Vila Militar do Chaves (Adnet satiriza Bolsonaro)

Movimento #OcupaMinC ocupa antigo Canecão na Zona Sul do Rio

Por Theo Rodrigues

01 de agosto de 2016 : 10h45

Desde a última sexta-feira o movimento #OcupaMinC no Rio de Janeiro passou a ocupar as dependências do antigo Canecão em Botafogo. O Canecão foi uma das mais importantes casas de shows do Rio, mas foi fechada em 2008 após ser reintegrada à UFRJ.

O movimento #OcupaMinC teve início logo após a votação do impeachment no Congresso Nacional. Desde então artistas vem ocupando as dependências do Ministério da Cultura por todo o país.

No Rio de Janeiro o local inicialmente escolhido pelos ativistas foi o Palácio Capanema, sede do MinC no Centro da cidade. Contudo, na semana passada a justiça emitiu reintegração de posse do Capanema executada violentamente pela Polícia Federal.

No Canecão o #OcupaMinC pretende dar uma nova vida cultural ao local que está abandonado há oito anos. A ideia é transformar o espaço em polo de denúncias durante as Olimpíadas contra o golpe de Michel Temer no governo federal.

Os artistas que estão dormindo no Canecão acreditam que há no novo local uma vantagem comparativa em relação ao Capanema: o governo federal não pode expulsa-los de lá através de reintegração de posse, pois somente o reitor da UFRJ detém esse poder.

Leia abaixo a nota do movimento sobre a ocupação do Canecão:

Sobre a nova ocupação do Canecão

Logo após o golpe e a extinção do Ministério da Cultura, prédios vinculados a seus órgãos, como o IPHAN, Funarte e o próprio Ministério, passaram a ser ocupados. As ocupações se deram em 26 estados da federação e no distrito federal, mesmo após o governo golpista retomar o MinC. O Palácio Gustavo Capanema, no centro do Rio de Janerio, sede do MinC no estado, faz parte desse levante e foi protagonista.

A OcupaMinCRJ resignificou o local, trazendo mais de 100 mil pessoas para acompanhar diversas atividades, diariamente. Ainda assim, o governo golpista reintegrou posse em uma mega operação da Polícia Federal, escondendo o prédio com tapumes. Mais um golpe para o movimento que se tornou um coletivo durante todo esse processo.

Porém, ao invés de calar a cultura, a repressão fortaleceu o movimento. Outrossim, o grupo decidiu seguir para mais uma conquista: o Canecão – casa de shows tradicional do Rio de Janeiro, onde grandes nomes da música brasileira se consagraram.

Há cerca de seis anos o lugar perece sob a tutela da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com a vaga promessa de que um dia deve se transformar em um Centro Cultural. A OcupaMinCRJ então se move para um novo lar, em que um largo futuro de produção cultural se apresenta diante de um estado de calamidade pública na cidade, devido aos Jogos Olímpicos.

Dentro deste contexto, convocamos as companheiras e companheiros à coletiva que ocorrerá amanhã, 1/8, às 11h, no Canecão.

#OcupareResistir #ForaTemer ?#?OcupaMinCRJ

Theo Rodrigues

Theo Rodrigues é sociólogo e cientista político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Oliveira

01 de agosto de 2016 às 11h31

No Canecão os remelentos petistas podem ficar o tempo que quiserem. O local está abandonado mesmo !

Responder

Deixe uma resposta