Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Globo e golpistas mergulham o Brasil no abismo

Por Redação

10 de agosto de 2016 : 09h26

A Globo esconde dos brasileiros as delações com o potencial explosivo de derrubar o governo usurpador e levar seus integrantes para a cadeia (Charge: Ribs)

por Jeferson Miola

Dois fatos políticos de relevância olímpica foram olimpicamente ocultados pela Rede Globo no Jornal Nacional desta segunda-feira olímpica, 8 de agosto de 2016.

O primeiro fato: a decisão de Gilmar Mendes, juiz tucano no STF, de abrir processo para extinguir o PT. Embalado pelo espírito fascista da ditadura golpista de 1964, Gilmar quer eliminar do sistema partidário brasileiro o Partido que tem quase 2 milhões de filiados e que recebeu 54.501.318 votos na última eleição presidencial. Um fato de tal gravidade jamais poderia ser escondido.

O segundo fato ocultado foi o vazamento da delação que revelou a propina de R$ 10 milhões que Michel Temer mandou a Odebrecht entregar aos sócios golpistas Eliseu Padilha, Chefe da Casa Civil, que embolsou R$ 4 milhões em dinheiro vivo, e Paulo Skaff, presidente da FIESP, que levou R$ 6 milhões, também em dinheiro vivo. A delação também mostrou a propina de R$ 34,5 milhões recebida pelo Chanceler usurpador José Serra.

Quem revelou o escândalo da propina multi-milionária paga aos golpistas não foi nenhum veículo da imprensa não-hegemônica. A divulgação saiu das páginas da insuspeitamente golpista revista Veja, muitas vezes beneficiária em primeira mão dos vazamentos seletivos feitos por agentes da PF, do MP e do Judiciário.

É evidente que este escândalo, com o potencial explosivo de derrubar o governo usurpador e levar seus integrantes para a cadeia – fosse esse, evidentemente, um tempo de normalidade democrática e institucional – somente foi vazado porque seus autores confiam que exercem controle total da situação e das instituições políticas, policiais e judiciais.

É ilusório pensar que esta denúncia tenha algo a ver com princípios éticos ou morais ou com o ideal de “limpeza” da política apregoado por procuradores da Lava Jato, que agem como verdadeiros pregadores da nova ordem, pura e livre de pecados.

O vazamento é uma operação calculada; é parte do jogo de disputas, chantagens e de acomodação de interesses no interior do bloco golpista.

Aqueles que se beneficiam do vazamento têm consciência de que a divulgação deste escândalo monumental não reverterá o curso do golpe e não derrubará o governo usurpador de Michel Temer. Em outras palavras: o golpe está consolidado, e o novo regime golpista, que se assenta na criminalidade e na solidariedade criminosa, já administra as tensões internas.

Este estágio “orweliano” da realidade brasileira não seria alcançado sem a participação da Rede Globo, com o corpo e a alma, no golpe.

A Globo joga um papel decisivo na consolidação do golpe, como jogou no de 1964. O papel nocivo da Globo à democracia é exercido quando deturpa a realidade que publica, mas sobretudo quando esconde criminosamente a realidade.

Esses acontecimentos são a demonstração olímpica de que o Brasil está sendo outra vez mergulhado no abismo do arbítrio e do obscurantismo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jorge

11 de agosto de 2016 às 20h25

Como acreditar num cara que fala mentiras? A TV Globo foi oficialmente fundada no dia 26 de abril de 1965 às 10:45, como ela poderia ter participado da INTERVENÇÃO MILITAR DE 1964? “A Globo joga um papel decisivo na consolidação do golpe, como jogou no de 1964″… lixo.

Responder

Roberto Pivante

10 de agosto de 2016 às 19h24

Eu sempre falo que enquanto houver Rede Esgoto & Merdas Associadas o Brasil será um país colonizado. Do futuro sempre. Foolturo.

Responder

Eduardo Albuquerque

10 de agosto de 2016 às 14h14

O nosso problema nao é Globo, Folha, Estadão, Veja, Epoca, QuantoÉ, esconder isso ou aquilo. Problema está no lado progressista que nunca teve alguma coragem para fechar essas empresas. Progressistas estão comendo nas mãos dos fascistas, das gangs que estão no governo. Elite está dando golpe sem por um tanque nas ruas, sem metralhar ninguém e os golpistas ainda nao levaram uma tijolada nas fuças. Covardia agora se chama bomsenso? Ou todos ja se bandearam pras eleiçoes mesmo? E quem vai votar ou se empenhar nessas eleiçoes pra perder voto de novo? Afinal roubaram nossos votos em Dilma .

Responder

Deixe um comentário para Jorge