil 247, considerado pró-petista – e acontece dias depois do governo Temer suspender contratos publicitários já assinados com o site. A truculência, assim como foi a praticada contra Breno Altman, editor do Opera Mundi, ocorrida há alguns meses, tem o objetivo puro e simples de desmoralizar o trabalho do Brasil 247, site que tem veiculado críticas ao governo Temer, ao golpe e ao uso político do Judiciário.

Quebrar as pernas da comunicação antigolpista faz parte, obviamente, da estratégia do golpe, visto que este, para se consolidar socialmente, precisará consolidar sua hegemonia ideológica sobre a opinião pública brasileira. A narrativa do golpe precisa reinar absoluta, sem contestação: para isso trabalham os grandes jornais, os institutos de pesquisa, as redes de televisão. Os blogs críticos devem ser asfixiados; de preferência, fechados.

As matérias repetidas na grande imprensa contra os blogs – de que receberiam tanto dinheiro de publicidade federal – serviram naturalmente a este objetivo.

É preciso deixar Dilma completamente isolada, órfã, indefesa, para facilitar a sua degola final no Senado.

Após a enxurrada de denúncias diárias contra membros do governo Temer, as quais provocaram a queda de três ministros; após a péssima repercussão do golpe na imprensa internacional; e com a permanência da mobilização social dentro e fora do Brasil contra o governo ilegítimo, a Lava Jato, através de sua “filial” em São Paulo, entra em cena novamente para salvar o golpe, desviando o foco do desastroso governo interino, ao fornecer combustível para que a grande imprensa eletrônica, escrita e televisiva alinhe suas manchetes contra o PT.

Tanto a prisão preventiva do Paulo Bernardo quanto as conduções coercitivas de Leonardo Attuch e Carlos Gabas são claramente excessivas e desnecessárias, pois são pessoas públicas, com fortes raízes profissionais e familiares no Brasil, e que não tem, evidentemente, interesse em fugir do país. Além disso, se quisessem destruir provas já o teriam feito há muito tempo, e como não são mais integrantes do governo (no caso de Gabas e Bernardo), não possuem meios para interferir nas investigações.

Há, no entanto, uma ironia trágica na prisão de Paulo Bernardo. Como ex-ministro da Comunicação, Bernardo foi um dos pilares da estratégia dilmista de desmontar qualquer estratégia de democratização da mídia. E agora ele é preso pelas forças conspirativas articuladas pela mesma mídia à qual ele se curvou durante seu mandato.

A “filial” da Lava Jato em São Paulo mantém o timing político da sua matriz no Paraná. As conspirações golpistas, que produziram o impeachment e criaram um clima de intolerância e ódio fascista no país, acabam de chocar mais um ovo da serpente, desta vez no Judiciário paulista.

Era esperado: todos os juízes querem ser celebridades como Sergio Moro! Holofotes significam poder, fama e dinheiro.

Quando a coisa começa a ficar feia para o golpismo, a Lava Jato – ou suas filiais – entra em ação para relembrar ao público que o alvo é o PT. Foi assim nas grandes manifestações contra o impeachment que ocorreram antes da votação na Câmara: um dia depois as manchetes tinham como foco a nova operação da Lava Jato. O método se repete no momento em que o governo Temer fica cada vez mais insustentável.

Todas essas ações de hoje integram um dos primeiros capítulos da nossa Noite de São Bartolomeu, já prevista por alguns analistas, ou seja, o início de um sombrio período de caça às bruxas, suspensão de direitos e liberdades, e truculências judiciais apenas vistas em Estados de Exceção.

É importante lembrar que o golpe não é apenas o impeachment. O golpe é, sobretudo, essa atmosfera de suspensão de direitos e garantias, que atinge inclusive (mas não apenas) o direito maior da democracia: a eleição do presidente da república.

Por essa razão, não é prudente comemorar quando o Estado de Exceção atinge o adversário, porque é próprio das conspirações atacarem alvos diversos, com fito de construir unanimidade na opinião pública, condição necessária para produzir uma correlação de forças que as permitam desferir seus ataques mais explicitamente políticos e arbitrários.

