Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

A série e o filme sobre a Lava Jato serão duas palhaçadas acríticas

Por Pedro Breier

21 de outubro de 2016 : 11h45

(Boneco inflável do super herói Moro em MT)

Por Pedro Breier, correspondente policial do Cafezinho

A novela da Lava Jato vai sair das telas da Globo para as do cinema, com o filme “Polícia Federal — A lei é para todos” e também para as do Netflix, com uma série dirigida por José Padilha.

Esqueça qualquer olhar crítico sobre o papel da polícia, promotoria, juízes e mídia, como podemos encontrar na série Making a Murder ou no documentário Amanda Knox, ambos no Netflix.

A série sobre a Lava Jato será baseada no livro de Vladimir Netto, filho de Miriam Leitão e repórter da Globo. Moro foi ao lançamento do livro em Curitiba. Veja o que diz a crítica da insuspeita Folha sobre o livro:

Netto não esconde sua admiração pelo juiz Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em Curitiba, e pelos procuradores e policiais federais que estão na linha de frente da investigação.
Moro exibe “rigor e coragem” ao conduzir o caso “com maestria”, diz o jornalista, que o descreve no livro como integrante de uma geração “que trabalha com afinco em busca de resultados”.

Imaginem qual será o tom de uma série baseada em um livro desses.

O filme certamente não vai ficar atrás no grau de adesão à narrativa midiática da Lava Jato. Leiam este trecho de matéria do Globo de hoje:

As filmagens do thriller “Polícia Federal — A lei é para todos” começarão no dia 17 de novembro, dentro do próprio prédio da Polícia Federal, em Curitiba. Segundo a produção do filme, há pouco mais de um ano foi firmado um acordo de cooperação com diretores da PF, que permitiram acesso a detalhes dos processos e vêm colaborando com informações. O roteiro vai abranger o início das investigações até a 24ª fase da Operação Lava-Jato, justamente o momento em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado para depor em condução coercitiva, em março. A intenção dos produtores é que, dependendo do resultado, este seja apenas o primeiro de uma trilogia.

A PF vai ceder até o prédio para as filmagens do filme! Será que se alguém quiser fazer algum filme crítico sobre a Lava Jato também poderá fazer um acordo de cooperação com a polícia? Ou a colaboração é só com quem bate palmas para os meganhas? A PF vestiu a camisa de polícia política com gosto. É uma instituição pública que deveria prezar pela isenção mas que na prática não perde a oportunidade de deixar claro que tem lado.

Outro trecho interessante da reportagem:

O orçamento de “Polícia Federal” será de R$ 13,5 milhões, um valor alto para o cinema brasileiro — na média, um filme de ficção no Brasil não gasta mais de R$ 5 milhões, mas há casos de produções maiores, como “Tropa de Elite 2” (2010), que custaram R$ 16 milhões. Também incomum é a forma de captação de recursos para o filme sobre a Lava-Jato: Tomislav Blazic garante que o dinheiro é completamente privado, oriundo de investidores que não utilizaram incentivo fiscal. O produtor, porém, não revela quem são esses investidores.

Investidores anônimos bancaram milhões para um filme sobre a Lava Jato, operação que tem total apoio da Globo, empresa da família que possui a maior fortuna do Brasil e envolvida em escândalos como o de uma sonegação fiscal milionária e o da mansão irregular em Paraty.

Mas na realidade paralela coxinha a Lava Jato é a operação que ‘finalmente está prendendo os poderosos’.

A direção de “Polícia Federal — A lei é para todos” é de Marcelo Antunez, que dirigiu os clássicos da comédia mundial “Qualquer gato vira-lata 2” e “Até que a sorte nos separe 3”, e a produção é de Tomislav Blazic, da também clássica comédia “Vestido pra casar”.

Nada mais coerente para um filme que aplaude a palhaçada chamada Lava Jato.

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

36 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Érica Constantino

14 de maio de 2017 às 11h23

Esse filme pra mim é o mais aguardado esse ano depois de Logan, tomara mesmo que vire uma trilogia, Sergio Moro mudou o rumo do país, sinto esperança que as coisas possam mudar de verdade, chega de pizza, corruptos na cadeia.

Responder

Mateus

30 de março de 2017 às 07h56

Fumaram Bosta de burro demais? O PT dilapidou o Brasil é vocês ficam tentando atacar outros para justificar a canalhice do PT. Vocês são doentes mentais!

Responder

Adelmo Ribeiro da Silva

11 de fevereiro de 2017 às 12h37

Deveriam estender um pouco mais a abrangência da produção. Pelo menos até o momento em que a quadrilha farsante golpista, turminha da Globo incluída, acabe totalmente desmascarada. Ou, quem sabe, até a prisão do próprio juiz-bandido com alma de Superman nazista.
De qualquer maneira, já é suficientemente incrível que alguém leve a sério e queira transformar em drama uma descarada armação que, a passos largos, está destruindo a sociedade brasileira e ameaçando mergular o País no mais absoluto caos, quem sabe numa guerra civil, para atender a vaidade de uns tantos e a canalhice de outros que são os mesmos, todos a serviço último do ultrafinancismo apátrida planetário sob comando da elite econômico-militar da águia do norte.

Responder

Vinicius M

23 de outubro de 2016 às 01h47

Falando nisso , ouvi um rumor que teria um filme da “Janazina”, alguém sabe se isso procede?

Responder

Vinicius M

23 de outubro de 2016 às 01h46

Só querem ganhar dinheiro e continuar alienando a grande massa do senso comum. Poderiam só editar trechos do Jornal “Nazional” , visto que a “crassi média paneleira” engole qualquer porcaria com elenco de quinta.

Responder

Carlos

22 de outubro de 2016 às 16h03

Essas coisas vão ser “A hora mais escura” versão brasileira!

Responder

Cíntia Braga

22 de outubro de 2016 às 13h50

É a estética do cinema indústria viciando os colonizados produtores na fórmula do sucesso. O casamento promissor entre Lucro rápido e hegemonização cultural, para fins de construção da narrativa de nosso tempo. Com uma pitada do nefasto valor de verdade.

Responder

enganado

22 de outubro de 2016 às 12h44

“Polícia Federal — A lei é para todos”, aliás cabe esclarecer que o filme está dirigido somente aos 10P´s = PRETOS, POBRES, PROSTITUTAS, PETISTAS, PATRIOTAS, PERIFÉRICOS, PENSIONISTAS, POVÃO, PERSEGUIDOS, PROFESSORES. Ah sim! O pessoal da DIREITA está isento de qq LEIS, tem quem os garantem!

Responder

Messias Franca de Macedo

21 de outubro de 2016 às 22h08

Respeitem os palhaços

Responder

Messias Franca de Macedo

21 de outubro de 2016 às 21h57

… O DEMoTucano ‘mor(T)o’ é um covarde e fascista monstro psicopata!
Os(as) infames ‘coxinhas’ aloprados(as) e desumanos(as) o merecem!

***

EM APELO DRAMÁTICO, DIRCEU PEDE LIBERDADE A MORO

Em depoimento prestado ao juiz Sergio Moro, o ex-ministro José Dirceu fez um apelo dramático para que ganhe a liberdade e possa trabalhar para sustentar a filha de seis anos; “Não entrou um centavo na minha conta bancária que não esteja contabilizado”, disse ele; “Quero repetir: não houve nada de ilícito. Faturei 40 milhões de reais e ganhei seis em dez anos, 60 mil reais por mês. Se passou à opinião pública que eu tinha ganho 40 milhões e isso vai parecendo que sou uma pessoa que enriqueci de maneira ilícita e tenho um patrimônio que eu não tenho. A verdade é que eu não tenho”, disse ele, antes de pedir liberdade; na sequência, Moro afirmou que seus advogados são competentes em poderão recorrer a instâncias superiores

21 DE OUTUBRO DE 2016

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/261644/Em-apelo-dram%C3%A1tico-Dirceu-pede-liberdade-a-Moro.htm

Responder

João Luiz Brandão Costa

21 de outubro de 2016 às 18h08

O ator para o papel do Aecim [se não aparecer no filme é sacanagem] já está escolhido: João Canabrava. E Temer tem que aparecer. Ator, Rolando Lero!

Responder

Pinheiro -

21 de outubro de 2016 às 17h29

Chora mais esquerdazada… Quando o cara fez o “Tropa de Elite” ele era um gênio, agora que nem comecou as filmagens da série ja estão chorando . MI MI MI MI MI

Responder

    Adma Viegas

    21 de outubro de 2016 às 19h55

    José Padilha nunca foi um gênio. E tropa de Elite é um filme com uma ideologia muito da fascista. Lembremos que o “herói” é um policial torturador. Aliás, é bem coerente, na trajetória do diretor, idealizar o Sérgio Moro.

    Responder

    Adelmo Ribeiro da Silva

    11 de fevereiro de 2017 às 12h47

    Pelo andar da carruagem, corre-se o risco de Sérgio Moro oferecer consultoria à produção de trás das grades.
    Acontece que, com os Deuses Olímpicos da Direita todos encalacrados até os cabelos de detrás e de entre as pernas na dita operação, é cada dia mais provável que prendam-se uns aos outros no decorrer das filmagens. E, como o máximo de honra entre esses bandidos é a dediragem para escapar da pripria prisão, no meio do caminho acabarão denunciando o canalhismo do próprio juiz, que, então, para provar que “a lei é para todos” como está no sibtítulo, teria que devretar a própria prisão!
    Brincadeira. Bandido não gosta de prender bandido. Muito menos quando o bandido é o próprio juiz.

    Responder

Dilma Coelho

21 de outubro de 2016 às 16h18

Se a NETFLIX insistir em rodar qualquer coisa sobre esse “cretino”, doente, golpista, subserviente, globeleza desse desMOROnado, cancelo as duas assinaturas que tenho na NETFLIX. É mediocridade deais. Será que a empresa deslumbrou ou está sendo “cooptada”. Até aprecio a empresa mas…

Responder

    Roberto

    24 de outubro de 2016 às 01h21

    esqueceu que vive num pais capitalista??

    Um filme do moro vai fazer mais sucesso do que o “Tropa de Elite”, que conta ha história de como a PM do Rio pratica crimes contra a humanidade e ainda é a heroína do Brasil!

    Responder

Paulo Zeka

21 de outubro de 2016 às 16h02

Se rolar essa série OS LESA- PÁTRIA vou CANCELAR minha ASSINATURA DESTE NETFLIX. Tá na cara que é pura promoção do duble de RONALD GOLIAS no ano da eleição que virá.

Responder

Maria Thereza G. de Freitas

21 de outubro de 2016 às 15h37

vai ter efeitos especiais, com o super homem voando sobre o país? vai ter coxinha na paulista, gritando: quem poderá nos salvar? e aparece o moro/chaves sobrevoando o país, a bordo do batmóvel? (isso era do jb, mas pode ser licença poética). Quem vai ser a mocinha? Ou vai ser o alexandre frota, no papel de robin? Isso não vai ser nem comédia. Pantera Cor de Rosa vai ficar no chinelo

Responder

Atreio

21 de outubro de 2016 às 15h19

q tal paulo betti, relembrando um ed mort encarnado no serginho ?
pq um filme desse, só sendo comédia….é o palhaço temq ser o serginho. mas escirto pelo filho da miriam…
-dutra?
-não, leitão.
-hi…babou….

Responder

Pedro Pereira

21 de outubro de 2016 às 13h51

meu deus… que boneco brega… hahahaha…

Responder

ZeDasKouves

21 de outubro de 2016 às 13h09

Será que eles vão fazer um filme sobre um certo HELICOCA e uma certa polícia cega, surda e muda neste caso???

Responder

    Roberto

    24 de outubro de 2016 às 01h20

    Esse quem deveria fazer são os diretores e produtores progressistas, mas no brasil eles são cagões de mais para isso!

    Responder

17Abril2016

21 de outubro de 2016 às 12h40

Cancelo minha assinatura na Netflix, que alias tem uma programacao muito reacionaria.

Responder

    Des

    21 de outubro de 2016 às 16h11

    Acabei de cancelar.

    Responder

      Pinheiro -

      21 de outubro de 2016 às 17h26

      Comunista reclamando do conteudo que assina na NetFlix… Me conte mais da esquerda caviar..

      Responder

        Des

        21 de outubro de 2016 às 17h29

        Não conhece comunismo, vai estudar e volta.

        Responder

        Carlos Eduardo

        21 de outubro de 2016 às 22h42

        mimimi comunisto matou 100 milhoes. Titio olavo que disse.

        Responder

    Vinicius M

    23 de outubro de 2016 às 01h40

    Também cancelei, se eu quisesse ter porcaria nível da Globo, não precisaria assinar, pois já tem de graça.

    Responder

    Anônimo

    12 de julho de 2017 às 22h48

    Sim, vou cancelar a assinatura da Netflix. Mas vou manter o meu emprego público. Ah, por sinal pessoal temos que nos mexer para garantir aumento real este ano! E claro, sem a menor preocupação se entregamos qualidade. A pensão da mamãe está garantida e o salário do sindicato também tá garantido pois temos o imposto sindical que nos alimenta. Quanto ao caçula, está na Europa fazendo o intercâmbio pela faculdade lá na Alemanha. É verdade ele não fala nada de Alemão, mas pelo menos nossas férias estão garantidas pois o governo está pagando por um ap. com dois quartos e mais um valor mensal de dois mil euros. Pouco né? Fazer o que? Estes coxinhas não entendem a importância de colocar mais dinheiro na educação! São uns idiotas mesmo… e sabe o que me irrita mesmo? Eles nem percebem o que o PT fez por este país.. mas não se preocupem.. ainda vamos mexer com os bancos e acabar com estes rendistas… Agente chega lá..

    Responder

      Dissetudo

      24 de março de 2018 às 00h23

      Disse tudo! Ahahaha!!

      Responder

robertoAP

21 de outubro de 2016 às 12h11

Para mais essa super chanchada feita pelos chanchadeiros da maior chanchadista do planeta,ser a pior coisa já feita na história do cinema(sic), deveria ter o parlamentar corrupto, palhaço sem graça e a maior desgraça dos atores terráqueos, o TIRIRICA, encarnando MORO, o mais corrupto juiz do universo.
Aí, a Imbecilidade seria a mais gloriosa,imaginada pela mente mais idiota que já pisou no solo da Terra.

Responder

    Vinicius

    25 de novembro de 2016 às 20h29

    O filme do lula é um primor de verdade e nada sensacionalista, né?
    O problema da esquerda é que qnd as mesmas armas que eles usaram são colocadas contra eles o mundo acaba. Que eu saiba foi anunciado filme e não documentário. E qualquer exagero que venha a acontecer nesse filme será pouco para o que esse juiz fez. Qnts ameaças de morte não deve ter recebido. Chora filhos do lula. Vai visitar papai em Curitiba.

    Responder

      Adelmo Ribeiro da Silva

      11 de fevereiro de 2017 às 12h54

      O filme do Lula centrava no homem de origem comum que resgatou milhoes de brasileiros da miséria e deu-lhes a noção de dignidade.
      O filme do Moro centra-se numa farsa que destruiu a economia brasileira, devolveu à miséria os milhões de brasileiros resgatados por Lula, empurrou à miséria outros tantos milhões, acoberta o banditismo e o mau-caratismo de péssimos políticos e a covardia desonrosa dos membros do Judiciário e infla o ego de um juizinho mequetrefe sem moral e desqualificiado até mesmo par apitar uma partida de futebol de várzea.

      Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade