Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O jogo malandro da Lava Jato para controlar a opinião pública

Por Miguel do Rosário

11 de julho de 2016 : 21h03

Análise Diária de Conjuntura – 11/07/2016

Estávamos na Cinelândia, há pouco mais de um mês, num dos eventos contra o golpe, eu já tinha tomado algumas cervejas, e disse ao amigo, que ouviu com olhos horrorizados, que eu não estava lendo mais nada da imprensa brasileira.

“Estou relendo Shakespeare”, eu disse.

Diante do pesadelo que se tornou a política brasileira, ou melhor, diante do pesadelo que se tornou o noticiário político nacional (que é diferente da política propriamente dita), a melhor maneira de entender a conjuntura é simplesmente não ler e não ver nada produzido pela grande imprensa corporativa.

Explico melhor: o Brasil está mergulhado na guerra híbrida. É uma guerra eminentemente semiótica, sofisticada, e que vitima, assim como uma praia perigosa, os melhores nadadores, ou seja, os leitores mais vorazes da mídia.

A imprensa brasileira se tornou, definitivamente, radioativa: ela não apenas te desinforma, ela deprime, te deixa doente, te transforma num zumbi.

E não é com esse estado de ânimo que você conseguirá analisar objetivamente a conjuntura política nacional.

Quando eu lembro que ministros do STF, incluindo aí os que achávamos os melhores (já devíamos ter desconfiado), como Ricardo Lewandowski, telefonavam para… Merval Pereira, para se justificar em relação a um pronunciamento, uma decisão, então a gente entende muito bem porque houve esse golpe.

O STF foi completamente contaminado pela radiotividade midiática.

Veja a nossa próxima presidente do STF, Carmen Lúcia, recebendo o prêmio Faz Diferença das mãos de José Roberto Marinho.

É como um ministro da suprema corte americana, num governo democrata, receber prêmio da Fox…

Prêmios para juízes viraram moda. É uma forma moderna de propina, bem típica da nossa era midiática. Vale mais que dinheiro, porque, de posse de um prêmio desses, você pode sair por aí vendendo palestras.

Não entendo como não se proíbe juiz de ganhar prêmio!

Prêmio para juiz é a coisa mais antirrepublicana, mais antidemocrática, mais amoral que eu posso imaginar!

Sergio Moro também ganhou o Faz Diferença, claro. E, recentemente, ganhou um prêmio da revista Time, que se teve alguma importância, num passado distante, hoje é um sub-Veja americana, decadente e degenerada, submissa ao que há de mais podre, corrupto e brutal na política dos Estados Unidos.

Não é que você não precisa ler. Ao contrário. Nunca foi tão importante, como hoje, acumular uma boa bagagem de leitura. A informação, hoje, é a única arma à disposição dos povos sob ataque das guerras híbridas.

Mas você precisa ler as fontes certas.

O Brasil, repito, tornou-se agora o epicentro da guerra híbrida mundial, que é baseada sobretudo em manipulação das notícias, objetivando produzir consenso social em favor dos interesses do imperialismo.

Em países com governos fortes, como China e Rússia, a guerra híbrida tem mais dificuldade de ser bem sucedida.

O Brasil é o terreno perfeito.

O governo era fraco. A presidenta, ruim de comunicação pessoal. A esquerda, ingênua e desorganizada.

E a grande mídia corporativa, decadente, abraçou entusiasticamente a oportunidade de vender barato o seu próprio país.

Vejam o caso da Lava Jato.

É incrível como ela consegue pautar todo o espectro midiático nacional.

Quando as acusações contra seu partidarismo começam a se avolumar demais, ela começa a vazar delações contra caciques do PSDB.

É um jogo que ela vem fazendo desde o seu início.

Nada muito explosivo, que possa destruir o PSDB, mas apenas para desmoralizá-lo e intimidá-lo um pouco também, para que ele possa se manter obediente ao núcleo de poder principal: a dupla mídia & Lava Jato.

E também para empoderar a própria operação, preparando o terreno para ataques mais ousados – e mais absurdos, como prender Lula.

É sempre o mesmo método. A esquerda cai como um patinho. Delações contra Serra, Aloysio Nunes, mais uma contra Aécio?

Pronto, viramos todos zumbis de Sergio Moro, entusiastas da Lava Jato.

A Lava Jato, arma principal da guerra híbrida, transformou a opinião nacional inteira, da direita à esquerda, num exército de patetas repetindo suas descobertas.

José Roberto Barroso, em entrevista à Globo, elogiou a Lava Jato nesses termos:

a melhor coisa que os rapazes de Curitiba fizeram foi oferecer um bom exemplo.

(…) uniram-se membros do Ministério Público, Polícia Federal e a magistratura em um pacto de seriedade, de qualidade técnica, de trabalho de patriotismo, para ajudar a enfrentar um problema brasileiro, que é a corrupção”.

Pacto de patriotismo? Viajar aos EUA, às expensas públicas, para entregar informações contra a Petrobrás ao Departamento de Estado americano?

Destruir as maiores indústrias de engenharia do país?

Atacar o centro de pequisas da Petrobrás?

Paralisar a fabricação do nosso submarino nuclear?

Isso é pacto de patriotismo?

Além do mais, Barroso sabe muito bem que PF, judiciário e MP não podem “se unir”. A luta nunca pode ser apenas contra a corrupção, e sim contra o autoritarismo, que se infiltra o tempo inteiro no aparelho do Estado. Para isso existe separação de poderes. Senão não havia sentido existir um Judiciário, uma PF e um MP: podíamos ter um órgão só, como na Pérsia de Xerxes.

É impressionante a pusilanimidade, a covardia, de nossos ministros do STF. Quando penso nisso, entendo melhor o golpe: quem mandou o PT nomear esses covardes?

O Instituto dos Advogados Brasileiros divulgou uma nota de repúdio.

Mas não é suficiente.

Qual o resultado da Lava Jato? 1) golpe de Estado; 2) um novo governo infinitamente mais corrupto, cheio de ministros investigados; 3) vitória dos partidos e parlamentares mais corruptos e reacionários; 4) vitória da mesma mídia nascida do mesmo status quo que gerou toda essa corrupção; 5) desorganização de setores estratégicos da economia nacional, como petróleo, energia nuclear, hidrelétricas, etc; 6) aumento no desemprego provocado pela desorganização desses setores; 7) desmoralização do partido político que sempre apresentou os menores índices de corrupção parlamentar, o PT, um dos partidos trabalhistas mais importantes do mundo.

A lista de irregularidades da Lava Jato é gigantesca. O ministro Barroso será um dos que irão julgar os recursos. O mínimo que ele podia fazer é se abster de elogios levianos contra uma operação que tanto mal causou o país.

Barroso também fala que as empresas “pensarão duas vezes” antes de fazer caixa 2 nas próximas eleições. Ora, Barroso! Tanto estudo para retrocedermos a Lei de Talião… Olho por olho, dente por dente?

As declarações de Barroso cumprem, naturalmente, um objetivo: blindar-se, abrigar-se junto ao quentinho da mídia, e da própria Lava Jato: afinal, a aliança entre Lava Jato e mídia é o núcleo de poder mais importante no Brasil hoje.

Quem pode, pode, quem não pode, se sacode.

Há outras fontes importantes de poder, mas essa é, com certeza, a mais perigosa: qualquer autoridade, jornalista, cidadão, que ousar criticar a Lava Jato se torna, automaticamente, alvo da operação.

Até mesmo delegados da polícia federal, como se viu na última etapa da Lava Jato, destinada especificamente a intimidar qualquer setor de dentro da própria PF que ouse criticar a operação.

Vejam o caso do juiz do STJ, Marcelo Navarro Ribeiro Dantas. Foi a melhor nomeação de Dilma para o STJ. Um juiz garantista, corajoso, respeitoso da constituição, disposto a enfrentar o golpe.

Foi o bastante para se tornar alvo do mais violento ataque midiático jamais visto a um ministro do STJ.

Nenhum outro ministro do STJ ou do STF foi em sua defesa.

As acusações eram as mais ridículas possíveis, mas com linguagem incrivelmente pesadas: Navarro teria sido nomeado para “soltar empreiteiros”, estaria “envolvido na Lava Jato”…

Como de praxe, nenhuma prova.

ScreenHunter_209 Jul. 11 20.07

ScreenHunter_208 Jul. 11 20.07

ScreenHunter_207 Jul. 11 20.06

ScreenHunter_206 Jul. 11 20.06

Os próprios ministros do STF também foram vítimas da Lava Jato. Alguns vazamentos envolvendo-os tinham objetivo claro de intimidar a corte. E conseguiram.

Em seguida, Sergio Moro vaza – ilegalmente – áudios em que Lula diz que o STF estaria acovardado. O que faz o STF? Ao invés de reagir duramente à pistolagem de Sergio Moro, critica… Lula, que fez uma crítica à corte num telefonema privado…

Ora, STF não apenas está acovardado, ele se tornou delinquente, golpista. Essas entrevistas de Barroso à Globo, o prêmio da Globo à Carmen Lúcia, a postura de Toffoli chancelando o golpe no Jornal Nacional…

Nojo!

Por que o STF removeu Cunha da presidência da Câmara apenas depois da votação do impeachment na Câmara?

Pensar a política brasileira se tornou um exercício duro demais, por isso o meu cuidado para evitar a contaminação radioativa da mídia.

PS: Estou devendo uma análise de conjuntura, que não fiz na sexta-feira passada. Vou pagar essa “dívida” na quinta-feira, com um material especial que estou preparando…

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

65 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ÉRICK

17 de novembro de 2016 às 16h23

Meu Deus!! Quanto besteirol… Nem acredito que li até o final…!!
Eu realmente fico impressionado com a capacidade de distorção dos fatos e abstração da realidade…
Sou apartidário, vejo realmente pouquíssima diferença entre os partidos políticos brasileiros e suas fictícias posições ideológicas…
Período do governo Lula (PT) teve sim diversos avanços em muitos áreas, foram muitas as melhorias para população mais pobre e para a classe média:
melhor distribuição de renda, aumento do poder aquisitivo, mais acesso às universidades através de programas como o Prouni que levou mais de 1,5 milhão de pessoas para universidade, aumento percentual do investimento em educação em relação ao PIB de 4,8 para 6,2 %, estabilidade econômica, projeção internacional do Brasil com um aumento de 370% nas exportações em mercados até então pouco explorados, a produção industrial cresceu, produção de automóveis dobrou no país, fim da dívida com o FMI e aumento das reservas internacionais, dentre muitos outros…
Foram muitos os pontos positivos, todavia, como sou imparcial, citei os avanços e poderia aqui também fazer uma lista de pontos negativos da Era PT… com bom senso, equilíbrio e imparcialidade de opinião.
MAS PELO AMOR DE DEUS…!!!! Não me venha com esse papo furado de que a Operação Lava a Jato é autoritária, tem cunho político e trabalha a margem da legalidade… blá blá blá blá……………………………!!!
A LEI É PARA SER CUMPRIDA!!!!
Chega de impunidade, chega de viver no país onde o Estado funciona por meio da propina e da troca de favores, chega de Político se tornar milionário do dia para noite enquanto o povo está morrendo nos hospitais, sem acesso saúde, educação, transporte, segurança, dentre outros serviços essenciais…
Por favor, não defendam bandeira partidária, defendam o Brasil e nosso povo…!!
É SIMPLES ASSIM:
COMETEU CRIME DE QUAISQUER NATUREZA, QUALQUER QUE SEJA O PARTIDO OU POSIÇÃO SOCIAL DE DESTAQUE DO CRIMINOSO, CUMPRA-SE A LEI, CADEIA NELE!!!!!!!!!!
Salve a operação Lava a Jato…!!!!
O povo sempre apoiará a guerra contra a corrupção…
Com relação ao impeachment, a mim não foi golpe, foi aplicada a Lei, houve crime sim, mas estamos tão acostumados com a impunidade que facilmente poderia ter sido perdoado o simples fato do governo ter maquiado as contas publicas enganando o povo para se reeleger.
Contudo, penso que deveria ter havido novas eleições, afinal o tal Temer também fazia parte do governo de Dilma…

Responder

Flávio Prieto

26 de julho de 2016 às 14h05

Vou fazer isso. Abraços

Responder

Flávio Prieto

26 de julho de 2016 às 14h04

E o blog continua publicando os anúncios do Adsense promovendo as revistas da Abril na lateral direita e no rodapé do texto. Sei que não é política deliberada do blog, mas é o que está ocorrendo. Se quiser faço um print da página e mando por twitter pra vcs.

Responder

JOHN J.

21 de julho de 2016 às 09h51

Você acha que os BANDIDOS DE TOGA, que apoiaram o GOLPE do corrupto TEMER e sua quadrilha de escroques, vão tomar alguma providencia contra eles mesmos?
Eles querem é ‘caçar’ o LULA e a DILMA para acabar de uma vez por todas com o combate a corrupção e tudo voltar a ser como era no governo do corrupto FHC, onde nada se combatia e quem ousasse combater era exonerado investigado e até preso, (como FIZERAM DEPOIS com o PROTOGENES.)
Politicos corruptos e bandidos de toga estão todos contra o PT e contra o combate a corrupção e eles tem apoio da MÍDIA CORRUPTA NACIONAL E ATÉ ENTRANGEIRA.
(quem mantem o ilegal jogo do bicho funcionando em todo o Brasil? – A POLICIA FEDERAL E AS POLICIAS ESTADUAIS ALIADAS A GENTE DO MP – PERGUNTEM A UM CAMBISTA DO JOGO COMO É QUE ELE PODE TRABALHAR LIVREMENTE SE JOGO É ILEGAL)

Responder

Andre_Gotha

13 de julho de 2016 às 17h25

“Não entendo como não se proíbe juiz de ganhar prêmio!”

Art. 5º Ao magistrado é vedado receber, a qualquer título ou pretexto, prêmios, auxílios ou contribuições de pessoas físicas, entidades públicas ou privadas, ressalvadas as exceções previstas em lei.

RESOLUÇÃO CNJ Nº 170, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2013

Responder

    JOHN J.

    21 de julho de 2016 às 09h52

    OS BANDIDOS DE TOGA NÃO REPEITAM AS LEIS
    QUE DEVERIAM DEFENDER ATÉ A MORTE.

    Responder

Murillo Alencar

13 de julho de 2016 às 08h10

Resumindo, Mafia, Lavajato,MP STF , PF e Midia golpista ,mesmo combate ! Destruir o Brasil para vender mas barato e colocar o excedente no Bolso e como se
mpre o povo que se dane!

Responder

Alvaro M Cunha

12 de julho de 2016 às 20h17

Quando não se existe nada contra ninguém é sempre o Delcídio quem disse. Mas Delcídio só fala de quem é do PT, aliados do PT e contra Lava Jato ? É triste não poder confiar na justiça.

Responder

Luiz Barcelos

12 de julho de 2016 às 18h31

Modestamente acrescento: também não ouço o mais noticiário político – JN já não assistia há muito tempo.

Responder

Uncle A

12 de julho de 2016 às 13h42

Só para esclarecer: você esta dizendo que toda a documentação juntada para acusar e prender pessoas na lava jato é falsa?
Para mim é a única forma de ser uma farsa como você esta deixando implícito.
Ao mesmo tempo você se torna mais um daqueles defensores de “teoria da conspiração”.
E considerando a quantidade absurda de pessoas trabalhando nesta e outras operações que temos em nosso país, conte ai também as defesas de todos os acusados nessas operações, sinto muito, mas essa teoria vai por agua abaixo.
Quem fica preso em decorrencia dessas operações é porque é culpado.
Com certeza temos problemas também em nossa mídia, polícias e judiciário mas não estamos em um estado tal que todos esse estejam unidos de alguma forma com objetivo final de atacar a esquerda. Se isso tudo esta afetando “a esquerda” é porque ela mesmo causou isso.
Abraços

Responder

    label vargas

    14 de julho de 2016 às 13h59

    Te chamarei de ingênuo ,só para ser elegante e respeitoso. Se a realidade não te convence,nada o fará,o problema é outro

    Responder

    Pedro Wilson Souza

    14 de julho de 2016 às 23h22

    “Quem fica preso em decorrencia dessas operações é porque é culpado.” Desculpe, não deu pra continuar lendo depois desse trecho.

    Responder

      Uncle A

      15 de julho de 2016 às 11h30

      Imagino que não acredite no sistema judicial brasileiro, estou certo?
      Não estou dizendo que nosso judiciário é perfeito, longe disso, basta ler as notícias diárias que ilustram a situação atual, temos sim muitos problemas, mas o que não temos é anarquia jurídica.
      Vejam quem esta sendo preso, acredita que essas pessoas não tem advogados que custam “o olho da cara” e tem conexões políticas e jurídicas? E esses advogados não conseguem libertar essas pessoas porque “todos” os membros do judiciário estão sendo influenciados de alguma forma?
      Vamos a um exemplo prático do que você esta deixando implícito.
      O que você esta propondo é que o juiz Moro tem interesses escusos em tudo o que ele esta fazendo e por consequência os juízes e desembargadores do TRF4 também o tem, pois todos os recursos impetrados pelos advogados de defesa chegam ao menos ao TRF4. Estes são encaminhados, muito provavelmente, para diferentes juízes ou desembargadores, por consequência, TODAS essas pessoas tem interesses escusos. Quem tem prisão temporária decretada pelo juiz Moro, tem seu recurso negado, quem tem prisão preventiva decretada pelo juiz Moro tem seu recurso negado, quem é condenado pelo juiz Moro tem seu recurso negado.
      Isso tudo com embasamento jurídico. Se você tem acesso aos processos em questão e quiser apontar alguma aberração jurídica em algum desses casos por favor. Se isso acontecesse você acha que advogados de defesa não iriam a imprensa mostrar essas barbaridades?
      Você realmente acredita nisso?
      Abraços

      Responder

    Rafael Carvalho e Lima

    30 de julho de 2016 às 12h10

    Dissonância Cognitiva; de uma olhada.

    Responder

Marcvs Antonivs

12 de julho de 2016 às 09h37

Leitura obrigatória!

Responder

Ricardo Oliveira

12 de julho de 2016 às 09h32

Parabéns pela análise esclarecedora, espero que a esquerda se de conta que não estamos brincando de democracia, o jogo é pesado e o país está com seu futuro ameaçado, não precisamos apoiar essa elite entreguista precisamos ter a coragem de defender nossas ideias e lutar abertamente contra o que nos estão impondo e para isso devemos nos aproximar da população, só com a participação de todos conseguiremos avançar, nossos partidos precisam de renovação, não podemos continuar a ter dono, como diz o Marco se não mudarmos só o paredão.

Responder

Daniel

12 de julho de 2016 às 09h23

“O governo era fraco. A presidenta, ruim de comunicação pessoal. A esquerda, ingênua e desorganizada.” Faltou, e esquerda e’ medrosa.

Responder

marco

12 de julho de 2016 às 09h03

Sr.Miguel.Já não leio e nem assisto nada relacionado ao que todos chamam de ” IMPRENSA ” ha muito tempo.Tenho pra mim,que a UNICA COISA NA IMPRENSA EM GERAL,que não é a opinião dos DONOS é a DATA. O resto é mentira.Quanto ao JUDICIÁRIO BRASILEIRO,é uma CASTA de pessoas,vindas das várias CLASSES SOCIAIS QUE EXISTEM,particularmente da PEQUENA BURGUESIA,cuja principal tarefa histórica,é servir aos BURGUESES.Raros membros dessa classe,são exceções. A particularidade principal dessa CLASSE,os Pequenos burgueses,é ODIAR TUDO QUE O POVO REPRESENTE. A única hipótese ,para se combater tais “DISTÚRBIOS ” ,continua sendo,o PAREDÃO!

Responder

Messias Franca de Macedo

12 de julho de 2016 às 07h59

… Ainda sobre “a turma da pesada [mega]CORRUPÇÃO” do DEMoTucano ‘Aécio 1/3 El Chato 3% da OAS Principado de Liechtenstein Furnas Forever'”
Da Série “Nazigolpistas [do ‘CU(nha)’ do libanês TEMERário/TEMERo$o] moralistas sem moral alguma”!
DE NOVO, AGORA ENVOLVENDO AQUELE TESOUREIRO TUCANO DO LISTÃO DA [MEGA]CORRUPÇÃO DO HSBC, o tal do Marcio Fortes…

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

EX-DEPUTADO TUCANO SERIA INTERLOCUTOR DE SERRA EM DELAÇÕES

Ex-deputado federal tucano Márcio Fortes é apontado por delatores da Lava Jato como um dos interlocutores do ministro José Serra junto aos empresários, segundo a colunista Mônica Bergamo; ela diz que, apesar de negar irregularidades, o chanceler de Michel Temer está preocupado com a repercussão das citações; além de conversar com mais de um grande advogado paulista sobre o assunto, ele acaba de contratar uma assessoria só para se dedicar ao tema, a FSB; as questões da pasta continuam sendo tocadas pela equipe do Itamaraty; em 2000, Fortes foi a pessoa física que mais doou ao PSDB; durante a campanha de Serra à Presidência, em 2002, Fortes usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões

12 DE JULHO DE 2016 ÀS 03:25

(…)

Responder

      Messias Franca de Macedo

      12 de julho de 2016 às 08h06

      BOMBA! EXTRA!…

      Da Série ‘Nazigolpistas [do ‘CU(nha)’ do libanês TEMERário/TEMERo$o] moralistas sem moral alguma’!

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      TESTEMUNHA CITA VÍDEO DE ROSSO RECEBENDO PROPINA

      Em depoimento no dia 29 de junho nos processos do chamado “mensalão do DEM”, o técnico de informática Francinei Arruda disse que Durval Barbosa —ex-secretário do Governo do DF que gravou vídeos de uma série de políticos recebendo propina— também havia filmado o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) recebendo vantagens indevidas, mas omitiu o vídeo dos investigadores; segundo Francinei, o próprio deputado “tem conhecimento do vídeo”; “Na verdade, ele [Durval Barbosa] sempre teve poder sobre o Rogério. Ele consegue nomeações, tem crédito com o Rogério. O próprio Rogério tem conhecimento do vídeo. O Rogério nem gosta dele, mas tem que se reportar”; aliado de Eduardo Cunha, Rosso é favorito na disputa à presidência da Câmara e conta até com o aval de Michel Temer; assista

      12 DE JULHO DE 2016 ÀS 03:46

      (…)

      Responder

Biana

11 de julho de 2016 às 23h38

Não se trata de marcar um protesto apenas, para dar certo precisa ser criado um símbolo visual, algo que represente que se é contra o golpe. Poderia estar numa fita, num broche, num boné, num panfleto, numa camiseta…basta um desenho simples que represente NÃO AOS CORRUPTOS GOLPISTAS.

Responder

johony

11 de julho de 2016 às 23h34

Quero deixar uma questão no ar, as gravações que o Sergio Machado fez contam inúmeras horas, o MPF liberou a conta-gotas uma mixaria e de repente parou, porque parou? quando vai voltar a liberar as gravações? somente depois do golpe consumado voltarão a divulgar essas gravações?
Quem souber de alguma coisa a respeito por favor me informe.
#Foratemer

Responder

    Messias Franca de Macedo

    12 de julho de 2016 às 08h05

    Muito bem lembrado!
    É verdade:
    depois que o ‘Rodrigo Moro Gurgel’ (sic) afirmou que “iria amarrar as pontas soltas [da gravações do Tucano Sérgio Machado]”, o [Ro]mero ‘Jucá(i)’ não caiu, nem tampouco o Réunan Calheiros, o José SAIney, o eduardo ‘CU(nha)’, o libanês TEMERário/TEMERo$o…

    Em paralelo, o [mega]corrupto réu confesso DEMoTucano/PMDBosta Sérgio Machado está curtindo a fortuna roubada do honesto povo trabalhador brasileiro na mansão ‘delle’ em Fortaleza!…

    E que país é este?
    “A Republiqueta do ‘CU(nha)’ do Mundo”!

    Responder

      johony

      12 de julho de 2016 às 10h00

      E como esta escrito no texto, o povo brasileiro esta sendo induzido à uma constante confusão mental, nós todos como zumbis não percebemos e não questionamos, “vida de gado”, a mídia esta descobrindo uma forma de confundir o pessoal da esquerda, já que não conseguem manipular, CONFUNDIR é a melhor saída.

      Responder

Jose X.

11 de julho de 2016 às 23h26

com relação às críticas às nomeações do PT eu acho que teria sido impossível fazer nomeações melhores, porque o judiciário é um poder arcaico, medieval, corporativista, autoritário, elitista, patrimonialista, enfim, a cara da direita brasileira; mesmo que fossem encontradas melhores opções elas com certeza não seriam aprovadas na “sabatina” do senado; seria preciso uma revolução para mudar esse cenário; infelizmente, perdeu-se uma enorme oportunidade com o fim da ditadura militar e a constituição de 1988, agora sabe-se lá quando vai aparecer uma outra oportunidade como aquela

Responder

    Adma Viegas

    12 de julho de 2016 às 02h11

    Concordo. Não digo que Lula não tenha errado ao nomear Joaquim Barbosa e Toffoli e Dilma, ao nomear Rosa Weber e Fux. Mas por outro lado, é achar agulha no palheiro encontrar um juiz de esquerda ou ligeiramente progressista.

    Responder

      Jose X.

      12 de julho de 2016 às 08h50

      Lula errou feio com jb sem dúvida, mas com os outros, tipo césar peluso, aires brito e mesmo o toffoli, pareciam escolhas mais ou menos “neutras”, no entanto nenhum deles se mostrou digno do cargo

      mesma coisa com dilma, que errou feio com fux, mas e barroso, teori, fachin ? só decepção (rosa weber nem conta, acho que veio na quota “feminina”)

      o judiciário no geral é podre, não tem jeito, aí os ladrões da câmara e do congresso barram alguma eventual boa escolha, não tem salvação mesmo

      Responder

        Jaderson Oliveira

        13 de julho de 2016 às 09h37

        ROSA WEBER é prima da mulher de Aécio.kkkkkkk

        Responder

levi Eliphas zahede

11 de julho de 2016 às 23h15

Olhando agora para a arrogância do petralhismo não posso deixar de pensar no famoso poema de Percy Bessey Sheley, Ozymandias:

Eu encontrei um viajante de uma terra antiga
Que disse:—Duas gigantescas pernas de pedra sem torso
Erguem-se no deserto. Perto delas na areia,
Meio afundada, jaz um rosto partido, cuja expressão
E lábios franzidos e escárnio de frieza no comando
Dizem que seu escultor bem aquelas paixões leu
Que ainda sobrevivem, estampadas nessas partes sem vida,
A mão que os zombava e o coração que os alimentava.
E no pedestal estas palavras aparecem:
“Meu nome é Ozymandias, rei dos reis:
Contemplem minhas obras, ó poderosos, e desesperai-vos!”
Nada resta: junto à decadência
Das ruínas colossais, ilimitadas e nuas
As areias solitárias e inacabáveis estendem-se à distância.

Responder

    johony

    11 de julho de 2016 às 23h37

    Acorda e suma com suas pedras, ta perdendo tempo aqui. mais arrogante que os coxas reaças é impossível, vc ta doente meu garoto.

    Responder

    migueldorosario

    12 de julho de 2016 às 00h02

    ahaha vai citar Shelley? um socialista revolucionário? vou dedicar meu proximo post a Shelley entao. Valeu!

    Responder

      levi Eliphas zahede

      12 de julho de 2016 às 00h09

      Inclusive poderia dedicar a Dilma um post sobre Frankenstein, um monstro criado de várias partes que não deu muito certo.

      Responder

        migueldorosario

        12 de julho de 2016 às 00h11

        frankstein é da mulher dele, mary… E neste caso quem parece frankstein é o temer né

        Responder

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h15

          Não, o Temer é o mordomo do Conde Drácula. rs

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h28

          Realmente era a Mary, eu já sabia, mas vc poderia fazer um post sobre Alastor, o espirito da solitude de Shelley, e sobre a hermética ordem da golden dawn, e como chegamos até aqui.
          Seria um bom ensaio!

Messias Franca de Macedo

11 de julho de 2016 às 23h04

… Há muito tempo, em minha mansão TRIPLEX [Risos], o aparelho de televisão passou a ser ‘artigo de lixo’, o que já foi, digamos, artigo de luxo!

Tchau, *PIMG!

*PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

Responder

Biana

11 de julho de 2016 às 23h01

Também deixei de assistir a rede manipulação por completo, mas isso começou durante uma novela que via para repartir com minha mãe. A tal novela me chocou pelo desfecho, não pelo tal beijo gay, mas pelo fato do personagem iniciar a trama jogando sua sobrinha recém nascida no lixo e depois ser colocado como uma pessoa corajosa que encarou o preconceito e saiu do armário. O seu crime, insignificante, não vem ao caso, o importante é que ele ficou rico. A mensagem da trama foi o que assustou. Como educar filhos com exemplos como este da personagem sendo exaltados pela mídia?
Daí passei a ver apenas os noticiários, quando percebi a insistência em mostrar uma imagem negativa do Lula e do PT, com matérias muito longas todos os dias, como se não houvesse nenhuma outra notícia a ser apresentada. Era notório o exagero. Deixei de ver tudo, encheu, cansou, é desgastante e deprimente ver jornalistas tão submissos, tão sem personalidade própria .
Hoje, fui ao consultório, e a TV ligada no Bom Dia Brasil na sala de espera estava me causando náuseas, fiquei com vontade de esperar lá na rua. Era uma tortura, um clima chato, com olhares desconfortáveis a cada frase dita.
É uma invasão, é no restaurante, no consultório, no salão de beleza, nas lojas , na loteria, na padaria, é sufocante. Isso te persegue em todos lugares e horários, qualquer lugar público que tem TV colocam ma Globo.
As pessoas acham estranho pedir para desligar.
É sem sombra de dúvida, não o 4º poder, é o primeiro.
Só inventando uma rede social poderosa para enfrentar.

Responder

Messias Franca de Macedo

11 de julho de 2016 às 22h50

[DOCUMENTO HISTÓRICO]

EXCLUSIVO: o ‘Diário do Centro do Mundo’ (DCM) joga novas luzes sobre o Escândalo do Banestado. Por Renan Antunes de Oliveira.

[Fatídica, famigerada &$, por óbvio, era [mega]CORRUPTA FHC]

Postado em 11/07/2016

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/exclusivo-o-dcm-joga-novas-luzes-sobre-o-escandalo-do-banestado-por-renan-antunes-de-oliveira/

Responder

Antonio Passos

11 de julho de 2016 às 22h47

Parabéns por mais uma grande crônica. Infelizmente somos um país “abduzido”, é inacreditável a passividade que se vê. As pessoas já perceberam o golpe, a imundície do governo usurpador, mas não se rebela como vinha fazendo contra Dilma. Porque ? É algo para ser estudado. Eu acho, só acho, que no fundo não é a corrupção que mobiliza as panelas, mas sim o ódio contra “o pobre no poder” que supostamente esteja roubando. Resumindo, o roubo do rico só produz lamento, o do pobre revolta. É um aspecto, há vários a serem estudados. É muito triste, confesso que nunca imaginei que isto pudesse vir a acontecer, porque achei que seria hediondo demais para ser aceito por tantos. Mas foi e Barroso é um caso exemplar, que exprime o acoelhamento de uma elite intelectual que tem a grandeza de uma cucaracha.

Responder

    Biana

    11 de julho de 2016 às 23h31

    Seu comentário me fez lembrar umas piadinhas que comparavam ricos e pobres:
    Rico correndo é atleta, pobre correndo é ladrão
    Quanto ao fenômeno da apatia, acredito que as pessoas, o povão mesmo não foi panelar. Os que trabalham comigo que foram, não são do povão, muito pelo contrário, tem muitas viagens internacionais inesquecíveis, e são “guiados” por orientador/padrinho político.
    O povão, simplesmente não sabe mesmo o significado do que está acontecendo. Sua fonte de informação, que está diariamente e dia e noite, lhe provendo é a grande mídia. A classe média, que não tinha o hábito de protestar, por medo de represália patronal ou de seus clientes, vota secretamente, não quer aparecer, principalmente agora na era das redes sociais em tempo real. E sem falar que, quando estavam começando a participar, perceberam que foram usados, e estão constrangidos e decepcionados, não confiam mais.
    A população foi dividida, foram para a rua, mas cada grupo com seu motivo, ainda não entendem que têm o mesmo inimigo em comum.

    Responder

      levi Eliphas zahede

      11 de julho de 2016 às 23h43

      Não vejo meramente como uma questão de pobreza vs riqueza, mas sim de ignorância vs sabedoria.
      Os mais sábios no fim sempre acabam vencendo, a riqueza é mera consequencia!

      Responder

        migueldorosario

        12 de julho de 2016 às 00h04

        levi, governo e Estado são os principais garantidores e inimigos da liberdade.

        Responder

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h13

          Depende do governo, mas no caso então quanto menos governo (estado) mais liberdade!

          Biana

          12 de julho de 2016 às 00h20

          Negativo, o papel do governo é promover a justiça social, esta sim fomenta a liberdade.

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h33

          Em tese, mas a teoria muitas vezes é contrária a pratica!

        Biana

        12 de julho de 2016 às 00h09

        Não se deve confundir sabedoria com “esperteza” .

        A riqueza não é consequência exclusiva da sabedoria na vida real, a não ser que seja o desonesto, também um sábio.

        Responder

    levi Eliphas zahede

    11 de julho de 2016 às 23h39

    Primeiro que pobreza não é uma qualidade inerente do ser humano.
    Pobreza e riqueza são meros estágios de uma grande roda.
    Lula não era mais pobre faz tempo.
    Então poderiamos dizer que não era um pobre no poder, mas um certo tipo de ideologia baseada na ignorância que não deu muito certo!

    Responder

      Biana

      11 de julho de 2016 às 23h45

      Ignorância é não saber o que diz.

      O que não deu certo foi ver que as pessoas ao saírem da miséria seriam mais difíceis de serem exploradas…..

      Responder

        levi Eliphas zahede

        11 de julho de 2016 às 23h48

        Uma pessoa não sai da miséria dependendo de um governo!
        Governos passam e vão, é o objetivo da democracia.
        Somente a força de vontade individual traz riqueza, independencia e liberdade.
        O resto é apenas dependencia e escravidão!

        Responder

          Biana

          11 de julho de 2016 às 23h58

          Possibilitar o estudo é permitir ascensão através do conhecimento e da qualificação. Essa porta é aberta pelo governo quando se está na miséria, pois é sim sua obrigação, promover a justiça social.
          Quem depende eternamente de governos são os apadrinhados, os terceirizados de luxo, que entra governo e sai governo, e lá sempre estão na folha de pagamento, com ou sem qualificação.

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h05

          Estuda quem quer, agora dar diplomas de graça para analfabetos funcionais sem nenhuma qualificação que idolatram um líder messianico que tem ojeriza a leitura me parece meio contraditório!

          Biana

          12 de julho de 2016 às 00h18

          Realmente, esta proposta adotada pelo estado de SP para evitar a evasão escolar e melhorar as estatísticas não é das melhores….Imagina, não ter reprovação…
          Estuda quem pode, quem consegue. Mas estudar as custas do desvio da merenda escolar de crianças é vergonhoso

          levi Eliphas zahede

          12 de julho de 2016 às 00h23

          Um erro não justifica outro.

Marivane

11 de julho de 2016 às 22h41

concordo plenamente ! A minha dor já foi muito pior. Inclusive adoeci fisicamente. Hoje aceito o que está acontecendo. Nosso povo e a nossa classe média é defensora da classe A. Acho que vai ser preciso cairmos até ao fundo do poço para depois nos reerguermos. Bom, com certeza isso não significa desistir.

Responder

cousinelizabeth

11 de julho de 2016 às 22h25

Eu também, jornalista, deixo os amigos e conhecidos de olhos arregalados quando digo que não leio a mídia brasileira há muito tempo. É o único jeito de permanecer saudável e não ser hipnotizado pelo festival de manipulação.

Responder

Minos Adão Filho

11 de julho de 2016 às 22h25

A única saída para salvar o Brasil dos predadores da noticia e do patrimônio nacional só guerra civil com muito sangue nas ruas. as Instituições perderam a credibilidade e estão preparadas para entregar o patrimônio Nacional, a direita no Brasil é a espécie mais danosa ao desenvolvimento do Brasil como Nação, verdadeiros entreguistas e predadores do patrimônio Nacional sem nenhuma preocupação com o desenvolvimento do país. A bomba tem que explodir, é essa a minha opinião como brasileiro patriota e que tem amor pelo seu país.

Responder

Maria Thereza G. de Freitas

11 de julho de 2016 às 21h57

perfeito.

Responder

Deixe um comentário