Atualização: Attuch informa que, no seu caso, não houve condução coercitiva. Houve outros pedidos de prisão bem focados no PT, como o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, e o advogado das campanhas de Gleise Hoffmann, Guilherme de Salles Gonçalves.

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

JOHN J.

29 de junho de 2016 às 00h57

ENQUANTO ISSO, ALI NA REPUBLIQUETA PARANAENSE DAS BANANAS, PRESIDIDA PELO DOUTOR MORO,
OS MAIORES BANDIDOS DO PAÍS RIEM DAS CARAS DE IDIOTAS DE TODOS BRASILEIROS HONESTOS:
E então o doutor MORO inventou uma nova forma de fazer o CRIME COMPENSAR.
Parabéns doutor Moro, ao invés de combater bandidos, o sr. criou um novo método de criar novos bandidos que serão sempre ricos e impunes. PENSE, RACIOCINE SOBRE ESSE ASSUNTO.
“MAL USADA, DELAÇÃO PREMIADA VIROU INCENTIVO AO CRIME DE CORRUPÇÃO”
“Estratégia tornou-se um “plano B” de aposentadoria dos sonhos de um criminoso do colarinho branco sem escrúpulos. Se for pego, pode perder parte do que roubou, mas ficará “preso” em sua mansão”.
Há algo de disfuncional na Justiça brasileira quando oscila entre dois extremos no trato dos crimes de corrupção. De um lado o engavetamento – omitindo-se de investigar – e do outro, a banalização da prisão preventiva seguida de delação premiada como atalho para as investigações. LEIA MAIS CLICANDO NO LINK: http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2016/06/mal-usada-delacao-premiada-incentiva-o-crime-de-corrupcao-3914.html

Responder

Luís CPPrudente

23 de junho de 2016 às 19h11

O PCC controla o Ministério da Justiça e de lá manda destruir a imagem do PT. É o arbítrio total, o fascismo, o Estado Policialesco e Fascista que ataca a Democracia. Depois de destruir o PT esses fascistas vão destruir os direitos sociais do povo. Existe um órgão conivente e apequenado chamado de STF (a casa dos covardes e omissos, o que faz negociatas para melhorar seus salários de marajás) que nada faz para defender o Estado de direito.

Responder

    renato andretti

    23 de junho de 2016 às 19h36

    Paguei hoje minha contribuição do sejacompanheiro do pt.
    Pedi para pagar todo dia 10 que é melhor para mim.
    Estou nas reuniões do FRENTE BRASIL POPULAR
    Estou indo para acampamento do MST..aprendendo coisa
    que jamais me ensinaram nos livros..
    Recolhi material de construção, fiz filmagens das manifestações
    em Curitiba.E estou passando para MST produzir videos de qualidade
    para espalhar no you tube e ter endereço de postagem.
    recolhi varios materiais de cozinha como talheres copos e pratos
    e mandei para cozinha do MST.
    Estou arrumando armários antigos para mandar para o acampamento.
    Vou levar o pessoal da cidade para os acampamentos, esta é minha
    nova missão como cidadão.
    Não terão arrego de minha parte..

    Responder

Octavio Filho

23 de junho de 2016 às 18h32

Estes patetas deveriam chorar. Todos os seus ídolos são corruptos. Cunha, Aécio, Serra, e muitos outros.

Responder

Rita

23 de junho de 2016 às 14h02

A passeata deles é dia 30? Tudo muito bem traçado, estilo ianque.

Responder

Leandro Torreal

23 de junho de 2016 às 13h50

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Rita

    23 de junho de 2016 às 14h03

    Escreva algo com conteúdo, ricaço. Porque só rico ri à toa.

    Responder

      Leandro Torreal

      23 de junho de 2016 às 17h00

      kkkkkkkkk
      só pobre ri à toa.
      rico ri sempre com razão.
      mas nesse caso, eu sou um pobre rindo com um porquê.
      kkkkkkkkkkkkk

      Responder

      Octavio Filho

      23 de junho de 2016 às 18h32

      Vc está exigindo muito de um coxinha!!!

      Responder

fabperes2@hotmail.com

23 de junho de 2016 às 14h34

Gente, em que planeta vc’s vivem ? Acordem.

Responder

luis castro

23 de junho de 2016 às 12h42

Toda vez que o governo golpista Temer e seu comparsa Cunha estiverem em perigo quem surge, depois de um obsequioso silêncio, o super justiceiro Moro, agente a serviço de sua Majestade Globo, agora ele mandou seus comparsas paulistas prenderem coercitivamente mais um ministro petista Paulo Bernardo. Nem é preciso dizer que essa prisão é para tirar do foco as denuncias contra Temer-Cunha e trazer de volta a criminalização do PT, o PIG está em festa. É impressionante a eficiência do Moro quando é para prender petista, enquanto para prender a mulher do Cunha, ele não acerta nunca o paradeiro dela, vira uma brincadeira de gato e rato, quando a PF vai na residência dela no Rio, ela está em Brasília, e vice-versa. Mas esse é papel do Super Agente da Globo, mais conhecido como Moro “o caçador de petista”, munição não lhe falta, ou melhor ex-ministros dos governos Lula e Dilma estão na sua lista, que o digam Jaques Wagner, Edinho Silva entre outros. Essas prisões espetáculos vão ocorrer até 4 de agosto quando acontece a votação do impeachment de Dilma pelo Senado para tirar do foco Temer-Cunha. Não foi atoa que Gilmar jagunço Mendes disse que o PT é uma organização criminosa e o agente Moro-Globo está aí para comprovar. Depois que prender toda cúpula petista, Moro-Globo dirá que Lula e Dilma eram o chefe da quadrilha e, por isso, merecem prisão perpétua. Quem viver verá.

Responder

johony

23 de junho de 2016 às 12h21

Os golpistas voltaram com a carga total para salvar o governo conspirador, mesmo que para isso tenham que dar o tiro de misericórdia na democracia, se esse golpista se efetivar no poder o Brasil será despedaçado feito uma presa em banquete de hienas.

Responder

    André Crasoves

    23 de junho de 2016 às 12h54

    Enquanto isto, a esquerda continua fazendo o que sabe fazer melhor: dividir-se em “correntes” e “tendências”, como se andassem ainda nos tempos da revolução bolchevique. E, assim, a democracia, conquistada a duras penas, inclusive, com o sangue de gente que até hoje não teve direito a um sepultamento digno, vai caindo pelo abismo. Bando de alienados, talvez, piores do que os fascistas globotomizados. A palavra de ordem deveria ser democracia, defesa intransigente da democracia e da legalidade. E, no entanto, o que os move é se haverá plebiscito, se o plebiscito envolverá tal ou qual consulta, se haverá eleições gerais, ou se deverá apenas haver eleição para o cargo de Presidente da República, se o gato, após cagar, deve cobrir os dejetos com areia ou, como exigem os menos ao meio, mais à esquerda da direita, deve o gato cobrir com serragem. No meio disto, o turco canalha já comprou o voto do boleiro pilantra e sabe-se lá quantos mais e o juizeco com seu bando, e a mando do careca fascista, botou seu bloco na rua outra vez. O negócio é desistir e recomendar que o último apague a luz.

    Responder

      johony

      23 de junho de 2016 às 13h55

      O advogado do PCC foi à Curitiba, tirou foto com os membros da lava jato e tiveram a desfaçatez de publicarem na internet como se normal fosse.
      Os políticos do PT quando no governo agiram com excesso de pudores, e fortaleceram um mostro que voltou-se contra o próprio criador

      Responder

      João Luiz Brandão Costa

      23 de junho de 2016 às 18h51

      Mais uma vez repito a ditado atribuído a João Saldanha: ” a esquerda brasileira só se reúne na cadeia”.

      Responder

Celso Oliveira

23 de junho de 2016 às 12h21

Esta normal.

Responder

frederico

23 de junho de 2016 às 11h57

Estou tentando acessar o 247 mas aparentemente há um problema com o site. Sabem dizer se foi censurado?Está aparecendo host erro do 247.

Responder

    Leo O

    23 de junho de 2016 às 12h14

    Ocorre o mesmo aqui. Tá na cara que o site está sendo vítima de algum tipo de ataque.

    Responder

      frederico

      23 de junho de 2016 às 12h16

      Ou foi a PF?Censura do governo?

      Responder

        Leo O

        23 de junho de 2016 às 12h22

        Não duvido que tenha sido.

        Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou?