Live do Cafezinho: como trazer a classe média de volta para campo progressista?

Advogados revelam na ONU o massacre midiático contra Lula

Por Redação

17 de novembro de 2016 : 06h07

Pesquisa entregue para ONU prova perseguição de Globo contra Lula

Dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente

no Lula.com.br

A defesa do ex-presidente Lula apresentou ao juiz Sérgio Moro e à Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU um estudo científico sobre a cobertura da imprensa brasileira, que comprova tecnicamente — e com números impressionantes — o massacre midiático contra o ex-presidente.  

O estudo foi preparado pelo cientista político, sociólogo e mestre em Filosofia João Feres Júnior, vice-diretor do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UERJ) e coordenador do Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP) – que produz o Manchetômetro,? indicador das tendências políticas da mídia brasileira.

Os dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente, apenas 4 horas de noticiário considerado neutro e nem 1 segundo de notícias com viés positivo.

A parcialidade do JN em relação a Lula fica evidente pelo fato de que metade de suas reportagens não contemplou o contraditório do ex-presidente, de sua assessoria ou de seus advogados.

Uma parte dos dados referentes ao Jornal Nacional foi apresentada nesta quarta-feira (16) pela advogada Valeska Zanin Martins, numa entrevista à imprensa internacional em Genebra, sede da Comissão de Direitos Humanos da ONU, onde a defesa de Lula denuncia os abusos cometidos contra ele no Brasil.

Os dados completos do estudo do professor João Feres sobre a cobertura do Jornal Nacional estão no resumo a seguir:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ariane Farah Alvarenga

17 de novembro de 2016 às 17h55

MÍDIA GOLPISTA!

Responder

Cynthia Hombre

17 de novembro de 2016 às 14h13

Tadinho… Por isso que ele fez coisa errada… Ele era pobre e sem oportunidades, aí foi “obrigado” a ser criminoso… É só mais um caso de vítima da sociedade… Tadinho… (Será que esse papinho ainda cola ?)

Responder

Ocomentarista Tcomment

17 de novembro de 2016 às 12h54

IMPRENSA GOLPISTA!

Responder

Deixe uma resposta