Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

A Lava Jato é a operação multiuso da direita brasileira

Por Pedro Breier

07 de outubro de 2016 : 11h00

(Charge: Vitor Teixeira)

Por Pedro Breier, correspondente policial do Cafezinho

A Lava Jato é multiuso.

Primeiramente ela foi usada pela direita, através do seu grande comandante, o oligopólio midiático nacional, para uma tentativa de interferência no processo eleitoral de 2014.

Seus vazamentos seletivos saíam diretamente da mão dos heróis da República de Curitiba para a mídia amiga, que os utilizava para atingir o PT e tentar evitar que o partido ganhasse a quarta eleição presidencial seguida.

Quase deu certo: Haddad afirmou em uma entrevista que após a capa da Veja no fim de semana nas eleições, distribuída como um panfleto nas ruas (só a capa mesmo, não se precisa de muito para manipular quem acredita na Veja), as intenções de voto em Dilma despencaram em São Paulo, o que fez com que o resultado das eleições fosse bastante apertado.

Após mais uma derrota eleitoral, a mídia de direita passou a usar os vazamentos da Lava Jato para criar um clima favorável ao impeachment na opinião pública.

Dessa vez deu certo: os protestos turbinados pela revolta da classe média/alta com os escândalos diários do partido mais corrupto da história foram essenciais para o golpe, pois deram o discurso aos golpistas de que “o povo queria o impeachment”.

Antes das últimas eleições municipais, mais uma rodada de prisões de petistas para que a grande mídia desse as manchetes certas para não permitir qualquer tipo de reação do PT nas urnas.

Também deu certo.

Passadas as eleições, a Lava Jato cumpre dois papéis essenciais na estratégia política da direita.

O mais evidente é tirar Lula das próximas eleições, prendendo-o ou ao menos tornando-o inelegível.

O outro papel é mais discreto mas também tem grande importância.

A Lava Jato serve para hipnotizar o público e afastá-lo das questões que realmente importam.

Nos últimos dias foram aprovados na Câmara dois projetos que trarão consequências drásticas para os brasileiros nas próximas décadas: o que retira a obrigatoriedade da Petrobras de explorar ao menos 30% dos poços de petróleo do pré-sal, facilitando as coisas para as grandes petrolíferas estrangeiras – é a promessa de José Serra à Chevron, conforme vazamento do Wikileaks, sendo cumprida – e o que limita os gastos públicos por 20 anos.

É óbvio que estes projetos são a grande pauta política do momento, mas dê uma olhada nos portais do cartel midiático: as reportagens sobre eles estão sumidas ou discretamente escondidas.

As manchetes vão para o indiciamento de Lula e seu sobrinho por obras em Angola, para a delação da Odebrecht, etc.

Cada desdobramento da Lava Jato é explorado nos mínimos detalhes, enquanto projetos que vão alterar a vida das pessoas por muito tempo são escondidos.

O noticiário político e o policial são a mesma coisa para o público da grande mídia. O resto não importa muito.

É claro: discutir projetos abertamente e com profundidade não interessa à direita brasileira, que é entreguista e anti-povo. E a população não pode perceber isso de jeito nenhum.

 

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Onda Vermelha

08 de outubro de 2016 às 13h04

O Post ficou INCOMPLETO! Certamente, também iria a abordar a famigerada e draconiana PEC 241, em vias de aprovação no Congresso Golpista, que retira recursos da saúde e da educação por 20 ANOS!

Responder

Odair Silva

07 de outubro de 2016 às 18h51

Mas a Dilma ia dar um calote na locação de carros no EEUU em 2015 ou não??? Rsss

Responder

Leo Pensamento Livre

07 de outubro de 2016 às 13h34

Viva a direita multipla e democrática.

Responder

    Atreio

    07 de outubro de 2016 às 13h48

    não.
    mas vai numa audiência publica qq e na reunião da sub prefeitura de sua cidade e se exponha, exponha seus argumentos. lá conversamos e qem sabe vc entende algo.
    desejo melhoras!

    Responder

label vargas

07 de outubro de 2016 às 13h04

Lembro do juiz italiano que comandou a operação” mani puliti” na Itália,dizendo numa reportagem da globosta ” é preferível muitos culpados soltos do que um inocente preso”.
Mais uma vez,nós brasileiros importamos técnicas usadas lá fora,tirando o lado bom delas e reforçando e criando novos efeitos danosos.Esto vale para farsajato e também para o empresariado brasileiro na sua luta diária de exploração do trabalhador.

Responder

C.Poivre

07 de outubro de 2016 às 12h31

Ontem vi um documentário no Netflix que, apesar de não ser por razões políticas, faz lembrar a lava jato pois tem também um promotor preconceituoso e dado a ilações, presunções e pressuposições como os procuradores da lava jato, associado a uma mídia poderosa e manipuladora. O documentário (com os personagens reais) chama-se “Amanda Knox” e ocorreu em 2007 na Itália.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?