Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Enquanto Dilma e Lula vão às ruas, golpistas se escondem

Por Miguel do Rosário

22 de setembro de 2016 : 17h54

(Foto: Mídia Ninja)

Arpeggio – Edição extra

Por Miguel do Rosário, editor-chefe do Cafezinho

É curioso.

Enquanto todos os grandes meios de comunicação repetem, dia e noite, que Lula, Dilma e o PT estão destruídos, o que a gente vê, nas ruas, é o contrário.

Ontem, quinta-feira à noite, a Cinelândia estava lotada. Milhares de pessoas compareceram ao ato de campanha de Jandira Feghali à prefeitura do Rio, com presença da presidenta eleita Dilma Rousseff.

O site Conexão Jornalismo informou que, segundo cálculo da PM, haveria 70 mil pessoas.

A praça estava tomada de gente, lembrando os melhores momentos da campanha vitoriosa de Dilma no segundo turno de 2014.

O Brasil vive uma época decididamente esquizofrênica, em que há dois mundos paralelos. O mundo da mídia e o mundo da realidade.

A Globo divulgou que o ato tinha “centenas” de pessoas. Sim, dezenas de centenas, o que em português também se diz milhares.

Simultaneamente, Lula discursava em Crato, Ceará, com a presença de também milhares de pessoas.

Aí eu pensei: e onde estão os golpistas?

Temer não consegue andar sequer nas ruas de Nova York, que dirá do Brasil.

Serra, ministro das relações exteriores, é vaiado até mesmo em casas de show em Manhattan.

Os líderes do PSDB, como Aécio Neves, não aparecem nas ruas: eles se limita a retuitar matérias da Globo sobre o último espetáculo da Lava Jato.

Na última vez que Aécio tentou participar de uma manifestação, foi quase linchado. E olha que era uma manifestação que ele próprio havia convocado!

Enquanto isso, Dilma anda no meio do povo, sem segurança, como vimos ontem no Rio de Janeiro. A presidenta foi a uma das áreas mais pobres do Rio, na zona oeste, que recebeu projetos do Minha Casa Minha Vida.

20160920131942985628u

(Foto: reprodução Facebook)

Que mistério é esse?

É importante salientar que isso acontece justamente no momento em que a mídia chega ao auge de sua campanha de massacre de reputação contra o PT, com ajuda dos setores autoritários e golpistas do Estado.

Conversando com amigos, na Cinelândia, a gente chegou a conclusão que o ódio ao PT precisa ser alimentado diuturnamente pela mídia, porque, em caso contrário, ele reflui rapidamente. A prova disso é a reeleição de Lula em 2006, a eleição de Dilma em 2010 e sua reeleição em 2014.

Outra coisa importante a se ressaltar é a repetição do modus operandi da máquina golpista, que trabalha desde 2005 tentando derrotar o projeto popular e só o conseguiu este ano, através de um artifício incrivelmente desonesto, que foi o impeachment sem provas: em toda eleição, a máquina golpista incrustrada no Estado tenta intervir nas eleições através de espetáculos midiáticos de violência judicial.

Se você entrar no site do PSDB, verá que o partido se reduziu a ser apenas o braço político da Globo, que por sua vez também controla a Lava Jato: suas lideranças não estão nas ruas, não interagem com a população.

Existe uma curiosa semelhança neste sentido entre Globo, Temer e lideranças da direita golpista: nenhum deles estão na rua. Os repórteres da Globo há tempos precisam se esconder de manifestações ou, o que é ainda mais intrigante, em se tratando de jornalismo, precisam frequentemente esconder manifestações.

Se tudo isso acontece no ano do golpe, ou seja, no momento em que a esquerda deveria se encontrar mais fragilizada, é porque a história já está dando o troco nos golpistas. Os arbítrios contra Lula e contra petistas em geral já estão se voltando contra os próprios golpistas, de maneira que a direita brasileira se vê agora numa situação extremamente perigosa, pois está novamente se associando ao autoritarismo, ao golpe, às forças antidemocráticas que apelam à truculência para implementar medidas que beneficiam os ricos e prejudicam os pobres.

A direita golpista está cavando o próprio buraco onde será enterrada.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luis Marcos Salvador

24 de setembro de 2016 às 16h36

Que se enterrem no buraco e de lá não saiam mais.

Responder

Alzira Madeira

23 de setembro de 2016 às 12h56

Primeiramente, fora Temer. No intuito de garantirem seus objetivos, sabedores de que a resistência ao golpe é enorme, barulhenta e decidida, erram na dose, e todos sabemos que overdose é o caminho mais certo para o infortúnio (no caso específico, infortúnio dos golpistas. A sorte poderá ser nossa). Porém, no caso do Rio de Janeiro, onde resido (a primeira pessoa do verbo “morar” está temporariamente fora do meu vocabulário rs), temos a possibilidade de Crivella como prefeito, traidor disfarçado, que se licenciou e colocou sua substituta para votar a favor do Impeachment de Dilma, de quem deveria ser aliado. Sem falar que sua forte ligação à bancada religiosa não é nada interessante para um estado laico.

Responder

Josemar Madiba Moisés

22 de setembro de 2016 às 22h12

Miguelão, meu velho, posso lhe dizer que os golpistas estão se enterrando feio.

Eles conseguiram colocar o povo com ressalvas seríssimas diante da atuação notadamente partidária e cruel da Lava-Jato, para com Lula, D. Marisa e agora Mantega e sua companheira…., enquanto Eduardo Cunha e Áh! É sim, do pó borboletam diante das cameras e flashes e o Moro com sua força tarefa de capuzes e pirotecnias mil, perdidos na politicagem adentro sem encontrar a casa da mulher e da filha do Eduardo Cunha/Temer.

Mas, cada vez mais, esses golpistas estão ficando expostos. Tendo que relacionar-se com homens sérios, democratas e que querem saber “qual é de mermo”, tiveram que assumir o golpe diante do mundo(https://theintercept.com/2016/09/22/michel-temer-diz-que-impeachment-aconteceu-porque-dilma-rejeitou-ponte-para-o-futuro/?comments=1#comments)

O povo está vendo ele estão todos com os fundilhos nas ruas e praças.

Cristovam Buarque no meio. Magno Malta no meio. José Serra no meio.
Moreira Franco no meio. Jucá, no meio. Geddel no meio e o restante das carniças tipo Heráclitos, Calheiros e Romários, fazendo tabelinha e “gangbang” com os diretos do povo brasileiro.

Hora de partir pra cima Miguelão.

A vagabundagem, as putas rameiras e os maltrapilhos não liberam e metem a mão e quebram o pau no lombo de traíras. Imagina então o resto da gente honesta que pega trem e compra feijão a 18 reais e ainda escuta do Eduardo Paes que o pessoal de Maricá .., vocês já sabem.

Na ONU, diante do mundo, onde nem Lula, nem Chavez, Fidel, Che Guevara, Mujica ou Mandela, receberam a “honraria”, de ser “ausentado”, que foi dispensada ao “Trambolho”, como andam dizendo e apelidando esse impostor por ai.

#ForaTemer

#ContraGolpe

#PolíciaPolíticaSóEmDitaduras

#STFAcovardado

#RevoluçãoSocial

Responder

Isso Mesmo

22 de setembro de 2016 às 22h02

Os golpistas não se comunicam com as massas, é ai que os movimentos progressistas ganham. Só que a Dilma, o Lula e o PT não podem agir como se nada tivesse acontecido no que se refere aos deslizes cometidos e a falta de auto crítica.

Responder

    guilhermenagano .

    23 de setembro de 2016 às 11h15

    Como se as massas estivessem saindo às ruas p defender o PT…

    Responder

      Ângela Maria de CarvalhoAlmeid

      23 de setembro de 2016 às 23h35

      Tire a bunda do sofá, desligue a globosta, veja vídeos que ela não mostra. Depois venha aqui, com sua sabedoria e prove que nada está acontecendo!

      Responder

        guilhermenagano .

        24 de setembro de 2016 às 11h54

        Basta olhar para a esplanada aki! Os “coxinhas” encheram o lugar por meses mas o PT consegue colocar apenas uma fração! Essas suas bravatas esquerdistas não enganam mais! Obs: eu não assito a globo desde o começo dos anos 2000!

        Responder

    Ângela Maria de CarvalhoAlmeid

    23 de setembro de 2016 às 23h34

    Fora golpista! Aqui não é o seu poleiro, tucano. E de aecím cheirador, o que você fala? Nada, né?Com certeza, teve seu apoio nas urnas.Disso não tenho provas, mas tenho convicção. Ainda bem que você não precisa tomar conta de seus bandidos de estimação, pois estão muito bem sob a tutela de moro.Finalmente, fora todos os golpistas, sendo temer o primeiro da lista!

    Responder

Fabiano França

22 de setembro de 2016 às 21h53

Enterrada com uma pá de cal pra não nascer nem erva daninha.

Responder

João Luiz Brandão Costa

22 de setembro de 2016 às 18h38

Miguel, pelo que eu ouvi o Tangará tá fechado. Onde é que tu tá tomando os goró agora. É no amarelinho? Muito exposto, né não? Sugiro o galeto lá do beco da cirrose, em frente do Rival.
P.S. Se segura malandro. Quinta a noite é hoje. Quarta a noite foi ontem! [não me leve a sério] Isto posto, JANDIRAHHHH!!!!!!

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro