Boulos na Carta Capital (ao vivo!)

Crivella pode vencer eleição no Rio de Janeiro ainda no primeiro turno

Por Redação

08 de julho de 2016 : 20h35

no Jornal do Brasil

Conforme o Jornal do Brasil anunciou, o senador Marcelo Crivella (PRB) está disparado na pesquisa que acaba de ser divulgada. O JB obteve agora a informação sobre o desempenho dos outros pré-candidatos na pesquisa.

O desgaste do candidato do PMDB, Pedro Paulo, não se dá pelas razões já conhecidas, mas pelo próprio desgaste do partido no Rio, com o envolvimento do ex-governador Sérgio Cabral e de quase todos os secretários com a Operação Lava Jato.

Acusações envolvendo superfaturamento em obras para a Copa do Mundo, como a do Maracanã, entre outras; denúncias de empreiteiros falando em supostas propinas; envolvimentos obscuros com empresários, tudo isso associado à severa crise no Estado do Rio, com o comércio fechando as portas, o elevado desemprego, o colapso da segurança e da saúde, minam a candidatura de Pedro Paulo.

As primeiras informações que vazam pela imprensa podem dar ao senador Crivella uma tranquilidade que facilite sua vitória, sem mesmo ter o segundo turno. Pesquisa do Instituto Gerp, que ouviu 1.200 pessoas entre 2 e 6 de julho, aponta Crivella liderando com larga vantagem, somando 32% das intenções de voto. O senador Romário (PSB) aparece em segundo, com 10%. O deputado Flavio Bolsonaro (PSC) soma 6%, empatando com Marcelo Freixo (PSol). Jandira Feghali (PCdoB) e Carlos Osório (PSDB) têm 3% cada um. Delegada Marta Rocha e Pedro Paulo aparecem com 2% cada um. Alessandro Molon (Rede) e Índio da Costa (PSD) têm 1% cada um.

Do total de ouvidos, 21% disseram que não votam em nenhum dos pré-candidatos, e 13% não sabem ou não responderam.

>> Veja aqui a pesquisa na íntegra

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ildinei Ferreira Costa

13 de setembro de 2016 às 11h54

CRIVELLA EU APOIO. porque? 14 anos de vida publica, Crivella ficha limpa. só não enxerga quem não quer.

Responder

Patrick Carmona

11 de julho de 2016 às 09h12

E tem gente ainda acreditando que o país vai melhorar.

Responder

Luiz Mourão

10 de julho de 2016 às 15h58

Eduardo Cunha é EVANGÉLICO…
E esse Crivela idem…
Será que o povo não aprende???
LULA 2018!!

Responder

Joel PinGuim

10 de julho de 2016 às 10h14

Os cariocas ainda não pagaram todos os seus pecados. Ainda resta o limbo.

Responder

Guimarães Roberto

09 de julho de 2016 às 23h53

Os evangélicos vão concorrer com um candidato único, já os demais concorrentes, por estarem divididos, não vão chegar nem ao segundo turno. Depois de ganharem vão dividir o butim (orçamento) entre as igrejas (lavanderias/bancos) pentecostais. Vai ser uma festa.

Responder

Vinicius

10 de julho de 2016 às 00h49

O phodda é o tal cidadão que não se sente representado. Não vota em nehum dos canditatos. É o coxa que se acha superior e todos. Esse é o estrago que a Globo fez em nossa sociedade.
Ninguém presta apesar de ter candidato para todo gosto.
Um fica dessa qualidade vai votar em um não político e eleger o ridículo do Luciano Huck.

Responder

Ben Alvez

09 de julho de 2016 às 12h51

Se elegeram os crentes marotinhos, por que não o “bispo” Crivela?

Ele é co-proprietário de entidade religiosa cuja finalidade é lavar dinheiro.

Lavar e também tomar dinheiro dos otários.

O Rio vai de mal a pior ;(

Responder

luis castro

09 de julho de 2016 às 00h20

Crivela ninguém merece, porém o cara vem crescendo a cada eleição que concorre, a última, para governador, perdeu para Pezão, tem mais de 30% de votos. O problema dele é a Globo que vai jogar pesado e não quer a Universal comandando a prefeitura da cidade. O mais lamentável é a falta de votos para a esquerda, que já imperou aqui, hoje os três Jandira, Freixo, e Molon não chegam a 10%.

Responder

Robinson Pimentel

08 de julho de 2016 às 23h29

Me arrepio todo ao ver essa garra, essa vontade de mudança, do carioca, em particular, e do brasileiro, principalmente do sudeste para baixo, na política brasileira! Vejam como esses eleitorados enxergam bem: se a turma do PMDB, depois de muito tempo, não deu certo, vamos mudar para os Crivellas! É tanta essa vontade de mudança no brasileiro que é perigoso, nas próximas eleições para presidente, ganhar… Eduardo Cunha!

Responder

maria

09 de julho de 2016 às 00h07

DOS QUE DIZEM VOTAR NELE QUANTOS SABEM QUE ELE APOIA TEMER ?

Responder

Fé e Política

08 de julho de 2016 às 21h41

Tem muita água para rolar anda. Crivela tem recall por concorrer em todas as eleições majoritárias do rio há anos, seja pra prefeito, governador, senador…..

Responder

cousinelizabeth

08 de julho de 2016 às 21h11

Há um equívoco, ao que parece, na leitura dessa pesquisa. A soma dos que não votam em nenhum dos pré-candidatos e dos que ainda não sabem o que farão é que está disparada na frente: 34% do eleitorado contra 32% do Crivella. Portanto, há um belo espaço de manobra entre essa multidão de indecisos.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com